F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Compartilhe

Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 3108
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Gleison Elias em Ter 21 Abr 2015, 08:39

---


Aaa entao devemos obedecer a Deus apenas com segundas intenções? Pensamento fariseu este ein

Tzaruch
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 5355
Data de inscrição : 04/11/2014

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Tzaruch em Ter 21 Abr 2015, 09:12

.


Olá Gleison.


Essa pergunta é para quem ?




.

Nakadomari
- Iniciante -
- Iniciante -

Status : Sede e fome de justiça
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 20
Idade : 32
Cidade/Estado : Londrina - PR
Religião : Cristão
Igreja : N/D
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 8
Pontos de participação : 43
Data de inscrição : 15/04/2015

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Nakadomari em Ter 21 Abr 2015, 12:26

Bom dia Gilcimar

Gilcimar escreveu:Nakadomari....

Tuas ultimas postagens está descontextualizadas e você ainda não tratou diretamente Romanos 8:7...

É uma pena....

Quem está na carne segundo Romanos 8:7 é quem não é sujeito a Lei( de Deus) e não quem está no Espirito....
Logo você não pode jamais  dizer que quem está em cristo não é sujeito a Lei de Deus porque Romanos 8:7 fala ao contrário.....

Não sou eu que digo:

Romanos 10
4 Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê.

E sabemos que existe uma infinidade de outras citações que coloquei nas respostas anteriores e outras que nem sequer coloquei dizendo claramente o mesmo.

Quanto ao Romanos 8:7, está em conformidade com todo o resto, mas não da forma que está interpretando, veja:

Não está escrito "quem está na carne" e sim a inclinação da Carne propriamente dita. Porque a inclinação da carne só pode operar nos Espirituais, os que já não estão sujeitos a lei. A carne e Espirito são coisas opostas, portanto só os Espirituais podem ir contra o Espirito, e assim ter inimizade com Deus, assim caem da Graça de Cristo. Por isso o pendor da carne (que pode operar somente nos Espirituais) não está sujeito a lei, pois quem pode praticar tais atos não está debaixo dela.

Você poderia me perguntar: Mas e quanto aos que não são Espitituais, não podem por ventura praticar obras da carne?
Não, estes estão debaixo da lei, e serão julgados segundo a lei de Deus(I Timóteo 1:9).

A carne cobiça contra o Espírito e vice e versa, e só o justo (por fé em Cristo liberto da lei) pode viver em Espirito e se opor a Ele com obras da carne.
Veja detalhadamente mais abaixo:

Gilcimar escreveu:
Você sai atirando textos para  tudo que lado e ainda não resolveu os poucos que usei...
Na verdade você está negando a explicação de todos os outro por causa destes poucos. Quando entender estes poucos, que "aparentemente estão em contradição", verá que o todos estão dentro de um único contexto.
[/quote]

Mais detalhadamente sobre Romanos 8:7:

Romanos 8
7 Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser.
8 Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus.

Em partes:

"Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, ..." (Romanos 8)

Paulo está advertindo aos justos, que a inclinação da carne é inimizade contra Deus, que devemos após crer e ser batizados viver em novidade de vida, que devemos andar em Espírito para não cair da Graça. A vara ligada a Videira Verdadeira (Cristo) que não dá fruto (obras Espirituais), o Lavrador (Deus Pai) a tira.

É importante saber que, obras da carne só pode operar em quem vive em Espírito (Gálatas 5:17), podemos concluir pelo simples fato de que os injustos não vivem em Espírito e estes sim estão debaixo da lei (I Timoteo 1:9, Galatas 5:4). A lei está em pleno vigor, é Santa, e nos serve de aio para nos levar a Cristo, NÃO foi abolida, mas só os injustos estão sujeitos a ela. Quem está em Cristo não pode ser julgado pela lei (Romanos 3:28, Romanos 4:5, Gálatas 5:4, dentre muitos outros):

"pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser." (Romanos 8)

As obras da carne do homem Espiritual não pode está sujeita a lei porque ele não está sujeito a lei. Por isso Paulo disse: "não pode, e na verdade nem pode ser". Porque não tem como ser, uma vez que o homem que anda em Espírito, cai na em tentação praticando obras da carne, não está sujeito à lei. Não se abstendo das obras da carne, cai da Graça, porque desvalorizou o martírio e grande obra de Cristo na cruz, se deligando d'Ele já não é mais justo (só Cristo justifica o homem), e ai sim está sujeito à lei.

Gilcimar escreveu:
Ser libertos da Lei, não estar mais vivendo debaixo da Lei, ser mortos para a lei , estar debaixo da graça , ser justificados pela Fé, não significa deixar de ser sujeito a Lei de Deus porque isso é comportamento traçado pelo pendor  da carne e não do Espirito e da graça...

Se não significa, qual é o mistério das cartas da época? São simples cartas com instruções ao povos de Deus, concordo que o entendimento é espiritual, mas será que existem códigos secretos onde as mesmas palavras tem diversos significados?

Qual a dificuldade em aceitar o que está escrito e se sujeitar a justiça de Deus? É caminho criado por Ele para salvação dos homens.

Romanos 10
3 Porquanto, não conhecendo a justiça de Deus, e procurando estabelecer a sua própria justiça, não se sujeitaram à justiça de Deus.
4 Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê.

Romanos 4
4 Ora, àquele que faz qualquer obra não lhe é imputado o galardão segundo a graça, mas segundo a dívida.
5 Mas, àquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça.

