F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Argumento: 07 razões porque mulheres não podem ser pastoras

Compartilhe

Max Sensi
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 260
Idade : 32
Cidade/Estado : Rio de Janeiro/RJ
Religião : Evangélico
Igreja : IEAD
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 14
Pontos de participação : 547
Data de inscrição : 07/10/2013

Argumento: 07 razões porque mulheres não podem ser pastoras

Mensagem por Max Sensi em Seg 22 Maio 2017, 20:29

Na minha perspectiva a ordenação de mulheres ao pastorado é uma significativa distorção teológica. Lamentavelmente    tenho  visto nos últimos    anos  inúmeras igrejas  consagrando mulheres ao ministério pastoral. Isto posto, gostaria  de forma prática e objetiva elencar 07 motivos porque  não creio em mulheres pastoras:

1- As Escrituras não referendam a ordenação de mulheres ao ministério pastoral. Não vejo na Bíblia nenhum texto que apoie a ordenação feminina ao presbiterato.

2-  Jesus não chamou apóstolas entre os doze. Todos os apóstolos escolhidos por Jesus eram homens.

3- As Escrituras não defendem o Igualitarismo e sim o complementarismo.

Igualitaristas:  Esta corrente, afirma que Deus originalmente criou o homem e a mulher iguais; e que o domínio masculino sobre as mulheres foi parte do castigo divino por causa da queda, com conseqüentes reflexos sócios-culturais. Segundo os igualitaristas mediante o advento de Cristo, essa punição e reflexos foram removidos; proporcionando conseqüentemente a restauração ao plano original de Deus quanto à posição da mulher na igreja. Portanto, agora, as mulheres têm direito iguais aos dos homens de ocupar cargos de oficialato da Igreja. Além dos igualitaristas, encontramos os complementaristas , que por sua vez entendem que desde a criação – e portanto, antes da queda – Deus estabeleceu papéis distintos para o homem e a mulher, visto que ambos são peculiarmente diferentes. A diferença entre eles é complementar. Ou seja, o homem e a mulher, com suas características e funções distintas se completam. A diferença de funções não implica em diferença de valor ou em inferioridade de um em relação ao outro, e as conseqüentes diferenças sócios-culturais nem sempre refletem a visão bíblica da funcionalidade distinta de cada um. O homem foi feito cabeça da mulher – esse princípio implica em diferente papel funcional do homem, que é o de liderar.

4- Paulo não fala de presbíteras, bispas, muito menos pastoras. As referências a essas vocações nas Escrituras sempre estão relacionadas aos homens. Não é preciso muito esforço para perceber que não existiam pastoras nas igrejas do Novo Testamento.

5-  Os reformadores  e os pais da Igreja não nunca defenderam o ministério pastoral feminino.

6- Os apóstolos determinaram que os pastores  deveriam ser marido de uma só mulher e que deveriam governar bem a casa deles – obviamente eles tinham em mente homens cristãos (1Tm 3.2,12; Tt 1.6).

7- A mulher não possui autoridade sobre o marido.( I Tm 2:12 ) Ora, se ela é pastora e o seu marido não, ela fere o principio de autoridade da Bíblia, tornando-se lider do marido.

Prezado leitor, quando afirmo que mulheres não podem ser pastoras o faço na perspectiva de governo. O governo da igreja juntamente com os oficiais que a regem são eminentemente masculinos. Na Bíblia você nao vê nem tampouco encontra mulheres que governam a igreja. Todas as recomendações Paulinas quanto a presbíteros são para homens. Todavia, o fato das mulheres não governarem a igreja, não impede com que preguem ou ensinem a palavra de Deus, entenderam? O governo da igreja é masculino e não feminino. As mulheres podem servir a Deus, contudo, governar é uma prerrogativa masculina.

Pense nisso!

