F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Compartilhe

Márcio
MODERADOR
MODERADOR

Número de Mensagens : 1142
Data de inscrição : 17/04/2010

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Márcio em Sex 29 Maio 2015, 09:49

Edson,

Segue comentários sobre suas colocações acima:

"Dois delatores afirmaram coisas diferentes sobre a mesmo assunto. Nesse caso a acareação cabe sim." E porque achas que os procuradores não fizeram? porque são anti petistas? porque fazem parte de um esquema para derrubar o governo? NÃO. Nada disso. Os procuradores tem um foco mais amplo pois estão de posse de informações melhores. Se deram por satisfeitos devido à fartura de evidências já consolidadas, e decidiram por não fazer acareação, simples. É evidente que o foco e desdobramento da lava jato vai ligar ao caso do mensalão. Como disse, estão desenrolando o novelo de lã, o objetivo é chegar em grandes nomes ainda não divulgados e não sabemos se serão, vai depender do andamento das investigações. A postura da procuradoria não desabona os méritos e resultados da investigação. Foi uma escolha, talvez já estivessem com evidências que dispensassem a acareação. Isto é critério do condutor do processo.
Não existe nada fantástico nisto.
   
Você diz que militantes sempre defendem o governo e eu digo também o contrário, há militantes que sempre atacam o governo. Você por exemplo sempre ataca o governo. Você é militante?

Estamos falando de uma estatal, mas especificamente a Petrobrás.
Então quando avalio o resultado da empresa ao longo dos últimos anos, vejo que a má gestão tem somente um responsável, o GOVERNO. Isto é análise crítica, análise de fundamentos da empresa.

Quando eu digo que a responsabilidade pelo estado da estatal é do governo, o faço analisando balanços, avaliando resultados, avaliando planos de investimento, avaliando metas estabelecidas x cumpridas. O resultado disso aponta como único responsável o GOVERNO. Se entendes isto como um "ataque" eu não posso fazer nada, isto não é militância contra o governo, é fato evidenciado. O problema é você me convencer tecnicamente que estou errado. Enquanto um leitor tem acesso a jornais e revistas eu avalio balanços, avalio resultados, a diferença entre as duas abordagens e fontes de informação para formação de opinião é gritante.      

"Quanto à Petrobrás o governo optou por não reajustar a gasolina e diesel como exigia os acionistas, para preservar o brasileiro e também cuidar da inflação. Foi na medida certa? Depende dos objetivos da política."

Não. Não eram acionistas que exigiam.
Quem exigia era o caixa da empresa, este já estava pedindo socorro a muito tempo. Pois o fluxo de capital necessário para manter produção + aportes necessários para o plano de investimentos era insuficiente. O governo submeteu a estatal a importar derivados com prejuízo financeiro, alavancou a dívida da estatal, continua pedindo empréstimos cada vez mais caros, os últimos com a China e bancos privados brasileiros.
Se o objetivo era cuidar da inflação, porque estamos com IPCA a 8%?  
Se o objetivo era cuidar da inflação, porque o crescimento econômico é comparável à era de Floriano Peixoto?
Se o objetivo era cuidar da inflação, porque estamos pagando hoje a conta de energia/combustíveis?
Militantes não respondem estas questões.

"É assim que eu penso sobre a leitura diária. Se eu só ler Globo, Veja, Estadão, Folha, Exame, Valor, Bom Dia Brasil, Jornal Hoje, Jornal Nacional, Jornal da Globo, Jornal da Cultura, etc., eu acabo ficando penso ao ver as coisas da política."

Edson,
Pare de ler estes conteúdos, ao invés disso procure ler o plano de investimento das estatais, seus resultados contábeis, metas estabelecidas x metas cumpridas, dívida bruta, dívida liquida, capacidade de liquidez, alavancagem, valor patrimonial, dívidas. Procure entender também, como atuam as medidas provisórias do governo sobre os negócios das estatais, procure ler suas regulamentações. Se entenderes isto, quando leres qualquer jornal ou revista vai verificar que a informação está somente lançada no papel, o discernimento, cabe ao conhecimento do leitor.

Márcio

Rasabino
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 1266
Data de inscrição : 03/01/2014

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Rasabino em Sex 29 Maio 2015, 10:03

Ainda penso que o próprio executivo (procuradores e delegados) estão com receio de divulgar tudo que já se sabe.

