F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.

Apóstolo em nossos dias. O que você acha?

Comparte

Votação

O ministério apostólico é para os dias de hoje?

[ 0 ]
0% [0%] 
[ 9 ]
47% [47%] 
[ 10 ]
53% [53%] 

Total dos votos: 19

Zilton Alencar
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status: no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo: Masculino
Número de Mensagens: 319
Idade: 47
Cidade/Estado: João Pessoa, PB
Religião: Evangélica
Igreja: O Brasil Para Cristo
País: Brasil
Conceituação Geral: 0
Pontos de participação: 27
Data de inscrição: 27/11/2008

Apóstolo em nossos dias. O que você acha?

Mensagem por Zilton Alencar em Sex 05 Dez 2008, 11:53

Este tópico foi postado no antigo Forum Hosanas pela nossa amada Lu Melo (Cadê ela, que ainda não chegou por aqui???), e eu tomo a liberdade de postá-lo aqui, pois é um tema bastante interessante e empolgante.

Você crê que Deus ainda levanta apóstolos nos dias de hoje?

http://bereianos.blogspot.com/2008/05/os-apstolos-brasileiros-contemporneos.html

Devaney
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status: no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo: Masculino
Número de Mensagens: 1056
Idade: 48
Cidade/Estado: Taubaté
Religião: Evangélico
Igreja: Assembléia de Deus
País: Brasil
Conceituação Geral: 26
Pontos de participação: 1125
Data de inscrição: 27/11/2008

Re: Apóstolo em nossos dias. O que você acha?

Mensagem por Devaney em Sex 05 Dez 2008, 11:58

Irmãos, sei que vai haver discordância, e forte, para minha opinião.

Biblicamente, aceito o ministério apostólico dentro das mesmas exigências que foram feitas para Matias. O próprio Paulo defendeu seu enquadramento nas exigências de testemunha ocular do Senhor Ressurreto, pela sua experiência no caminho de Damasco.

Hoje, considero muita arrogância atribuir-se tal nome.

Mas, dentro da própria Assembléia, que não nomeia Apóstolo, existe um certo consenso que o cargo que mais se aproxima é o "Missionário".

Zilton Alencar
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status: no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo: Masculino
Número de Mensagens: 319
Idade: 47
Cidade/Estado: João Pessoa, PB
Religião: Evangélica
Igreja: O Brasil Para Cristo
País: Brasil
Conceituação Geral: 0
Pontos de participação: 27
Data de inscrição: 27/11/2008

Re: Apóstolo em nossos dias. O que você acha?

Mensagem por Zilton Alencar em Sex 05 Dez 2008, 14:53

Devaney, realmente este era o princípio para o reconhecimento apostólico a que foram submetidos os candidatos a substituto de Judas:

1. Ter estado presente em todo o ministério terreno do Senhor Jesus, desde o seu batismo nas águas por João até sua ascensão;

2. Ser testemunha visual da ressurreição.

O próprio Paulo reconhece que estava fora deste parâmetros, mas havia sido escolhido por Deus como um aborto (1 Co 15.8-10). Contudo, veja as evidências apostólicas da escolha de Paulo:

1. Houve uma manifestação visível da escolha divina, por ocasião dos acontecimentos da estrada de Damasco (At 9); nos atuais, só há a notícia que Deus deu uma revelação a alguém, e que este alguém deveria ser ungido apóstolo. Quem discordar, estará indo frontalmente contrário à vontade soberana de Deus!

2. Houve o reconhecimento do apostolado paulino pelas colunas da igreja primitiva, Pedro e Tiago (Gl 2). Nos dias atuais, tudo é feito na surdina, sem a consulta às colunas (liderança) da igreja. E mais uma vez, ai de quem discordar!

E ainda falamos mal da ICAR, que tem o papa como infalível... estes apóstolos modernos não reivindicam o mesmo para si??

Creio que o apostolado, com direito ao título, só coube aos doze e a Paulo. Ponto.