Efésios 2
8 Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.
9 Não vem das obras, para que ninguém se glorie;

Gálatas 5
4 Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído.

Não tem como negar o que está escrito vastamente nas Sagradas Escrituras, estes acima são alguns.

Veja as instruções dadas ao povo de Deus:
Veja em todo o novo mandamento se há algum igual. Veja a frequência em que aparecem que logicamente esta ligada ao grau de importância. Em contrapartida nenhuma instrução ou advertência quanto a guarda de dias, muito pelo contrário pelo contrário.

Cristo quando cumpriu a lei do pai, nos justificou (Romanos 8:4). E Ele nos aliviou o fardo, nos deu descanso (Mateus 11:28) e somente nos pediu:

João 13
34 Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis.
35 Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.

João 14
21 Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.
22 Disse-lhe Judas (não o Iscariotes): Senhor, de onde vem que te hás de manifestar a nós, e não ao mundo?
23 Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.
24 Quem não me ama não guarda as minhas palavras; ora, a palavra que ouvistes não é minha, mas do Pai que me enviou.

- Nosso Salvador deixa claro que existem seus mandamentos, e são seus discípulos aqueles que os guardam, e estes são amados pelo Pai.
- Cristo diz que suas palavras vinham do Pai, confirmando que apesar da novidade é caminho criado por Deus, já era plano do Criador.



João 15
9 Como o Pai me amou, também eu vos amei a vós; permanecei no meu amor.
10 Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor.

- Cristo cumpriu a Lei e está ligado diretamente ao Pai, "Não crês tu que estou no Pai, e que o Pai está em mim?" (João 14:10). Nós devemos ser vara em Cristo, dar bons frutos por estar ligados a videira verdadeira (João 15:1-17). Viver em novidade de vida, em Espírito, não cumprindo as concupiscências da carne (Gálatas 5:16-22; Apocalípse 22:15).

João 15
11 Tenho-vos dito isto, para que o meu gozo permaneça em vós, e o vosso gozo seja completo.
12 O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.
13 Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos.
14 Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando.
15 Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer. 16 Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda.
17 Isto vos mando: Que vos ameis uns aos outros.

Romanos 13
8 A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei.
9 Com efeito: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não darás falso testemunho, não cobiçarás; e se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.
10 O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor.

- “Com efeito”, como resultado, consequentemente, ou ainda, automaticamente, cumprirá os mandamentos reverentes ao amor para com o próximo, o novo mandamento de Cristo, intersecção entre as duas alianças, mas ainda com uma diferencial, na lei se amava para cumprir um mandamento, na Graça o amor é um dom do Espirito Santo. De modo algum as coisas da antiga aliança que são sombras das coisas futuras, podem se cumprir igualmente na aliança atual. Caso contrario não seria sombras, cumpririam ao pé da letra.


Gálatas 5
14 Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.
15 Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede não vos consumais também uns aos outros.
16 Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne.
17 Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis.
18 Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei.

Mateus 19
16 E eis que, aproximando-se dele um jovem, disse-lhe: Bom Mestre, que bem farei para conseguir a vida eterna?
17 E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom senão um só, que é Deus. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos.
18 Disse-lhe ele: Quais? E Jesus disse: Não matarás, não cometerás adultério, não furtarás, não dirás falso testemunho;
19 Honra teu pai e tua mãe, e amarás o teu próximo como a ti mesmo.

- Cristo citou somente os mandamentos referentes ao amor para com o próximo, mesmo que o jovem amava mais o dinheiro que a Deus (Mateus 6:24), porque pregava a nova aliança que começaria a partir da sua morte.

I João 2
Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.
2 E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.
3 E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos.
4 Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.
5 Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele.
6 Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou.
7 Irmãos, não vos escrevo mandamento novo, mas o mandamento antigo, que desde o princípio tivestes. Este mandamento antigo é a palavra que desde o princípio ouvistes.
8 Outra vez vos escrevo um mandamento novo, que é verdadeiro nele e em vós; porque vão passando as trevas, e já a verdadeira luz ilumina.
9 Aquele que diz que está na luz, e odeia a seu irmão, até agora está em trevas.
10 Aquele que ama a seu irmão está na luz, e nele não há escândalo.
11 Mas aquele que odeia a seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde deva ir; porque as trevas lhe cegaram os olhos

-Aquele que guarda o mandamento de Cristo, o amor de Deus está nele.


I João 3
9 Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus.
10 Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo. Qualquer que não pratica a justiça, e não ama a seu irmão, não é de Deus.
11 Porque esta é a mensagem que ouvistes desde o princípio: que nos amemos uns aos outros.

12 Não como Caim, que era do maligno, e matou a seu irmão. E por que causa o matou? Porque as suas obras eram más e as de seu irmão justas.
13 Meus irmãos, não vos maravilheis, se o mundo vos odeia.
14 Nós sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama a seu irmão permanece na morte.
15 Qualquer que odeia a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanecendo nele.
16 Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos.
17 Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o seu irmão necessitado, lhe cerrar as suas entranhas, como estará nele o amor de Deus?
18 Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade.
19 E nisto conhecemos que somos da verdade, e diante dele asseguraremos nossos corações;
20 Sabendo que, se o nosso coração nos condena, maior é Deus do que o nosso coração, e conhece todas as coisas.
21 Amados, se o nosso coração não nos condena, temos confiança para com Deus;
22 E qualquer coisa que lhe pedirmos, dele a receberemos, porque guardamos os seus mandamentos, e fazemos o que é agradável à sua vista.
23 E o seu mandamento é este: que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo, e nos amemos uns aos outros, segundo o seu mandamento.
24 E aquele que guarda os seus mandamentos nele está, e ele nele. E nisto conhecemos que ele está em nós, pelo Espírito que nos tem dado.

