F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Compartilhe

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Número de Mensagens : 597
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Sab 24 Mar 2018, 10:56

Olá, Edison,

É uma pena, meu irmão, você desacreditar no que está escrito para crer nas fantasias católicas que lhe foram ensinadas, afinal, está escrito que os 600.00 judeus é que formaram o corpo da noiva de Moisés.

Eu prefiro crer no que está escrito, e acho que é o que você deveria fazer, porém, tudo bem. Cada um crê como bem quiser.

Até mais!

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Número de Mensagens : 597
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Sab 24 Mar 2018, 10:59

Olá, Ernesto (Como você está? Estava preocupado com a sua recente não-participação nos tópicos. Está tudo bem?)

Sim, irmão, vocês creem num deus (o trino) e eu em Deus, o que é somente o Pai, e essa diferença de crença faz toda a diferença.

É o próprio Filho, Ernesto, quem nos está pedindo, em Jo 17.3, que se quisermos ter a vida eterna, que tenhamos, ou que reconheçamos o Pai como nosso único e verdadeiro Deus, (Jo 17.3 E a vida eterna é esta: Que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste), isto é,

Se você não tiver o mesmo Deus que Jesus tinha e ainda tem, de maneira nenhuma, meu irmão, infelizmente, você não conseguirá a sua justificação.

No entanto, você tem razão em ter dito: Para mim os Dois, Pai e filho, ambos estão engajados na minha salvação, quer dizer,

Só podemos conhecer o Pai, se formos levados até a ele por Jesus, pelo Filho, pelo seu ENVIADO, pelo seu SERVO, isto é, se você não considerar que o Pai seja o Deus de Jesus, de maneira nenhuma a sua salvação poderá ser alcançada.

Até mais!

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 597
Idade : 67
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -41
Pontos de participação : 1419
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Sab 24 Mar 2018, 11:08

Olá, Edison (Só agora vi essa sua postagem, me desculpe!),

Sobre a sua pergunta: São todos batizados em Nome do Senhor Jesus Cristo? É óbvio que sim, irmão, porém, a nossa cerimônia desse batismo é diferente da feita nas católicas e evangélicas, pois a nossa se espelha nas orientações de Cristo e não nas dos pastores e padres das suas igrejas, que interpretam tudo errado do ensino que está escrito, aliás,

Acho que poucos de vocês sabem como é que deve ser a verdadeira cerimônia do batismo de Jesus, quer dizer, onde (em que lugar ou local) e quando ela tem de ser realizada? Tem de ser numa igreja (templo) ou não? E quem deve comandar essa cerimônia?

Será que você pode me responder isso? Obrigado!
=
Para nós, meu irmão, só há três batismos citados no Evangelho, sendo UM de João Batista, que é o BATISMO DA ÁGUA, e DOIS de Jesus, que são o BATISMO DO ESPÍRITO SANTO e o BATISMO DO FOGO, quer dizer,

Não está escrito que o batismo do Espírito Santo seja do Espírito Santo, mas, sim, de Jesus (Mt 3.11 Eu vos batizo com água, para arrependimento; mas aquele que vem depois de mim é mais poderoso do que eu, cujas sandálias não sou digno de levar. Ele (JESUS) vos batizará com o Espírito Santo e com (o batismo do) fogo).

Vocês, evangélicos e católicos, que estão unidos em várias crenças, querendo que o batismo do Espírito Santo seja do Espírito Santo e não de Jesus, estão negando a Jesus, e, se faziam isso por desconhecimento, agora já não podem mais alegar isso.

Nós consideramos, irmão, que o segundo batismo atribuído a Jesus fazer, citado em Mt 3.11, o BATISMO DO FOGO, seja o batismo em nome do Senhor Jesus Cristo, pois, o batismo dos dons de poder, também chamado de batismo do Espírito Santo, que também foi uma obra realizada por Jesus, já foi completamente cumprida e, por isso, por já ter sido cumprida, não pode mais (não precisa) ser realizada.

Até mais!

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2295
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5899
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Edison em Sab 24 Mar 2018, 13:11

Washington Ruiz,

Washington Ruiz escreveu:Olá, Edison (Só agora vi essa sua postagem, me desculpe!),

Sobre a sua pergunta: São todos batizados em Nome do Senhor Jesus Cristo? É óbvio que sim, irmão, porém, a nossa cerimônia desse batismo é diferente da feita nas católicas e evangélicas, pois a nossa se espelha nas orientações de Cristo e não nas dos pastores e padres das suas igrejas, que interpretam tudo errado do ensino que está escrito, aliás,

Acho que poucos de vocês sabem como é que deve ser a verdadeira cerimônia do batismo de Jesus, quer dizer, onde (em que lugar ou local) e quando ela tem de ser realizada? Tem de ser numa igreja (templo) ou não? E quem deve comandar essa cerimônia?


Explique-me então?


Será que você pode me responder isso? Obrigado!
=
Para nós, meu irmão, só há três batismos citados no Evangelho, sendo UM de João Batista, que é o BATISMO DA ÁGUA, e DOIS de Jesus, que são o BATISMO DO ESPÍRITO SANTO e o BATISMO DO FOGO, quer dizer,


A Bíblia diz que as pessoas que eram batizadas pelos apóstolos, perseveravam na doutrina dos apóstolos (At. 2:42).

Paulo disse aos efésios que a Igreja está edificada sobre o fundamento dos apóstolos (Ef. 2:20).

E os apóstolos e demais discípulos como Felipe por exemplo, batizavam as pessoas na água imergindo-as e invocando o Nome do Senhor Jesus cristo.

Isso pode ser num batistério dentro de um templo, num rio, num lago, num riacho, no mar, etc. O importante é que o pecador seja imergido na água sob a invocação do Nome do Senhor Jesus Cristo, para perdão dos pecados.


Não está escrito que o batismo do Espírito Santo seja do Espírito Santo, mas, sim, de Jesus (Mt 3.11 Eu vos batizo com água, para arrependimento; mas aquele que vem depois de mim é mais poderoso do que eu, cujas sandálias não sou digno de levar. Ele (JESUS) vos batizará com o Espírito Santo e com (o batismo do) fogo).

Por favor né Washington. Que isso "homi", olha nossa idade. Quanta tonteria.

O que não é de Jesus? O que não provem de Jesus? O que é que não é Jesus quem comanda, executa, etc. etc. ??

Me parece que você está querendo inventar alguma seita e está inventando interpretações absurdas. Me desculpe a sinceridade. Me desculpe mesmo, mas desperta homem.

Batismo do , ou com o Espírito Santo, nada mais é do que o real novo nascimento. Batismo com o Espírito Santo é o nascer do Espírito que Jesus falou para o Nicodemos.
É quando o pecador arrependido, depois de justificado e santificado, é introduzido no Corpo de Cristo. Por um Espírito somos batizados em um Corpo (I Cor. 12:13).
Isso é um acontecimento 100% espiritual. O Corpo Místico de Cristo é um Corpo espiritual. Não é uma organização. É um organismo espiritual.


