F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Como garantir a perpetuação da pobreza

Compartilhe

Chico Costa
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1605
Idade : 51
Cidade/Estado : Gravataí/RS
Religião : Sem Religião
Igreja : Sem Igreja
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 56
Pontos de participação : 3185
Data de inscrição : 02/01/2012

Como garantir a perpetuação da pobreza

Mensagem por Chico Costa em Sab 04 Mar 2017, 12:54

Como garantir a perpetuação da pobreza

Apenas siga as lições ensinadas pelo governo




1. Adote políticas monetárias e fiscais que destruam ao máximo possível o poder de compra da moeda.
Os ricos, que têm acesso a aplicações bancárias e financeiras que lhes protegem contra a inflação, manterão seu poder de compra protegido. Já os pobres, sem acesso a esses mecanismos, ficarão ainda mais pobres.

2. Mantenha as pessoas menos capacitadas fora do mercado de trabalho. Para isso, dificulte ao máximo para que essas pessoas consigam um emprego.

A imposição de um salário mínimo, em conjunto com uma cornucópia de encargos sociais e trabalhistas, fará com que seja excessivamente caro contratar uma pessoa com poucas habilidades. Haverá oportunidades apenas para os mais qualificados. Se o preço mínimo a ser pago é o salário mínimo estipulado pelo governo, e se os custos adicionais gerados pelos encargos sociais e trabalhistas praticamente dobram o custo do salário, quem irá contratar uma pessoa pouco qualificada em vez de uma pessoa mais qualificada?

3. Garanta favores especiais e privilégios exclusivos para os empresários mais ricos.

Conceda-lhes subsídios diretos ou empréstimos subsidiados via bancos estatais (pagos com o dinheiro dos impostos pagos pelos mais pobres),crie tarifas de importação e desvalorize a moeda para encarecer importações e lhes garantir uma reserva de mercado, e crie agências reguladoras que cartelizem o mercado interno e impeçam a entrada de concorrentes externos em vários setores da economia, o que garantirá preços artificialmente altos e produtos de baixa qualidade.

4. Reprima ao máximo o surgimento de pequenos empreendedores por meio de uma burocracia esclerótica e de um código tributário ininteligível.

Imponha inúmeros procedimentos para se formalizar uma empresa e crie um emaranhado de leis, medidas provisórias, decretos e outros atos tributários aterrorizantes, os quais farão com que qualquer eventual erro de contabilidade seja o suficiente para classificar como "sonegador e criminoso" aquele cidadão que só quer empreender e, com isso, gerar empregos.

5. Literalmente pague as pessoas para que continuem na pobreza e sejam eternamente dependentes do governo.
Agindo assim, toda e qualquer ética do trabalho será suprimida e destruída.

6. Tribute absolutamente tudo o que é vendido na economia.

Desta forma, você confisca grande parte da renda dos mais pobres.

7. Entregue ao governo a função de fazer a "sintonia fina" da economia, implantando políticas fiscais e monetárias expansionistas para aditivar o crescimento econômico.

Isso causará frequentes ciclos econômicos, períodos de crescimento artificial da economia (o que enriquece os mais ricos) seguidos de períodos de profunda contração da economia (o qual empobrece os mais pobres).
Esses sete itens, combinados, farão perfeitamente o serviço.

E todas elas estão em vigor no país.

Confira o artigo completo.


http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2403

    Data/hora atual: Seg 22 Jan 2018, 23:47