F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


E se você não tivesse mais perguntas?

Compartilhe

Adauto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 801
Data de inscrição : 13/04/2015

Re: E se você não tivesse mais perguntas?

Mensagem por Adauto em Qua 03 Jan 2018, 15:39

Se eu não tenho mais perguntas e não tenho onisciência, uma resposta que me ocorre é que eu não tenho mais interesse, pelo que quer que seja. A outra é que estou tão satisfeito como as coisas estão que o que está além disso não encontra espaço na minha mente. Paraíso do pasto, diriam alguns.

Goncaze
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Número de Mensagens : 530
Data de inscrição : 01/09/2011

Re: E se você não tivesse mais perguntas?

Mensagem por Goncaze em Qui 04 Jan 2018, 01:23

Adauto,

Falta de interesse ou satisfação plena. Em uma coisa implícita concordo completamente com sua resposta. Tanto a falta de interesse quanto a satisfação plena tem relação direta com a necessidade, ou seja, perguntas são manifestações do intento de satisfazer necessidades. Portanto, quando não há perguntas pode ser sinal de que não há necessidades a serem atendidas.

De qualquer forma, você concorda que perguntas são instrumentos, ou melhor dizendo: perguntas não passam de instrumentos? E se isto for verdade, há outras maneiras/instrumentos para atender as mesmas necessidades?


avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3278
Idade : 47
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 151
Pontos de participação : 10702
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: E se você não tivesse mais perguntas?

Mensagem por Vasuilvan em Qui 04 Jan 2018, 14:55


Goncaze, tentando entender melhor tua pergunta ou tentando encontrar uma melhor forma de responder, me veio à mente a situação de pessoas milionárias.

Veja: trocando a palavra "pergunta", por "curiosidade", creio que não haja uma mudança tão significativa.

Quando, por exemplo imaginamos ou acompanhamos a vida de muitos abonados financeiramente, podemos entender que essas pessoas que puderam possuir e experimentar de tudo que o dinheiro possa comprar. Viveram intensamente os prazeres da carne. saciaram todos seus desejos e curiosidades, à cerca de tudo que era possível adquirir por do dinheiro. Sabemos que um imenso vazio se forma em torno dessa pessoa. Onde nada mais o atrai ou lhe desperta curiosidade.

É comum acompanharmos notícias a respeito de pessoas abastadas financeiramente, que se suicidaram.

Então, na minha opinião, a pergunta ou a curiosidade, são motivadores de vida. A ausência deles, pode produzir reações incompreendiddas.
avatar
Adauto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 801
Idade : 54
Cidade/Estado : São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Católica
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 16
Pontos de participação : 1582
Data de inscrição : 13/04/2015

Re: E se você não tivesse mais perguntas?

Mensagem por Adauto em Sex 05 Jan 2018, 09:09

Goncaze escreveu:Adauto,

Falta de interesse ou satisfação plena. Em uma coisa implícita concordo completamente com sua resposta. Tanto a falta de interesse quanto a satisfação plena tem relação direta com a necessidade, ou seja, perguntas são manifestações do intento de satisfazer necessidades. Portanto, quando não há perguntas pode ser sinal de que não há necessidades a serem atendidas.

De qualquer forma, você concorda que perguntas são instrumentos, ou melhor dizendo: perguntas não passam de instrumentos? E se isto for verdade, há outras maneiras/instrumentos para atender as mesmas necessidades?


Não sei de qualquer outra maneira. "Por que é assim?", faço a pergunta para terceiros ou eu mesmo me esforço para encontrar a resposta.
Mesmo que a pergunta não seja formulada/estruturada, ela está ali. Quero saber porque um fenômeno se processa daquele jeito.
Eu realmente não conheço qualquer outro processo.

Goncaze
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : Status :D
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 530
Idade : 35
Cidade/Estado : Cuiabá/MT
Religião : Cristianismo
Igreja : Igreja
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 0
Pontos de participação : 1744
Data de inscrição : 01/09/2011

Re: E se você não tivesse mais perguntas?