O país enfrenta uma crise econômica das mais críticas desde o governo Fernando Henrique. Os militares estão babando para tomar o poder (eu apoio). O povo está para explodir numa revolta e quem sabe trazer um clima de guerra civil. Tudo isto pode acontecer dependendo do que vier a público, assim penso que o povo não saberá nunca tudo quanto diz respeito a corrupção instalada.

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2130
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5408
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Edison em Sex 29 Maio 2015, 14:03

Márcio,

"Dois delatores afirmaram coisas diferentes sobre a mesmo assunto. Nesse caso a acareação cabe sim." E porque achas que os procuradores não fizeram? porque são anti petistas?

Você não ouviu ele disserem que interessavam por assuntos envolvendo tipo Palocci, Edson Lobão, etc.

Você diz que militantes sempre defendem o governo e eu digo também o contrário, há militantes que sempre atacam o governo. Você por exemplo sempre ataca o governo. Você é militante?

Estamos falando de uma estatal, mas especificamente a Petrobrás.
Então quando avalio o resultado da empresa ao longo dos últimos anos, vejo que a má gestão tem somente um responsável, o GOVERNO. Isto é análise crítica, análise de fundamentos da empresa.

É mais que isso. A sua crítica tem viés político.
Eu posso até admitir (sem conhecer a fundo) que houve um numero enorme de investimentos necessários ao mesmo tempo. Isso aumentou exageradamente o passivo da empresa? Não sei. Pode até ser. Mas lastro a Petrobrás tinha porque o governo brasileiro garante.
O que pode ser discutido é a prioridade de cada investimento e a desaceleração dos investimentos que talvez tivesse sido feito.

Outra coisa irmão; Não é pecado tomar recursos em bancos. O pecado é usar mal os recursos.
Se a empresa está alavancada é porque tem crédito. E porque tem crédito? É porque tem lastros, é porque tem como garantir o empréstimo ao credor.
É uma análise de "verdureiro" penso que seja, mas não é errada.

Mas volto a afirmar; Se não fosse o operação lava jato e a motivação política que tomou conta dela, a Petrobrás não teria as dificuldades atuais que lhe foi imposta.
O Paulo Roberto da Costa estaria atuando como sempre. O Nestor Ceveró estaria atuando como sempre. O Renato Duque estaria atuando como sempre. O Jorge Zelada estaria atuando como sempre. Os partidos e políticos individuais estariam extorquindo as empreiteiras como sempre. Os diretores das empreiteiras estariam participando do jogo corrupto como sempre.

Agora, a tentativa com parcial êxito foi aproveitar a descoberta da roubalheira para fins políticos em fragilizar o governo e também para retomar junto à opinião pública a ideia de que a Petrobrás precisa ser privatizada.

A crise é muito, muito, muito mais política do que financeira ou econômica. A verdade é essa.

Procure saber quais eram os partidos que apadrinhavam os diretores demitidos pela Graça Foster (indireta ou diretamente pela Dilma).
O Paulo Roberto Costa era apadrinhado do PMDB, PP e PTB. O Zelada era apadrinhado do PMDB. O Cerveró também do PMDB. O Duque era apadrinhado do PT.
Esse é o motivo da rebeldia da maldita base aliada. Ao demitir esses diretores a Dilma sabia que estava quebrando uma estrutura poderosa de corrupção e isso repercutiria diretamente no congresso.
Mas é o preço que tem de ser pago.

Agora tem a operação "Zelotes". Nesta a Dilma terá retaliação mais dura ainda porque envolve bancos e grandes conglomerados econômicos. aqui
Ladroagem semelhante o Haddad descobriu e desbaratou a quadrilha em São Paulo assim que assumiu a prefeitura. A quadrilha negociava "descontos" no IPTU com empresas e proprietários de grande imóveis.

Se não bastasse isso tem a CPI do HSBC Suíça que também envolve gente grande e de muita influência política.

Estranhamente a roubalheira no Metrô e na CPTM em São Paulo, instalada por um cartel de empresas nacionais e internacionais e que operava a 20 anos, não teve e nem tem a repercussão necessária. O "modus operandi" das empresas corruptoras em São Pulo era exatamente igual aos das empreiteiras na Petrobrás. Mas........como governo paulista não é petista......, não tem PF no caso, não tem MP estadual atuante, não tem nenhum juiz investigando e o povo bebendo do "volume morto da Cantareira" acha que tá tudo bem por lá.

