F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Privatize tudo!!!!!!

Compartilhe

Chico Costa
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 1605
Data de inscrição : 02/01/2012

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Chico Costa em Qua 27 Jul 2016, 12:31


Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 2129
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Edison em Qua 27 Jul 2016, 12:59



Brasil e Estados Unidos podem reativar acordo sobre a Base de Alcântara


Por Tereza Cruvinel


Um dos assuntos tratados em recente reunião entre o chanceler José Serra e o embaixador brasileiro em Washington, Sergio Amaral, ex-ministro de FHC, foi a retomada das negociações com os Estados Unidos sobre o uso, pelos americanos, da base de lançamento de foguetes de Alcântara (MA).

O acordo firmado por FHC no ano 2000, que conferia amplos poderes aos “locadores”, foi denunciado como entreguista e lesivo à soberania nacional pelo então deputado, que era o relator da matéria na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional. Seu parecer alterou fundamentalmente o texto.

Chegando ao governo, o ex-presidente Lula retirou o acordo do Congresso e deu o assunto por encerrado. A volta do assunto à agenda bilateral, sob Temer e Serra, preocupa inclusive setores militares que temem novas cláusulas atentatórias à soberania nacional sobre a base.

Por sua localização privilegiada, na linha do Equador, a base brasileira é atraente porque, segundo especialistas, reduz em até 30% o custo de um lançamento.
O Brasil deve explorar este ativo através da locação das instalações a diferentes países, para obter recursos inclusive para desenvolver seu programa espacial. Entre os clientes, pode ter os Estados Unidos mas não submeter-se às suas exigências ao ponto de perder outros negócios e a própria autoridade sobre a base.


História

O acordo firmado por FHC no ano 2000 provocou reações de militares e setores nacionalistas. Ele na prática criava um enclave americano em nosso país, ao abdicar de controles e prerrogativas de dono das instalações, através de cláusulas denunciadas por Waldir e alteradas em seu parecer.

Uma delas impedia autoridades brasileiras de abrir os contêineres lacrados, transportados em território nacional, contendo veículos de lançamento, espaçonaves e equipamentos afins.
O texto de Waldir tornou esta prática permitida, desde que realizada no interior da Base de Alcântara e na presença de autoridades americanas e brasileiras.
Caiu também a proibição, prevista no texto original, para o Brasil fotografar ou filmar satélites, foguetes ou partes desprendidas destes objetos que venham a cair em solo nacional. Waldir acrescentou uma ressalva, segundo a qual o registro poderia ser feito, desde que previamente autorizado pelos norte-americanos.

Ele suprimiu também a previsão de que caberia aos norte-americanos a expedição de crachás para que brasileiros circulassem na área de lançamento de foguetes da base.

Eliminou ainda a restrição sobre a aplicação dos recursos obtidos com o aluguel da base aos americanos, já que o texto anterior proibia que fossem destinados a projetos de desenvolvimento de tecnologia.

E, mais importante, Waldir acabou com o impedimento de que o Brasil fizesse acordos com países que sofram restrições dos Estados Unidos, como era, naquele momento, o caso do Iraque, do Sudão e de Cuba, e que alugasse a base para o lançamento de mísseis por países que os EUA consideravam inconvenientes. Isso impediria, por exemplo, acordos com a China.


Com a chegada do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao governo, em 2003, Waldir tornou-se ministro da Defesa e recomendou a desistência do acordo, que foi retirado do Congresso.

O chanceler Celso Amorim comunicou aos Estados Unidos que o assunto estava encerrado.

Ainda em 2003, Lula fechou um acordo com a Ucrânia para desenvolvimento de foguete, o Cyclone-4. Uma empresa binacional, a Alcântara Cyclone Space (ACS), foi fundada, mas até hoje não teve grandes resultados.

Os Estados Unidos, entretanto, nunca perderam seu interesse por um acordo que lhes permita utilizar a Base de Alcântara.

Mesmo no governo Dilma, o assunto chegou a entrar na agenda em 2013 mas, com as revelações de Snowden sobre a espionagem da NSA sobre Dilma, Petrobrás e autoridades brasileiras, as relações esfriaram e o assunto morreu.

http://www.brasil247.com/


Obs.- Lembra que o Brasil tinha rejeitado as condições americanas porque eram humilhantes? Proibiam brasileiro de entrar na base que seria área de segurança nacional americana.

O Brasil optou por usar a base em cooperação com a Ucrânia. E aí, sem explicação convincente, foi só Kabooouuuum. - a base foi destruída e morreram 21 engenheiros e técnicos)

E lá se foram nossa tecnologia e nossos melhores cientistas. E agora o governo entreguista volta ao colo do Tio Sam. Sem ao menos esclarecer ao público como aconteceu a destruição da base. Isso é crime de lesa pátria.

Chico Costa
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1605
Idade : 51
Cidade/Estado : Gravataí/RS
Religião : Sem Religião
Igreja : Sem Igreja
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 56
Pontos de participação : 3185
Data de inscrição : 02/01/2012

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Chico Costa em Qua 27 Jul 2016, 13:09

Edison escreveu:

Ainda em 2003, Lula fechou um acordo com a Ucrânia para desenvolvimento de foguete, o Cyclone-4. Uma empresa binacional, a Alcântara Cyclone Space (ACS), foi fundada, mas até hoje não teve grandes resultados.

Como sem grandes resultados? No minimo, 400 milhões de reais jogados no lixo. Dinheiro do contribuinte, pagador de impostos.

Graças ao PT, claro.