Mas creio também no dom ministerial apostólico, conforme descrito em 1 Co 12:28

"E a uns pôs Deus na igreja, primeiramente apóstolos, em segundo lugar profetas, em terceiro mestres..."

e Ef 4:11-12

"E ele deu uns como apóstolos, e outros como profetas, e outros como evangelistas, e outros como pastores e mestres, tendo em vista o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo" 

Neste último texto citado, Paulo descreve os dons ministerias que Deus dispôs à igreja, para seu crescimentro.

Baseado nestes textos, eu ainda creio existir apóstolos em nossos dias, mas não com a pompa que os "apóstolos modernos" buscam e ostentam.

Jesus nos alertou, inclusive, contra eles, em Ap 2.2:

"Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua perseverança; sei que não podes suportar os maus, e que puseste à prova os que se dizem apóstolos e não o são, e os achaste mentirosos"

Para mim, o dom ministerial apostólico não conduz a um título. Trata-se de um pastor, como os demais, mas que se desataca na esfera apostólica.

E que esfera é esta?

Observemos a vida de Paulo e dos demais doze: gastaram suas vidas na implantação de igrejas. Não ficavam parados em uma única igreja, ao contrário dos apóstolos modernos, que ficam, na sede, coordenando o rebanho...

O apóstolo é um pastor que trabalha sem raízes. Um itinerante. Um desbravador, fundador de igrejas, que institui o trabalho e deixa na mão de alguém que tem o dom ministerial de pastor.

O verdadeiro apóstolo não é tratado como "apóstolo Fulano"; ele é um mero pastor, que trabalha nos moldes de um apóstolo.

Lamentavelmente, as pessoas buscam em nossos dias poder, status, intocabilidade e $$$$$. Principalmente estes últimos...

Pedro`G3
- Adão / Eva -
- Adão / Eva -

Status: no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo: Masculino
Número de Mensagens: 54
Idade: 30
Cidade/Estado: Barreiras/BA
Religião: Cristão
Igreja: de Cristo
País: Brasil
Conceituação Geral: 0
Pontos de participação: 0
Data de inscrição: 26/11/2008

Re: Apóstolo em nossos dias. O que você acha?

Mensagem por Pedro`G3 em Seg 08 Dez 2008, 09:17

Watchman Nee traz um interessante argumento em favor da atualidade do ministério apostólico:

(...)
"E que puseste à prova os que a si mesmos se declaram apóstolos e não são, e os achaste mentirosos." (Ap. 2:2)
O Senhor diz algo sobre provar os apóstolos, o que prova que após a Era Apostólica ainda havia apóstolos na igreja. Se houvesse apenas doze apóstolos, então todos eles teriam de perguntar se o declarado apóstolo era João ou não. Se não fosse João, então ele não poderia ser um apóstolo, porque nesta época todos os outros onze apóstolos haviam morrido e restava apenas João. A necessidade de os apóstolos serem provados, confirma que após os doze apóstolos houve ainda mais apóstolos.
(Ortodoxia da Igreja, 2.ed., 1991, p. 18 )


Embora eu concorde com Watchman Nee neste particular, e ache um tanto quanto forçada essa doutrina que exige que para ser apóstolo o sujeito tenha que ter visto o Senhor Jesus, eu não apóio nenhum desses auto-intitulados apóstolos dos dias de hoje. Eles, definitivamente, não se parecem nem um pouco com os apóstolos da igreja primitiva.

Vemos que há uma preocupação muito grande com o título "apóstolo", o que não é bíblico. Reparem que Paulo nunca assinava suas cartas como "Apóstolo Paulo", mas como "Paulo, apóstolo"... É muito diferente.

O importante é que o sujeito exerça a função de apóstolo. O título é perfumaria, só atrapalha (cria a sensação de que o indivíduo é um "irmão especial", melhor que os outros).

O mesmo ocorre com o título de pastor, hoje muito mal utilizado no protestantismo. O importante é que o sujeito exerça a função de pastor, e não que tenha um título formal. Conheço pessoas que são verdadeiros pastores, mas que não tem título. Outros tem o título, mas não são nada pastores... só o são porque fizeram um curso e tem um diploma (o que não é um requisito bíblico, diga-se de passagem).

Em suma, na minha opinião os apóstolos (e pastores) existem sim. Mas estes não se confundem necessariamente com os auto-intitulados dos dias de hoje. O importante é que o sujeito exerça a função, para a qual foi capacitado mediante a unção do Espírito (e não mediante um diploma, ou o reconhecimento de uma grande massa - de manobra).