Isso sem falar do mensalão tucano que, gerou o mensalão petista, cujo processo foi devolvido para Belo Horizonte onde o judiciário é totalmente corrompido pelo "aécismo" e aguarda a sua prescrição.
Enquanto isso, o réu principal do mensalão mineiro, aquele que renunciou o mandato para fugir do STF, trabalha tranquilamente como diretor Federação das Indústrias do Estado de Minas Geraisaqui

Além da quebra da cadeia de corrupção envolvendo partidos e políticos na Petrobrás, os mesmos apostaram tudo na vitória do Aécio, que garantiria a restabelecimento da roubalheira.
Perderam e estão inconformados com a derrota. Tentaram a Marina, tentaram o Aécio, tentaram a Veja com capa mentirosa na véspera da eleição, inclusive com distribuição gratuita nas estações do metrô em São Paulo. Tentaram a delação premiada do doleiro e vazamento seletivo de trechos da delação com denúncias contra o governo e contra o PT. E ainda continuam tentando impeachment da Dilma aqui

É mais ou menos assim que enxergo o quadro atual meu caro Márcio.







Márcio
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1142
Idade : 44
Cidade/Estado : Porto Alegre - RS
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 51
Pontos de participação : 2808
Data de inscrição : 17/04/2010

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Márcio em Sex 29 Maio 2015, 15:08

Edson,

Segue comentários sobre as suas declarações abaixo:

"Você não ouviu ele disserem que interessavam por assuntos envolvendo tipo Palocci, Edson Lobão, etc": Eu te respondi porque acariações perdem sentido se eles estão a ponto de descobrir novas ligações no esquema. É simples. O procurador tem um foco, um objetivo, uma informação mais privilegiada que as investigações lhe proporcionam. Simples.  

É mais que isso. A sua crítica tem viés político: A minha crítica é simplesmente técnica, posso dar o número que precisares sobre a saúde financeira da empresa. Agora eu não tenho a culpa se ao final desta análise eu tenha que concluir que o GOVERNO é incompetente. Não tenho culpa se as  conclusões que provam por A + B como a empresa chegou ao nível que está apontam o GOVERNO como responsável por isto. Não tenho culpa de seres defensor do GOVERNO mesmo sem nem saber porque. A avaliação é fria, aponta um responsável. Se puderes me dizer com critérios de avaliação técnicos porque a minha posição está equivocada, podes fazer. Não há nada político nisto, paixões alheias não podem interferir em análises.

Eu posso até admitir (sem conhecer a fundo) que houve um numero enorme de investimentos necessários ao mesmo tempo. Isso aumentou exageradamente o passivo da empresa? Não sei. Pode até ser. Mas lastro a Petrobrás tinha porque o governo brasileiro garante. O que pode ser discutido é a prioridade de cada investimento e a desaceleração dos investimentos que talvez tivesse sido feito.

Conhecer a fundo é fundamental. Me desculpe.
Número enorme de investimentos necessários? No Comperj por exemplo, existem equipamentos já obsoletos antes mesmo da partida da unidade. Isto decorre de contratação à nível de projeto de engenharia básica.  
O que o governo garantiu até o momento como "lastro" entenda "dívida", que no caixa da empresa é computado como saída de fluxo.

Outra coisa irmão; Não é pecado tomar recursos em bancos. O pecado é usar mal os recursos.
Se a empresa está alavancada é porque tem crédito. E porque tem crédito? É porque tem lastros, é porque tem como garantir o empréstimo ao credor. É uma análise de "verdureiro" penso que seja, mas não é errada.

Não é pecado é incompetência mesmo. E somente se admite isto com dinheiro público, jamais com o privado. Pois o devedor é o governo seguinte, a geração seguinte, o contribuinte.

Não existe sentido uma empresa endividada tentar sair das dívidas tomando mais empréstimo. Não há lógica. Nenhum gestor competente faz isto, um bom administrador vai primeiro zerar suas contas, depois da casa arrumada, pode tomar empréstimo se julgar necessário.