Além disso:

"No que diz respeito ao pagamento de honorários, a PGFN concluiu que, em 2013, a ACS superou em R$ 12 mil o limite de R$ 4,49 milhões com o pagamento de 22 diretores e conselheiros, fiscais e de administração, dos quais metade é brasileira e a outra, ucraniana. Nesse parecer, a PGFN explicou que os administradores da ACS recebem gratificação natalina, adicional de férias, seguro saúde e auxílio moradia.

O GLOBO procurou o MCTI, a PGFN e a Controladoria Geral da União (CGU) para saber quem fiscaliza os gastos da ACS. A CGU e a PGFN asseguraram, por escrito, que não têm mandato para fiscalizar a empresa. O MCTI não respondeu quem fiscaliza a ACS. Também não se manifestou sobre como avalia a eficiência e o controle dos recursos públicos usados no projeto."

http://oglobo.globo.com/brasil/projeto-de-foguete-em-parceria-com-ucrania-ruma-ao-fracasso-15342836

Chico Costa
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1605
Idade : 51
Cidade/Estado : Gravataí/RS
Religião : Sem Religião
Igreja : Sem Igreja
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 56
Pontos de participação : 3185
Data de inscrição : 02/01/2012

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Chico Costa em Qua 27 Jul 2016, 13:16

Obs.- Lembra que o Brasil tinha rejeitado as condições americanas porque eram humilhantes? Proibiam brasileiro de entrar na base que seria área de segurança nacional americana.

O Brasil optou por usar a base em cooperação com a Ucrânia. E aí, sem explicação convincente, foi só Kabooouuuum. - a base foi destruída e morreram 21 engenheiros e técnicos)

E lá se foram nossa tecnologia e nossos melhores cientistas. E agora o governo entreguista volta ao colo do Tio Sam. Sem ao menos esclarecer ao público como aconteceu a destruição da base. Isso é crime de lesa pátria.

Humilhante para quem? É o mesmo que vc alugar uma casa para uma familia e querer ficar entrando nela quando lhe der na telha.

O Brasil optou por torrar dinheiro publico e empregar a cumpanherada, como sempre. O projeto foi um fracasso, assim como varios problemas ocorreram com os paises que hoje obtem sucesso. Vários prototipos do apollo explodiram, onibus espacial explodiu, a URSS teve varos acidentes fatais.

mas o foguetinho brasileirinho era uma maravilha e só não funcionou por culpa do zamericanus...


Chico Costa
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1605
Idade : 51
Cidade/Estado : Gravataí/RS
Religião : Sem Religião
Igreja : Sem Igreja
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 56
Pontos de participação : 3185
Data de inscrição : 02/01/2012

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Chico Costa em Qua 17 Ago 2016, 12:57

avatar
Benedito Bernal
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2592
Idade : 53
Cidade/Estado : Extrema - MG
Religião : Agnóstico (creio em Deus e só)
Igreja : Deus não é religião e nem autor de livros
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 34
Pontos de participação : 5382
Data de inscrição : 09/12/2014

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Benedito Bernal em Qui 18 Ago 2016, 06:46

Estatizar ou privatizar, dá na mesma, o real problema está no SATISFAZER a minoria detentora do capital ! Os POLITICOS trabalham a favor deles !

Veja o quanto a INICIATIVA PRIVADA pode ser tão nefasta quanto a corrupção politica, tentaram nos roubar o Açai !


O açaí, fruta típica da Amazônia, estava desde 2003 registrado no Japão como marca de propriedade da empresa K.K. Eyela Corporation. Os japoneses haviam retirado mudas e sementes clandestinamente das nossas terras e ainda patenteado o açaí como sendo deles. Assim, para comercializar, industrializar ou vender o açaí, o Brasil precisaria pedir licença à empresa nipônica.
http://www.horadopovo.com.br/2007/fevereiro/28-02-07/pag5d.htm


Também tentaram patentear a rapadura !

Navegando pela internet, um brasileiro se deparou com o registro e imediatamente avisou as autoridades brasileiras.

A empresa de alimentos orgânicos Rapunzel, sediada na pacata LEGAU , cidade de 3.062 habitantes ao sul da Alemanha, registrou a rapadura como sendo uma marca sua de açúcar orgânico em 1989 na Alemanha. Sete anos depois, fez o mesmo nos EUA. Dessa forma qualquer exportador brasileiro de rapadura que vender o produto com esse nome para a Alemanha ou EUA será obrigado a pagar royalties à Rapunzel pelo uso da marca registrada.
http://www.luissucupira.com.br/patentes-a-marca-rapadura-volta-a-ser-nossaatualizado/


Já ouviram falar no CONSENSO DE WASHINGTON ? Pois saibam que foi este tratado que, com a aparência de ajudar os países emergentes, começou a fomentar a idéia de tirar do Estado o seu PODER ESTRATÉGICO privatizando tudo, desregulamentando as leis trabalhistas ! O setor privado, claro, não tem compromisso com O SER, apenas com o lucro. Neste mundo globalizado, existe a Raposa que representa os países desenvolvidos e as galinhas que são os emergentes. Quem vence ?

No video abaixo, estão relatando o que é este tal de CONSENSO DE WASHINGTON:



Será que privatizando nossas riquezas minerais, somos o maior produtor de Nióbio do mundo e de quartzo de melhor qualidade, o lucro ficará no Brasil ou a maior parte vai para o estrangeiro ?
Vendemos já na era FHC algumas empresas, o Vale do Rio Doce por exemplo, ou praticamos uma doação ?

Vejam no video abaixo o que diz o Enéas Carneiro sobre o Niópio e privatização:


Chico Costa
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1605
Idade : 51
Cidade/Estado : Gravataí/RS
Religião : Sem Religião
Igreja : Sem Igreja
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 56
Pontos de participação : 3185
Data de inscrição : 02/01/2012

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Chico Costa em Qui 18 Ago 2016, 07:26

Patentes só existem por culpa do Estado. Sou contra qualquer patente.

