F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Cristo e a Arca do Testemunho

Compartilhe

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1708
Idade : 54
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 38
Pontos de participação : 4121
Data de inscrição : 27/12/2008

Cristo e a Arca do Testemunho

Mensagem por Jefté em Seg 22 Jun 2009, 09:03

.
Por: Jefté

Cristo e a Arca do Testemunho - (Apc. 11:19)

Arca do Concerto, Arca da Aliança, Arca do Senhor, Arca de Deus - esses eram nomes da Arca do Testemunho.

"E porás nele a arca do testemunho, e cobrirás a arca com o véu". Ex. 40:3
"E Moisés escreveu esta lei, e a deu aos sacerdotes, filhos de Levi, que levavam a arca da aliança do Senhor, e a todos os anciãos de Israel".Deut. 31:9

A arca do testemunho era como um testemunho visível do pacto entre Deus e Israel, de maneira que o Senhor Deus pudesse considerar o pacto com os filhos de Israel para posteriormente ajudá-lo, quando esse viesse a pecar e faltar gravemente contra o Senhor; o mesmo acontecia com o Templo. (II Cron. 6:20-21, 22-23, 24-25, 38-39 - Nem. 9:29)
E também Israel a teria como testemunho da presença e do pacto de Deus para consigo, de maneira que os filhos de Israel a tinham como uma âncora da fé. (Ex. 25:16, Num. 10:33, Num. 14:44, Deu. 10:5, Ex. 16:32-34, Num. 17:8-10, Heb. 9:4, Jos. 3:13, Jos. 6:6, I Samuel 4:17-22 - II Samuel 6.12

E Cristo Jesus é a verdadeira Arca da Aliança (Arca do Testemunho) entre Deus e os homens; entre o Criador e a sua criatura.
Pois o Senhor se fez homem, e mais; se fazendo homem (sem pecado), estava levando e levou sobre Si todo o pecado dos homens, todo o pecado do mundo. É como se em determinados momentos o Pai e o Filho (que são perfeitos em unidade) se separassem; de maneira que Deus Pai no mais sublime dos céus e o Filho no mais profundo do abismo, tomando sobre Si toda a culpa da humanidade – intervindo e intercedendo como homem que também era – tomando todo o partido pelo lado dos homens para com Deus, o Pai – clamando e rogando como homem o favor e o perdão do Pai por nós homens.
Pois na encarnação do Filho de Deus – é como se os dois se separassem – Deus Pai como soberano Deus, e Jesus como homem, tomando 100% a culpa e a causa dos homens em Si para morrer pelo homem pagando o preço pela sua redenção, para a remissão dos pecados pela Sua morte.

Por isto Cristo é a verdadeira e eterna Aliança entre Deus e os homens, a perfeita união entre a criatura com seu Criador.
Cristo é a Arca da Aliança entre Deus e os homens (pela qual Deus nos perdoa), e também é a Arca da Aliança entre os homens e Deus (pela qual obtemos o perdão de todos os pecados).
Tanto que o Senhor sempre disse que o que perdirmos em Seu Nome, o Pai o faria; por amor a Cristo, pelo Seu Nome, pela causa de Cristo, do Seu sangue.
Porque o Senhor no seu tempo, mesmo sendo Deus – fez-se também homem – tomando toda a natureza do homem – e mesmo sendo perfeito em unidade com o Pai se separou do Mesmo assumindo em Si toda a culpa do mundo para morrer por ele.

E como o Senhor tomando sobre Si toda a causa da humanidade e morrendo por ela, se torna aquela Aliança Eterna, pela qual Deus Pai, por amor ao Filho (que clama Aba, Pai), também perdoa e dá graça aos homens, por amor aos atos Daquele que sendo o Filho Unigênito do Deus Vivo – se fez também homem (isentando-se de toda a glória que tinha com o Pai antes que o mundo existisse, assumindo todo o vitupério do mundo por amor a Deus e aos homens).
De maneira que verdadeiramente Deus Pai nos perdoa as ofensas pela sublime vida, obediência, amor, exemplo, submissão, entrega e morte do Filho de Deus por nós homens. Amém!
E nós homens, podemos aproximar, amar, crer e conhecer a Deus, também pelos mesmos atos e feitos de Cristo, por nós; e pela sua íntima e viva comunhão e relação com Deus Pai. Amém!

