F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Compartilhe

Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 774
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Dannilo Stelio em Sex 19 Ago 2016, 00:02

BENEDITO BERNAL....

A melhor forma de combater os maus exemplos é sermos bom exemplo.

No caso dos líderes evangélicos, que comandam a destinação de recursos financeiros, a melhor forma é administrando sabiamente, usando tanto para os necessitados, quanto para manutenção do local de culto, sustento de missionários e do clero de tempo integral.

Talvez não seja do seu conhecimento, mas existem muitos que conseguem realizar esta aparentemente impossível missão.

Benedito Bernal
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 2592
Data de inscrição : 09/12/2014

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Benedito Bernal em Sex 19 Ago 2016, 00:09

Se Deus tem COMPETÊNCIA para zelar pelas tuas coisas e causas, não sei porque ficar nessa de que a obra dele precisa de ajuda financeira... Não é Deus que está precisando, É O PRÓXIMO e são muitos !

Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;
Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me;
Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e foste me ver.
Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber?
E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos?
E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te?
E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.
Mateus 25:34-40
avatar
Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Evangélico, pastor, funcionário público
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 774
Idade : 43
Cidade/Estado : MACAPÁ
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -7
Pontos de participação : 1305
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Dannilo Stelio em Sex 19 Ago 2016, 00:23

BENEDITO...

Claro que a obra de Deus (templos, locais de culto, obras assistenciais, etc) precisa de recursos financeiros.

A ajuda aos necessitados não exclui as demais finalidades do dízimo e das ofertas.

Tanto prova que muitas igrejas conseguem conciliar todas essas finalidades.
avatar
Benedito Bernal
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2592
Idade : 53
Cidade/Estado : Extrema - MG
Religião : Agnóstico (creio em Deus e só)
Igreja : Deus não é religião e nem autor de livros
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 34
Pontos de participação : 5382
Data de inscrição : 09/12/2014

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Benedito Bernal em Sex 19 Ago 2016, 00:29

@Dannilo stelio


Claro que a obra de Deus (templos, locais de culto, obras assistenciais, etc) precisa de recursos financeiros.

Mas Deus NÃO PRECISA de TEMPLOS DE PEDRA, você só está confirmando que prefere DESPERDIÇAR  ! IDE E PREGAI..., não é para ficar CONVIDANDO e ESPERANDO que venham !
avatar
Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Evangélico, pastor, funcionário público
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 774
Idade : 43
Cidade/Estado : MACAPÁ
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -7
Pontos de participação : 1305
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Dannilo Stelio em Sex 19 Ago 2016, 00:57

Benedito Bernal escreveu:Mas Deus NÃO PRECISA de TEMPLOS DE PEDRA, você só está confirmando que prefere DESPERDIÇAR  ! IDE E PREGAI..., não é para ficar CONVIDANDO e ESPERANDO que venham !

Deus não precisa, mas as pessoas sim. Elas tem um corpo físico que precisa ser acomodado e cuidado, para que a alma se concentre na adoração.

O evangelho tanto é para convidar, quando para ir e pregar.

Uma atividade não exclui a outra.

Daí a razão de muitas igrejas, nos dias de culto, fazerem uma evangelização nos arredores do templo, convidando as pessoas.
avatar
Benedito Bernal
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2592
Idade : 53
Cidade/Estado : Extrema - MG
Religião : Agnóstico (creio em Deus e só)
Igreja : Deus não é religião e nem autor de livros
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 34
Pontos de participação : 5382
Data de inscrição : 09/12/2014

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Benedito Bernal em Sex 19 Ago 2016, 01:07

@Dannilo Stelio


Deus não precisa, mas as pessoas sim.