O empréstimo que a Petrobrás está tomando na condição em que está, vem carregado de um prêmio de risco maior do que um empréstimo para uma empresa com contas enxutas, isto significa que este empréstimo é mais oneroso, mais caro. Os bancos sabem disso e aproveitam esta fragilidade proporcionada pelo governo. É uma oportunidade de especulação financeira sobre a estatal.    

Mas volto a afirmar; Se não fosse o operação lava jato e a motivação política que tomou conta dela, a Petrobrás não teria as dificuldades atuais que lhe foi imposta.

Se não sabes interpretar um relatório contábil, não podes fazer esta afirmação. Pois ali a informação é fria e crua e conta somente a verdade sobre a saúde financeira da empresa, sem nenhum critério político, apenas técnico.

Agora, a tentativa com parcial êxito foi aproveitar a descoberta da roubalheira para fins políticos em fragilizar o governo e também para retomar junto à opinião pública a ideia de que a Petrobrás precisa ser privatizada.

A possibilidade de privatização é decorrente das falhas do próprio governo.
Se a sociedade ventila esta possibilidade é porque notadamente o Estado não demonstra competência na gestão da Estatal. É natural a alegação.
Outro detalhe importante, é que o resultado da lava jato de 6 bilhões é muito pequeno frente ao rombo referente à má gestão, à ingerência.

A crise é muito, muito, muito mais política do que financeira ou econômica. A verdade é essa.
Você não diria isto se soubesse interpretar resultados financeiros de empresas.    

É mais ou menos assim que enxergo o quadro atual meu caro Márcio

Enxerga como militância.

Márcio

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2130
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5408
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Edison em Sex 29 Maio 2015, 16:03

Márcio, a tua visão exclusivamente contábil te restringe.

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2130
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5408
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Edison em Dom 31 Maio 2015, 14:13

Descoberto mais um poço na área do Pré-sal

Petrobras encontrou mais uma fonte de óleo leve na Bacia de Santos. Produção no Pré-sal bateu novo recorde em abril, chegando a 715 mil barris por dia

A perfuração do segundo poço na área de Carcará, localizado em águas ultraprofundas do Pré-sal da Bacia de Santos, confirmou o potencial de petróleo leve na região. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (29) pela Petrobras, que vem conseguindo resultados cada vez melhores na área do Pré-Sal.

No dia 11 de abril, a Petrobras bateu a produção recorde 802 mil barris diários no Pré-sal. A média mensal de abril ficou em 715 mil barris. A empresa tem conseguido ainda baixar os custos de produção, tornando o Pré-sal viável a um preço de US$ 9 por barril. Anteriormente, a estimativa era de US$ 40.

O novo poço, informalmente conhecido como Carcará Norte, está localizado a 4,6 quilômetros ao norte do poço inicial, em profundidade de água de 2.072 metros. Este poço comprovou a descoberta de petróleo de boa qualidade, em reservatórios também de excelente qualidade, abaixo da camada de sal.

Nessa área, a Petrobras é operadora do consórcio (66%), em parceria com a Petrogal Brasil (14%), Barra Energia do Brasil Petróleo e Gás (10%) e Queiroz Galvão Exploração e Produção S.A. (10%).

Fonte:Portal Brasil


avatar
Norberto
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Status : "Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )" (Oséias 6.3)
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 4296
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : .
País : .
Mensagens Curtidas : 154
Pontos de participação : 17341
Data de inscrição : 17/11/2008

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Norberto em Dom 31 Maio 2015, 14:47

.
Edison,

Não é muito petróleo? Por que o Brasil não tem investimento em refinaria para não ficar dependente das importações?

Até quando exportamos o petróleo ao preço X e importamos o produto refinado custando, sei lá quanto mais, talvez 10X?

Tanto petróleo e o Brasil nada de abaixar o custo dos combustíveis?

Tanto petróleo e o Brasil nada de investir em refinarias?

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2130
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5408
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Edison em Seg 01 Jun 2015, 11:46

É verdade Norberto. Desde 1980 o Brasil não construía refinarias.

E você sabe que a construção uma refinaria de petroleo é complexa, cara, demorada e exige etapas e testes nos "trens" concluídos até que toda a refinaria esteja concluída e integrada.