Vocês, evangélicos e católicos, que estão unidos em várias crenças, querendo que o batismo do Espírito Santo seja do Espírito Santo e não de Jesus, estão negando a Jesus, e, se faziam isso por desconhecimento, agora já não podem mais alegar isso.


Perdoe-me precioso, isso é tonteria. É muita meninice espiritual.


Nós consideramos, irmão, que o segundo batismo atribuído a Jesus fazer, citado em Mt 3.11, o BATISMO DO FOGO, seja o batismo em nome do Senhor Jesus Cristo, pois, o batismo dos dons de poder, também chamado de batismo do Espírito Santo, que também foi uma obra realizada por Jesus, já foi completamente cumprida e, por isso, por já ter sido cumprida, não pode mais (não precisa) ser realizada.

Até mais!


Não existe batismo dos dons de poder. Onde você viu isso. Dons é uma coisa e Doador é outra.

Isso é uma confusão da igreja pentecostal. A manifestação dos dons carismáticos não é evidência do Real batismo do Espírito Santo.

Dons são dados sem arrependimento (Rom. 11:29). Os dons caem sobre justo e injustos (Mat. 5:45). O sol, a chuva, o ar, os nutrientes da terra são dados para trigo e joio ao mesmo tempo.

Então receber um dom não significa que recebeu o DOADOR.

Você está perdendo tempo em não examinar o que Deus está fazendo através da restauração prometida em Mat. 17:11.

Você está querendo se desviar dos caminhos das denominações e está inventado um caminho próprio. Aliás, todas as denominações surgem assim.

A mensagem de hoje é nos converter à fé dos nossos pais os apóstolos (Mal. 4:5-6)

avatar
Ernesto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1397
Idade : 88
Cidade/Estado : Limeira. SP
Religião : crista
Igreja : evangelica
País : brasil
Mensagens Curtidas : 193
Pontos de participação : 3941
Data de inscrição : 26/11/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Ernesto em Sab 24 Mar 2018, 15:02

Washington Ruiz escreveu:

No entanto, você tem razão em ter dito: Para mim os Dois, Pai e filho, ambos estão engajados na minha salvação, quer dizer,

Só podemos conhecer o Pai, se formos levados até a ele por Jesus, pelo Filho, pelo seu ENVIADO, pelo seu SERVO, isto é, se você não considerar que o Pai seja o Deus de Jesus, de maneira nenhuma a sua salvação poderá ser alcançada.

Ernesto responde:

Tu tens razão quando dizes que o Pai de Jesus era o Deus Dele, ( Eu nunca neguei isso) mas, na fase de Jesus, e não na fase de Cristo. Cristo, na eternidade, foi espirito igual o Pai, mostre na bíblia que neste estagio de vida espiritual ele tenha chamado o Pai também de Deus.
Repito, para entender melhor; Cristo existe desde os dias da eternidade Miqueias 5;2, em certo tempo, para salvar a humanidade ele precisou ser semelhante aos homens, Filip, 2:7, ele se fez carne, e recebeu o nome de Jesus,Mat.1:21, enquanto era humano ele reconheceu o Deus dos homens também como o seu Deus, (Assim creio eu,) por isso te peço que, se tu não pensares desta maneira, então prove que Deus ja era o Deus de Cristo na eternidade e não somente o Pai de Cristo.

Abraços Ernesto

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 597
Idade : 67
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -41
Pontos de participação : 1419
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Dom 25 Mar 2018, 13:04

Olá, Ernesto,

Sim, irmão, temos sempre de considerar que Deus seja o Pai de Jesus e também de todos os seus outros filhos, tanto dos anjos do Céu como dos homens da Terra, porém,

Cristo só se tornou um espírito igual ao Pai, depois dele ter sido criado no haja luz, que foi quando o princípio de toda a criação de Deus começou, e foi também aí que a eternidade começou.
=
Observe, irmão, que os escritos de Apocalipse 1.1 foram ditados a João escrever muito tempo DEPOIS da ascensão de Cristo aos céus, isto é, MUITO DEPOIS de Cristo já estar no Céu, MUITO DEPOIS dele, “presumivelmente”, já ter assumido o seu papel de Deus no corpo do deus trino (Ap 1.1 Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deu para mostrar aos seus servos as cousas que em breve devem acontecer (coisas futuras que iriam acontecer depois de Jesus já estar no Céu) e que ele, enviando por intermédio do seu anjo, notificou ao seu servo João), porém,

Os escritos de Ap 1.5, que foram escritos DEPOIS de Jesus já estar no Céu, Ernesto, atestam que Jesus Cristo AINDA É (continua sendo não Deus, mas) a FIEL TESTEMUNHA do Pai, e que Jesus AINDA É (continua sendo) o primeiro filho (PRIMOGÊNITO) de Deus, e que também AINDA É (continua sendo) AQUELE QUE NOS AMA, posto que ele provou o seu amor por nós com o seu SANGUE (na cruz), nos libertando do PECADO (do pecado perdoável, é claro) (Ap 1.5 e da parte de Jesus Cristo, a Fiel Testemunha, o Primogênito dos mortos e o Soberano dos reis da terra. Àquele que nos ama, e, pelo seu sangue, nos libertou dos nossos pecados).

Já os escritos de Ap 1.6, rezam que Jesus, JÁ ESTANDO no Céu, já estando na eternidade, ainda continuava considerando o Pai como sendo seu Deus (Ap 1.6 e nos constituiu reino (para os que estão na obediência exclusiva ao Evangelho e que têm o Pai como único Deus), sacerdotes para o seu Deus e Pai (para o Deus e Pai de Jesus Cristo, Ernesto), a ele (a Jesus, que estando nos céus, AINDA CONSIDERA o Pai como sendo seu Deus) a glória e o domínio pelos séculos dos séculos. Amém.

Até mais!

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 597
Idade : 67
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -41
Pontos de participação : 1419
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Dom 25 Mar 2018, 13:16

Olá, Edison,

Pensamos diferentes, irmão.

Eu, porém, procuro me fundamentar no que ESTÁ ESCRITO, considerando que Jesus seja Filho de Deus, e não uma máscara de Deus (Onde é que isso está escrito, irmão? E lhe pergunto isso não para que você se ofenda, mas para que você sinta que está acreditando em algo (máscara) que não está escrito), mas você não quer ver!

O que você ainda não compreendeu, valoroso irmão, é que o Batismo da Água se caracteriza não quando o homem ENTRA na água, que é como vocês, evangélicos, acreditam ser, mas quando ele SAI da água.