Iverson Santos
- Adão / Eva -
- Adão / Eva -

Status: no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo: Masculino
Número de Mensagens: 28
Idade: 39
Cidade/Estado: Curitiba
Religião: Cristão Protestante
Igreja: Batista
País: Brasil
Conceituação Geral: 0
Pontos de participação: 4
Data de inscrição: 27/11/2008

Re: Apóstolo em nossos dias. O que você acha?

Mensagem por Iverson Santos em Seg 08 Dez 2008, 10:08

Não gosto de gente de precisa de título.

Esse apóstolos dos dias atuais gostam mesmo é de ar-condicionado, viagens de avião e de um público com bastante dinheiro para financiar seus devaneios.

Duda Serra
- Adão / Eva -
- Adão / Eva -

Status: no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo: Feminino
Número de Mensagens: 27
Idade: 47
Cidade/Estado: Rio de Janeiro
Religião: Evangélica
Igreja: A única que existe: De Cristo
País: Brasil
Conceituação Geral: 0
Pontos de participação: 10
Data de inscrição: 08/12/2008

Re: Apóstolo em nossos dias. O que você acha?

Mensagem por Duda Serra em Seg 08 Dez 2008, 10:16

Penso eu que os apóstolos que temos vistos recentemente no Brasil almejam títulos.
Apóstolo, como bem já foi falado acima, tem missão de implantar trabalhos novos, só que os recentes apóstolos (com a minúsculo) brasileiros têm aberto trabalho onde? Na África, nas tribos indígenas, no sertão nordestino??
Gostam de trabalho na Europa, EUA e nos grandes centros urbanos, onde podem usufruir de muito conforto.

Alexandre
- Iniciante -
- Iniciante -

Status: no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo: Masculino
Número de Mensagens: 5
Idade: 37
Cidade/Estado: Niteroi
Religião: Cristã
Igreja: Nova Vida
País: Brasil
Conceituação Geral: 0
Pontos de participação: 0
Data de inscrição: 28/11/2008

Re: Apóstolo em nossos dias. O que você acha?

Mensagem por Alexandre em Seg 08 Dez 2008, 20:51

Apesar de ressalvas quanto a muitos que se auto-intitulam apóstolos, de como o titulo é usado como marketing pessoal, dos maus apóstolos (que já existiam na época de Paulo), creio que o dom de apóstolo ainda está operante.

O grupo dos 12 apóstolos se destaca por ter sido comissionado diretamente pelo Senhor Jesus. Entretanto, na biblia encontramos a citação de outros apóstolos (enviados), além dos 12: Barnabé e Paulo - At 14:14, Andrônico e Júnias - Rm 16:7, Tiago irmão do Senhor - Gl 1:19, Silvano e Timóteo - (1Ts 1:1; 1Ts 2:6).

Assim, nos dias de hoje, entendo que muitos missionários possuem o dom de apóstolo.

Abraços,


Última edição por Alexandre em Ter 09 Dez 2008, 15:01, editado 2 vez(es)

Zilton Alencar
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status: no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo: Masculino
Número de Mensagens: 319
Idade: 47
Cidade/Estado: João Pessoa, PB
Religião: Evangélica
Igreja: O Brasil Para Cristo
País: Brasil
Conceituação Geral: 0
Pontos de participação: 27
Data de inscrição: 27/11/2008

Re: Apóstolo em nossos dias. O que você acha?

Mensagem por Zilton Alencar em Ter 09 Dez 2008, 10:05

Pedro`G3 escreveu:Vemos que há uma preocupação muito grande com o título "apóstolo", o que não é bíblico. Reparem que Paulo nunca assinava suas cartas como "Apóstolo Paulo", mas como "Paulo, apóstolo"... É muito diferente.

Pois é, Pedro... Quando eu vejo os preâmbulos das cartas paulinas, observo como se ele iniciasse sempre com a expressão: "O pastor Paulo, apóstolo...".