Mas tem duas megas refinarias em construção. A de Abreu Lima (PE) cuja operação do Trem 1 (?) começou em Dezembro/2014.
(http://www.petrobras.com.br/pt/nossas-atividades/principais-operacoes/refinarias/refinaria-abreu-e-lima.htm)

E ainda temos o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, cuja primeira refinaria entrará em operação em 2016. Esse complexo utiliza uma área de 45 km2.
(http://www.petrobras.com.br/pt/nossas-atividades/principais-operacoes/refinarias/complexo-petroquimico-do-rio-de-janeiro.htm)

É suficiente? Não sei, mas depois de 30 anos o Brasil voltou a construir refinarias.

Vou ler mais a respeito. Isso é nosso.

avatar
Norberto
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Status : "Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )" (Oséias 6.3)
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 4296
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : .
País : .
Mensagens Curtidas : 154
Pontos de participação : 17341
Data de inscrição : 17/11/2008

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Norberto em Seg 01 Jun 2015, 15:45

.
Edison, que bom... construção de refinarias.

Depois de prontas, ouvi dizer que não será produzida gasolina, mas sim derivados de menos "refino" como óleo diesel e outros.

Se isso for verdade, não teremos esperança de um combustível (gasolina) mais em conta. Eu consumo cerca de 200 litros mês.

Se forem fabricar gasolina no Brasil, elas vão ter seus preços reduzidos?

O que você acha, particularmente falando?
.

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2130
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5408
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Edison em Seg 01 Jun 2015, 16:42

Norberto, se a Petrobrás fosse 100% estatal com certeza o valor da gasolina seria menor.

Eu acho que, gasolina, diesel, energia elétrica, água, esgoto, teria de ser 100% estatal e sem busca de lucro. Deveria ser cobrado de nós um valor suficiente para cobrir o custo (matéria prima, manutenção, investimentos) e mais nada. O estado não tem de ter lucro em cima do dono do estado, o povo.
Na Venezuela a PDV é estatal e o litro da gasolina custa R$ 0,03 o litro. É pena que gasolina barata assim seja bolivarianismo.

CURIOSIDADE:

No aumento da gasolina o governo anunciou que o aumento seria de R$ 0,22 por litro.
Eu abastecia a R$ 2,69 e com o aumento saltou para R$ 3,08 (no "meu" posto). Na verdade o preço deveria ser R$ 2,91. Hoje o litro está em R$ 2,93.

Porem, aqui em Curitiba tem uma máfia muito antiga (que deve financiar campanhas políticas) e eles aumentam a qualquer hora e de maneira orquestrada.

Quando o "meu posto" aumentou para R$ 3,08 os demais postos da cidade aumentaram para R$ 3,38. Aguentaram esse preço uns 50/60 dias e depois começara a baixar chegando novamente nos R$ 3,08.

Semana passada, aumentaram de novo para R$ 3,38 sem mais nem menos (aumentam todos ao mesmo tempo). O "meu posto" continua a R$ 2,93.

O curitibano faz o seguinte; Eles abastecem R$ 10,00 ou R$ 20,00 por vez. Eu também passei a abastecer R$ 20,00. Agora que baixou para R$ 2,93 passei a abastecer R$ 30,00.

O frentista me disse que a grande maioria dos consumidores fazem isso. A gente vê muitos carrões abastecendo R$ 20,00 sem vergonha nenhuma. Os frentistas concordam que tem de ser assim mesmo.


Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2130
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5408
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Edison em Seg 01 Jun 2015, 18:39

A PETROBRÁS QUE POUCOS CONHECEM.

10 tecnologias da Petrobras pioneiras no Pré-Sal premiadas pela OTC 2015.

As tecnologias que tornaram possível a produção nas condições inóspitas do pré-sal foram testadas, comprovadas e hoje representam um importante legado para a indústria petrolífera.

Entre os destaques estão o desenvolvimento de diferentes soluções de sistemas de dutos de coleta submarinos, as novas soluções para a construção de poços e a concepção de sistemas de separação e injeção de CO2, diante do desafio de não liberarmos para a atmosfera o CO2 produzido.

Destaque para a tecnologia 8 e 9 onde a Petrobrás separa o CO2 do gaz e de próprio petróleo e reinjeta-o simultaneamente aumentando a pressão e consequente aumento da produção.