A iniciativa privada ADORA um estado intervencionista. Isso é fato.

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2129
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5406
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Edison em Sex 19 Ago 2016, 11:11

Lava Jato entregou segurança militar a Israel



POR FERNANDO BRITO · 17/08/2016


Toquei neste assunto no programa Melhor e Mais Justo, da TVT, que fiz com o ex-diretor de Exploração e Produção da Petrobras, Guilherme Estrella: a entrega, para uma empresa israelense, da divisão da Odebrecht que desenvolve mísseis para as Forças Armadas brasileiras.

Hoje, o The Intercept Brasil, em reportagem de Breno Costa, vai mais fundo nesta questão, que envolve também os drones usados para o patrulhamento de fronteiras.

Tecnologia militar da qual não se detém o controle é o mesmo que nada, nestes tempos modernos.

Um chip e puff…

Alguém tem dúvidas de que Israel partilha com “vocês sabem quem” todas as suas informações militares?

Com queda da Odebrecht, Elbit, fabricante israelense de drones, tenta decolar no Brasil
Breno Costa, no The Intercept Brasil

A crise financeira gerada pelas descobertas da Operação Lava Jato sobre os negócios do grupo Odebrecht acaba de provocar um efeito secundário preocupante: o crescimento expressivo, dentro do Brasil, da principal fabricante mundial de drones de uso bélico e alvo de fortes críticas de organizações de direitos humanos.

No último dia 5, o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica)aprovou a venda dos negócios de comunicação militar da Mectron Engenharia, empresa da área de defesa do grupo Odebrecht, para a Elbit Systems. Essa companhia é responsável pela fabricação de quase todas as aeronaves não tripuladas usadas por Israel em bombardeios na Faixa de Gaza, além de ter papel preponderante na vigilância que envolve o muro erguido pelos israelenses para separar o país do território palestino. Na última ofensiva de Israel, em 2014, a organização Defense for Children International relatou que 164 crianças foram mortas em ataques executados por drones fabricados pela Elbit.

A Elbit é a maior companhia privada da área militar dentro de Israel. Somente com a produção de drones e a venda deles para o Exército de Israel e forças armadas de outros países em todo o mundo, a empresa faturou US$ 1,2 bilhão em 2015, conforme seu último balanço.

Devido a esse envolvimento direto da Elbit Systems nas ações militares de Israel, a corporação é alvo de boicotes internacionais entre defensores dos direitos humanos e da causa palestina, mas também por parte de governos estrangeiros, que acabaram vetando negócios com a empresa. Entre eles, estão Suécia, Noruega, Dinamarca (cujos fundos de pensão retiraram investimentos feitos na empresa) e, mais recentemente, a França, que, em fevereiro deste ano, anunciou que não compraria mais drones produzidos pela Elbit.

No Brasil, entretanto, a companhia israelense opera normalmente. E com força. Desde 2008, quando a Elbit em Israel passou a ser vinculada com violações de direitos humanos depois que o Conselho de Direitos Humanos da ONU considerou que os ataques apoiados por drones na ofensiva de 2008-2009 contra a Palestina representaram graves violações de direitos humanos e possíveis “crimes de guerra e crimes contra a humanidade“, a principal subsidiária da empresa dentro do Brasil já recebeu mais de R$ 456 milhões das Forças Armadas Brasileiras, especialmente da Aeronáutica, de acordo com dados do Portal da Transparência do governo federal.

A empresa já tinha três subsidiárias dentro do Brasil. A principal delas, que atua na área de drones, é a AEL Sistemas Ltda, com sede em Porto Alegre.

O único sobressalto que os israelenses tiveram em suas operações no Brasil aconteceu no final de 2014, quando o então governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT) cancelou um acordo assinado no ano anterior com a AEL, que permitia financiamentos públicos à empresa, além de acesso a tecnologias produzidas por universidades gaúchas. O objetivo da parceria era a construção de um parque aeroespacial militar no Estado.

É essa empresa que irá herdar os negócios da Mectron na sensível área de comunicação militar – incluindo o desenvolvimento de computadores de missão para drones.

No pacote negociado, também estão sistemas de Rádio Definido por Software (RDS) e outros sistemas de comunicação, além, claro, de todos os contratos vigentes da Mectron com as Forças Armadas brasileiras. Nesse grupo está incluído, entre outros, um contrato de R$ 193 milhões com a Força Aérea Brasileira, assinado em 2012 e ainda vigente, para a produção de um moderno e inovador sistema de comunicação entre caças e torres de comando (projeto Link BR-2).

Os israelenses da Elbit agora terão controle sobre isso – desde que as nossas Forças Armadas autorizem que os contratos da Mectron sejam repassados para a Elbit. Consultada a respeito pelo The Intercept Brasil, a FAB respondeu apenas que “O assunto está sendo analisado pela Força Aérea Brasileira”.

Para Michel Temer, drones usados no Brasil têm “resultado extraordinário”

A chegada dos drones israelenses ao Brasil começou em 2010. Em dezembro daquele ano, a Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate, vinculada ao Comando da Aeronáutica, acertou com a Aeroeletrônica (antigo nome da AEL, mas já controlada pela Elbit), o fornecimento de dois drones Hermes 450, fabricados pela empresa israelense.

Esses drones foram contratados sem licitação. O argumento do governo era anotória especialização da fabricante. De fato, o drone já tinha sido testado em combate havia pouco tempo. Na ofensiva de 2008-2009 ao território palestino, Israel usou e abusou desses mesmos drones para lançar bombas contra, supostamente, alvos militares. Centenas de civis morreram.