Se Deus não precisa, A PESSOA precisa É de algo de você que vá mais além de um titulo de pastor... Pastor que ao invés de IR E PREGAR fica no convide e a espera que venham... E pior, DESESPERADAMENTE querendo OBRIGAR ao dizimo e ofertas para desperdiçar com pedras....
avatar
Norberto
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Status : "Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )" (Oséias 6.3)
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 4296
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : .
País : .
Mensagens Curtidas : 154
Pontos de participação : 17341
Data de inscrição : 17/11/2008

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Norberto em Sex 19 Ago 2016, 15:04

.
Dannilo Stelio,

Dannilo Stelio, na M12, escreveu:Por que razão as regras do dízimo devem ser diferentes das regras da oferta?

Uai, a própria Bíblia que diferencia.


Dannilo Stelio, na M12, escreveu:Não é correto dizer que essa contribuição deixasse de ser um mandamento.

"CADA UM CONTRIBUA"... não é uma opção. É uma ordem, um mandamento.

Um mandamento? Retornemos ao versículo:

"Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria. (2Co 9.7)

A orientação aqui, longe de ser um mandamento, mas sim de que forma deveria ser feita a contribuição diz:

1) segundo tiver proposto no coração;

2) não com tristeza;

3) nem por necessidade.

E ainda conclui o porquê a orientação foi dada: "porque Deus ama a quem dá com alegria".

Alguns deveriam estar contribuindo contrariando essa recomendação, por isso a necessidade de recomendar.


Dannilo Stelio, na M12, escreveu:Apenas deixa de estabelecer uma porcentagem ou quantia. Só isso. Mas todos deviam contribuir com alguma coisa, fosse muito, fosse pouco.

Fiquei sem saber ao certo como você compreende.

Para você, o mandamento do dízimo foi substituído pela oferta? A igreja que você congrega não ensina o dízimo (10%) como obrigatório e em dinheiro?
.
avatar
Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Evangélico, pastor, funcionário público
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 774
Idade : 43
Cidade/Estado : MACAPÁ
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -7
Pontos de participação : 1305
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Dannilo Stelio em Sex 19 Ago 2016, 15:39

NORBERTO...

Inicialmente esclareço que igreja onde congrego utiliza tanto dízimos quanto ofertas.

Sobre 2a Co 9.7, vamos usar uma ilustração.

Suponha um mestre de obras que reúna seus trabalhadores diante de uma pilha de tijolos a ser removida, e diga "CADA UM CARREGUE O TANTO QUE PUDER". Ele está dizendo que alguns desses trabalhadores não precisarão carregar nada ? Ele está dando uma escolha entre fazer/não fazer ?
Nada disso, é uma ORDEM que TODOS deverão trabalhar, mas segundo sua condição física permitir.

O mesmo exemplo serve para 2a Co 9.7.

A primeira parte é MANDAMENTO, a segunda é OPÇÃO.

Todos devem contribuir. A quantidade é que se mostra variável.

Essa é a regra da oferta.

O dízimo é um pouco diferente.

Enquanto a oferta não tem valores ou porcentagens fixas, o dízimo tem uma porcentagem fixa.

Aliás, é muito comum as pessoas pensarem que o dízimo é obrigatório e a oferta não é.

TOTALMENTE ERRADO.

Se o cristão tem com o que ofertar (seja muito, seja pouco), ele tem obrigação de fazê-lo, pois é princípio bíblico que ninguém deveria aparecer vazio diante de Deus (Exodo 34.20).

A única coisa que justifica da pessoa não ofertar nada, é se ela não tiver nada.