Vídeos aqui:

Márcio
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1142
Idade : 44
Cidade/Estado : Porto Alegre - RS
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 51
Pontos de participação : 2808
Data de inscrição : 17/04/2010

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Márcio em Ter 02 Jun 2015, 10:50

Márcio, a tua visão exclusivamente contábil te restringe.

Edson,

Não entendo que seja uma restrição, muito pelo contrário, a análise técnica não permite subjetividade e te leva para a verdade dos fatos.

Então quando se tem base sólida para avaliação, ao ler jornais e revistas sabe-se identificar o que está certo ou errado nas informações publicadas na mídia.

Mas se preferes acreditar que o governo em NADA tem culpa no processo, e que a culpa é sempre do outro, mesmo estando a 12 anos com a caneta na mão, então eu somente posso concluir que estou dialogando com um militante.

Márcio

Márcio
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1142
Idade : 44
Cidade/Estado : Porto Alegre - RS
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 51
Pontos de participação : 2808
Data de inscrição : 17/04/2010

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Márcio em Ter 02 Jun 2015, 10:58

Mas tem duas megas refinarias em construção. A de Abreu Lima (PE) cuja operação do Trem 1 (?) começou em Dezembro/2014.
(http://www.petrobras.com.br/pt/nossas-atividades/principais-operacoes/refinarias/refinaria-abreu-e-lima.htm)

E ainda temos o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, cuja primeira refinaria entrará em operação em 2016. Esse complexo utiliza uma área de 45 km2.(http://www.petrobras.com.br/pt/nossas-atividades/principais-operacoes/refinarias/complexo-petroquimico-do-rio-de-janeiro.htm)

É suficiente? Não sei, mas depois de 30 anos o Brasil voltou a construir refinarias.

Qual era o orçamento previsto para a construção de Abreu e Lima? Por quanto foi contratada?
Qual era o orçamento previsto para a construção do Comperj ? Por quanto foi contratada?
Estes empreendimentos foram contratados em que nível de detalhamento de projetos?
Estão com os cronogramas em dia? Os empreendimentos estão atrasados ou adiantados em relação à proposta contratada?
Em relação ao plano de negócios, a entrega destes empreendimentos se situava em que data?
O que acontece quando um empreendimento não é entregue na data a nível macro?

Sabes avaliar a informação que transmites?

Márcio



Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2130
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5408
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Edison em Qua 03 Jun 2015, 21:29

Para avaliação do irmão Márcio.

Como pode uma empresa à beira da falência, de um país à beira do caos, colocar títulos de 100 anos ("century bonds") no mercado internacional, captar U$ 2.5 bilhões para uma demanda de U$ 13 bilhões???
O mercado internacional endoideceu?
A taxa de 8,45% é extremamente alta que justifica fazer uma aplicação para resgate daqui a um século?

Fonte: http://noticiasmineracao.mining.com/2015/06/03/petrobras-capta-us-25-bi-com-bonus-de-100-anos/

Márcio
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1142
Idade : 44
Cidade/Estado : Porto Alegre - RS
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 51
Pontos de participação : 2808
Data de inscrição : 17/04/2010

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Márcio em Sex 05 Jun 2015, 09:38

Edson,

Segue comentários:

1. Como pode uma empresa à beira da falência, de um país à beira do caos, colocar títulos de 100 anos ("century bonds") no mercado internacional, captar U$ 2.5 bilhões para uma demanda de U$ 13 bilhões???

Pode, a um custo de crédito caro, com bonificações de risco que encarecem o crédito.

2. O mercado internacional endoideceu? Não. Ele enxerga na estatal uma possibilidade de especulação financeira.

3. A taxa de 8,45% é extremamente alta que justifica fazer uma aplicação para resgate daqui a um século?

O resgate não é daqui a um século. As emissões de cupons são anuais a taxa de 8,45 a.a.
O vencimento do papel é que é daqui a 100 anos, nesta data de vencimento, a estatal tem que devolver o ativo principal, nesta data o ativo principal já rendeu ao investidor 900%. A taxa é extremamente atraente, pois o cenário mundial trabalha com taxas de 1% à 2% a.a. Então um papel emitido com 8,45% a.a é extremamente convidativo, considerados os riscos envolvidos. Temos o maior juro real do mundo, maior inclusive do que países em situação de guerra. É o cenário de especulação perfeito.