Renato Vargens

Texto muito bem fundamentado. Alguém discorda e se quiser refutar o texto.. Ou se sim, o texto é coerente com a Bíblia.
avatar
Rudi
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : Salvo por Cristo.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 140
Idade : 56
Cidade/Estado : São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Betel
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 403
Data de inscrição : 15/12/2014

Re: Argumento: 07 razões porque mulheres não podem ser pastoras

Mensagem por Rudi em Ter 23 Maio 2017, 22:39

" Todavia, o fato das mulheres não governarem a igreja, não impede com que preguem ou ensinem a palavra de Deus, entenderam? "


Com esta parte não concordo, pois:


Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio.
1 Timóteo 2:12



Exceto em se tratar de um culto somente de mulheres.

Max Sensi
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 260
Idade : 32
Cidade/Estado : Rio de Janeiro/RJ
Religião : Evangélico
Igreja : IEAD
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 14
Pontos de participação : 547
Data de inscrição : 07/10/2013

Re: Argumento: 07 razões porque mulheres não podem ser pastoras

Mensagem por Max Sensi em Qua 24 Maio 2017, 15:35

Olá, Rudi.

Nesse caso entendo que o texto está se referindo a mulher, como se comportar em relação ao marido. Mas se ela prega; aí o ensinamento NÃO é dela e sim de Cristo. Pois a Palavra de Deus é seu ensinamento a nós, e não ensinamentos de seres humanos. Então quando a mulher ou homem está pregando a palavra de Deus; é Este quem está ensinando, a mulher ou homem é mero instrumento de Deus.

Agora no caso da mulher assumir cargo sacerdotal, aí ela já está LIDERANDO uma igreja e aí, inevitavelmente, ela vai liderar seu marido, e isso não pode.

Interpreto assim, paz.
avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3167
Idade : 47
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 146
Pontos de participação : 10411
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: Argumento: 07 razões porque mulheres não podem ser pastoras

Mensagem por Vasuilvan em Qua 24 Maio 2017, 21:25


O Edson postou aqui numa outra ocasião, um texto muito claro sobre esse tema.

Parece que O texto era chamado " A ARCA NA CARROÇA".

Se ele ainda tiver o texto, creio que poderia colocar de novo aqui.


Max Sensi
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 260
Idade : 32
Cidade/Estado : Rio de Janeiro/RJ
Religião : Evangélico
Igreja : IEAD
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 14
Pontos de participação : 547
Data de inscrição : 07/10/2013

Re: Argumento: 07 razões porque mulheres não podem ser pastoras

Mensagem por Max Sensi em Qui 25 Maio 2017, 10:29

Qual era o argumento, Vasuilvan? Você, ou esse usuário se estiver ativo, se puder discorrerem ou tiver o link, agradeço (não achei). Eu estou estudando o assunto pormenores. Eu entendo muito de Filosofia Liberal, mas estou começando estudar a Bíblia somente agora.. e esse assunto é de extrema importância pra mim. Paz.
avatar
Rudi
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : Salvo por Cristo.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 140
Idade : 56
Cidade/Estado : São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Betel
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 403
Data de inscrição : 15/12/2014

Re: Argumento: 07 razões porque mulheres não podem ser pastoras

Mensagem por Rudi em Qui 25 Maio 2017, 21:43

Max Sensi escreveu:Olá, Rudi.

Nesse caso entendo que o texto está se referindo a mulher, como se comportar em relação ao marido. Mas se ela prega; aí o ensinamento NÃO é dela e sim de Cristo. Pois a Palavra de Deus é seu ensinamento a nós, e não ensinamentos de seres humanos. Então quando a mulher ou homem está pregando a palavra de Deus; é Este quem está ensinando, a mulher ou homem é mero instrumento de Deus.

Agora no caso da mulher assumir cargo sacerdotal, aí ela já está LIDERANDO uma igreja e aí, inevitavelmente, ela vai liderar seu marido, e isso não pode.

Interpreto assim, paz.

Deves antes de tudo, verificar o texto e o contexto e se possível outras passagens, só depois tirar conclusões.

O que diz o texto:

A mulher aprenda em silêncio com toda a submissão.
Pois não permito que a mulher ensine, nem tenha domínio sobre o homem, mas que esteja em silêncio.
Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva.

1 Timóteo 2:11-13

O que estaria uma mulher a ensinar em culto público? E a quem? Ora em um culto é ministrada a Palavra a todos, isto é ensinar.