Se tiver mesmo que sejam duas moedinhas com as da viúva (Lucas 21) que oferte.
avatar
Benedito Bernal
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2592
Idade : 53
Cidade/Estado : Extrema - MG
Religião : Agnóstico (creio em Deus e só)
Igreja : Deus não é religião e nem autor de livros
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 34
Pontos de participação : 5382
Data de inscrição : 09/12/2014

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Benedito Bernal em Sex 19 Ago 2016, 15:45

@Dannilo Stelio

O ANTIGO TESTAMENTO é PARA JUDEUS !
Você ainda não entendeu o que quer dizer, SEGUNDO PROPOSTO NO CORAÇÃO ? Não tem simples de coração neste fórum.... Continue fazendo jus ao titulo de "pastor" que ostenta !
avatar
Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Evangélico, pastor, funcionário público
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 774
Idade : 43
Cidade/Estado : MACAPÁ
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -7
Pontos de participação : 1305
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Dannilo Stelio em Sex 19 Ago 2016, 16:39

BENEDITO...
SOBRE O ANTIGO TESTAMENTO, existe uma grande diferença entre SER ESCRITO por judeus, e SER DESTINADO unicamente aos judeus.

O apóstolo Paulo, teólogo e missionário da Igreja Primitiva por excelência, referiu-se ao AT, da seguinte maneira:
"Porquanto, tudo que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que, pela constância e pela consolação provenientes das Escrituras, tenhamos esperança". (Romanos 15.4)

Os termos "DANTES FOI ESCRITO" e "ESCRITURAS" referem-se ao AT.
Quando você afirma que não tem "simples de coração" neste fórum, está falando em nome de todos ? recebeu procuração deles ?

Aliás, o que você entende por pessoas "simples de coração" ?

Eu não OSTENTO o título de pastor, eu POSSUO esse título, pois está diretamente relacionado com minha vocação.

E nunca usei esse título como argumento em nenhum debate.

Ou você tem algum problema com pastores ?
avatar
Norberto
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Status : "Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )" (Oséias 6.3)
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 4296
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : .
País : .
Mensagens Curtidas : 154
Pontos de participação : 17341
Data de inscrição : 17/11/2008

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Norberto em Sex 19 Ago 2016, 16:43

.
Dannilo Stelio,

Dannilo Stelio, M38 escreveu:Inicialmente esclareço que igreja onde congrego utiliza tanto dízimos quanto ofertas.

Mas utiliza como um mandamento? Se não dizimar o "infiel" estará em pecado, roubando a Deus, e sofrerá perdas materiais e espirituais? Ameaças dessas perdas com analogia aos gafanhotos que atacavam as plantações no Antigo Testamento, pois dela (cereais) dever-se-ia separar como dízimo a Deus?


Dannilo Stelio, M38 escreveu:Sobre 2a Co 9.7, vamos usar uma ilustração.

Suponha um mestre de obras que reúna seus trabalhadores diante de uma pilha de tijolos a ser removida, e diga "CADA UM CARREGUE O TANTO QUE PUDER". Ele está dizendo que alguns desses trabalhadores não precisarão carregar nada ? Ele está dando uma escolha entre fazer/não fazer ?
Nada disso, é uma ORDEM que TODOS deverão trabalhar, mas segundo sua condição física permitir.

Correto a comparação. Segundo a condição física de alguém, um deficiente, não poderá carregar. Não será cobrado por isso.

Ofertar segundo sua prosperidade e ainda segundo propõe o coração. Também correta a condição. Segundo a prosperidade de um membro que está desempregado precisando da ajuda da igreja e não tem um tostão a ofertar, ele não será cobrado por isso.


Dannilo Stelio, M38 escreveu:O dízimo é um pouco diferente.
Enquanto a oferta não tem valores ou porcentagens fixas, o dízimo tem uma porcentagem fixa.

Repito: na sua igreja se utiliza o dízimo como um mandamento? Se não dizimar o "infiel" estará em pecado, roubando a Deus, e sofrerá perdas materiais e espirituais? Ameaças dessas perdas com analogia aos gafanhotos que atacavam as plantações no Antigo Testamento, pois dela (cereais) dever-se-ia separar como dízimo a Deus?


Dannilo Stelio, M38 escreveu:Aliás, é muito comum as pessoas pensarem que o dízimo é obrigatório e a oferta não é.

Mas a Palavra de Deus é que diz. Antes de Cristo, os Judeus tinha o mandamento do dízimo. Isso é claro. O dízimo tinha um propósito, foi dado como herança. As igrejas não podem usurpar essa herança.