Observe, irmão, que esse ensino (o SAIR da água, e não o ENTRAR) vem daquele que é o nosso espelho comportamental, que é Cristo, isto é,

O Batismo da Água em Jesus se caracterizou não quando ele ENTROU na água, mas quando ele SAIU da água, pois foi depois dele ter saído da água que “se lhe abriram os céus” e foi, depois dele ter saído da água, que ele recebeu o batismo dos dons de poder, dons esses lhes dado pelo Pai (Mt 3.16 Batizado Jesus, SAIU LOGO DA ÁGUA, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba, vindo sobre ele),

João não pregava a Lei de Moisés, que é como vocês, católicos e evangélicos, creem, mas EXCLUSIVAMENTE o Evangelho de Jesus, isto é, a pregação de João induzia os judeus a SAÍREM da obediência à Lei de Moisés e ENTRAREM para a obediência à Lei de Cristo.

João induzia os judeus a se arrependerem de terem crido no ensino material, na Lei de Moisés, e se converterem (se voltarem) para o Evangelho;

Enfim, João induzia os judeus a deixarem de ser discípulos de Moisés para serem discípulos de Cristo, porém, vocês, irmãos, católicos e evangélicos, que pregam os dois testamentos juntos, fazem força juntos para não aceitarem crer no que está escrito. Que pena!

Os discípulos de Moisés primeiro ouviam a pregação de João e, se ficassem convencidos de que deveriam mudar de discipularidade, se aceitassem deixar de ser discípulos de Moisés para serem discípulos de Cristo, tinham de se banhar nas águas de um rio, a fim de deixar declarado a todos que eles tinham saído da lei para o Evangelho. É esse o significado correto do Batismo da Água.

Está escrito (porém vocês não veem) que para o batismo de João ser considerado realizado não é mais preciso (não é imprescindível) que nos banhemos nas águas de um rio, que é como vocês ainda acreditam ser e procedem, quer dizer,

Quando alguém quiser (aceitar) passar a ser discípulo exclusivo de Jesus, porém, não havendo nesse lugar um rio, basta que lavemos os nossos pés para que a cerimônia do batismo da água seja aceita por Jesus, afinal, foi assim que aconteceu com Paulo quando ele aceitou sair da discipularidade a Moisés e passar para a discipularidade exclusiva a Jesus (ESTÁ ESCRITO!)

Até mais! (Estou muito ocupado hoje, recebendo alguns irmãos aqui em casa, que já começaram a chegar, por isso, irmão, me desculpe por não poder continuar a lhe responder sobre outros assuntos, ok?)
avatar
Ernesto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1397
Idade : 88
Cidade/Estado : Limeira. SP
Religião : crista
Igreja : evangelica
País : brasil
Mensagens Curtidas : 193
Pontos de participação : 3941
Data de inscrição : 26/11/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Ernesto em Dom 25 Mar 2018, 16:04


Washington diz?

Olá, Ernesto,

Sim, irmão, temos sempre de considerar que Deus seja o Pai de Jesus e também de todos os seus outros filhos, tanto dos anjos do Céu como dos homens da Terra, porém,

Ernesto responde:

Olá irmão! Já começastes mal esta mensagem, Cristo é o filho unigênito, portanto é só ele que é filho legitimo de Deus, nós somos criaturas feitos de pó, Porém, pelo amor que Deus tem por nós ele nos recebe como filhos adotivos,e não sou eu que digo; Efesios 1:3, Bendito Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo etc. E nos predestinou para filhos de ADOÇÃO por Jesus Cristo.

Washington diz?


Cristo só se tornou um espírito igual ao Pai, depois dele ter sido criado no haja luz, que foi quando o princípio de toda a criação de Deus começou, e foi também aí que a eternidade começou.

Ernesto responde:

Errastes novamente.Tu dizes que Cristo se tornou um espírito, eu te pergunto; Se ele se tornou; O que ele era antes de se tornar espírito?

Washington diz?

Observe, irmão, que os escritos de Apocalipse 1.1 foram ditados a João escrever muito tempo DEPOIS da ascensão de Cristo aos céus, isto é, MUITO DEPOIS de Cristo já estar no Céu, MUITO DEPOIS dele, “presumivelmente”, já ter assumido o seu papel de Deus no corpo do deus trino (Ap

Ernesto pergunta:

O irmão é trinitariano, ou unitarista, ou nenhum dos dois? Então tu achas que Cristo se tornou um Deus no céu? Depois de ressuscitar? No céu tem agora dois Deuses?

Washington diz?

Os escritos de Ap 1.5, que foram escritos DEPOIS de Jesus já estar no Céu, Ernesto, atestam que Jesus Cristo AINDA É (continua sendo não Deus, mas) a FIEL TESTEMUNHA do Pai, e que Jesus AINDA É (continua sendo) o primeiro filho (PRIMOGÊNITO) de Deus,

Ernesto responde:

Eu faço de contas que não percebo a marmelada que tu fazes. Na parte de cima vc. escreveu que:
presumivelmente”, já ter assumido o seu papel de Deus no corpo do deus trino (Ap
Agora afirmas que ele continua sendo não Deus. Não fique em cima do muro meu irmão; Ou é, ou não é.

Washington diz?

Já os escritos de Ap 1.6, rezam que Jesus, JÁ ESTANDO no Céu, já estando na eternidade, ainda continuava considerando o Pai como sendo seu Deus (Ap 1.6 e nos constituiu reino (para os que estão na obediência exclusiva ao Evangelho e que têm o Pai como único Deus), sacerdotes para o seu Deus e Pai (para o Deus e Pai de Jesus Cristo, Ernesto), a ele (a Jesus, que estando nos céus, AINDA CONSIDERA o Pai como sendo seu Deus) a glória e o domínio pelos séculos dos séculos. Amém.

Ernesto responde

Seja sincero meu irmão! Leia por favor, o verso 6,
E nos fez reis e sacerdotes para Deus E SEU PAI, a ele gloria e poder, Etc. Deus é Deus para os reis e sacerdotes, para ele é apenas Pai,

Abraços Ernesto

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2295
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5899
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Edison em Seg 26 Mar 2018, 13:39

Washsington Ruiz,

Washington Ruiz escreveu:Olá, Edison,

Pensamos diferentes, irmão.

Eu, porém, procuro me fundamentar no que ESTÁ ESCRITO, considerando que Jesus seja Filho de Deus, e não uma máscara de Deus (Onde é que isso está escrito, irmão? E lhe pergunto isso não para que você se ofenda, mas para que você sinta que está acreditando em algo (máscara) que não está escrito), mas você não quer ver!

O qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; (Colossenses 1:15).


O que você ainda não compreendeu, valoroso irmão, é que o Batismo da Água se caracteriza não quando o homem ENTRA na água, que é como vocês, evangélicos, acreditam ser, mas quando ele SAI da água.