- O mandamento de Deus é que creiamos em Cristo, e nos amemos uns aos outros, assim como nos mandou.
- “Alguns se afastam da simplicidade que há em Cristo” (II Coríntios 11:3)



I João 4
7 Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.
8 Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor.
9 Nisto se manifesta o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos.
10 Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados.
11 Amados, se Deus assim nos amou, também nós devemos amar uns aos outros.
12 Ninguém jamais viu a Deus; se nos amamos uns aos outros, Deus está em nós, e em nós é perfeito o seu amor.

20 Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?
21 E dele temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também a seu irmão.


II João 1
5 E agora, senhora, rogo-te, não como se escrevesse um novo mandamento, mas aquele mesmo que desde o princípio tivemos: que nos amemos uns aos outros.
6 E o amor é este: que andemos segundo os seus mandamentos. Este é o mandamento, como já desde o princípio ouvistes, que andeis nele.

-O amor para com o próximo foi a única orientação de João em uma carta de apenas 13 parágrafos, o que ressalta a importação deste dom supremo (I Coríntios 13), intersecção entre as duas alianças. Mas ainda com uma diferença: na antiga aliança se amava o próximo cumprindo o que os mandamentos, na nova aliança o amor é um dom espiritual. Deus havia prometido fazer uma nova aliança e colocar suas leis na mente e escrever no coração do seu povo (Jeremias 31:33), o testemunho do Espirito Santo que Cristo antes me morrer (inicio da nova aliança) prometeu que rogaria ao Pai que nos enviasse (João 14:16 e 26).


Todo o novo testamento é incisivo quanto ao amor que devemos ter para com o próximo, mandamento de Cristo, com efeito, o mesmo mandamento de Deus (I João 2:7-11). Não enfatiza quanto à guarda do sábado e nem a divisão da lei, mas tira dos novos batizados os encargos pertencentes à antiga aliança (Atos15:28-29) e os instrui a viver em espírito (Gálatas 5:16-22) conforme testemunho do Espirito Santo que passa a abitar neles, cumprindo a promessa que Cristo fez (Romanos 14:16-18).


Deus abençoe a todos.
avatar
Clébio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1004
Idade : 41
Cidade/Estado : Belo Horizonte - MG
Religião : Cristã
Igreja : Adventista do 7º Dia
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 101
Pontos de participação : 1893
Data de inscrição : 11/02/2014

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Clébio em Ter 21 Abr 2015, 18:13

Nakadomari escreveu:Todo o novo testamento é incisivo quanto ao amor que devemos ter para com o próximo, mandamento de Cristo, com efeito, o mesmo mandamento de Deus (I João 2:7-11). Não enfatiza quanto à guarda do sábado e nem a divisão da lei, mas tira dos novos batizados os encargos pertencentes à antiga aliança (Atos15:28-29) e os instrui a viver em espírito (Gálatas 5:16-22) conforme testemunho do Espirito Santo que passa a abitar neles, cumprindo a promessa que Cristo fez (Romanos 14:16-18).

Prezado amigo, sei que sua fala foi dirigida ao Gilcimar, mas quando li essa última parte da tua postagem, surgiu uma dúvida, a qual gostaria que se pronunciasse, acaso queira...

Quando usou a seguinte expressão: "Não enfatiza quanto à guarda do sábado e nem a divisão da lei, mas tira dos novos batizados os encargos pertencentes à antiga aliança (Atos15:28-29)..."

Isso significa dizer que para um mandamento ter validade, tem por obrigatoriedade que o mesmo seja repetido no Novo Testamento?

Acaso não seja repetido, está desconsiderado como mandamento?

Deus seja contigo...

Clébio
avatar
Gilcimar
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2209
Idade : 36
Cidade/Estado : Cariacica , ES
Religião : Cristianismo
Igreja : Adventista do Sétimo Dia?
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 149
Pontos de participação : 5833
Data de inscrição : 10/03/2014

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Gilcimar em Qua 22 Abr 2015, 00:23

Realmente fica dificil debater um assunto com quem avança em seus argumentos sem antes lidar com os outros...

Colocam texto contra textos numa guerra sem sentido da Bíblia com ela mesma...

Posta um mundo de textos mas não explica aqueles que citamos antes e fica afirmando coisas que não afirmamos ou usando textos para negar coisas que não afirmamos..

EU não estou pregando justificação pelas obras, não estou anulando a Graça de Cristo e nem dizendo que a Justificação não é pela Fé logo não faz sentido usarem textos negando isso como se eu tivesse ensinando isso...

Eu recomecei a debater no assunto dizendo ao Nakadomari que Romanos 7:6 não deve ser entendido do jeito que ele sugeriu por causa de Romanos 8:7...

Ser libertos da lei e estar mortos para aquilo que estávamos sujeitos não significa deixar de ser sujeito a Lei de Deus porque NÃO SER SUJEITO A LEI DE DEUS de acordo com Romanos 8:7 é uma atitude da condição de inimizade com Deus pois essa postura em relação a Lei de Deus é produzida pelo pendor da carne e não pelo pendor do Espirito...

Em vez dele lidar com esse ponto preferiu despejar textos para tudo que lado sem organização e negando afirmações que não fiz.....