Explico adiante:

A emissão destes títulos é a maior irresponsabilidade que um governo pode fazer, pois a conta vai para as futuras gerações.

Os títulos estão atrelados à bonificações de risco muito grandes, o governo acabou de emitir mais dívida, e como é uma estatal, é uma dívida soberana, ou seja, na incapacidade das atividades produtivas gerarem valor e receita, o Estado banca a dívida (vai pesar para o cidadão). Péssimo negócio, para o povo, para o cidadão brasileiro. O valor do preço dos papéis está extremamente descontado, isto potencializa o ganho do investidor, ou seja, é uma dívida cara. Os cupons vão remunerar 8,45% a.a, em cem anos a dívida é quase 900 %.

Evidente que o interesse na compra destes papéis a longo prazo é de governos e instituições financeiras que sobrevivem por décadas e podem cobrar a dívida dependendo do cenário em que se encontram. As remunerações são anuais e não no vencimento do papel.

Estamos enriquecendo outros povos a longo prazo.

Procure atentar quais governos adquiriram os papéis. Procure entender a manobra.

Se um gestor privado propusesse uma emissão de dívida desta maneira, com estas taxas, sairia da reunião já demitido.
A ingerência do governo sobre a estatal é total. Ele toma a dívida, sem garantia futura de rendimento, isto faz o papel encarecer devido ao risco embutido.

Márcio



Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2130
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5408
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Edison em Ter 12 Jan 2016, 14:47

Queda do preço do petróleo destrói investimento no “shale oil”dos EUA
POR FERNANDO BRITO · 12/01/2016
(http://tijolaco.com.br/blog/queda-do-preco-do-petroleo-reduz-investimento-do-shaledos-eua/)




Enquanto os nossos “especialistas-urubus” ficam dizendo que o petróleo caro se acabou até aonde a vista alcança, a imprensa norte-americana começa a alertar para a inviabilidade dos investimentos na produção do “shale oil” e do “shale gas” que dobraram a produção de petróleo do país e, com isso e a recessão mundial, forçaram a baixa mundial do preço, uma vez que os países da Opep – sob o comando da Arábia Saudita – não aceitaram reduzir sua produção, criando excesso de oferta global.

Reportagem do fina de semana do San Antonio Express News mostra como está se reduzindo drasticamente o número de sondas de petróleo e gás em território norte-americano em todas as áreas, até mesmo na mais rentável delas,a formação geológica conhecida como “Eagle Ford”, no Texas.

Em outubro de 2014, quando os preços começaram a cair forte, eram 1609 sondas operando nos EUA. Semana passada, baixou este número para apenas 516, ou 68% a menos.

Na formação Eagle Ford, onde em julho de 2014 218 sondas operavam, quinta-feira passada não chegavam a um terço: 71, apenas.

Adkins Marshall, diretor de pesquisa de energia da Raymond James, em Houston, citado no jornal, diz que as áreas de exploração do shale “estão se tornando rapidamente um terreno baldio” e que “abaixo de US$ 50 a indústria simplesmente não funciona”.

O desafio do Brasil – e da Petrobras – é atravessar este período desastroso com paciência e critério. Reduzir as expectativas de produção é correto, bem como concentrar investimentos onde a produção tem um custo menor, como o pré-sal. E prospectar alternativas de alongamento do endividamento que a empresa realizou para os investimentos no pré-sal é indispensável. Pensar em exportação de petróleo cru é algo fora de cogitação, exceto em acordos bilaterais, em quantidades determinadas e com cláusulas de variação de preço que absorvam ao menos parte de uma valorização futura.

Há caminhos para isso, porque no mundo não há bocós (ou falsos bocós) como na mídia brasileira para dizer que o petróleo se acabou como commodity.

A China está gastando, com crise e tudo, está gastando bilhões de dólares para acumular reservas estratégicas de petróleo em tanques subterrâneos. Sinal que há mercado comprador de longo prazo, que ao Brasil interessa prospectar.

Coloco, para que vocês compreendam melhor o que está acontecendo com o “shale” os gráficos interativos do San Antonio Express News, para que se possa ver que tudo o que falam sobre crise na Petrobras, lá é muitíssimo mais grave.