Observe, irmão, que esse ensino (o SAIR da água, e não o ENTRAR) vem daquele que é o nosso espelho comportamental, que é Cristo, isto é,

O Batismo da Água em Jesus se caracterizou não quando ele ENTROU na água, mas quando ele SAIU da água, pois foi depois dele ter saído da água que “se lhe abriram os céus” e foi, depois dele ter saído da água, que ele recebeu o batismo dos dons de poder, dons esses lhes dado pelo Pai (Mt 3.16 Batizado Jesus, SAIU LOGO DA ÁGUA, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba, vindo sobre ele),


Viajando na maioneses Washington???????????...........Coisa mais sem noção, mais inócua.

O sair da água tem o mesmo peso que o entrar na água, rapaz.

Como ressuscitar senão antes morrer????

Como sair da água senão antes entrar???

O que Paulo mandou os efésios fazerem para receberem o Espírito santo???? (Atos 19)

O batismo de João Batista não lhes davam o direito ao Espírito Santo.

Então eles ENTRARAM na água, depois SAÍRAM da água e isso os credenciaram para receber o Espírito Santo.



João não pregava a Lei de Moisés, que é como vocês, católicos e evangélicos, creem, mas EXCLUSIVAMENTE o Evangelho de Jesus, isto é, a pregação de João induzia os judeus a SAÍREM da obediência à Lei de Moisés e ENTRAREM para a obediência à Lei de Cristo.

Essa discussão sua não ata e nem desata. Como disse é uma discussão um tanto inocente
E tem mais, o "sair" (da água) sem a chancela do Nome do Senhor Jesus Cristo na "saída", o mantem morto.


João induzia os judeus a se arrependerem de terem crido no ensino material, na Lei de Moisés, e se converterem (se voltarem) para o Evangelho;

Enfim, João induzia os judeus a deixarem de ser discípulos de Moisés para serem discípulos de Cristo, porém, vocês, irmãos, católicos e evangélicos, que pregam os dois testamentos juntos, fazem força juntos para não aceitarem crer no que está escrito. Que pena!


Você deveria sair de cima do muro nessa questão de "pregar dois testamentos" e ser mais direto com nossos irmãos adventistas.


Os discípulos de Moisés primeiro ouviam a pregação de João e, se ficassem convencidos de que deveriam mudar de discipularidade, se aceitassem deixar de ser discípulos de Moisés para serem discípulos de Cristo, tinham de se banhar nas águas de um rio, a fim de deixar declarado a todos que eles tinham saído da lei para o Evangelho. É esse o significado correto do Batismo da Água.

Bem, não resta dúvidas que o batismo em si é um símbolo externo de algo que aconteceu internamente na pessoa. O símbolo externo tem validade como testemunho para o mundo natural, porem Deus considera o "batismo espiritual" que deve ocorrer antes do "batismo natural".

Permita-me colocar um pouco de Luz sobre o ministério de João Batista com base nas Escrituras.

No Antigo Testamento o ministério de João Batista (que era um Elias) encontramos em Malaquias 3 e 4:5-6.

"Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; e de repente virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais; e o mensageiro da aliança, a quem vós desejais, eis que ele vem, diz o SENHOR dos Exércitos" (Mal. 3:1).

Este foi João Batista (Mat. 17:12-13).

Agora no Cap. 4:5-6 diz:

"Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor;
E ele converterá (1) o coração dos pais aos filhos, e (2) o coração dos filhos a seus pais
........." (Mal. 4:5,6).

Percebeu??? Aí está aquilo que você citou; João Batista veio para converter o coração dos judeus ao Evangelho, ou seja, "converter o coração dos pais (judeus) aos filhos (Jesus e os apóstolos)".

Vejamos a confirmação:

"E converterá muitos dos filhos de Israel ao Senhor seu Deus,
E irá adiante dele no espírito e virtude de Elias, para converter (1) os corações dos pais aos filhos
(Lucas 1:16,17).

Então um Elias veio antes da primeira vinda de Cristo para converter o coração dos pais (judeus) aos filhos (Jesus e os apóstolos, discípulos, etc.).

Porem a promessa em Malaquias continua; "E (converterá) o coração dos filhos a seus pais".

Considerando que Deus não muda (Mal. 3:6) fica patente que um Elias também tem de vir para preparar o caminho do Senhor para a Sua segunda vinda dando cumprimento para a segunda parte da promessa.

Agora veja; Em Mat. 17 os discípulos de Jesus ouviram dos judeus que Jesus não poderia ser o Messias porque antes do Messias tinha de ter vindo um Elias. E os discípulos, pelo que nos parece não sabiam disso. Eles não conheciam a Escritura de Malaquias.

Note a conversa entre Jesus e os discípulos sobre esse assunto:

E os seus discípulos o interrogaram, dizendo: Por que dizem então os escribas que é mister que Elias venha primeiro?
E Jesus, respondendo, disse-lhes: Em verdade Elias virá primeiro, e restaurará todas as coisas;
Mas digo-vos que Elias já veio, e não o conheceram, mas fizeram-lhe tudo o que quiseram. Assim farão eles também padecer o Filho do homem
(Mat. 17:10-12).

Veja bem como Jesus respondeu aos discípulos: "Em verdade Elias VIRÁ primeiro e RESTAURARÁ todas as coisas"...... e em seguida cita que o Elias tinha vindo e não o conheceram.
Isso significa que, se aqueles que estão esperando o Messias não reconhecerem o Elias que O antecede, fatalmente não reconhecerão o Messias quando Ele vier.
Foi isso o que aconteceu com os judeus. Não reconheceram o Elias precursor, o rejeitaram, o desprezaram, o perseguiram, não melhor das hipóteses o consideraram um eremita qualquer e por fim o mataram.

Mas voltemos à resposta de Jesus aos discípulos em relação ao Elias: "Em verdade Elias VIRÁ primeiro e RESTAURARÁ todas as coisas".

Note que os verbos VIR E RESTAURAR estão conjugados no tempo FUTURO.

O que significa isso??? Significa que assim como teve um Elias precursor na PRIMEIRA VINDA, também há um Elias precursor na SEGUNDA VINDA.

E este Elias precursor da SEGUNDA VINDA cumprirá a 2a parte da promessa de Malaquias 4:5-6 que é "convertera o coração dos filhos a seus pais".

O Elias precursor da SEGUNDA VINDA tem o papel de converter o coração dos filhos aos pais, ou seja, esse Elias precursor da SEGUNDA VINDA converterá os nossos corações (filhos) aos nossos pais os apóstolos. Esse Elias tem o papel de RESTAURAR TODAS AS COISAS.
Ele vem restaurar o Evangelho apostólico, a fé apostólica, o batismo apostólico, o novo nascimento apostólico, o real batismo do Espírito Santo apostólico, a prática da Santa Ceia apostólica com pão ázimo, vinho (não suco de uva ou Q'Suco) e em seguida o lava pés e principalmente a fé em UM Deus Único e abominando o sofisma romano da "santíssima trindade".

Essa fé apostólica, esse Evangelho apostólico, essas práticas apostólicas e também revelações apostólicas foram, ao longo das eras da Igreja, abandonadas, sufocadas e encobertas pelos credos e dogmas romanos que passaram para a igreja protestante persistindo até hoje.