Eu disse apenas que Romanos 7:6 não poderia ser entendido como ele sugeriu por causa de Romanos 8:7 e era aqui que a discussão tinha que ser focado e desenvolvida....

Ele abriu a discussão para outros pontos e eu até pedi conselhos e ajuda da moderação para organizar isso....

Eu realmente estou chegando a conclusão que está ficando cada vez mais dificil debatermos com aquela organização pois se agem assim sempre fica complicado demais...

Quem sabe estes usam o bom-senso e se organizem melhor...

Que Deus abençoe a todos!!!
avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3186
Idade : 47
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 148
Pontos de participação : 10457
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Vasuilvan em Qua 22 Abr 2015, 09:53

//////

  nakadomari, reflita sobre esse pequeno resumo do Gilcimar e apresente uma justificativa plausível e bíblica, do porque você não crê assim como ele...

  Diga-nos, aonde está o erro nesta afirmação dele...

   Ser libertos da lei e estar mortos para aquilo que estávamos sujeitos não significa deixar de ser sujeito a Lei de Deus porque NÃO SER SUJEITO A LEI DE DEUS de acordo com Romanos 8:7 é uma atitude da condição de inimizade com Deus pois essa postura em relação a Lei de Deus é produzida pelo pendor da carne e não pelo pendor do Espirito...
avatar
Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 6377
Idade : 64
Cidade/Estado : Recife-PE
Religião : Vou sozinho e não me siga.Você nã
Igreja : perder a fé na fé
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 61
Pontos de participação : 11673
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Marcelo Almoedo em Qua 22 Abr 2015, 10:35

Bom dia

Vasuilvan 
Nakadomari, reflita sobre esse pequeno resumo do Gilcimar e apresente uma justificativa plausível e bíblica, do porque você não crê assim como ele...
Ser libertos da lei e estar mortos para aquilo que estávamos sujeitos não significa deixar de ser sujeito a Lei de Deus porque NÃO SER SUJEITO A LEI DE DEUS de acordo com Romanos 8:7 é uma atitude da condição de inimizade com Deus pois essa postura em relação a Lei de Deus é produzida pelo pendor da carne e não pelo pendor do Espirito...
Não sou o Nikadomari, mas vou tentar responder esse requisito
Diga-nos, aonde está o erro nesta afirmação dele..
Não se trata de erro e sim de interpretação, basta conferir no contexto.

Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito. Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte. Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne;Romanos 8:01-03

Pastor Almoedo

Nakadomari
- Iniciante -
- Iniciante -

Status : Sede e fome de justiça
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 20
Idade : 32
Cidade/Estado : Londrina - PR
Religião : Cristão
Igreja : N/D
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 8
Pontos de participação : 43
Data de inscrição : 15/04/2015

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Nakadomari em Qua 22 Abr 2015, 11:05

Bom dia Vasuilvan,

Vasuilvan escreveu:
nakadomari, reflita sobre esse pequeno resumo do Gilcimar e apresente uma justificativa plausível e bíblica, do porque você não crê assim como ele...

Diga-nos, aonde está o erro nesta afirmação dele...

Ser libertos da lei e estar mortos para aquilo que estávamos sujeitos não significa deixar de ser sujeito a Lei de Deus porque NÃO SER SUJEITO A LEI DE DEUS de acordo com Romanos 8:7 é uma atitude da condição de inimizade com Deus pois essa postura em relação a Lei de Deus é produzida pelo pendor da carne e não pelo pendor do Espirito...


1º - Os que estão em cristo não estão sujeitos a lei. As Sagradas Escrituras são claras, aquele que não pratica mas crê em Cristo, isso lhe é imputado como justiça. Veja em Atos 15, queriam que os gentios que se batizavam seguissem as leis de Moisés. No entanto, veja o único encargo que os apóstolos e anciões lhes instruíram que observassem. Obras Espirituais.

2º - Romanos 8:7 Não diz que estamos sujeitos a lei. Diz claramente o pendor da carne, propriamente dito, não pode ser sujeito a lei. Se a carne cobiça contra o Espírito e vice e versa, só está sujeito ao pendor da carne os que vivem em Espírito, e os que não vivem em Espírito (não estão em Cristo), este sim estão debaixo da lei.



A lei está em pleno vigor, é Santa, e nos serve de aio para nos levar a Cristo, NÃO foi abolida, mas só os injustos estão sujeitos a ela (I Timóteo 1:8-9). Quem está em Cristo não pode ser julgado pela lei (Romanos 3:28, Romanos 4:5, Gálatas 5:4, dentre muitos outros):

Mais detalhes e citações nas respostas anteriores ou se preferir neste estudo http://forumevangelho.com.br/t5277-lei-e-graca-resposta-sobre-a-guarda-do-sabado

Deus o abençoe.
avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3186
Idade : 47
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 148
Pontos de participação : 10457
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Vasuilvan em Qua 22 Abr 2015, 11:17

Marcelo Almoedo escreveu:Bom dia

Vasuilvan 
Nakadomari, reflita sobre esse pequeno resumo do Gilcimar e apresente uma justificativa plausível e bíblica, do porque você não crê assim como ele...
Ser libertos da lei e estar mortos para aquilo que estávamos sujeitos não significa deixar de ser sujeito a Lei de Deus porque NÃO SER SUJEITO A LEI DE DEUS de acordo com Romanos 8:7 é uma atitude da condição de inimizade com Deus pois essa postura em relação a Lei de Deus é produzida pelo pendor da carne e não pelo pendor do Espirito...
Não sou o Nikadomari, mas vou tentar responder esse requisito
Diga-nos, aonde está o erro nesta afirmação dele..
Não se trata de erro e sim de interpretação, basta conferir no contexto.

Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito. Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte. Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne;Romanos 8:01-03

Pastor Almoedo


  Marcelo, como faço para identificar aqueles que estão em Cristo? Claro que a norma que faz essa separação não pode ser outra, se não a lei do decálogo...

  ... me livrou da lei do pecado e da morte.;;;
  
   Essa Lei não pode ser o decálogo; Essa á lei do homem natural, sem Cristo.  Dominado pelas paixões deste mundo, a qual Paulo declarou uma intensa luta contra ela, usando justamente a lei divina...


   


   
avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3186
Idade : 47
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 148
Pontos de participação : 10457
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Vasuilvan em Qua 22 Abr 2015, 11:39

//////

     NAKADAMORI DISSE;

   1º - Os que estão em cristo não estão sujeitos a lei. As Sagradas Escrituras são claras, aquele que não pratica mas crê em Cristo, isso lhe é imputado como justiça. Veja em Atos 15, queriam que os gentios que se batizavam seguissem as leis de Moisés. No entanto, veja o único encargo que os apóstolos e anciões lhes instruíram que observassem. Obras Espirituais.




  Amigo, aqui a tua sinceridade deverá ser exigida no mais profundo do teu entendimento...


  Veja os versos que você usa; 


   19  Por isso, a minha decisão* é não causar dificuldades a essas pessoas das nações, que estão se convertendo a Deus,+ 20  mas lhes escrever para que se abstenham de coisas contaminadas por ídolos,+ de imoralidade sexual,*+ do que foi estrangulado* e de sangue.+ 21  Pois, desde os tempos antigos, Moisés tem os que o pregam em cada cidade, porque ele é lido em voz alta nas sinagogas todo sábado.




   Será que devo crê que estas sejam as únicas orientações constantes das cartilhas do novos convertidos?
   Será que por este verso devo entender que o que não foi citado a qui é porque não há mais a necessidade de se observar?


  Veja o verso 21 ressaltando o evangelho que vem sendo pregado nas sinagogas. eles não disseram nenhuma palavra que desvalorizasse essa prática do ensino do evangelho.


   Amigo, como entendo esses versos;  20  mas lhes escrever para que se abstenham de coisas contaminadas por ídolos,+ de imoralidade sexual,*+ do que foi estrangulado* e de sangue
 
   Estes são destacados, por ter sido encontrado no meio deles, pessoas que apesar da pregação do evangelho, ainda não tinham percebido a necessidade abandonar essa prática. Então eles julgaram ser necessário fazer esse reforço da pregação para que viessem a se resguardarem do pecado...


  É isso amigo naka...
avatar
Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 6377
Idade : 64
Cidade/Estado : Recife-PE
Religião : Vou sozinho e não me siga.Você nã
Igreja : perder a fé na fé
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 61
Pontos de participação : 11673
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Marcelo Almoedo em Qua 22 Abr 2015, 12:11

Boa tarde

Vasuilvan
Marcelo, como faço para identificar aqueles que estão em Cristo? Claro que a norma que faz essa separação não pode ser outra, se não a lei do decálogo...
Simples leia Romanos 7:06 Mas agora temos sido libertados da lei, tendo morrido para aquilo em que estávamos retidos; para que sirvamos em novidade de espírito, e não na velhice da letra. 

Eu vou interpretar pra você na íntegra <> Agora pois não temos mais que cuidar da lei, porque morremos para aquilo de que éramos escravos, e agora podemos servir Deus, não segundo a velha maneira, quer dizer, obedecendo a um conjunto de regulamentos, mas pelo Espírito duma maneira inteiramente nova.

E como vou enxerga esse versículo Vasuilvan?

Pastor Almoedo
avatar
Prof. Azenilto G. Brito
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 652
Idade : 72
Cidade/Estado : Kaunakakai, Molokai, Havaí
Religião : Adventista do 7o. Dia
Igreja : Adventista do 7o. Dia
País : EUA
Mensagens Curtidas : 6
Pontos de participação : 1800
Data de inscrição : 20/01/2014

ATOS 15--"TIRO" INTERPRETATIVO QUE SAI PELA CULATRA DOS ANTISSABATISTAS

Mensagem por Prof. Azenilto G. Brito em Qua 22 Abr 2015, 12:35


O Nakadomari levantou uma tese antes de que estar “livres da lei” (Rom. 7:6) significa não mais ter que observar a “lei de Moisés”. Já mostrei que não estamos preocupados com nenhuma “lei de Moisés”, e sim com a Lei de Deus, que na sequência de Romanos 7 (que ele simplesmente ignorou, agarrando-se a um texto isolado do comecinho do capítulo) é apresentada por Paulo como sendo a que traz o preceito “não cobiçarás”, sendo que esta Lei de Deus É (não diz 'era') santa, justa, boa, espiritual, prazenteira (vs. 12, 14, 22).