O mandamento do dízimo caiu depois da morte de Cristo.

E oferta nunca foi obrigatório e lhe mostro a seguir.

"Fala aos filhos de Israel que me tragam uma oferta alçada; de todo homem cujo coração se mover voluntariamente, dele tomareis a minha oferta alçada." (Ex 25.2)

Vai me dizer que é um mandamento por causa do "tragam" e por ser mandamento o "voluntariamente" não pode ser entendido como uma opção de "não ofertar" por parte de alguma tribo de Israel?
.
avatar
Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Evangélico, pastor, funcionário público
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 774
Idade : 43
Cidade/Estado : MACAPÁ
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -7
Pontos de participação : 1305
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Dannilo Stelio em Sex 19 Ago 2016, 17:13

NORBERTO...

Na minha igreja não precisamos de ameaças para que as pessoas dizimem ou ofertem, temos cristãos gratos a Deus o suficiente para fazerem isso espontaneamente.

E com a graça de Deus, temos tido renda suficiente para quase 180 congregações, um mini-templo central administrativo, a construção em andamento de um templo maior com capacidade para 3mil pessoas, sustento de missionários, necessitados e viúvas de pastores carentes.

Tudo isso num Estado pequeno, com economia de contracheque, parcelamento de salários de servidores, entre outras dificuldades.

Não precisamos dessas apelações que você mencionou, embora eu admita que elas acontecem em outras igrejas.

No exemplo dos trabalhadores, subtende-se que um deficiente não entra na ilustração, pois quem em sã consciência contrataria alguém sem condições físicas para um trabalho desses ? pressupomos no exemplo pessoas com capacidade física mediana, embora distinta.

Mas se você quer comparar um deficiente físico a um crente sem renda, é válida a comparação. Quem nada tem, nada pode dar.

Embora eu próprio tenha visto pessoas deficientes físicas realizando trabalhos braçais tão ou melhor que outras sem necessidades especiais, mas isso é outra história.

Você diz que o dízimo TINHA UM PROPÓSITO.

Correto. Ajuda aos necessitados, sustento do clero (sacerdotes e levitas), e manutenção da estrutura de culto.

Essas mesmas necessidades estão presentes hoje. Mudaram os atores, mas a cena se repete.

Você diz anda que o dízimo é uma herança. Corretíssimo.

E quem recebeu essa herança, que faz parte de uma herança maior ainda ?

Seriam os judeus ? ou antes, não seriam os cristãos ?

SOBRE OFERTA OBRIGATÓRIA

A oferta de Ex 25.2 não se repetiu nos demais momentos do povo israelita. A regra era de se ofertar, muito ou pouco, mas nunca ficar sem ofertar nada.
avatar
Benedito Bernal
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2592
Idade : 53
Cidade/Estado : Extrema - MG
Religião : Agnóstico (creio em Deus e só)
Igreja : Deus não é religião e nem autor de livros
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 34
Pontos de participação : 5382
Data de inscrição : 09/12/2014

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Benedito Bernal em Sex 19 Ago 2016, 18:14

@Dannilo Stelio


Na minha igreja não precisamos de ameaças para que as pessoas dizimem ou ofertem, temos cristãos gratos a Deus o suficiente para fazerem isso espontaneamente.

Quem não tem MEDO de desobecer a Deus sob pena de condenação eterna ? Você PREGA que "segundo proposto no coração" é mandamento !


E com a graça de Deus, temos tido renda suficiente para quase 180 congregações, um mini-templo central administrativo, a construção em andamento de um templo maior com capacidade para 3mil pessoas, sustento de missionários, necessitados e viúvas de pastores carentes.

Uma CORPORAÇÃO EMPRESARIAL com CNPJ ! Favorecendo seus funcionários e afiliados. Noto inclusive ORGULHO de UM CAPITALISTA bem sucedido !