Por isso Jesus disse que haveria um Elias que RESTAURARIA TODAS AS COISAS. João Batista não restaurou nada. Não era ministério dele o Elias João Batista, mas sim ministérios do Elias precursor da SEGUNDA VINDA, cujo ministério vemos cumprindo em WILLIAM MARRION BRANHAM.
E assim como a igreja dos dias de João Batista não viu nele o Elias precursor da PRIMEIRA VINDA e o rejeitaram, a igreja hoje também não vê o precursor da SEGUNDA VINDA e o tem rejeitado. O quadro se repete exatamente como foi na primeira vinda. Isso é uma evidência de que é Verdade. Um Elias hoje, aceito e aclamado pela igreja laodiceiana é evidência de que ele é um falso Elias. O Elias tisbita foi perseguido pela Jezabel, o Elias João Batista foi perseguido pela Herodias e o Elias William Branham é perseguido pela igreja de Laodiceia.

Concluindo retomando o tema do tópico a acrescento que o alarido prometido em I Tes. 4:16-17 nada mais é do que a Mensagem restauradora trazida pelo Elias precursor da SEGUNDA VINDA. A sua Mensagem é o alarido que prepara a Igreja para encontrar o Senhor nos ares. A Igreja tem de voltar ao primeiro Amor, ao Evangelho original, porque é ali onde ela encontrará a Cristo. Cristo não está em nenhum outro lugar a nãos ser na Palavra, o Evangelho Original.



Está escrito (porém vocês não veem) que para o batismo de João ser considerado realizado não é mais preciso (não é imprescindível) que nos banhemos nas águas de um rio, que é como vocês ainda acreditam ser e procedem, quer dizer,

Quando alguém quiser (aceitar) passar a ser discípulo exclusivo de Jesus, porém, não havendo nesse lugar um rio, basta que lavemos os nossos pés para que a cerimônia do batismo da água seja aceita por Jesus, afinal, foi assim que aconteceu com Paulo quando ele aceitou sair da discipularidade a Moisés e passar para a discipularidade exclusiva a Jesus (ESTÁ ESCRITO!)

Até mais! (Estou muito ocupado hoje, recebendo alguns irmãos aqui em casa, que já começaram a chegar, por isso, irmão, me desculpe por não poder continuar a lhe responder sobre outros assuntos, ok?)

Quer dizer que a igreja católica inventou um batismo com um pouquinho de água na cabeça e você inventou um pouquinho de água nos pés?

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 597
Idade : 67
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -41
Pontos de participação : 1419
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Sex 30 Mar 2018, 08:49

Olá, Ernesto,

Quem será o nosso pai adotivo não será o Pai, mas o Filho, Jesus, isto é, você está interpretando errado os escritos de Ef 1.5: nos predestinou (foi o Pai quem nos predestinou, quem nos escolheu para sermos adotados pelo Filho, isto é, não seremos adotados pelo Pai, mas pelo Filho) para ele (para o Filho), para a adoção de filhos (ou seja, a adoção veio), por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade”, quer dizer,

Nós, os homens, somos filhos LEGÍTIMOS de Deus, criados por Deus, e não filhos ADOTIVOS, que é como você quer que sejamos, porém,

Por termos nos deixado enganar no Céu, quando ainda éramos ANJOS, e quando ainda vivíamos no Céu; por termos saído da obediência ao Pai e preferido crer no engano promovido por Satanás, que era o nosso irmão e comandante, nós, os ANJOS ENGANADOS, perdemos a condição de continuar vivendo lá no Céu, e foi por causa dessa involuntária desobediência que nós tivemos de ser mandados à Terra, a fim de que pudéssemos reconquistar a confiança perdida que o Pai tinha em nós, porém,

Nós, os homens, repito, não seremos filhos adotados pelo Pai, que é como você está pensando, posto que quem nos está adotando como filhos, conforme rezam os escritos de Ef 1.5, não é o Pai, mas o Filho, Jesus, isto é,

A culpa não é sua de pensar incorretamente que seremos filhos adotivos do Pai, mas da sua igreja, que lhe ensinou tudo errado, posto que a nossa adoção já foi feita pelo Filho, por Jesus.

Se tivéssemos de ser filhos ADOTIVOS de Deus (que é como você quer), o nosso Criador não teria sido Deus, mas outro ser, outro pai, porém, que coerência há em pensarmos que o nosso Pai não tenha sido o mesmo ser que é Deus e Pai de Jesus Cristo?
=
Jesus Cristo é Filho Único de Deus porque ele foi o único filho criado no primeiro dia, no haja luz, e criado da mesma matéria-prima não-criada do corpo do Pai, porém,

Nós, os demais filhos de Deus, fomos criados no quarto dia, e criados não da mesma matéria-prima do corpo de Deus e de Jesus, mas de uma matéria-prima criada, e fomos criados simultaneamente, todos os filhos de uma só vez, quando foi dito (Gn 1.14): Haja LUMINARES na expansão dos céus (os LUMINARES são filhos da Luz, que é Deus.
=
Jesus, ANTES de ter sido criado pelo Pai, ainda não existia, irmão, quer dizer, antes do haja luz só havia a pessoa do Pai. O principio de toda a criação começou com a criação de Jesus: ESTÁ ESCRITO!
=
Deus me livre e guarde de ser trinitariano (não se ofenda, por favor!), irmão. O meu Deus é somente o PAI, Deus esse que também é Deus e Pai de Jesus e de todos nós, tanto dos anjos, quanto dos homens.
=
Jesus não é Deus, irmão, Jesus é criatura. Já lhe disse isso várias vezes, por isso, só há um Deus no Céu.
=
É você, irmão, que crendo no deus dos que carregam em procissão as suas imagens de escultura, que pensa (presume) que Jesus seja Deus, porém, esse deus que você crê, o trino, conforme rezam os escritos de Is 45.20, é um falso deus, posto que não salva ninguém.
=
Na edição da minha Bíblia, a de Almeida, de 93, os escritos de Ap 1.6 estão assim redigidos: (Ap 1.6 e nos constituiu reino, sacerdotes para o SEU Deus e Pai, a ele a glória e o domínio pelos séculos dos séculos. Amém), porém,

Se na sua está escrito assim, com o pronome possessivo SEU depois do nome de Deus: E nos fez reis e sacerdotes para Deus E SEU PAI, a ele gloria e poder, Etc, que foi como você disse, então, meu irmão, essa sua versão foi alterada para pior, com o proposito de lhe enganar, porém,

Se você quiser tirar a prova de que realmente houve essa alteração para pior, consulte qualquer versão antiga, para você se convencer. Pesquisar só irá lhe fazer bem.

Até mais!