Ele passou a vida inteira lutando pelo reconhecimento apostólico (vemos isso em algumas de suas cartas), mas nunca perante as ovelhas, e sim perante os demais apóstolos. Não com a intenção de buscar primazia ou prebendas, mas com o objetivo de demonstrar que o Senhor Jesus o escolheu, tanto quanto aos demais...

Hoje, inverteram-se as posições nas saudações...


Alexandre escreveu:O grupo dos 12 apóstolos se destaca por ter sido comissionado diretamente pelo Senhor Jesus. Entretanto, na biblia encontramos a citação de outros apóstolos (enviados), além dos 12: Barnabé e Paulo - At 14:14, Andrônico e Júnias - Rm 16:7, Tiago irmão do Senhor - Gl 1:19, Timóteo - 1Ts 2:6.

Aí reside, Alex, ao meu ver, a diferença entre "os doze", quantidade fixa, existente somente nos primórdios da igreja, e os demais apóstolos, que eram pastores itinerantes, que tinham o dom ministerial apostólico e o exerciam na plenitude, ao contrário dos apóstolos tupiniquins.

É de se observar um detalhe importante: Tiago, irmão do Senhor, não fazia parte dos "doze". Aliás, o evangelho de João demonstra que ele não cria no próprio irmão (Jo 7:5). Contudo, desempenhava ministério apostólico, de tal envergadura que Paulo o coloca, ao lado de Pedro, como coluna da igreja (Gl 2.9). Isto demonstra que o ministério apostólico transcende os "doze".

Mas existiriam nos dias atuais? Alguém pode ser chamado de apóstolo no Século XXI ??

Na minha modesta óptica, como título, não. Nem mesmo o título de pastor deveria existir nos nossos dias... Os pastores de nossas igrejas seriam, na verdade, presbíteros... Esta minha posição pode até ser um pouco radical, mas deixe-me explicar:

A Escritura demonstra que Paulo, enquanto apóstolo, quanto fundava igrejas, as estruturava e colocava presbíteros para conduzi-las. Em Atos 20:17, já próximo do fim de sua vida (quando já havia fundado inúmeras igrejas), Paulo convoca a liderança da igreja ("De Mileto, mandou a Éfeso chamar os presbíteros da igreja"), os presbíteros, e não os pastores; escrevendo a Tito, ele menciona a necessidade de instutuir presbíteros sobre as igrejas ("Por esta causa, te deixei em Creta, para que pusesses em ordem as coisas restantes, bem como, em cada cidade, constituísses presbíteros, conforme te prescrevi" - Tt 1.5 ss); orientando a Timóteo acerca da escolha dos oficiais da igreja, ele só cita os bispos, os diáconos... (1 Tm 3.1ss). Até Pedro, escrevendo as suas cartas, sempre se apresenta como "presbítero" (1 Pe 5.1); João, o apóstolo, faz o mesmo (2 Jo 1; 3 Jo 1).

Dá pra se preceber que os presbíteros que presidiam nos tempos de Paulo não eram chamados de pastores.

Para mim, tanto o apóstolo como o pastor são dons ministeriais, e não títulos que devam ser postos antes dos nomes dos possuidores. "Presbítero Paulo, apóstolo". "Presbítero Timóteo, evangelista". Presbítero Apolo, mestre". "Presbítero Áquila, pastor"... E por aí segue...

Digo isso porque a orientação de Paulo acerca dos dons ministeriais é bem clara, de acordo com Ef 4:11-12:


"E ele deu uns como apóstolos, e outros como profetas, e outros como evangelistas, e outros como pastores e mestres, tendo em vista o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo"

Ou seja: entre os presbíteros (dirigentes das igrejas), Deus distribui dons ministeriais, ou seja, capacitação para atuar em determinada(a) área(s) da igreja. Cada qual tem um dom, uma área específica de atuação, que demonstra seu dom ministerial:

1. Apóstolos - Atuantes em uma área bem mais abrangente, dotado de uma autoridade superior, sempre itinerante e pioneiro. Trata-se de um presbítero polivalente, que muitas vezes detém todos os dons ministeriais, dada a abrangência e importância da obra que Deus o confiou.
2. Profetas - obreiros que têm sua função local ou regional, não no sentido de profetizar de forma premonitiva (há uma diferença entre este dom ministerial e o dom espiritual, citado em 1 Co 12), mas no sentido de desemprnhar o seu ministério de forma semelhante aos antigos profetas, sempre conclamando a igreja ao arrependimento.
3. Evangelistas - Geralmente emissários dos apóstolos, em ocasiões em que estes não podiam, dadas as limitações, comparecer nas igrejas. Timóteo era um deles.
4. Pastores - presbíteros que dirigiam as igrejas, com uma função mais de cuidado com ovelhas;
5. Mestres, ou doutores - presbíteros que trabalhavam no ensino da Palavra. Para estes, Paulo chega a valorizar até seus honorários pastorais (1 Tm 5:17), dada a sua importância na edificação da igreja.

Por este aspecto, o ministério apostólico é atual, mas jamais nos moldes de se querer ter uma posição idêntica à dos doze, com prerrogativas de "cobertura apostólica" para a igreja, etc.

Iverson Santos escreveu:Não gosto de gente de precisa de título.

Esse apóstolos dos dias atuais gostam mesmo é de ar-condicionado, viagens de avião e de um público com bastante dinheiro para financiar seus devaneios.
Duda Serra escreveu:Penso eu que os apóstolos que temos vistos recentemente no Brasil almejam títulos.

Apóstolo, como bem já foi falado acima, tem missão de implantar trabalhos novos, só que os recentes apóstolos (com a minúsculo) brasileiros têm aberto trabalho onde? Na África, nas tribos indígenas, no sertão nordestino??
Gostam de trabalho na Europa, EUA e nos grandes centros urbanos, onde podem usufruir de muito conforto.

Não há mais o que acrescentar. Vocês disseram tudo.

Pr. Francisco Belvedere
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status: no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo: Masculino
Número de Mensagens: 459
Idade: 31
Cidade/Estado: PR
Religião: Protestante
Igreja: Metodista
País: Brasil
Conceituação Geral: 0
Pontos de participação: 285
Data de inscrição: 03/12/2008

Re: Apóstolo em nossos dias. O que você acha?

Mensagem por Pr. Francisco Belvedere em Ter 09 Dez 2008, 11:31

Eu não aceito. Mas concordo com o DEvaney. Se eu tiver que camra alguem de apostolo, chamo os missionarios que vão evangelizar onde aind anão tem uma igreja. Não vemos na Bíblia apóstolos de gabinete.

Cardoso
- Adão / Eva -
- Adão / Eva -

Status: no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo: Masculino
Número de Mensagens: 24
Idade: 51
Cidade/Estado: Itajaí - SC
Religião: Cristã
Igreja: de Deus
País: Brasil
Conceituação Geral: 0
Pontos de participação: 8
Data de inscrição: 07/12/2008

Re: Apóstolo em nossos dias. O que você acha?

Mensagem por Cardoso em Qua 10 Dez 2008, 23:04

Graça e Paz a Todos!

Como "filho" assembleiano (quanto à herança doutrinária), claro que quando surgiu este negócio da "atualidade do dom apostólico", não concordei.

Até porque os primeiros "apóstolos" que surgiram no cenário denominacional brasileiro, se auto-denominaram assim, se exaltaram, eram de movimentos ligados ao G12 (o G12 da regressão espiritual), então este negócio de apóstolos apareceu aqui no Brasil meio que "queimado" pela ortodoxia evangélica...que eu fazia parte.

Porém, com o tempo, como já estava revendo algumas doutrinas que minha denominação de berço tinha por verdadeiras e que porém se mostraram depois não tão verdadeiras assim (como a cobrança obrigatória do dízimo por exemplo) passei a pesquisar melhor o assunto e ao ler Ef. 4.8,11, também I Co. 12.28,29, e também, após descobrir que Barnabé, Andrônico, Junias e outros foram também chamados apóstolos - e não eram dos 12 - tive que me dobrar à Palavra e considerar esta possibibilidade.

Já no F.E. anterior eu defendia a atualidade do dom ministerial apostólico.

Então vejo um Daniel Berg, um Gunnar Vingren, um Francescon, um Manoel de Mello, um David Miranda, os vejos como cristãos que receberam o dom apostólico e que por acaso, por herança denominacional, nem se importaram com o título e sim com a missão.