Existe situações em que a mulher pode ensinar, por exemplo:

as mulheres idosas, semelhantemente, que sejam reverentes no seu viver, não caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras do bem,
para que ensinem as mulheres novas a amarem aos seus maridos e filhos,

Tito 2:3,4

Porém, em culto público, ensinar, ou pregar a palavra não lhe é permitido.

Veja estes versículos:

até que eu vá, aplica-te à leitura, à exortação, e ao ensino.
1 Timóteo 4:13

E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino, e curando toda sorte de doenças e enfermidades.
Mateus 9:35

pregando o reino de Deus e ensinando as coisas concernentes ao Senhor Jesus Cristo, com toda a liberdade, sem impedimento algum.
Atos 28:31

E todos os dias, no templo e de casa em casa, não cessavam de ensinar, e de anunciar a Jesus, o Cristo.
Atos 5:42

Creio que estes poucos versículos sejam suficiente para esclarecer, pregar a Palavra é ensinar.

Haverá casos em que, como escreveu, se a mulher não tiver formalmente o cargo de pastor, ou presbítero, continuará a pregar ( ensinar ) quantas vezes lhe permitirem! Qual seria o limite Bíblico?
avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3167
Idade : 47
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 146
Pontos de participação : 10411
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: Argumento: 07 razões porque mulheres não podem ser pastoras

Mensagem por Vasuilvan em Qui 25 Maio 2017, 22:33

Max Sensi escreveu:Qual era o argumento, Vasuilvan? Você, ou esse usuário se estiver ativo, se puder discorrerem ou tiver o link, agradeço (não achei). Eu estou estudando o assunto pormenores. Eu entendo muito de Filosofia Liberal, mas estou começando estudar a Bíblia somente agora.. e esse assunto é de extrema importância pra mim. Paz.


Max, o argumento era também o fato de não haver respaldo bíblico para o pastoreio feminino.

Max Sensi
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 260
Idade : 32
Cidade/Estado : Rio de Janeiro/RJ
Religião : Evangélico
Igreja : IEAD
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 14
Pontos de participação : 547
Data de inscrição : 07/10/2013

Re: Argumento: 07 razões porque mulheres não podem ser pastoras

Mensagem por Max Sensi em Sex 26 Maio 2017, 14:26

@Vasuilvan
Entendi, mas eu quero ler esse texto, fiquei curioso, se achar coloca aqui.

@Rudi
Como eu disse, eu entendo que quando uma pessoa prega, NÃO é ela que está ensinando e sim Deus, a Bíblia como prática de fé entendo que é ensinamento de Deus, e que Ele é o autor deste livro. Portanto, não implica em nada a mulher pregar; A discussão, pelo menos pra mim, é se a mulher pode ser pastora (governar uma igreja), aí nesse caso é óbvio que não pode, pelo o que eu pesquisei até aqui.

Deus inclusive é capaz de usar uma criança para pregar sua palavra. Já vi um menino de 9 anos que foi chamado por Deus para pregar; nesse caso eu vi de fato o Poder de Deus, o menino parecia adulto e tudo e usado por Deus fazia maravilha, no culto que assisti. Então, quando essa criança está pregado, ela está ensinando seus pais? A resposta só pode ser NÃO uma vez que ela é apenas instrumento usado por Deus.
avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3167
Idade : 47
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 146
Pontos de participação : 10411
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: Argumento: 07 razões porque mulheres não podem ser pastoras

Mensagem por Vasuilvan em Sex 26 Maio 2017, 23:13


Olá max, encontrei o texto postado pelo Edson. vou postar aqui.


Mulher no púlpito e como a Arca na carroça.

Reflexão com base em II Samuel 6 e I Crônicas 13 Escrituras bases do tema deste tópico.


Levar o Evangelho, pregar o Evangelho, ensinar a Palavra, ministrar culto, ministrar a Ceia, converter almas, tudo isso está certo e dentro da vontade perfeita de Deus. No entanto, há uma meio escriturístico de se fazer isso. E Deus foi tão cuidadoso com a ministração das coisas sagradas que separou os homens de uma tribo, os levitas, para cuidarem disso.