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 597
Idade : 67
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -41
Pontos de participação : 1419
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Sex 30 Mar 2018, 09:10

Olá, Edison,

Viajar na maionese é uma expressão usada por DROGADOS, que eu acho que você não é, assim como também não sou, mas tudo bem.
=
Você ainda não vê que o SAIR da água é o SAIR da obediência à Lei de Moisés porque ainda não compreendeu que o ENTRAR no Sangue é o ENTRAR para a obediência exclusiva a Cristo, que é a obediência que você está longe de aceitar e ver.

A nossa obediência tem de ser EXCLUSIVA a Cristo, ao ser que representa o SANGUE (1Jo 5.6), e não ao ser físico que representou a ÁGUA, que foi Moisés, isto é,

O batismo da água está relacionado com o SAIR DA LEI e com o ENTRAR PARA O EVANGELHO, entendimento esse que você não quer aceitar.
=
Só há um testamento que está em vigor, meu irmão, que é o Novo, por isso, como vocês evangélicos e católicos estão unânimes e cordialmente abraçados na obediência simultânea aos dois testamentos, nenhum de vocês está em correta obediência, aliás,

Vocês, que não conseguem se libertar da lei, que não conseguem sair da água e entrar para o sangue, são os que a si mesmo se declaram ser judeus sem serem judeus, e é por isso, por vocês estarem em obediência incorreta que está escrito que a igreja que vocês estão formando não é a igreja de Cristo, mas a de Satanás (Ap 2.9 Conheço a tua tribulação, a tua pobreza (mas tu és rico) e a blasfêmia dos que A SI MESMOS SE DECLARAM JUDEUS E NÃO SÃO, sendo, antes, sinagoga de Satanás).

Quem está em obediência SIMULTÂNEA aos dois testamentos são os que verdadeiramente estão EM CIMA DO MURO, quer dizer, vocês, católicos e evangélicos, são os MORNOS, que não são QUENTES nem FRIOS, e é por isso, por essa incorreta obediência, que Deus está a ponto de vomitá-los de sua boca (Ap 3.16 Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca).
=
A obra de João Batista, que foi a de PREPARAR o caminho do Senhor, consistia em fazer os judeus saírem da lei e entraram para a obediência exclusiva ao Evangelho, isto é,

Os escritos de Lc 1.17 dizem exatamente isso (Lc 1.17 E irá adiante do Senhor (virá pregar o Evangelho) no espírito e poder de Elias (antes mesmo de Jesus), para converter os corações dos pais aos filhos (para fazer os judeus saírem da obediência à Moisés e entrarem para a obediência a Cristo), converter os desobedientes (da obediência à lei) à prudência dos justos (à obediência ao Evangelho) e habilitar para o Senhor um povo preparado).
=
Tudo o que você escreveu sobre a segunda vinda de Elias não tem, para mim, a menor coerência.
=
Note, irmão, que quando Paulo foi batizado (At 9.17-18) Ananias não o levou a um rio para ele se banhar, posto que ele, Paulo, estava dentro de uma casa na cidade de Damasco, na rua Direita, rua essa que não tinha nenhum rio (não podia ter), pelo menos na minha imaginação, porém, na sua, não sei, porém,

Está escrito que depois de Ananias ter imposto as mãos sobre Paulo, que estava deitado, cego ainda, dentro daquela casa, que ele se levantou de onde estava deitado e, a seguir, foi batizado, isto é,

Paulo, para ser considerado batizado, não precisou se banhar nas águas de um rio (ESTÁ ESCRITO), porém, precisou lavar os pés com as POUCAS águas daquela casa para que o BATISMO DE JESUS ficasse caracterizado (At 9.18 Imediatamente, lhe caíram dos olhos como que escamas, e tornou a ver. A seguir, levantou-se e foi batizado).

Não me admira que você não aceite o que estou lhe ensinando, afinal, somente quando você deixar de crer que Jesus não seja Deus disfarçado com uma de suas “máscaras” é que poderá ter a sua visão desanuviada desses incorretos ensinos que você ainda está crendo.

Até mais!

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2295
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5899
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Edison em Sex 30 Mar 2018, 17:53

Washington,

Olá, Edison,

Viajar na maionese é uma expressão usada por DROGADOS, que eu acho que você não é, assim como também não sou, mas tudo bem.

O fanatismo não é de Deus e nem o legalismo.


Você ainda não vê que o SAIR da água é o SAIR da obediência à Lei de Moisés porque ainda não compreendeu que o ENTRAR no Sangue é o ENTRAR para a obediência exclusiva a Cristo, que é a obediência que você está longe de aceitar e ver.

Sair da água é sair da água. Entrar e sair da água é representativo.
O novo nascimento é espiritual, é nascer do Espírito. O novo nascimento não é simplesmente sair da Lei. O sair da Lei é parte disso. O novo nascimento acima de tudo, é sair da natureza da ira, da natureza pecaminosa para a natureza Divina entre em nossas almas. O novo nascimento é troca de natureza.

"Pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo" (2 Pedro 1:4).

"Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também" (Efésios 2:3).


A nossa obediência tem de ser EXCLUSIVA a Cristo, ao ser que representa o SANGUE (1Jo 5.6), e não ao ser físico que representou a ÁGUA, que foi Moisés, isto é,

O batismo da água está relacionado com o SAIR DA LEI e com o ENTRAR PARA O EVANGELHO, entendimento esse que você não quer aceitar.
=
Só há um testamento que está em vigor, meu irmão, que é o Novo, por isso, como vocês evangélicos e católicos estão unânimes e cordialmente abraçados na obediência simultânea aos dois testamentos, nenhum de vocês está em correta obediência, aliás,

Vocês, que não conseguem se libertar da lei, que não conseguem sair da água e entrar para o sangue, são os que a si mesmo se declaram ser judeus sem serem judeus, e é por isso, por vocês estarem em obediência incorreta que está escrito que a igreja que vocês estão formando não é a igreja de Cristo, mas a de Satanás (Ap 2.9 Conheço a tua tribulação, a tua pobreza (mas tu és rico) e a blasfêmia dos que A SI MESMOS SE DECLARAM JUDEUS E NÃO SÃO, sendo, antes, sinagoga de Satanás).

Quem está em obediência SIMULTÂNEA aos dois testamentos são os que verdadeiramente estão EM CIMA DO MURO, quer dizer, vocês, católicos e evangélicos, são os MORNOS, que não são QUENTES nem FRIOS, e é por isso, por essa incorreta obediência, que Deus está a ponto de vomitá-los de sua boca (Ap 3.16 Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca).

Já lhe falei. Se você quer atingir aos irmãos adventistas aqui do forum dirija-se diretamente a eles. Abra um tópico se é que já não tem.

Agora, se você chama de LEI o Antigo Testamento você está redondamente enganado. A Bíblia é como a águia que precisa de duas asas para voar. Jesus e os apóstolos citavam o Antigo Testamento a todo instante inclusive para amparar seus ensinos. Principalmente para mostrar a transição da Lei para a Graça. Quando eles mostravam o real realçavam o ensino, ou a revelação, mostrando a sombra.