Naquele mesmo ano, no Brasil, a Polícia Federal também contratou drones, mas da EAE Soluções Aeroespaciais Ltda, uma joint venture formada entre o grupo brasileiro Synergy, dos donos da Avianca, e a empresa estatal israelense IAI (Israel Aerospace Industries).

Em 2012, o então vice-presidente Michel Temer elogiou entusiasmadamente a eficiência dos drones israelenses da Elbit. Ao lado de um deles, em entrevista dada na ocasião, o então vice-presidente destacou que o avião não tripulado produz “um resultado extraordinário” e “uma eficiência extraordinária” no controle das fronteiras.

Os contratos de 2010 abriram as portas do Brasil para o mercado de drones. No ano seguinte, a Elbit anunciou uma união com a Embraer para criar uma empresa destinada a produzir aeronaves não tripuladas com design brasileiro, a Harpia Sistemas. Diante da crise econômica no país, a empresa acabou sendo fechada em janeiro deste ano. No entanto, em comunicado aos investidores, a Elbit deixou claro que as empresas “concordaram em trabalhar juntas no futuro”.

Os grandes eventos do país, mais especificamente a Copa do Mundo de 2014, serviram de impulso para as operações da Elbit no Brasil. Apenas em 2013, quando foi realizada a Copa das Confederações, a empresa recebeu R$ 102,6 milhões do governo, e os drones foram usados para monitorar inclusive as manifestações de rua daquele ano. Foi o maior valor registrado até aqui.

Em março de 2014, a Elbit anunciou o fornecimento de uma linha de Hermes 900 para a FAB. O Brasil foi o oitavo país do mundo a adquirir essa aeronave, o drone mais moderno e mais potente fabricado pela empresa israelense. O modelo tem autonomia de voo de 36 horas e alcança raio de 300 km em relação à sua base em solo. É o dobro da capacidade do Hermes 450.

http://www.tijolaco.com.br/blog/lava-jato-entregou-seguranca-militar-israel/

Chico Costa
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1605
Idade : 51
Cidade/Estado : Gravataí/RS
Religião : Sem Religião
Igreja : Sem Igreja
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 56
Pontos de participação : 3185
Data de inscrição : 02/01/2012

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Chico Costa em Sex 19 Ago 2016, 11:33

ISRAEL?

Muito bom. Estamos bem seguros agora.

Curioso que não vi esquerdistas reclamando que a saude foi entregue aos curandeiros cubanos. Sabe de alguma coisa, Edson?

Saude não é importante? E quanto a nossa soberania nessa area?

Arcolino
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 252
Idade : 57
Cidade/Estado : Salvador
Religião : Cristão
Igreja : desigrejado
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 12
Pontos de participação : 512
Data de inscrição : 21/01/2015

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Arcolino em Sex 23 Set 2016, 11:27

A única competência que temos vistos aos neoliberais brasileiros, seguidores das cartilhas neo liberalista europeia é a privação das instituição pública, que coerentemente existe na esteira do pensamento republicano aparentemente adotado pelo País, e por tanto, guardando o princípio da supremacia pública, e não de interesses privados dos lucros.

De qual competência os neo liberalistas capitalistas, tem tido nesse País continental chamado Brasil nesses pouco mais que 500 anos na esfera do poder econômico?? Senão o de mão de obra escrava atualizado por uma mão de obra baratíssima e nas relações econômicas com um juros extorsivo??

Ora ter sucesso, as custas de juros extorsivos, e baixíssima remuneração da mão de obra, não vejo nenhuma competência empreendedora e engenhosa neste tipo de sucesso para tanta gabações.

Adora vender as instituições públicas do País a preço de banana e pagar dívida que fazem sem praticamente nenhum resultado republicano, creio que o termo república não deveria precisar reforço, de outras palavras, para se entender em seu sentido estrito senso que é tratar´se das coisas Pública sem nenhuma restrição da população, abrangendo portanto não somente ao povo do País mais a todos que estejam no País.

Já começaram a tirar tudo, da educação, da saúde querem é que cada um pague o seu plano de saúde, sem onerar os cofres da União cuja origem do dinheiro são os tributos dos impostos.

É deste jeito que os neo liberais brasileiro querem a gestão do País é na base do viva, quem puder.

Chico Costa
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1605
Idade : 51
Cidade/Estado : Gravataí/RS
Religião : Sem Religião
Igreja : Sem Igreja
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 56
Pontos de participação : 3185
Data de inscrição : 02/01/2012

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Chico Costa em Sex 23 Set 2016, 12:31

Minha querida estatal - e como os pobres subsidiavam meus passeios de trem


Cem pessoas sentam-se em um círculo, cada uma com seu bolso cheio de centavos. Um político caminha por fora do círculo, pegando um centavo de cada pessoa. Ninguém se importa; quem se importa com um centavo?

Quando o político dá toda a volta em torno do círculo, joga 50 centavos para uma pessoa, que se sente cheia de alegria com a sorte inesperada.

O processo é repetido. Um centavo é novamente recolhido de cada uma das 100 pessoas e, ao final, 50 centavos são entregues para outra pessoa.

E assim vai, até que cada uma das cem pessoas tenha recebido 50 centavos.

Após cem voltas, cada indivíduo está 100 centavos mais pobre e 50 centavos mais rico. E todos estão felizes.

Essa história acima foi criada por David Friedman, e explica não apenas por que os brasileiros gostam de programas governamentais, como também por que eles torcem o nariz para privatizações.

Se alguém perguntasse aos participantes do jogo se eles defenderiam o fim do sorteio dos 50 centavos, muitos diriam que não, claro que não.