Gráficos aqui:
http://tijolaco.com.br/blog/queda-do-preco-do-petroleo-reduz-investimento-do-shaledos-eua/

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2130
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5408
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Edison em Sex 25 Nov 2016, 13:10

Em desabafo apaixonado, geólogo que ajudou a descobrir o pré-sal diz que país está sendo transformado ‘num p........’, como a China do século 19: “Estamos perdendo o Brasil”

O Sinaval anunciou nesta quarta-feira (23/11) que irá ingressar com uma ação judicial contra a ANP (Agência Nacional do Petroleo) para impedir que a agência conceda waiver de conteúdo local para os FPSOs [Unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência] de Libra e Sépia, da Petrobras.
O sindicato alega que não foi feita uma consulta ao mercado brasileiro que pudesse justificar o pedido de isenção. “A ANP não pode conceder a dispensa de conteúdo local sem que as etapas previstas sejam cumpridas. Falta uma consulta real aos fornecedores locais.
A Petrobras argumenta que as plataformas de produção ficam 40% mais caras com conteúdo local, mas não apresentam as informações que comprovem esse argumento”, declarou o presidente do sindicato, Ariovaldo Rocha. […]

A maior diferença estaria no casco do FPSO: enquanto no contrato original exigem-se índices [de conteúdo local] entre 75% e 90% para sua construção, no contrato da nova licitação a exigência teria caído para 0%. […]

Outros subitens que apresentam grande variação são os de engenharia de instalação e de planta, que teriam passado de 90% para 26,4% e de 90% para 27,2%, respectivamente; e de comissionamento de planta, caindo de 90% para 0%. Já para ancoragem o percentual mínimo é o mesmo: 85%. […]

O sindicato considera falsa a premissa de que o próximo leilão só terá sucesso com a flexibilização das regras de conteúdo local. “O sucesso depende muito mais do cenário internacional e das áreas ofertadas”, argumenta a entidade. “Ele (Pedro Parente, presidente da Petrobras) está convidado a conhecer os estaleiros brasileiros”, disse Rocha a jornalistas. Do site do Sindicato da Indústria Naval

Da Redação

O geólogo Guilherme Estrella, ex-diretor da Petrobras, fez um desabafo apaixonado durante o seminário sobre o petróleo e o pré-sal promovido pelo Clube de Engenharia, no Rio.

Inicialmente, ele lembrou que o Brasil tem as duas maiores províncias minerais do mundo, em Carajás e Minas Gerais.

Produz na Amazônia 20% do oxigênio do planeta.

Tem o maior aquífero do mundo.

Tem o equivalente a 50% do seu território submerso na Amazônia Azul.

Para completar, descobriu o pré-sal com a inteligência brasileira — uma reserva repleta de gás, que permite a produção de fertilizantes.


Isso contrasta com o fato de que o brasileiro ainda consome menos energia per capita que o português. Reflexo de uma profunda desigualdade social.

Para Estrella, o Brasil agora é vítima do “grande poder internacional”. Ele localiza o início do mergulho na escolha de Joaquim Levy para ser ministro da Fazenda, pela presidenta Dilma Rousseff.

O golpe foi o “mergulho no poço”.

O ex-diretor da Petrobras acredita que o Brasil está sendo transformado num “puteiro” do capitalismo financeiro internacional, perdendo a soberania da mesma forma que a China perdeu no século 19 — ah, mas então foi por conta das guerras do ópio.

E no caso do Brasil? É entreguismo puro ou combinado com ação externa?

Estrella vê uma “guerra autofágica” entre forças políticas que agora deveriam se unir.

“Estamos perdendo o Brasil!”, ele denuncia, de maneira enfática, apaixonada e emocionada.

Estrella propõe uma grande frente que divida as forças políticas entre defensores da dependência ou da soberania nacional.

Vale a pena ver a íntegra.


Assista vídeo aqui:

http://www.viomundo.com.br/politica/em-desabafo-apaixonado-geologo-que-ajudou-a-descobrir-o-pre-sal-diz-que-o-brasil-esta-sendo-transformado-num-puteiro-como-a-china-do-seculo-19-estamos-perdendo-o-brasil.html

Conteúdo patrocinado

Re: Petrobras cai quase 400 posições em lista das maiores empresas do mundo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Sex 15 Dez 2017, 06:20