Ele claramente se atrapalha todo com Rom. 8:7 e evidentemente não sabe como responder à pergunta do Gilcimar. Mas o seu recurso a Atos 15 é um “tiro” interpretativo que lhe sai pela culatra. Vejam os sete parágrafos abaixo como Atos 15 em vez de favorecer sua causa dispensacionalista dianenhumista, mostra que os anti-sabatistas estão na CONTRAMÃO mesmo do ensino bíblico:

1o. - A expressão “lei de Moisés” NÃO SE LIMITA AO SÁBADO. Isso se aplica a TUDO quanto se refere à legislação divina, incluindo os mandamentos de caráter moral, “não matarás”, “não furtarás”, “não adulterarás”. Seria todo o Pentateuco e todo o “pacote de leis” de Israel, conhecido como “lei de Moisés”. Assim, essa atitude DISCRIMINATÓRIA de isolar só o sábado e as leis dietéticas como sendo “lei de Moisés” em Atos 15:5 é o primeiro grande sofisma.

2o. - Entre as regras que ficaram claramente definidas, por orientação do Espírito, do que os cristãos gentios deviam ABSTER-SE, se o sábado fosse uma dessas coisas, sem dúvida nenhuma seria acrescentada entre tais 4 regras. E cadê que não há a mínima referência ao sábado como as coisas de que os cristãos deviam ABSTER-SE, ou seja--não praticar?
.
3o. - E para desconsolo dos pregadores da “abolição da lei” (mas sempre só querendo “abolir” o sábado e as regras dietéticas), entre as regras indicadas, CONSTAM CLARAMENTE leis de caráter dietético, como a abstenção de comer sangue. Ora, isso era da lei de alimentos, como se acha em Lev.17:9-11, e não faz sentido os apóstolos definirem COMO AINDA VÁLIDO uma regra de uma “lei abolida”! Só isso já destrói toda a sofistaria dos anti-sabatistas adeptos do valetudismo alimentar.

4o. - Os cristãos da Igreja-mãe de Jerusalém eram de etnia judaica e “zelosos da lei” (Atos 21:20), e JAMAIS admitiriam que mexessem em algo tão sagrado, e tão arraigado a sua cultura, como o sábado, assim não admitiriam que houvesse qualquer eliminação ou alteração do mandamento sem que uma tremenda celeuma se levantasse. E não houve celeuma nenhuma entre os cristãos quanto a dia de observância, além da AUSÊNCIA de qualquer instrução contra o sábado no próprio concílio, como já vimos.

5o. - Os cristãos primitivos inicialmente frequentavam as sinagogas (Atos 15:21) para ouvirem a leitura da Torah. Eles não contavam com a abundância e facilidade de Bíblias impressas ou virtuais, como hoje temos. Iam a essas sinagogas no dia em que a lei era lida--nos sábados--para ouvirem a instrução bíblica. Se fossem em outro dia, ou encontrariam as portas fechadas ou não haveria leitura solene da lei. Qualquer historiador eclesiástico de gabarito sabe desse detalhe na história do cristianismo primitivo. Atos 9:2 mostra como Paulo tinha ordem para perseguir cristãos achados nas sinagogas, confirmado em Atos 22:19 e 26:10 e 11 (ver tb Mat. 23:34).

6o. - Documento arqueológico importante comprova que os membros dessa Igreja-mãe de Jerusalém, fugidos da condenada cidade, fixaram-se ao norte da antiga capital judaica num local chamado Pela. Ali eram conhecidos como “nazarenos”, e pelo ano 350 AD um historiador palestino chamado Epifânio, falou deles, e disse que tais cristãos tinham ainda costumes judaicos como A GUARDA DO SÁBADO DO SÉTIMO DIA.

Logo, os componentes dessa Igreja-mãe AINDA observavam o sábado até meados do IV século. Claro, eles não foram influenciados pela Igreja que passou a dominar o cenário sobre a cristandade, após a destruição de Jerusalém. E essa Igreja era a da capital do Império--Roma, de onde deriva o costume de dedicar o antigo dies solis do paganismo romano, transformado no domingo pela Igreja Católica Romana.

7o. - Jesus mesmo predisse que o sábado prosseguiria sendo prática entre os Seus seguidores após Sua partida. Em Mateus 24:20 Ele recomenda aos cristãos que orassem para que a fuga deles da condenada cidade não tivesse que ocorrer “no inverno, nem no sábado”. Isso demonstra que Ele queria poupar os Seus do inconveniente de fugir para as montanhas no inverno, ou no dia de sábado, quando estariam reunidos em suas congregações e podiam ser tomados de surpresa pelos exércitos invasores. É uma magnífica prova que os anti-sabatistas não sabem como contestar de que o sábado prosseguiria sendo observado pelos seguidores de Cristo após Sua partida.


Rasabino
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1266
Idade : 50
Cidade/Estado : Cianorte
Religião : não tem
Igreja : eu
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 14
Pontos de participação : 2761
Data de inscrição : 03/01/2014

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Rasabino em Qua 22 Abr 2015, 13:34

Graça e Paz Vasuilvan!

Primeiro, diga o que vc entende que significa:
Vasuilvan escreveu:Ser libertos da lei e estar mortos para aquilo que estávamos sujeitos não significa deixar de ser sujeito a Lei de Deus porque NÃO SER SUJEITO A LEI DE DEUS de acordo com Romanos 8:7 é uma atitude da condição de inimizade com Deus pois essa postura em relação a Lei de Deus é produzida pelo pendor da carne e não pelo pendor do Espirito...[/color][/size]

"para aquilo que estávamos sujeitos"

O que significa "aquilo" no texto?

Todo este empasse terminará com esta interpretação!