Nesta altura alguém já pode arguir: "Irmão Valmir, mas o ministério do irmão David Miranda não dá ceia para cristão que por acaso naquele mês não pagou seu dízimo". Isto é verdade...porém Pedro também era apóstolo e foi corrigido por Paulo e até sobre irmão Paulo, não podemos dizer que fiz tudo certinho. Fato é que há muitos salvos em Cristo na Igreja Deus é Amor, selo e fruto, dos serviços apostólicos do irmão David.

Concordo com o irmão Zilton Alencar quando diz que assim como um apóstolo não deveria considerar isto como um título eclesiástico, da mesma forma um pastor também. É que não encontramos na Bíblia ninguém sendo chamado Apóstolo Fulano, Pastor Ciclano, Evangelista Beltrano. Outro dia recebi na salinha de nossa congregação a visita de um certo irmão, que estava perambulando pelas ruas e precisava de um lugar para um pernoite e na nossa salinha congregacional tem uma caminha lá só para estes casos. Então, o recebi como manda o Senhor, e perguntei seu "nome". Ele me falou "pastor tal". Olhei para ele...."amado eu perguntei seu nome, não seu dom". Fui grosso eu sei...errei não é mesmo? Mas foi meio que um desabafo a respeito de tudo isto. Ficou 3 dias conosco. Dizem (aí o irmão Devaney e outros podem confirmar ou não) que um advogado ou um médico, não deveriam ser chamados "doutores - dr" caso não tenham feito primeiro um "doutorado". Se for assim mesmo, estes colocam um "dr" na frente do nome só para dar um certo grau de poder, de status, etc. Então, infelizmente, dentro da maioria das denominações evangélicas isto também ocorre. Nosso irmãozinhos goooostam de colocar um "Pr", um "Ev", um "Pb", e agora um "Ap." na frente de seus nomes. Exceto alguns caso (que o fazem por pura tradição) considero isto uma verdadeira vaidade e que não encontra apoio bíblico. Sinceramente, no nosso serviço cristão, quando recebemos a visita de alguém que é "pastor" ou "evangelista", ou até mesmo "presbítero" de outra denominação (e que muitas vezes gostam de serem apresentados com tais títulos), apenas dizemos "Hoje temos a visita do irmão Fulano, que serve a Igreja de Deus como pastor, evangelista,presbítero, etc."
Quando Paulo se identificava em suas cartas o fazia assim: "Paulo, apóstolo" (II Co. 1.1, Gl. 1.1 etc), e como "apóstolo-apostello" quer dizer "enviado" então podemos parafrasear tais versos assim: "Paulo, enviado..de Jesus Cristo".

Claro que este "enviado" era muito mais que um "enviado" qualquer, pois por outros textos bíblicos percebemos que tal "enviado" se tornou um autoridade espiritual na Igreja de Deus, e por isto surgiram até falsos "enviados".

Até o presente momento, até onde pesquisei, percebo que como a Bíblia manda "examinar tudo" (I Ts. 5.21) é claro que a Igreja tem que também colocar aqueles que se dizem "apóstolos" à prova, conforme Ap. 2.2.

E que provas são estas?

(II Corintios 12:12) - Os sinais do meu apostolado foram manifestados entre vós com toda a paciência, por sinais, prodígios e maravilhas.

Por tal verso acima, penso que um "apóstolo" deve manifestar alguns dons do Espírito, como o dom das "curas" por exemplo.

E, após sua "missão", algum resultado tal "apóstolo" deve apresentar, caso contrário, não foi "enviado" por Jesus Cristo(não é apóstolo). Como neste verso abaixo, a existência de uma Igreja de Deus em Corinto era o "selo", "a marca", "o resultado" do apostolado do irmão Paulo.
(I Corintios 9:2) - Se eu não sou apóstolo para os outros, ao menos o sou para vós; porque vós sois o selo do meu apostolado no Senhor.


Quem sabe outros irmãos possam ajudar na evolução deste assunto para que tenhamos já aqui no fórum um certo "credo" a respeito deste assunto.

E isto é edificação da Igreja.