E nós, na verdade, podemos até não dimensionar o grande amor que Cristo nos teve, fazendo-se homem.
Mas o Deus Pai, sabe muito bem, e tem em consideração cada passo e obra que Cristo, o Filho de Deus teve nesse mundo (sua obediência como filho aos pais, sua humildade, sua fadiga, seu suor, suas lágrimas, suas orações e temores, seu terno amor, e seu doloroso e pesado sacrifício para nossa salvação).
Então, por isso, quando nós que cremos, oramos e fazemos menção do Filho de Deus ao Pai – também o Pai Altíssimo é grandemente comovido, pela causa de Cristo feita verdadeiramente por nós.
Vê como Cristo Jesus é verdadeiramente o Único Mediador entre Deus e os homens. Pois Deus só nos atende pelos feitos de Cristo.
Por isto Jesus diz várias vezes: “Em meu nome expulsarão demônios; em meu nome; falarão novas línguas…” (Mc. 16:17)

Alguns versos sobre o nome de Cristo e nossa eterna aliança:

“E há de ser que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.” Joel 2:32)
“E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho”. (Jo. 14:13)
“Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei”. (Jo. 14:14)
“Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome”. (Jo. 14:26a)
“a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda”. (Jo. 15:16c)
“Na verdade, na verdade vos digo que tudo quanto pedirdes a meu Pai, em meu nome, ele vo-lo há de dar”. (Jo. 16:23b)
“A este dão testemunho todos os profetas, de que todos os que nele crêem receberão o perdão dos pecados pelo seu nome.” (Atos 10:43)
“Pelo qual recebemos a graça e o apostolado, para a obediência da fé entre todas as gentes pelo seu nome”. (Rom. 1:5)
“Filhinhos, escrevo-vos, porque pelo seu nome vos são perdoados os pecados.” (I Jo. 2:12)
“O Pai ama o Filho, e todas as coisas entregou nas suas mãos. Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece.” (Jo. 3:35-36)
“Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.” (Jo. 3:18)

“Ora, o Deus de paz, que pelo sangue da aliança eterna tornou a trazer dos mortos a nosso Senhor Jesus Cristo, grande pastor das ovelhas.” (Heb.13:20)
“E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até à morte”. (Apc. 12:11)
Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho." (Apc. 21:7)
“E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus”. (Apc. 21:3)
“Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome”. (Jo. 1:12)
“E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca da sua aliança foi vista no seu templo; e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva.” (Apc. 11:19)

Então Cristo é a única e eterna Aliança de Deus com o homem, de maneira que como aconteceu com o paralítico (Luc. 5) em que Cristo perdoou todos os seus pecados pela sua fé em Nele;
E também como aconteceu com a mulher adúltera, que estando para ser condenada e morta, e o Senhor a livrou e perdoou.
E semelhantemente com o ladrão na cruz que já condenado e bem próximo da morte, pela sua fé na pessoa de Cristo, e vendo-o crucificado (parecendo também um mal feitor), no entanto pela fé vi-O como Senhor e Rei de maneira que chega a exclamar: Senhor, quando entrares no teu reino, lembra-te de mim. (João 18.36)

E Cristo, o Senhor, com sua graça e redenção aqui neste mundo, naquela mesma hora, naquelas condições o recebe ali mesmo em Seu Reino Celestial – perdoando-lhe todas as suas ofensas e justificando-o pela Sua justiça, a justiça de Cristo, feita por nós. (Apc. 11:19)
Amém!

    Data/hora atual: Qui 14 Dez 2017, 04:03