Você cita a carta para Esmirna (Apoc. 2:9) totalmente fora do contexto histórico e fora da revelação das Sete Eras. No contexto histórico Esmirna ficava na Ásia e a carta retratava uma situação da época. Na revelação, Esmirna representa a segunda era da Igreja (170a 312 AD).

Esmirna significa "amarga" sendo derivada da palavra, mirra. A mirra era usada para embalsamar os mortos. Deste modo temos uma significação dupla encontrada nos nomes desta era. Foi uma era amarga cheia de morte.
As duas vinhas na estrutura da igreja estavam se desenrolando mais acentuadamente separadas com um aumento de amargura contra a verdadeira vinha por parte da falsa. A morte não era a única semente da falsa vinha, mas até mesmo na verdadeira vinha havia uma paralisia dormente e uma impotência porque elas já haviam se separado da verdade não adulterada dos primeiros anos depois do Pentecostes; e nenhum crente verdadeiro é mais forte e são espiritualmente e vivo do que seu conhecimento e apego à Palavra pura de Deus, como visto pela
multidão de exemplos do Velho Testamento.
A organização estava crescendo rapidamente confirmando e aumentando a morte dos membros, porque a liderança do Espírito Santo foi deposta e a Palavra foi substituída pelos credos,
dogmas e ritos feitos pelos homens.
Informações completas aqui: (http://www.apalavraoriginal.org.br/mensprof/1960-12-06.pdf).

Quanto a Apoc. 3:16 você deu um salto de mais ou menos 1300 anos, porque a carta para Laodiceia na revelação representa a Era de Laodiceia (1906....AD). Laodiceia significa "direitos do povo".
Realmente esta é a única era em que o Senhor Jesus está do lado de fora da igreja. A igreja é rica, ou se acha rica e entende que não precisa de nada. Porem a Bíblia diz que ela é morna, miserável, pobre, cega, nua e o pior de tudo, ela não sabe disso.

Agora eu, Washington, estou fora de Laodiceia. Eu saí da Laodicéia. Abandonei Laodiceia em 1975. Eu ouvi a voz do alarido que precede a segunda Vinda.
Esse esbravejamento seu, esse dedo acusatório esticado para as pessoas que ainda estão lá, eu fiz muito isso durante muitos anos. Porem Deus me mudou quando desceu no meu coração que se hoje estou fora dessa igreja laodiceiana morna, é porque a Graça, o favor imerecido de Deus me alcançou e me tirou de lá.
Se Deus não tivesse tido misericórdia de mim eu estaria lá até hoje tão morno o quanto eu poderia ser. Mas eu dei ouvidos ao que o Espírito diz à Igreja de Laodicéia. Não ao que o Espírito diz às denominações mas sim às Igrejas que viveram em cada Era. Em cada Era sempre houve um pequeno rebanho que deu ouvidos ao que o Espírito dizia. E hoje não é diferente.
E quando o último eleito entrar no Corpo se dará o arrebatamento tão aguardado.


A obra de João Batista, que foi a de PREPARAR o caminho do Senhor, consistia em fazer os judeus saírem da lei e entraram para a obediência exclusiva ao Evangelho, isto é,

Os escritos de Lc 1.17 dizem exatamente isso (Lc 1.17 E irá adiante do Senhor (virá pregar o Evangelho) no espírito e poder de Elias (antes mesmo de Jesus), para converter os corações dos pais aos filhos (para fazer os judeus saírem da obediência à Moisés e entrarem para a obediência a Cristo), converter os desobedientes (da obediência à lei) à prudência dos justos (à obediência ao Evangelho) e habilitar para o Senhor um povo preparado).
=
Tudo o que você escreveu sobre a segunda vinda de Elias não tem, para mim, a menor coerência.


Então que Elias cumpre a segunda parte de Mal. 4:6???

Por que Jesus afirmou que no futuro um Elias viria e restauraria todas as coisas?

De nada adianta você passar por cima do que está escrito como se não estivesse escrito.

Lá no Trono Branco quem vai te julgar é essa Bíblia que você ignora.

Vou te falar uma coisa Washington; De nada adianta ficar esbravejando contra as denominações e acusando os denominacionais, se o resumo dos Dez Mandamentos não estiver em você, ou seja, "Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo".



Note, irmão, que quando Paulo foi batizado (At 9.17-18) Ananias não o levou a um rio para ele se banhar, posto que ele, Paulo, estava dentro de uma casa na cidade de Damasco, na rua Direita, rua essa que não tinha nenhum rio (não podia ter), pelo menos na minha imaginação, porém, na sua, não sei, porém,

Está escrito que depois de Ananias ter imposto as mãos sobre Paulo, que estava deitado, cego ainda, dentro daquela casa, que ele se levantou de onde estava deitado e, a seguir, foi batizado, isto é,

Paulo, para ser considerado batizado, não precisou se banhar nas águas de um rio (ESTÁ ESCRITO), porém, precisou lavar os pés com as POUCAS águas daquela casa para que o BATISMO DE JESUS ficasse caracterizado (At 9.18 Imediatamente, lhe caíram dos olhos como que escamas, e tornou a ver. A seguir, levantou-se e foi batizado).

Não me admira que você não aceite o que estou lhe ensinando, afinal, somente quando você deixar de crer que Jesus não seja Deus disfarçado com uma de suas “máscaras” é que poderá ter a sua visão desanuviada desses incorretos ensinos que você ainda está crendo.

Até mais!


O apóstolo Paulo estava deitado??? Basta estar sentado que quando você fica em pé, você se levanta.

Esse se levanta, é se ponha a caminho. O batismo tem de representar um sepultamento quando entra na água e uma ressurreição quando sai da água (Col. 2:12).

O dilúvio não representou o batismo (justificação) da Terra? Pergunto: O dilúvio foi uma inundação somente ali onde estava a arca? Ou foi o mundo inteiro coberto por água?

Leia Gen. 7:19 e veja que que Deus não molhou uma beiradinha, ou só "os pés" da Terra. A Terra inteira esteve submersa.

O batismo por imersão de Paulo ali em Atos 9 e 22 está implícito que foram até a alguma água, um lago, um tanque, um rio, etc. Por que? Porque o batismo por imersão é inerente à conversão do homem.

O Felipe levou o eunuco até a água, quiçá um lago, uma lagoa, um rio e lá o batizou. Você acha que Felipe ia levar o eunuco lá na água para lavar os seus pés???

Se o batismo fosse esse que você inventou, o Felipe diria ao eunuco: Você crê mesmo e quer ser batizado? Então espera aí que eu vou até ali no rio buscar uma canequinha de água prá jogar nos seus pés.