Valmir Cardoso
servo de Jesus Cristo

Vagner Luis
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status: no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo: Masculino
Número de Mensagens: 95
Idade: 41
Cidade/Estado: Sumaré / SP
Religião: Cristã
Igreja: Nazareno
País: Brasil
Conceituação Geral: 3
Pontos de participação: 40
Data de inscrição: 26/11/2008

Re: Apóstolo em nossos dias. O que você acha?

Mensagem por Vagner Luis em Qua 10 Dez 2008, 23:20

Eu entendia o apostolado da mesma maneira exposta por quem é contrário, porém, hoje, minha posição é praticamente a mesma do irmão Valmir.

Adriana
- Iniciante -
- Iniciante -

Status: no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo: Feminino
Número de Mensagens: 6
Idade: 50
Cidade/Estado: USA
Religião: Protestante
Igreja: Church of God
País: USA
Conceituação Geral: 0
Pontos de participação: 0
Data de inscrição: 08/12/2008

Re: Apóstolo em nossos dias. O que você acha?

Mensagem por Adriana em Qui 11 Dez 2008, 00:04

Nao.

Este movimento de restauracao baseado em Efesios 4:11 que romove sinais e maravilhas e que e necessri estabeler ordem para que a igreja tenha poder, no meu entendimento e querer criar outra fundacao, porque a fundacao ja for estabelicida por Cristo, pelos originais apostolos e profetas, foi uncao unica e estabelecida, a verdade e tudo necessario ja e nos dado. Nao ha refudamento como assim diz em Efesios 2:20, nao se deve desmantelar a casa que o Senhor ja edificou.

A Biblia nos ensina a pregar a Palavra e nao novas revelacoes, a profecia de hoje nao possui o mesmo impacto de "antigamente". Possuimos a Palavra. A Igreja foi estabelecida. Como em Efesios 3:5 fala do misterio foi (passado) revelado pelo Espirito Santo aos apostolos e profetas originais.

Creio que devemos considerar, estudar, meditar etc no que foi nos dado pelos apostolos e profetas originias, na Palavra, os "antigos" e nao os "novatos" de hoje em dia. Mesmo por que os "antigos" nos alertam que nos ultimos tempos novos "professores" and falsa doutrinas e etc irao "frutificar" e confundir a muitos etc.


Eu certamente sou totalmente contraria ao movimento de restauracao de apostolos e profetas, como a outros movimentos tambem.Pelo menos por aqui sao identificaveis, apontam a si mesmos tais titulos, como tambem as doutrinas que adoptam conhecidas. 2 Co 11:12-14

Pr. Francisco Belvedere
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status: no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo: Masculino
Número de Mensagens: 459
Idade: 31
Cidade/Estado: PR
Religião: Protestante
Igreja: Metodista
País: Brasil
Conceituação Geral: 0
Pontos de participação: 285
Data de inscrição: 03/12/2008

Re: Apóstolo em nossos dias. O que você acha?

Mensagem por Pr. Francisco Belvedere em Qui 11 Dez 2008, 00:30

Rick Joyner, Peter Wagner, e cia. São os responsaveis pela disseminação dessa ideologia de "restauração".

Eu creio que na Bíblia existem os apostolos de Cristo e os apostolos da Igreja.

Os apostolos de Cristo são os 12. O ministerios destes foi singular e findeou. E é este ministerio que esses novos apostolos reividicam.

Os apostolos da igreja. Com a palvra grega indica, são: Emnviados, delegados. Por tanto, entendo que esses outros "apostolos" são pessoas enviadas pela Igreja com um encargo especial.

José Herminio
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status: no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo: Masculino
Número de Mensagens: 120
Idade: 54
Cidade/Estado: Curitiba/Paraná
Religião: Cristão
Igreja: Assembléia de Deus
País: Brasil
Conceituação Geral: 1
Pontos de participação: 64
Data de inscrição: 27/11/2008

Re: Apóstolo em nossos dias. O que você acha?

Mensagem por José Herminio em Qui 11 Dez 2008, 08:47

Pessoas preocupadas com títulos isso há muito hoje!
Mas ao que significa apóstolo?
Vamos ao dicionário bíblico!!!