Seria injusto acabar com o jogo que deixa tanta gente feliz e que "enriquece" cada uma em 50 centavos (os 100 centavos perdidos paulatinamente não são notados; os 50 centavos ganhos de uma só vez são perfeitamente percebidos).

As universidades públicas, por exemplo, representam os ganhos de 50 centavos. Quem entra em uma universidade pública ganhou os 50 centavos do exemplo acima. O curso de um aluno na Unicamp, segundo os cálculos de Felippe Hermes, pode custar 79 anos de impostos de um trabalhador que ganha salário mínimo. Mas ninguém vê esse custo — ele é disperso entre todos, enquanto a universidade gratuita é concreta, grandiosa e sem mensalidade.

É claro que, se um jornal sugerir a venda das universidades, como fez O Globo recentemente, as pessoas reagirão com histeria.

Uma enquete do Instituto Paraná Pesquisas, divulgada esta semana, mostrou que 61% dos brasileiros não querem que o governo Temer privatize os Correios, os bancos públicos ou a Petrobras.

Estatais (e o serviço público em geral) têm benefícios concentrados e aparentes, enquanto os custos são ocultos e dispersos entre os cidadãos. Você não sente pagar, mas sabe muito bem quando está recebendo alguma coisa que parece de graça. Por que ser a favor de empresas privadas se elas raramente dão coisas gratuitamente?

Trens e aviões

Semanas atrás, uma reportagem do Jornal do Commercio afirmou que a malha de trens de passageiros no Nordeste sofreu desmonte depois que as ferrovias foram privatizadas.

Eu tive uma impressão parecida quando a RFFSA foi privatizada no Paraná. Na época da "rede" estatal, pagávamos uma ninharia para descer a Serra de trem até Paranaguá; depois da venda, o preço explodiu. Maldita privatização!

A mesma reação tiveram os espanhóis diante da privatização da Iberia, a empresa de aviação. "Quando era estatal, era uma delícia", me contou uma amiga espanhola tempos atrás. "Custava pouco e tinha espumante liberado pra todo mundo." Depois da privatização, fim da mordomia.

O que eu, os universitários, minha amiga espanhola e os passageiros de trens do Nordeste não percebíamos é o custo do serviço público. Todos pagávamos para manter linhas de trem deficitárias, obras superfaturadas, universidades em greve e trens e aviões sucateados. Mas esse custo chegava em forma de impostos, dívida pública e inflação, que afetavam majoritariamente os mais pobres, enquanto os mais ricos ainda auferiam alguns benefícios.

E, ironicamente, é exatamente em nome dos mais pobres que muitos defendem a existência de estatais.

Os serviços "grátis" criaram a hiperinflação dos anos 1980 e tornaram nossos pais incapazes de pagar a faculdade dos filhos, mas era difícil relacionar a ferrovia estatal ou a universidade pública à crise do país.

A privatização ajudou a diminuir o rombo das contas públicas e, com isso, ajudou no fim da hiperinflação. Mas tornou aparentes custos que antes eram invisíveis, enquanto a carga tributária só aumentou.

Não é à toa que tantos brasileiros ainda hoje rejeitam vender as estatais.

http://www.mises.org.br/BlogPost.aspx?id=2488

Arcolino
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 252
Idade : 57
Cidade/Estado : Salvador
Religião : Cristão
Igreja : desigrejado
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 12
Pontos de participação : 512
Data de inscrição : 21/01/2015

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Arcolino em Sex 23 Set 2016, 14:07

O Estado Brasileiro é Republicano antes que qualquer atividade social, o vetor do Estado brasileiro é ser republicano, portanto reconhecer a supremacia do interesse público, e não ao predatório interesse privado, onde, com sofismas do ganho pela força da usura, não dão a mínima, para o meio ambiente em seus projetos,e assim o Estado sendo republicano teve que também intervir no controle de regulamentação e fiscalização nas atuações das iniciativas privada não respeitando o meio ambiente na verdade não respeita ninguém, porém, o que fica no destaque e bastante visível na questão de ganhar sem se importar com quem perde, são a concentração de renda.

O salário republicano conforme a Constituição da República de 88, conforme o Órgão estatal da esfera Federal (DIEESE) o salário mínimo para quatro pessoas são R$3.200,00 a gestão anterior não concretizou mas estava e dava para sentir paulatinamente caminhando para a concretização do salário constitucional, de forma que em temos percentuais os R$ 880,00 representavam aproximadamente 30% do salário constitucional. Com a gestão sucessora (Golpista) vemos clara intenção de voltar descendendo aos antigos 8 a 12% do salário constitucional apenas.

Essas são a competência de gestores neoliberais brasileiros, e aqui no Brasil é claro.

O Estado, prima, em questões, da sociedade como um todo, ter um regime de economia, como vetor de um País sério, o qual somente contempla os capitalistas, é escolher apenas uma parcela da sociedade que vivem se gabando as custas da exploração dos demais cidadãos do Estado, que trabalham e duramente, para seu sustento, e ainda são por eles afrontados sendo injuriosamente chamados de: preguiçosos, acomodados e vagabundos.

Não reconheço sucessos sadios,senão os que genuinamente vem dum empreendimento que respeitem, tanto o meio ambiente e aos que com ele se correlaciona, reconhecendo a condição de dignidade humana, expressado no salário, como resultado do seu trabalho, o qual fez parte, o salário no mínimo o rezado na Constituição da República de 88.

Todos Estados Republicanos primam a supremacia do interesse público, aplicando os tributos dos impostos dos cidadãos em vários tipos de serviços desde de Segurança Pública, Educação, infra estrutura urbana, saúde pública, em qualquer parte do mundo contemporâneo, não vejo porque estão querendo fazer um tipo de experimento de extermínio de cidadãos entregando aos interesse privado, geralmente os que desejam estão descansados em seus investimentos em ociosos investimentos em títulos, julgando-se contribuírem com seus investimentos predador das dignidades dos hipossuficiente que desavisadamente ainda que morram trabalhando não conseguirão nada. visto que além de sua mão de obra serem barata qualquer ventura de financiamento os juros são EXTORSIVOS.