Melhor seria serem 180 casas para SERES HUMANOS que realmente necessitam habitar nelas, Deus disse que não habita em tempolos de pedra feito por mãos humanas !
avatar
Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Evangélico, pastor, funcionário público
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 774
Idade : 43
Cidade/Estado : MACAPÁ
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -7
Pontos de participação : 1305
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Dannilo Stelio em Sex 19 Ago 2016, 23:13

BENEDITO BERNAL...

Já lhe respondo quem não tem medo de desobedecer a Deus sob pena de condenação eterna:

São aqueles que verdadeiramente já se converteram a Cristo e seu evangelho. São as pessoas que foram transformadas por esse evangelho, e para as quais Deus é verdadeiramente Pai, a Ele são gratas por todas as bençãos materiais, e firmados nisso ofertam e dizimam.

Seu conceito de CORPORAÇÃO EMPRESARIAL está equivocado.

Qualquer igreja evangélica pode ser entendida como uma corporação (um grupo de pessoas que age como se fosse um só "corpo", uma só pessoa, buscando um objetivo comum), e não há nenhum problma nisso.

Como também são corporações um grupo de ateus dedicados a desconstruir a religião, um grupo de agnósticos dedicado a propagar seus ensinos, e por aí vai.

Não há nenhum demérito em ser uma corporação, BENEDITO BERNAL.

Quanto a ser uma corporação EMPRESARIAL, aí você está equivocado.

Em primeiro lugar, uma corporação desse tipo deve ser composta exclusivamente por empresários, e esse não é o caso da denominação evangélica a qual pertenço.

Aliás, não vejo nenhuma denominação evangélica que se encaixe no conceito de “corporação empresarial”.

180 casas nem de longe trariam os benefícios que trazem 180 congregações. Pois enquanto 180 casas beneficiariam somente 180 famílias, as nossas 180 congregações beneficiam milhares de pessoas com alimento material e espiritual, trazendo-lhes o anúncio das boas novas de salvação, o ensino do evangelho, a integração social (para os marginalizados que passam a fazer parte do tecido social), e também a assistência social manifesta no auxílio aos mais carentes.
avatar
Benedito Bernal
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2592
Idade : 53
Cidade/Estado : Extrema - MG
Religião : Agnóstico (creio em Deus e só)
Igreja : Deus não é religião e nem autor de livros
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 34
Pontos de participação : 5382
Data de inscrição : 09/12/2014

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Benedito Bernal em Sab 20 Ago 2016, 17:08

@Dannilo Stelio


180 casas nem de longe trariam os benefícios que trazem 180 congregações. Pois enquanto 180 casas beneficiariam somente 180 famílias, as nossas 180 congregações beneficiam milhares de pessoas com alimento material e espiritual, trazendo-lhes o anúncio das boas novas de salvação, o ensino do evangelho, a integração social (para os marginalizados que passam a fazer parte do tecido social), e também a assistência social manifesta no auxílio aos mais carentes.

E Jesus não sabia o que é O MELHOR para sua obra ? Aonde nos evangelhos você encontra Jesus ORDENANDO construir templos ?
Ao contrário, Jesus diz: "IDE E PREGAI..."



as nossas 180 congregações beneficiam milhares de pessoas com alimento material e espiritual, trazendo-lhes o anúncio das boas novas de salvação

Não é PARA TRAZER, É PARA LEVAR, INDO...
IDE E PREGAI, está no gerúndio, ação constante de praticar esta ação !

Aonde está escrito nos evangelhos que Jesus CONVIDAVA a multidão para encontra-lo NO TEMPLO que JÁ ESTAVA LÁ para ouvir sua mensagem ?
Ao contrário, ele diz: "Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.(Mt 18:20)"


Pois enquanto 180 casas beneficiariam somente 180 famílias,

Somente 180 familias ? Faça uma pequenina estimação de quão ASSUSTADORA é a fortuna arrecadada não na sua denominação mas, em nome de Jesus incluindo a sua !
E no entanto, as denominações COMPETEM ENTRE SI, exatamente como qualquer comércio que visa o lucro e o sucesso material !