1) um delegado, mensageiro, alguém enviado com ordens
1a) especificamente aplicado aos doze apóstolos de Cristo
1b) num sentido mais amplo aplicado a outros mestres cristãos eminentes
1b1) Barnabé
1b2) Timóteo e Silvano

[]s.

Adriana
- Iniciante -
- Iniciante -

Status: no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo: Feminino
Número de Mensagens: 6
Idade: 50
Cidade/Estado: USA
Religião: Protestante
Igreja: Church of God
País: USA
Conceituação Geral: 0
Pontos de participação: 0
Data de inscrição: 08/12/2008

Re: Apóstolo em nossos dias. O que você acha?

Mensagem por Adriana em Qui 11 Dez 2008, 13:51

A palavra apostolo e Grega e utilizada em sentido secular pelos Gregos e Romanos, no estabelecimento de dominio do Imperio, em regioes, para dominar, subjulgar e etc com total poder e autoridade do Estado.Eram enviados em expedicoes diversas, em navios ou outro metodos com objetivo e missao especial incluindo viajar a outras fronteiras e exterior. Significa: delegado, enviado, embaixador, enviado oficial, mensageiro, enviado. No OT a palavra "schalach" Hebreu e traduzida como apostolos/apostello na Septuagina 700 vezes. Uma pessoa que e commisionada, uma pessoa que d ordens.

Paulo usa o termo como embaixador, 2 Co 5:20,embaixdor e uma pessoa delegada com autoridade. A palavra missionario possui mesma raiz de palavra apostolo. O conhecido movimento de restauracao dos apostolos e profetas e 5 fold ministry atualmente como no passado, posi este movimento e conhecido desde o inicio do seculo 19, e nos anos 40 as Assembleias de Deus USA, denunciou o mesmo e seguidores do movimento (que foram desligados das AdD, formando outros grupos, que apartir dos anos 60's retornaram, devido movimento Carismatico e hje em dia novamente sendo abracado por alguns etc..) bem, o que os que abracam o movimento tentam fazer e desmitificar o conceito de apostolo, dizem que que tal conceito foi "divinizado" e que os apostolos originais nao eram super santos e etc etc mesmo que possuiram grande poder etc etc logicamente eram seres humanos ungidos pelo Espirito Santo, porem homens faliveis etc.

Oras meus irmaos, gracas a Deus pela Palavra no dada que podemos nos mesmos observar a cada um dos apostolos originais. Mas por mais que um grupo queira faze e acontecer em sua agenda de interpretacao e etc a Palavra e fiel Efesios 2:19-22. A fundacao ja foi asentada, A Igreja sendo edificada por mais de 2 mil anos e grupos decidem que nova fundacao de apostolos e profetas e necessaria e etc. Ha muitos seculos homens e mulheres de Deus tem andado no Senhor, chamados a servir em humildade sem necessidade de nenhum titulo "especial" alem do de humilde "missionario", obedientes a Cristo, Pedra Fundamental e aos apostolos e profetas, A fundacao original.

O que os aderentes de movimentos recentes tentam fazer e bastante claro, nao ha novidade, atualmente chamadas doutrinas Latter Rain, iniciada em 1907 por David Wesley Myland, ensinando os rudimentos de tal doutrina. Em1947 William Braham, Hunt e Hawtin iniciaram o ensino da Nova Ordem Latter Rain. Em 1985 varios apostolos e profetas, Hammon, Paul Cain, Rick Joyner, John Wimber,Turnel Nelson, Jefferson Edwards, Noel Woodroffe,Mike Bickle, adicionaram mais ensinos. E depois os que observamos atualmente, Rhema,Palavra da fe, Igrejas profecticas, Peter Wagner e outros. O material e facil de ser encontrado pesquisando google. "heresias Latter Rain". Ha ministerios abracando tais doutrinas e nao se dao conta do fato, pensando ser novidade e etc. mas sao doutrinas conhecidas e a trombeta de alerta tocada pelas AdD USA em documento dos anos 40, e os mesmos excluidos da denominacao. Eles retornam com outra roupagem porem a raiz e a mesma.

Deus abencoe a todos.

    Data/hora atual: Qui 24 Abr 2014, 04:35