Para ministério de pregação da Palavra de Deus, ministério sacerdotal, o que essas senhoras fazem é abominação diante de Deus.

Elas ofendem a Deus e a Sua Palavra toda vez que sobem no púlpito para pregar. Ela pode falar bonito, ela pode falar a verdade, ela pode até ajudar as pessoas com a sua pregação, mas a sua atitude rebelde é abominação diante de Deus.

Deus jamais vai passar por cima de Sua Palavra por causa dos seus lindos cultos, lindos sermões, lindos ginásios lotados, lindos e emocionantes hinos, corais, etc.

Davi fez algo semelhante. Ele mandou fazer um carro novo. Um carro moderno, de madeira nobre, com bom acabamento, pintado, lindo, maravilhoso, um carro virgem que nunca tinha sido usado por qualquer outra coisa, enfim uma denominação nova, uma comunidade nova, um movimento novo, etc.

O objetivo daquele carro era o melhor possível. Aquele carro seria usado para trazer de volta a Arca do Concerto.
Aquele carro ia trazer a Arca de Deus para o lugar de onde ela nunca poderia ter saído.

Aquela obra estava sob a liderança por um homem cheio do Espírito Santo, um homem cujo coração era segundo Deus, um homem que deu várias provas de que Deus era com ele.
Aquele homem salmodiava. Aquele homem tocava instrumentos louvando a Deus. Aquele homem expulsava demônios ao tocar. Aquele homem matava leões. Aquele homem matava ursos. Aquele homem matava gigante em Nome do Senhor. Aquele homem era ungido de Deus. Era uma grande liderança político-religiosa.

Aquele homem, cujo coração era segundo Deus, se alegrou ao ver a Arca voltando. Ele cantou. Ele tocou. Ele dançou. Ele se emocionou. E não somente ele, mas todo o povo se alegrou e aprovou aquela obra que ele estava realizando.
Aquele homem estava fazendo uma coisa corretíssima e que estava perfeitamente dentro da vontade perfeita de Deus.

E lá ia Davi em sua “Marcha para Jesus” com 30.000 pessoas levando a arca em cima daquela carroça nova, daquela denominação nova, daquele sistema novo. Aliás, uma maneira nova de carregar a Arca copiada dos filisteus (I Sam. 6:1-11).

Mas, não seria o ungido Davi quem levaria Deus a passar por cima de Sua Palavra. Se existe algo pela qual Deus especialmente vela, é para que a Sua Palavra seja cumprida (Jer. 1:12).

Então o pobre Uzá, um moço sincero, que cria em Davi, que conhecia o testemunho de vida de Davi, que sabia o quanto Deus era com Davi, que sabia que o lugar daquela Arca era em Israel, que sabia que a Arca era algo precioso para Israel, que sabia que ali dentro tinha as tábuas da Lei escritas pelo próprio dedo de Deus, que sabia que ali dentro estava o manah que nunca desvanecia, morreu só porque foi segurar a Arca para não cair e quem sabe se espatifar no chão.

Quão bem intencionado estava ele. Qualquer homem temente a Deus reagiria daquela maneira para proteger a Arca. Os bois balançaram o carro e a Arca pendeu e ia cair. Então o Uzá prontamente amparou-a estendendo a mão com toda a sua fidelidade àquela obra do Davi.

A Bíblia diz que a ira de Deus se ascendeu sobre Uzá e abriu uma rotura nele matando-o ali mesmo ao lado do carro novo criado por Davi (II Samuel 6).

Não foi um AVC que deu em Uzá. Não foi uma parada cardíaca. Não foi um mal súbito qualquer.
A Bíblia diz que Deus o atingiu com tamanha ira que abriu um "rombo" nele matando-o instantaneamente.

Esse é o Deus da Bíblia a quem nos propomos a servir.

Por que Deus fez isso em meio a tanta festa, em meio a tanta dança, em meio a tanta música, em meio a tanta aprovação? Eram mais de 30.000 pessoas fazendo aquela "marcha para Jesus" trazendo a Arca de volta.