Aonde nos evangelhos Jesus ORDENA arrecadar DINHEIRO para sustentar sua obra ? Aonde nos evangelhos, Jesus ORDENA construir templos ?

Pois eu vos digo que está aqui quem é maior do que o templo.
Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício, não condenaríeis os inocentes.
Porque o Filho do homem até do sábado é Senhor.
Mateus 12:6-8


Se Jesus É MAIOR, MAIS IMPORTANTE, que o templo e, não ORDENOU o dizimo, não ORDENOU construir templos... Com qual propósito você abriu este tópico ? Não minta que é a BOA NOVA que Jesus ORDENOU no IR E PREGAR !
Qual o propósito deste seu tópico ? Esta "OBRA" de Jesus que você defende e representa, NÃO ESTÁ com falta do VIL METAL, está TRANSBORDANDO em fortuna !
Ou você está dizendo que Deus não é capaz de PROVER sua VERDADEIRA causa ?

avatar
Tzaruch
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Na Paz.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 5323
Idade : 45
Cidade/Estado : Ilha
Religião : DEUS
Igreja : As 7 Igrejas
País : Na Terra.
Mensagens Curtidas : 123
Pontos de participação : 11348
Data de inscrição : 04/11/2014

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Tzaruch em Sab 20 Ago 2016, 18:08

.
Olá Benedito.

Benedito escreveu:Não é PARA TRAZER, É PARA LEVAR, INDO...
IDE E PREGAI, está no gerúndio, ação constante de praticar esta ação !

Benedito, errar tempos dos verbos é normal e acontece a qualquer um, 
mas você está a afirmar diretamente sobre o GERÚNDIO e de forma ERRADA.





Verbo Ir...

Gerúndio:  indo

Imperativo

afirmativo       negativo                    Infinitivo pessoal       
para  ir eu
vai tunão vás tupara  ires tu
vá ele/elanão vá ele/elapara  ir ele/ela
vamos nósnão vamos nóspara  irmos nós
ide vósnão vades vóspara  irdes vós
vão eles/elasnão vão eles/elaspara  irem eles/elas
http://www.conjuga-me.net/verbo-ir






Verbo Pregar...

Gerúndio:  pregando

Imperativo

afirmativo          negativo                      Infinitivo pessoal         
para  pregar eu
prega tunão pregues tupara  pregares tu
pregue ele/elanão pregue ele/elapara  pregar ele/ela
preguemos nósnão preguemos nóspara  pregarmos nós
pregai vósnão pregueis vóspara  pregardes vós
preguem eles/elasnão preguem eles/elaspara  pregarem eles/elas
http://www.conjuga-me.net/verbo-pregar





Nenhum dos verbos falados por JESUS está no gerúndio,
estão ambos sim no imperativo afirmativo.



O gerúndio dos verbos IR e PREGAR é INDO e PREGANDO,,, é um tempo do verbo
que aparenta uma ação a acontecer "em movimento",, e não IDE e PREGAI,,
que é no IMPERATIVO AFIRMATIVO.



.
avatar
Benedito Bernal
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2592
Idade : 53
Cidade/Estado : Extrema - MG
Religião : Agnóstico (creio em Deus e só)
Igreja : Deus não é religião e nem autor de livros
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 34
Pontos de participação : 5382
Data de inscrição : 09/12/2014

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Benedito Bernal em Sab 20 Ago 2016, 19:22

@Tzaruch

Obrigado ! Mas dá na mesma, IDE E PREGAI, não É CONVIDE E PREGUE !

Conteúdo patrocinado

Re: Deus e o dinheiro: considerações sobre o dízimo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Ter 24 Out 2017, 05:49