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2129
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5406
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Edison em Sex 23 Set 2016, 15:08

MULTINACIONAIS QUEREM PRIVATIZAR USO DA ÁGUA E TEMER NEGOCIA




A sanha privatista do governo instalado após o golpe de Estado, em curso, atinge um dos segmentos mais estratégicos para o crescimento do país, segundo revelou um alto funcionário da Agência Nacional de Águas (ANA), em condição de anonimato, à reportagem do Correio do Brasil, na manhã desta segunda-feira. O Aquífero Guanani, reserva de água doce com mais de 1,2 milhão de km², deverá constar na lista de bens públicos privatizáveis, à exemplo das reservas de petróleo no pré-sal e da estatal federal de energia, Eletrobras.

O governo do presidente de facto, Michel Temer, advertido para o efeito extremamente negativo da medida, caso venha a ser adotada, resolveu adiar para o dia 12 de setembro a primeira reunião do conselho do Programa de Parceria e Investimentos (PPI), na qual serão definidas as primeiras concessões e privatizações do governo, acrescentou a fonte. As negociações com os principais conglomerados transnacionais do setor, entre elas a Nestlé e a Coca-Cola, seguem “a passos largos”.

— Representantes destas companhias têm realizado encontros reservados com autoridades do atual governo, no sentido de formular procedimentos necessários à exploração pelas empresas privadas de mananciais, principalmente no Aquífero Guarani, em contratos de concessão para mais de 100 anos — acrescentou.

A primeira conversa pública acerca deste e de outros setores que tendem a seguir para a iniciativa privada estava prevista para esta semana, no dia 25, mesmo dia em que será aberto o processo de votação do impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Esta coincidência foi fatal para o adiamento da reunião. Se confirmada a cassação do mandato de Dilma, o seu substituto deverá viajar à China no início de setembro para a reunião do G-20. A reunião do PPI, que será presidida pelo próprio Temer, ocorreria então após seu retorno.

O anúncio deve conter uma lista de concessões mais “imediatas”, como as concessões dos aeroportos de Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), Salvador (BA) e Fortaleza (CE) e dos terminais de passageiros dos portos de Fortaleza e Recife (PE). Além disso, deve haver uma outra relação de projetos a serem concedidos ou privatizados no médio prazo, com leilões que podem ocorrer em até um ano, como das distribuidoras de energia da Eletrobras e dos mananciais de água doce.

Fator estratégico

A relevância de um dos maiores mananciais mundial de água doce é tamanha que, há décadas, tem sido alvo da especulação quanto ao seu uso e exploração. O Projeto de Proteção Ambiental e Desenvolvimento Sustentável do Sistema Aqüífero Guarani, conhecido por Projeto Aquífero Guarani (SAG), da ANA, foi criado com o propósito de apoiar Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai na elaboração e implementação de um marco legal e técnico de gerenciamento e preservação do Aqüífero Guarani para as gerações presentes e futuras. Após a vitória dos conservadores na Argentina e os golpes de Estado por orientação da ultradireita, tanto no Paraguai quanto no Brasil, restou ao Uruguai votar contra a privatização do aquífero.

Esse projeto foi executado com recursos do Global Environment Facility (GEF), sendo o Banco Mundial a agência implementadora e a Organização dos Estados Americanos (OEA) a agência executora internacional. A GEF, no entanto, mantém laços muito próximos às grandes corporações.

Com área total de 1,2 milhões de km², dois terços da reserva estão em território brasileiro, no subsolo dos Estados de Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. “A importância estratégica do Aqüífero para o abastecer as gerações futuras desperta atenção de grupos de diferentes setores em todo o mundo”, afirma documento da Organização de Direitos Humanos Terra de Direitos.

“A sociedade civil organizada está atenta às possíveis estratégias de privatização de grupos econômicos transnacionais. Uma vez que, em 2003, a Organização dos Estados Americanos (OEA) e o Banco Mundial, através do Fundo Mundial do Meio Ambiente (GEF), implementaram o projeto de Proteção Ambiental e Desenvolvimento Sustentável que visa reunir e desenvolver pesquisas sobre o Aqüífero Guarani, com objetivo de implementar um modelo institucional, legal e técnico comum para países do Mercosul”, acrescenta.


Água privatizada

O empresário austríaco Peter Brabeck-Letmathe, principal financiador de campanha dos partidos de extrema direita naquele país, preside o grupo Nestle desde 2005 e nunca escondeu seu objetivo de tornar o fornecimento da água passível de exploração ainda mais acentuada pelas companhias do setor alimentício. O comércio de água representa 8% do capital do conglomerado que, em 2015, totalizaram aproximadamente US$ 100 bilhões.

“A água que você precisa para a sobrevivência é um direito humano, e deve ser disponibilizada a todos, onde quer que estejam, mesmo que eles não possam se dar ao luxo de pagar por isso. No entanto, também acredito que a água tem um valor. As pessoas que usam a água canalizada para a sua casa para irrigar seu gramado, ou lavar o carro, devem arcar com o custo da infra-estrutura necessária para a sua apresentação”, disse Brabeck-Lemathe em recente artigo publicado na sua página, em uma rede social.

As fábricas que engarrafam, em muitos casos tomam a água da mesma rede destinada para uso público. Muitas vezes, como a Coca Cola, acrescentam um pacote de minerais e a chamam de “água mineral”. Com este procedimento, o preço da água de garrafa salta em mais de mil por cento, “engarrafando-a e tornando-se um dos negócios mais descarados do mundo capitalista”, revela a analista venezuelana Sylvia Ubal, em recente artigo publicado naquele país.