Muito bem, quem se habilita? Smile

Rasabino
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1266
Idade : 50
Cidade/Estado : Cianorte
Religião : não tem
Igreja : eu
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 14
Pontos de participação : 2761
Data de inscrição : 03/01/2014

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Rasabino em Qua 22 Abr 2015, 14:01

Nesta versão bíblica encontramos este texto:

mas agora desligados estamos da Lei, por termos morrido para aquilo em que estávamos presos, de sorte que sirvamos em novidade de espírito e não na velhice da letra. Romanos 7:6 (versão britânica)

Assim vós também considerai-vos mortos ao pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus. Não reine, pois, o pecado no vosso corpo mortal para obedecerdes às suas concupiscências, nem ofereçais os vossos membros ao pecado como instrumentos de injustiça, mas oferecei-vos a Deus, como ressuscitados dentre os mortos, e os vossos membros a Deus como instrumentos de justiça, Romanos 6:11-13


A inclinação da carne, ou simplesmente as paixão da carne, é retro-alimentada pelo curso deste mundo. No entanto, a consciência do que seja uma paixão carnal só pode ser realizada por dois meios conhecidos: A Lei de Deus ou pela fala (convicção/constrangimento) do Espirito.

Uma é feita em tábuas de pedra, a outra é realizada pela manifestação de Deus dentro em nós. Uma é visual, a outra é intuitiva. Uma é material a outra é espiritual!

Por exemplo:

Na Lei de Deus encontramos: "Não adulterarás". Na mente de uma pessoa que conhece a Lei de Deus, o adultério é um ato sexual ilícito. Na mente de uma pessoa que é habitado pelo Espirito, o desejo de manter uma relação sexual com uma mulher casada é imediatamente repreendido pela VOZ DO ESPIRITO, que habita espírito (consciência) do homem que tem o Espirito Santo HABITANDO O SEU SER!

Ora, o ministério do Espirito é muito maior do que o ministério da Lei, pois a Lei não sonda corações, mas o Espirito conhece todo pensamento e pode repreender quando este seguir numa direção contrária a vontade de Deus.

E, se o ministério da morte, gravado com letras em pedras, veio em glória, de maneira que os filhos de Israel não podiam fitar os olhos na face de Moisés, por causa da glória do seu rosto, a qual era transitória, como não será de maior glória o ministério do Espírito? 2 Coríntios 3:7-8

O que é que foi escrito com letras em pedras? A Lei moral ou a Lei Cerimonial?

Paulo chama a Lei de Deus de "ministério da morte", porque é o que ela foi introduzida para fazer, ou seja, condenar todos, porque todos são pecadores e destituídos estão da glória de Deus!

Nakadomari
- Iniciante -
- Iniciante -

Status : Sede e fome de justiça
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 20
Idade : 32
Cidade/Estado : Londrina - PR
Religião : Cristão
Igreja : N/D
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 8
Pontos de participação : 43
Data de inscrição : 15/04/2015

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Nakadomari em Qua 22 Abr 2015, 14:05

Caro irmão em Cristo, Vasuilvan

  Será que devo crê que estas sejam as únicas orientações constantes das cartilhas do novos convertidos?
  Será que por este verso devo entender que o que não foi citado a qui é porque não há mais a necessidade de se observar?

Não. Qual a recomendação que você daria a uma pessoa recém convertida, pessoa essa sem o conhecimento que um Judeu tem sobre as leis de Deus? Se inteirar e observem os 10 mandamentos? É isso que Deus propôs na nova aliança?

Certamente os apóstolos e anciãos recomendaram o que era de suma importância, as obras Espirituais(Gálatas 5:14-22, I Coríntios 6:9-10, Apocalipse 22:15), batizar e viver em novidade de vida, em Espírito.

Vou tentar responder diferente:
Creio que você pense assim: Não me justifico pela lei, mas pela fé em Cristo. Pratico a lei pois é a vontade de Deus.
Mas será que é vontade de Deus? Resposta: I João 3:23

Mas se aquele que tropeça em um só ponto é culpado em todos, qual a diferença entre os que praticam obras da lei e os que não praticam? Nenhuma!. A não ser que exista homem, assim como Cristo, capaz de cumprir toda lei. "Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus" (Romanos 3:23).

Por isso os apóstolos, anciãos e irmão em Jerusalém, não preocuparam em orientar os gentios novos batizados, que guardassem a lei.
Moisés já tem que o pregue nas sinagogas. É importante o conhecimento da lei pois vemos a necessidade que temos de Cristo para se justificar(Romanos 7:7). Mas não que suas obras tenham valia para os que estão em Cristo nesta nova aliança. Caso contrário, certamente a observação da lei estaria na carta aos gentios.


Respondi bastante, queria que me respondesse, qual o mistério ou interpretação destas passagens?

Romanos 13

8 A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei.
9 Com efeito: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não darás falso testemunho, não cobiçarás; e se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.
10 O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor.

14 Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.
15 Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede não vos consumais também uns aos outros.
16 Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne.

Por ventura não é o mandamento que Cristo deu?

João 13
34 Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis.
35 Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.

Não seriam os cristãos reconhecidos pela guarda do sábado?

João 14
21 Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.

João 15
9 Como o Pai me amou, também eu vos amei a vós; permanecei no meu amor.
10 Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor.

Porque Cristo disse "novo mandamento" e "meu mandamento", porque fez distinção entre os dEle e os do Pai?
Porque Ele diz que guardou os mandamento do Pai (a lei), e pede pra nos que guardemos os seus?
Porque Ele não pediu assim: Guardem os mandamentos do meu Pai, não se esqueçam de observar os dez mandamentos?