Se você analisar o batismo do carcereiro de Filipos (Atos 16), lendo atentamente, você verá que era meia-noite quando houve o terremoto e abriu a cadeia. O carcereiro veio apavorado pensando que Paulo e Silas tinham fugido. Depois o carcereiro tirou Paulo e Silas dali. Provavelmente levou-os até sua casa, pregou para seus parentes, saíram para irem se batizar, depois voltaram para a casa do carcereiro para jantar e na sequência o carcereiro os levaram de volta para a prisão. Isso tudo aconteceu em mais ou menos 4 horas, porque antes de nascer o sol o Paulo e o Silas já estava de volta na cadeia.
Agora, o Lucas possível escritor do livro, não detalhou isso tudo, assim como não detalhou que Paulo saiu da casa do Ananias e foi até uma água para ser batizado por imersão.
Por que ele não detalhou isso? Ora, porque isso é praxe para quem se converte.




Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 597
Idade : 67
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -41
Pontos de participação : 1419
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Dom 01 Abr 2018, 08:32

Olá, Edison,

Nunca defendi o que você disse: O fanatismo não é de Deus e nem o legalismo, nem entendi porque você disse isso, mas, tudo bem.
=
Sim, irmão, pode ser representativo (inerente) o ENTRAR e o SAIR da água, porém, eu associo que essa questão esteja relacionada com a CORRETA OBEDIÊNCIA que devemos ter diante de Deus, isto é, a abrangência dessa questão tem, a meu ver, amplitude mundial, irmão.

No mundo há diversas crenças, porém, qual é a CORRETA OBEDIÊNCIA a Deus? A dos católicos, a dos evangélicos, a dos judeus, a dos muçulmanos, ou será a dos islamistas, ou a dos espíritas, a dos budistas, a dos ateus?

Será que Jesus veio salvar somente um determinado povo ou veio para todos os povos?

Eu interpreto que a igreja de Cristo tem de pregar os ensinos de Deus, porém, como Deus deu aos homens DOIS ensinos, primeiro a lei e depois o Evangelho (a Lei de Moisés e a Lei de Cristo), então, a obediência humana pode ser:

1) Exclusiva à Lei (exclusiva ao primeiro ensino)
2) Exclusiva ao Evangelho (exclusiva ao segundo ensino)
3) Simultânea ao Evangelho e à Lei (simultânea ao dois ensinos)
4) Alheia aos dois ensinos

Dois terços da população mundial (ou mais) não aceitam ser justificados pela obediência ao Evangelho, isto é,

Os da obediência EXCLUSIVA À LEI (judeus), juntos com os da ALHEIA AOS DOIS ENSINOS (islamitas muçulmanos, budistas, etc), desprezando os ensinos do Evangelho, desprezam a salvação via Jesus Cristo, isto é,

Esse irmãos acham que podem ser justificados sem serem cristãos, sem se dobrarem ao nome do Filho de Deus, quer dizer, acham que podem ir ao Pai levados por um outro nome, por um outro ensino.

Ora, quem crê que a salvação só é possível através de Cristo, facilmente conclui que qualquer igreja que não prega os ensinos do Evangelho não pode estar em correta obediência a Deus, por isso, IGREJA FALSA é toda aquela que não prega os ensinos do Evangelho, porém,

Excluindo-se as opções 1 e 4, acima, restam ainda 2 opções de obediência a Deus: A exclusiva (Evangelho) e a simultânea (Evangelho/Lei). Que opção devemos escolher, a seu ver?

Será que por 99,9% das igrejas pregarem a SIMULTANEIDADE, estará a EXCLUSIVIDADE de obediência ao Evangelho incorreta?

Será que o mediador do Evangelho não nos pode salvar sem a ajuda do mediador da Lei?

Será que por eu querer ser salvo exclusivamente por Jesus isso me levará à condenação?

Até mais!

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2295
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5899
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Edison em Dom 01 Abr 2018, 09:41

Edison disse:

Viajando na maioneses Washington???????????...........Coisa mais sem noção, mais inócua.


Washington respondeu
Olá, Edison,
Viajar na maionese é uma expressão usada por DROGADOS, que eu acho que você não é, assim como também não sou, mas tudo bem.

Eu considero a expressão "viajou na maionese" uma maneira humorada de discordar.

Agora, se os drogados também a usam.............não sei. Não convivo com eles.

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 597
Idade : 67
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -41
Pontos de participação : 1419
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Dom 01 Abr 2018, 10:20

Olá, Edison,

Não fui eu que usei essa expressão chula, que você acha engraçada, mas você.

Tenha um bom domingo.

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2295
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5899
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Edison em Dom 01 Abr 2018, 14:41

Washington disse:

Olá, Ernesto,

Quem será o nosso pai adotivo não será o Pai, mas o Filho, Jesus, isto é, você está interpretando errado os escritos de Ef 1.5: nos predestinou (foi o Pai quem nos predestinou, quem nos escolheu para sermos adotados pelo Filho, isto é, não seremos adotados pelo Pai, mas pelo Filho) para ele (para o Filho), para a adoção de filhos (ou seja, a adoção veio), por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade”, quer dizer,

Nós, os homens, somos filhos LEGÍTIMOS de Deus, criados por Deus, e não filhos ADOTIVOS, que é como você quer que sejamos, porém,


Realmente a adoção é dada aos filhos legítimos. Nós a alcançamos em Cristo e Nele somos co-herdeiros, no entanto somos filhos legítimos do mesmo Pai de nosso Senhor Jesus Cristo.

Essa ADOÇÃO que Paulo conhecia muito bem porque era cidadão romano, é processo em que o Pai elege um filho legítimo, filho de sangue e o elege para ser o seu sucessor.

Então ele contrata um excelente professor, um sábio para que seja o "tutor", o "aio" daquele filho. E, na ocasião determinada pelo pai, se dava a cerimônia pública da adoção e aquele filho era oficialmente condecorado e a partir de então ele passava a representar o pai em toda a sua plenitude.

Após a adoção, o "aio" não tinha nenhum poder mais sobre aquele filho.

Israel teve a Lei como "aio" (Gal. 3:24).

Vou tentar redigir algo sobre isso ou quem sabe abrir um tópico sobre a adoção ensinada por Paulo.




Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2295
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5899
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Edison em Dom 01 Abr 2018, 14:50

Washington Ruiz escreveu:Olá, Edison,

Não fui eu que usei essa expressão chula, que você acha engraçada, mas você.

Tenha um bom domingo.


Foi eu quem usou. Eu disse que você tinha "viajado na maionese" a citar determinada coisa. Coisa boba sem importância. Só isso.

Então você disse que os drogados usam a expressão "viajar na maionese". Eu não sabia. Contudo não acho chula.

Condenar quem esporadicamente usa essa expressão engraçada, continuo achando extremismo da sua parte.

Contudo, acho que  somos crescidinhos demais para ficarmos com mi-mi-mi. Ou mi-mi-mi também é conversa de drogado. rsrsrsrs

Não vamos nos portar como dois vovôs caducos. rsrsrs

Brincar é bom.

Conteúdo patrocinado

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Sex 20 Abr 2018, 09:20