“Nestes tempos da globalização estamos assistindo uma concentração impressionante da indústria em torno de quatro a cinco multinacionais que estão criando um monopólio. Indústrias como Nestlé, Danone, Coca Cola, Pepsi Cola, possuem dezenas de marcas em torno de cada uma delas, que marcam o preço e a qualidade da água sem controle algum. Nos EUA mais de um terço da água engarrafada é simplesmente água de torneira tratada ou não; sendo um negócio monopolizado pela Nestlé e Danone, as líderes mundiais”, acrescentou.

Ubal afirma, ainda, que está cada vez está mais claro que a água doce é um recurso finito, “vulnerável à contaminação – que é excessiva por parte das empresas transnacionais”.

“Esta situação contribuiu para conceber a água como um bem mercantil e não como um direito fundamental, em prejuízo à satisfação das necessidades humanas básicas, das concepções ancestrais das comunidades étnicas, gerando assim maior desigualdade social e afetando, por sua vez, a biodiversidade e o equilíbrio dos ecossistemas.
A expansão deste negócio exige das grandes corporações de bebidas e alimentação como a Coca Cola, Pepsi Cola, Danone, Nestlé…, a ter cada vez mais acesso aos recursos hídricos, impulsionando a privatização de água e aquíferos.
E o setor da água engarrafada está crescendo muito rapidamente em todo o mundo, sendo o negócio mais lucrativo atualmente, mas também é um dos menos regulados, o que dá lugar a situações verdadeiramente escandalosas”, conclui.

http://www.correiodobrasil.com.br/multinacionais-querem-privatizar-uso-da-agua-e-temer-negocia/#attachment wp-att-814077/0/


Obs.- Privatizar tudo, é insano.

Chico Costa
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1605
Idade : 51
Cidade/Estado : Gravataí/RS
Religião : Sem Religião
Igreja : Sem Igreja
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 56
Pontos de participação : 3185
Data de inscrição : 02/01/2012

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Chico Costa em Sex 23 Set 2016, 15:13

Alguém ai está recebendo água de graça, fornecido por alguma empresa estatal?

Chico Costa
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1605
Idade : 51
Cidade/Estado : Gravataí/RS
Religião : Sem Religião
Igreja : Sem Igreja
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 56
Pontos de participação : 3185
Data de inscrição : 02/01/2012

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Chico Costa em Sex 23 Set 2016, 15:16

Arcolino escreveu:

O salário republicano conforme a Constituição da República de 88, conforme o Órgão estatal da esfera Federal (DIEESE) o salário mínimo para quatro pessoas são R$3.200,00 a gestão anterior não concretizou mas estava e dava para sentir paulatinamente caminhando para a concretização do salário constitucional,  de forma que em temos percentuais os R$ 880,00 representavam aproximadamente 30% do salário constitucional.

http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=339

Salário mínimo, estupidez máxima

Em um livre mercado, a demanda sempre será em função do preço: quanto maior o preço, menor a demanda. O que é surpreendente para a maioria dos políticos é que essas regras valem igualmente tanto para os preços quanto para os salários. Quando os empregadores avaliam suas necessidades de capital e mão-de-obra, o custo é um fator primordial. Quando o custo de se contratar mão-de-obra pouco qualificada aumenta, vários empregos serão liquidados. Não obstante tudo isso, aumentos do salário mínimo sempre são vistos como um ato de benevolência governamental. Nada poderia estar mais distante da verdade.

Quando algum encanamento da nossa casa entope, qual o procedimento padrão que normalmente seguimos? Fazemos um levantamento de preços com vários bombeiros hidráulicos e contratamos aquele que tem o melhor preço. Se todos os preços forem altos, a maioria de nós irá preferir pegar uma chave inglesa e uma soda cáustica, e fazer o serviço por conta própria. O mercado de trabalho funciona da mesma forma. Antes de contratar outro empregado, o empregador precisa estar certo de que esse novo empregado irá trazer um acréscimo de produtividade que exceda esse custo suplementar (o qual inclui não apenas o salário, mas todos os encargos sociais e trabalhistas.) [Para ver os números do Brasil, clique aqui].

Assim, se um trabalhador pouco qualificado for capaz de contribuir com apenas $6 por hora em termos de aumento de produtividade, tal indivíduo estará desempregado caso o salário mínimo seja fixado em $7,25 a hora.

Os trabalhadores pouco qualificados precisam lutar pelo dinheiro do empregador. E para isso eles têm de disputar tanto com os trabalhadores qualificados quanto com o capital (o maquinário). Por exemplo, se um trabalhador qualificado cobra $14 a hora para fazer um serviço que dois trabalhadores menos qualificados cobram $6,50 cada, seria economicamente sensato um empregador contratar a mão-de-obra menos qualificada. Entretanto, se o governo aumentar o salário mínimo para $7,25 a hora, esses trabalhadores menos qualificados serão "precificados para fora" do mercado de trabalho.

É exatamente por causa dessa dinâmica que os sindicatos são ferrenhos defensores das leis do salário mínimo. Embora nenhum de seus membros receba o salário mínimo, a lei ajuda a protegê-los da concorrência dos trabalhadores menos qualificados. (Sindicato nada mais é do que isso: um cartel protegido pelo estado e que expulsa do mercado de trabalho aqueles trabalhadores menos qualificados - ao mesmo tempo em que utiliza a retórica da proteção aos desfavorecidos.)