A obra era correta, mas a maneira como estava sendo executada estava errada. Trazê-la estava correto, mas em cima da carroça estava errado e aquilo provocou morte de um inocente.

A velha e imutável Palavra de Deus já dizia lá atrás através de Moisés que a Arca deveria ser conduzida nos lombos dos Levitas. Deus havia separado uma tribo somente para cuidar daquilo. Os homens levitas não faziam mais nada em Israel a não ser cuidar das coisas do templo, transportar a tenda quando Israel se deslocava e principalmente carregar a Arca da Aliança em seus lombos (Num. 1:47-54).

Subir num púlpito para pregar o Evangelho está correto, mas uma mulher subir no púlpito para fazer isso está errado. Isso traz morte para inocentes, porque a velha e imutável Palavra de Deus diz que a mulher deve estar calada na Igreja, que ela não deve ensinar, que ela não deve exercer autoridade sobre o homem, que ela não deve ser a cabeça dele, que ela deve aprender em silêncio e se tiver dúvida é para perguntar ao marido em casa.

Já pensou nisso? Isso não é machismo. Isso não é legalismo. Isso não é fundamentalismo. ISSO É DEUS.

Essas pregadoras precisam se arrepender disso. Se não bastasse, muitas delas sobem no púlpito mais parecendo uma árvore de natal, com roupas masculinas e de cabelo tosquiado. Diz a Bíblia que o tosquiado dela é uma desonra para o seu marido e conseqüentemente para Cristo.

A ira de Deus poderá cair sobre ela e seus inocentes e sinceros seguidores "Uzás".

Para finalizar gostaria de chamar a atenção para mais um detalhe.

Note que, enquanto a Arca esteve em poder dos filisteus, nós não vemos Deus ascendendo sua ira contra eles. Eles carregavam a Arca de um lado para o outro e nada lhes acontecia.
Os filisteus eram ignorantes quanto a Lei. Aliás, a Lei não era para eles

Mas quando o povo de Deus agiu de maneira contrária a Sua Palavra, o castigo veio.

É você povo de Deus? Se você faz parte do povo de Deus cuidado. Agora se é apenas um filisteu continue carregando a Arca de qualquer maneira e nada lhe acontecerá por enquanto.

Sei que é difícil aceitar, mas essas pastoras, bispas, apóstolas, pregadoras enfim, é um típico carro novo.

Nós pensamos.......... mas, que mal há?

Elas estão pregando o Evangelho. Estão salvando almas. Estão beneficiando casais. Estão trazendo alegria, gozo, verdade. Estão obedecendo ao "IDE" de Jesus, estão enchendo ginásios, igrejas, etc. etc. etc.

Davi fez exatamente igual. Davi, além de ser UM HOMEM, tinha o coração segundo Deus. Era um homem que muitas maravilhas Deus tinha feito na vida dele. Era um homem que estava escrevendo umas das páginas mais lindas da Bíblia.
Mas Deus passou por cima de tudo isso e olhou tão somente para a Sua Palavra. A obra Dele estava sendo realizada de maneira incorreta, de maneira errada, de maneira contrária à Sua Palavra.

Agora, sabe onde Davi e essas pregadoras e denominações que liberaram os púlpitos para as mulheres erraram estão errando?

Vejamos aqui em I Cronicas 13:1-4

"E DAVI tomou conselho com os capitães dos milhares, e das centenas, e com todos os líderes.
E disse Davi a toda a congregação de Israel: Se bem vos parece, e se isto vem do SENHOR nosso Deus, enviemos depressa mensageiros a todos os nossos outros irmãos em todas as terras de Israel, e aos sacerdotes, e aos levitas nas suas cidades e nos seus arrabaldes, para que se reúnam conosco;
E tornemos a trazer para nós a arca do nosso Deus; porque não a buscamos nos dias de Saul.
Então disse toda a congregação que se fizesse assim; porque este negócio pareceu reto aos olhos de todo o povo".