Mensagem por Goncaze em Sex 12 Jan 2018, 01:31

Olá Vasuilvan,

Não concordo com a analogia feita com os "abonados financeiramente". Acredito que a linha de raciocínio seja outra. Do contrário, não haveriam pessoas "abonadas financeiramente" por cometerem suicídio. Também, muitos que se enriquecem financeiramente são motivados por curiosidade, por inovação e por empreendedorismo.

Com relação à "...a pergunta ou a curiosidade, são motivadores de vida", imagino que seja um pouco diferente disto. Imagino que perguntas (ou como vc prefere chamar de curiosidade) são causas/resultados e não causadores/motivadores de vida. Entretanto, perguntas são causas/resultados que não concluem-se em si mesmas, mas, auxiliando-nos à alcançarmos outros resultados. Neste raciocínio tomamos as perguntas como etapas intermediárias de um processo que resulta em aquisição de informação/conhecimento e/ou mais perguntas. O que acha desta maneira de vê as coisas?

Goncaze
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : Status :D
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 530
Idade : 35
Cidade/Estado : Cuiabá/MT
Religião : Cristianismo
Igreja : Igreja
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 0
Pontos de participação : 1744
Data de inscrição : 01/09/2011

Re: E se você não tivesse mais perguntas?

Mensagem por Goncaze em Sex 12 Jan 2018, 01:50

Olá Adauto,

Que tal, digamos assim, existe um fenômeno que responde perguntas que não foram feitas! Se você acredita nisto, então, esta não seria uma resposta para essas perguntas: "perguntas não passam de instrumentos? E se isto for verdade, há outras maneiras/instrumentos para atender as mesmas necessidades?"?

Goncaze
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : Status :D
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 530
Idade : 35
Cidade/Estado : Cuiabá/MT
Religião : Cristianismo
Igreja : Igreja
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 0
Pontos de participação : 1744
Data de inscrição : 01/09/2011

Re: E se você não tivesse mais perguntas?

Mensagem por Goncaze em Dom 14 Jan 2018, 14:13

Exemplo disto é quando alguém te passa uma informação qualquer sem que você tenha feito qualquer pergunta. Quando ouve rádio ou vê um telejornal. Respostas para perguntas que não foram feitas também estão descritas na bíblia e trata-se das revelações espirituais e inspiração divina.

Goncaze
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : Status :D
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 530
Idade : 35
Cidade/Estado : Cuiabá/MT
Religião : Cristianismo
Igreja : Igreja
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 0
Pontos de participação : 1744
Data de inscrição : 01/09/2011

Re: E se você não tivesse mais perguntas?

Mensagem por Goncaze em Dom 14 Jan 2018, 14:17

Dessa maneira fica demonstrado que perguntas não são mais do que instrumentos e desnecessárias quando se trata apenas de aquisição de informação ou conhecimento. Concorda? É claro que esse instrumento que é a pergunta também serve a outros propósitos que não seja simples aquisição de informação.
avatar
Adauto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 801
Idade : 54
Cidade/Estado : São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Católica
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 16
Pontos de participação : 1582
Data de inscrição : 13/04/2015

Re: E se você não tivesse mais perguntas?

Mensagem por Adauto em Dom 14 Jan 2018, 17:13

Olá Adauto,

Que tal, digamos assim, existe um fenômeno que responde perguntas que não foram feitas!


Se não foram feitas (mesmo no íntimo do ser), elas não existem.  O fenômeno fica sem função e/ou utilidade. Ou, o fenômeno é a onisciência que bloqueia a existência de qualquer pergunta.
Armadilha lógica.


Se você acredita nisto, então, esta não seria uma resposta para essas perguntas: "perguntas não passam de instrumentos? E se isto for verdade, há outras maneiras/instrumentos para atender as mesmas necessidades?"?