I João 3
23 E o seu mandamento é este: que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo, e nos amemos uns aos outros, segundo o seu mandamento.

O mandamento de Deus nesta nova aliança não é para crermos e seguirmos o mandamento de Cristo?

Concordo que existe uma intersecção entre as duas alianças, mas creio que seja somente o amor. Mas ainda com uma diferença, o amor da lei é um mandamento, o amor da nova aliança é um Dom Espiritual. Ambos (Graça e lei) em pleno vigor, a questão é pra quem...

Cristo está no Pai e o Pai n'Ele, nós devemos estar em Cristo. A lei Cristo já cumpriu, basta estar n'Ele para ser justo, e viver em Espírito para não cair da Graça.

Deus o abençoe.
avatar
Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 6377
Idade : 64
Cidade/Estado : Recife-PE
Religião : Vou sozinho e não me siga.Você nã
Igreja : perder a fé na fé
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 61
Pontos de participação : 11673
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Marcelo Almoedo em Qua 22 Abr 2015, 20:40

Boa noite

Vasuivan
Será que devo crê que estas sejam as únicas orientações constantes das cartilhas do novos convertidos?
Será que por este verso devo entender que o que não foi citado a qui é porque não há mais a necessidade de se observar?
Por mais que eu tente, não consigo entender o porque dos cristãos se agarrarem tanto por uma suposto visionários,(as) dito profeta, apóstolo etc.. como Joseph Smith, Allan Kardec, Guilherme Miller, Ellen White, William Branham e muito outros, como se a Bíblia não bastasse para dar lhes o ensino e a Direção Divina? 

Para muitas pessoas, o argumento mais convincente em apoio do sábado é o fato de que Jesus guardou o sábado. Cristãos querem seguir Jesus, viver como ele fez (1 João 2:06  ). Isto inclui o dia em que ele manteve certo?

O problema é que Jesus também foi circuncidado, e ele falou da circuncisão como uma lei válida ( João 7:23 ). Ele também falou de sacrifícios como um direito que deve ser mantido ( Mateus 5:24<> Mateus 8:04 ). Como um cordeiros obedientes as leis judaica, Jesus teria oferecido Páscoa (Lucas 2:41 ), construídos abrigos com galho de árvore para o Festival de Tabernáculos, manteve outras festas judaicas, usava cabelos compridos e barba, usava no canto de suas veste borlas, franjas (Adorno pendente feito de fios de lã) e presas com um cordão azul.em cumprimento com a lei narrada em (Números 15:37-41), apoiou o templo (Mateus 17:27 ) e outros costumes da antiga aliança. Segundo o Grande Livro, Jesus viveu sem pecado sob os requisitos da antiga aliança (Hebreus 4:15 ). Ele nasceu sob a lei, enquanto a antiga aliança ainda estava em vigor (Gálatas 4:04).
Jesus era judeu, viveu como judeus, para os judeus, nos tempos da antiga aliança; Vocês Não. Devido a esta diferença tão importante, não podemos apenas supor que vocês têm de fazer tudo o que Jesus fez. Vocês Não tem de obedecer às mesmas leis que fazia por ser judeu.

É exatamente aqui que não consigo entender por mais que tento, apenas podemos supor que vocês tem de fazer tudo o que Jesus fez.
Como disse, Jesus viveu nos tempos da antiga aliança. Vocês Não, ou será que vocês são obrigado a obedecer às mesmas leis da antiga aliança? Ou o novo ensinamento que ele criou e transmitiu?

Se vocês querem viver como Ele do mesmo modo como judeu, começar agora a circuncidasse.

Pastor Almoedo
avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3186
Idade : 47
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 148
Pontos de participação : 10457
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Vasuilvan em Qua 22 Abr 2015, 21:46

Rasabino escreveu:Graça e Paz Vasuilvan!

Primeiro, diga o que vc entende que significa:
Vasuilvan escreveu:Ser libertos da lei e estar mortos para aquilo que estávamos sujeitos não significa deixar de ser sujeito a Lei de Deus porque NÃO SER SUJEITO A LEI DE DEUS de acordo com Romanos 8:7 é uma atitude da condição de inimizade com Deus pois essa postura em relação a Lei de Deus é produzida pelo pendor da carne e não pelo pendor do Espirito...[/color][/size]

"para aquilo que estávamos sujeitos"

O que significa "aquilo" no texto?

Todo este empasse terminará com esta interpretação!

Muito bem, quem se habilita? Smile

      Rasabino.  Aquilo;;;;


  Nada mais é do que a velha maneira, citada pelo Marcelo, de obedecer à lei de Deus...


   somente tínhamos á disposição as letras escritas em tábuas de pedra, mas agora, impressa em nossos corações podemos obedecê-la em novidade de vida, e ainda de acordo com os "porém vos digo", de Cristo em mateus 5...


   A obediência à lei, em nada nos é prejudicial e ser sujeito a ela é o alvo de todo Cristão...   veja...


   Não será como a aliança que fiz com os seus antepassados...  Rasabino, esta frase, é o aquilo que você me requereu...


    "Esta é a aliança que farei com a comunidade de Israel depois daqueles dias", declara o Senhor. "Porei minhas leis em suas mentes e as escreverei em seus corações. Serei o Deus deles, e eles serão o meu povo.
Hebreus 8:10Hebreus 8:9

Conteúdo patrocinado

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qua 13 Dez 2017, 20:48