Aqui está o grande erro. Davi consultou a todo Israel, capitães, líderes, sacerdotes, mas não está escrito que ele consultou ao profeta daquele dia.
Ora um profeta é a boca de Deus na terra. A Bíblia diz que "Deus não faz coisa alguma sem ter revelado os Seus segredos aos seus servos, os profetas" (Amós 3:7).

Um profeta é a Palavra no seu dia. Somente um profeta tem o "Assim diz o Senhor". E naqueles dias a boca de Deus era Natã.

Davi passou por cima da Palavra. Davi ignorou a Palavra. Davi não consultou a Palavra sobre como realizar aquela obra.
Todo mundo aprovou. A congregação lotada o apoiou. Os clérigos o apoiaram. As forças armadas o apoiaram. O próprio Deus lhe tinha dito que ele podia ir que Ele feriria os filisteus (II Sam. 5), mas Davi esqueceu-se ou não deu a devida importância para o "Assim diz o Senhor" daquele dia.

Assim fazem as pregadoras. Os líderes aprovam. O povo aprova. Os pastores aprovam. A diretoria aprova. O Ministério aprova. A mentalidade laodiceiana aprova, mas a pergunta lá no céu é: A Palavra aprova?
E o "Assim diz o Senhor" deste dia aprova?

Os líderes e o povo por certo aprovaram a idéia da carroça, pois era algo mais moderno, mais ágil, mais atualizado.
Não deve ter faltado algum teólogo para interpretar a Palavra de Deus dada a Moisés no deserto dizendo:
Os tempos mudaram. A arca tem de ser trazida de maneira mais rápida, mais segura, mais moderna. Os tempos mudaram. Essa maneira antiquada de carregar nos lombos dos levitas já está ultrapassado.
Todos nós somos povo de Deus. Não importa de que tribo seja. Não importa se é homem ou mulher. Somos todos levitas em Cristo. Deus não faz acepção de pessoas. Os levitas estão velhos. Deus os escolheu no deserto porque lá não tinha estradas. Deus sabia em Sua infinita sabedoria que um carro não conseguiria andar naquela areia, por isso tinha os levitas, mas hoje não é mais assim.

Hoje eles dizem: Paulo ordenava homens porque eles resistiam mais às viagens, às perseguições, aos açoites, às prisões, tinham mais resistência física, podiam ficar meses fora de casa, pois não tinham crianças para cuidar, para amamentar, etc.

Mas hoje não. Ela pode estar grávida de 9 meses, pode estar com TPM, pode estar menstruada, pode estar com depressão pós parto, pode estar com cólicas, etc., etc., etc. Isso não faz mal. Ela entra num estúdio grava ali sua mensagem e pronto.
O importante é "ganhar almas para Jesus". O importante é obedecer ao "IDE". O importante é que todos estão felizes. Os "Uzás" estão felizes. O povo está cantando sua música ligeira, seu rock, seu forró. Estão tocando suas ensurdecedoras baterias e guitarras. Suas “jesusetes” estão desenvolvendo suas coreografias em meio a uma tenebrosa fumaça de gelo seco, etc. etc. etc. Assim dizem os frágeis líderes de "coração de galinha".

No entanto, a velha e Santa Palavra de Deus continuava viva e eficaz, dizendo: "tem de ser nos lombos dos levitas".
De igual modo lá está o velho Santo Evangelho de Paulo, através do qual Deus julgará o mundo (Rom. 2:16) dizendo: "Não permito que a mulher ensine". "A mulher esteja calada na Igreja". "A mulher não deve usar de autoridade sobre o marido". "A mulher aprenda em silêncio e em caso e dúvida pergunte ao marido em casa".

Para mim está claro essa questão das pregadoras.

Elas estão fazendo uma obra para Deus, porem em desacordo com a Sua Palavra. Na verdade estão provocando mortes de “Uzás” inocentes.

Então o grande erro cometido pelo homem que tinha o coração segundo Deus, foi não consultar a Palavra. Ele ao deixar Natã de lado, deixou a Palavra de lado, deixou Deus de lado.


Conteúdo patrocinado

Re: Argumento: 07 razões porque mulheres não podem ser pastoras

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qui 19 Out 2017, 05:29