Perguntas são instrumentos iniciais para a compreensão de um processo, um fenômeno, etc.  A partir dela passamos para o estudo, a pesquisa, a procura por respostas com terceiros, etc.
Uma maneira de atender as mesmas necessidades? Olhar algo que não se compreender e não questionar? Só se não houver interesse (ignorância e satisfação andando de mãos juntas). Ou se não houver ignorância, então não há perguntas. Se não houver capacidade de percepção.
Em outras palavras: mente só não questiona, se já sabe tudo, se não sabe nada (e gosta disso), ou se nem percebe algo a ser questionado, ou se não existe.

Isso está me parecendo um jogo semântico. Não mais do que isso.



Goncaze
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : Status :D
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 530
Idade : 35
Cidade/Estado : Cuiabá/MT
Religião : Cristianismo
Igreja : Igreja
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 0
Pontos de participação : 1744
Data de inscrição : 01/09/2011

Re: E se você não tivesse mais perguntas?

Mensagem por Goncaze em Seg 15 Jan 2018, 10:38

Observando o que você escreveu "Em outras palavras: mente só não questiona, se já sabe tudo..." me fez lembrar de Pedro ao tentar caminhar sobre as águas indo ao encontro de Jesus. Será que Pedro estava questionando a possibilidade ou a realidade daquele evento? Será que este e muitos outros episódios narrados biblicamente exigem de nós a ausência de questionamentos para que possamos experimentá-los como reais?
avatar
Adauto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 801
Idade : 54
Cidade/Estado : São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Católica
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 16
Pontos de participação : 1582
Data de inscrição : 13/04/2015

Re: E se você não tivesse mais perguntas?

Mensagem por Adauto em Seg 15 Jan 2018, 11:56

Não. Acho que é outra coisa. Continuamos na semântica.
Pedro questionou? Ficou perante algo que não fazia parte de sua realidade.
Faltou fé e confiança? Teria de haver uma decisão mental, uma atividade mental antes de optar por confiar plenamente no Mestre e manter a confiança.
Você quer defender a inatividade mental? Automatismo absoluto?

Goncaze
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : Status :D
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 530
Idade : 35
Cidade/Estado : Cuiabá/MT
Religião : Cristianismo
Igreja : Igreja
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 0
Pontos de participação : 1744
Data de inscrição : 01/09/2011

Re: E se você não tivesse mais perguntas?

Mensagem por Goncaze em Seg 15 Jan 2018, 13:49

Olá Adauto,

Quando você escreve "Você quer defender a inatividade mental? Automatismo absoluto?" está considerando que a ausência de perguntas se traduz em uma espécie de estado de coma profundo pela "inatividade mental"? Ou ainda, em um estado de zumbi devido ao "automatismo absoluto"? Se assim eu acreditasse, você poderia me chamar de maluco e te daria total razão. Talvez ainda não tenha considerado que há algo para além destas margens "hipotéticas".



avatar
Adauto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 801
Idade : 54
Cidade/Estado : São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Católica
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 16
Pontos de participação : 1582
Data de inscrição : 13/04/2015

Re: E se você não tivesse mais perguntas?

Mensagem por Adauto em Dom 21 Jan 2018, 08:12

Olá Adauto,

Quando você escreve "Você quer defender a inatividade mental? Automatismo absoluto?" está considerando que a ausência de perguntas se traduz em uma espécie de estado de coma profundo pela "inatividade mental"?
Não. O coma seria o resultado de um dano. Essa inatividade seria resultado de indiferença total ou da completa irrelevância de um processo mental.

Ou ainda, em um estado de zumbi devido ao "automatismo absoluto"? Se assim eu acreditasse, você poderia me chamar de maluco e te daria total razão. Talvez ainda não tenha considerado que há algo para além destas margens "hipotéticas".~
Não consigo imaginar nada. Por favor, mostre-me algo além dessas imagens.


Conteúdo patrocinado

Re: E se você não tivesse mais perguntas?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qua 23 Maio 2018, 11:50