Os empregadores também têm a opção de empregar máquinas ao invés de pessoas. Por exemplo, um empregador pode contratar uma recepcionista ou investir em um sistema de atendimento automatizado. Ele fará o que for menos custoso. Assim, da próxima vez que você estiver gritando obscenidades ao telefone enquanto tenta dialogar com um computador, você já sabe em quem colocar a culpa por sua frustração.

Há vários outros exemplos de empregadores que substituem a mão-de-obra humana pelo maquinário simplesmente porque o salário mínimo deixou os trabalhadores menos qualificados pouco competitivos. Por exemplo, nos aeroportos, os carregadores de mala foram substituídos pelos carrinhos de mão (embora aqueles ainda existam informalmente). A principal razão por que os restaurantes fast-food utilizam pratos de papel e utensílios de plástico é para não ter de contratar pessoas para lavá-los.

Como resultado, muitos daqueles trabalhos que exigiam pouca qualificação e que costumavam ser o primeiro degrau da escada do mercado de trabalho foram exterminados do mercado. Você consegue se lembrar da última vez que um lanterninha o conduziu até seu assento em um cinema escuro? Qual foi a última vez que alguém - além do indivíduo que fica no caixa - não apenas empacotou suas compras no supermercado, mas também as levou até seu carro? Por falar nisso, não demorará muito para que os próprios caixas sejam "precificados para fora" do mercado e substituídos por scanners automáticos, fazendo com que você tenha de empacotar suas comprar sem qualquer ajuda. Você pode até ser capaz disso, mas e as pessoas de mais idade?

O desaparecimento desses empregos traz consequências econômicas e sociais mais amplas. Os primeiros empregos que conseguimos são um meio de aperfeiçoarmos nossas habilidades, de modo que trabalhadores menos habilidosos possam adquirir experiência e, com isso, oferecer maior produtividade para seus empregadores atuais ou futuros. À medida que suas habilidades aumentam, o mesmo ocorre com sua capacidade de obter salários maiores. Entretanto, remova o degrau mais baixo da escada do mercado de trabalho e muitos nunca mais terão a chance de subir nela.

Portanto, quando você mesmo tiver de abastecer seu carro em um posto sob chuva, não pense apenas naquele adolescente que poderia estar fazendo isso pra você; pense também no mecânico que ele poderia ter se tornado, caso as leis do salário mínimo não lhe tivessem negado um emprego. Vários mecânicos de automóveis aprenderam segredos de seu ofício quando trabalhavam como frentistas. Entre uma abastecida, uma lavagem e uma calibragem de pneus, eles passavam boa parte de seu tempo auxiliando os mecânicos e aprendendo com eles. Isso vai acabar.

Como o salário mínimo impede que muitos jovens (inclusive um número desproporcional de minorias) consigam empregos básicos, eles nunca poderão desenvolver as habilidades necessárias para aspirar a empregos que paguem melhores salários. Como consequência, vários recorrem à criminalidade, enquanto outros recorrem ao assistencialismo governamental.

Defensores do salário mínimo argumentam que é impossível sustentar uma família quando se vive apenas com um salário mínimo. Sim, é verdade. Mas isso é totalmente irrelevante, pois os empregos que pagam salário mínimo não foram feitos para sustentar uma família.

O certo seria que as pessoas optassem por não iniciar uma família até que estivessem ganhando o suficiente para sustentá-las. Empregos de baixos salários servem para capacitar os trabalhadores a, com o tempo, adquirirem as habilidades necessárias que os permitirão ganhar salários altos o suficiente para sustentar uma família. Será que alguém realmente acha que um adolescente que trabalha como entregador de jornal deveria ganhar um salário capaz de sustentar uma família?

A única maneira de se aumentar salários é aumentando a produtividade. Se os salários pudessem ser aumentados simplesmente por decreto governamental, poderíamos determinar o salário mínimo em $10.000 por mês e todos os problemas estariam resolvidos. Já deve estar claro para todos que, nesse nível, a maioria da população perderia seus empregos, e a mão-de-obra remanescente seria tão cara que os preços dos bens e serviços iriam disparar. Este é exatamente o fardo que as leis de salário mínimo impõem aos trabalhadores pobres e pouco qualificados - e, em última instância, a todos os consumidores.

Dado que nossos líderes não conseguem compreender sequer este simples conceito econômico, por que ainda há pessoas que acreditam que eles irão solucionar os problemas econômicos bem mais complicados que nos assombram atualmente?


Chico Costa
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1605
Idade : 51
Cidade/Estado : Gravataí/RS
Religião : Sem Religião
Igreja : Sem Igreja
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 56
Pontos de participação : 3185
Data de inscrição : 02/01/2012

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Chico Costa em Sex 23 Set 2016, 15:17

Eu queria saber quais amantes do socialismo aqui do forum possuem empregados domesticos e quais pagam o "salario constitucional"?

Arcolino
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 252
Idade : 57
Cidade/Estado : Salvador
Religião : Cristão
Igreja : desigrejado
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 12
Pontos de participação : 512
Data de inscrição : 21/01/2015

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Arcolino em Sex 23 Set 2016, 16:11

O salário mínimo é apenas uma indicação mínima do razoável que o Estado pode intervir sobre aqueles que não querem pagarem nada, meu caro. Outra balela de mãos de obras desqualificada, tem muita gente graduada e sendo vítima dos predadores da renda, pela sofisma, de concentrarem em próprias mãos a riqueza produzida por todos, que contribuíram trabalhando juntamente.

Essa conversa mole pra boi gordo dormir, dos questionamento de uma melhor qualificação para uma melhor remuneração está desmascarado, já que tem muita gente graduada e ganhando uma miséria.

Conteúdo patrocinado

Re: Privatize tudo!!!!!!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Seg 11 Dez 2017, 22:55