F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Porque Deus é chamado de "Elohim" (que é plural) ?

Compartilhe
avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 22
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Porque Deus é chamado de "Elohim" (que é plural) ?

Mensagem por Gleison Elias em Sab 12 Abr 2014, 20:24

-

Na época dos patriarcas, Deus é chamado e Elohim, e não de El ou de Yhwh. Porque?

Porque é usado o plural em vez do singular?

--

--


"Elohim" pode ser traduzido como "forças poderosas".

As coisas mais supremas e superiores são elohim.

Sabendo-se disso, entende-se por exemplo, que o segundo (segundo mesmo) mandamento: "Não terás outro deus diante de mim" abrange muito mais que paganismo. Quando se coloca uma coisa ao mesmo patamar de Deus, está o tornando outro deus diante de Yhwh.

Pois é...

Mas e o Elohim???

O judaísmo responde da seguinte forma, bem simples, sem enrolação e incoerência cristã:

Abraão é o pai da fé do monoteísmo judeu.
Vivia em torno de muito paganismo, mas ele mesmo, não acreditava em nenhum desses deuses.
E seu Deus não tinha nome reconhecido.

Para o judaísmo, Deus não é uma pessoa barbuda lá no céu. O judaísmo considera como sendo Deus as forças que dominam todo universo.

Para definir Yhwh, que não é um deus qualquer, se falava das forças supremas agindo em nosso favor.

Quando se diz que Elohim é Yhwh -- está, simplesmente, dizendo que em Yhwh é todas as forças supremas da natureza... e vice-versa.

----

----

(Minhas palavras a respeito deste artigo.)
avatar
Maria Madalena
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Feminino
Número de Mensagens : 1778
Idade : 54
Cidade/Estado : Sorocaba/SP
Religião : Cristã
Igreja : Congregação Cristã no Brasil
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 8
Pontos de participação : 7083
Data de inscrição : 06/03/2009

Re: Porque Deus é chamado de "Elohim" (que é plural) ?

Mensagem por Maria Madalena em Dom 13 Abr 2014, 08:53

Penso que Deus é plural e nós somos plural no sentido de sermos compostos de tres partes.: Somos um corpo, ligado a uma alma, ligada a um espírito. Deus possui um corpo, possui uma alma, possui um Espírito.

O homem É um corpo, É uma Alma e É um espirito
Deus é um Corpo no Universo, é uma Alma no Universo, é um Espírito no Universo
avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 22
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Porque Deus é chamado de "Elohim" (que é plural) ?

Mensagem por Gleison Elias em Dom 13 Abr 2014, 13:38

Pois é.....

Elohim é plural.

Nem a trindade nem unicismo pode apoiar sua verdade no "Elohim".

Porque, se apoiar, é necessário traduzir como: "Deuses".

Mas nem a trindade nem o unicismo apoia que exista três deuses.

Para a trindade, existe 3 pessoas que formam 1 Deus. Para o unicismo, 3 essências ou manifestações de um único Deus.

A minha escolha foi feita: Gostei e sou a favor do que o judaísmo me disse a respeito.
avatar
Samuel
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : Aguardando a Volta do meu Senhor!
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 65
Idade : 24
Cidade/Estado : Araçatuba/São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Igreja Bíblica
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 112
Data de inscrição : 11/04/2014

Re: Porque Deus é chamado de "Elohim" (que é plural) ?

Mensagem por Samuel em Ter 15 Abr 2014, 01:33

Zc 3.2  Mas o SENHOR disse a Satanás: O SENHOR te repreende, ó Satanás; sim, o SENHOR, que escolheu a Jerusalém, te repreende; não é este um tição tirado do fogo?
_________________________________

“Eu e o Pai somos um” (Jo 10.30)

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus” (Jo 1.1)

“Ninguém jamais viu a Deus; o Deus unigênito, que está no seio do Pai, é quem o revelou” (Jo 1.18)

“Respondeu-lhe Tomé: Senhor meu e Deus meu!” (Jo 20.28)

“... e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as cousas, e nós também, por ele” 1Co 8.6)

“Mas acerca do Filho: O teu trono, ó Deus, é para todo o sempre...” Hb 1.8

“... estamos no verdadeiro, em seu Filho, Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna” (1Jo 5.20)

“Aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus” (Tt 2.13)

“Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, porque todas as cousas tu criaste, sim, por causa da tua vontade vieram a existir e foram criadas” (Ap 4.11)
______________________________________

Como vocês Unitaristas interpretam estes versículos?
avatar
Samuel
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : Aguardando a Volta do meu Senhor!
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 65
Idade : 24
Cidade/Estado : Araçatuba/São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Igreja Bíblica
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 112
Data de inscrição : 11/04/2014

Re: Porque Deus é chamado de "Elohim" (que é plural) ?

Mensagem por Samuel em Ter 15 Abr 2014, 02:08

Gleison Elias escreveu:Abraão é o pai da fé do monoteísmo judeu.
Vivia em torno de muito paganismo, mas ele mesmo, não acreditava em nenhum desses deuses.
E seu Deus não tinha nome reconhecido.

Deus tinha um nome reconhecido - Gn 14.19 - Melquisedeque, sacerdote de Salém chamou Y-WH de EL'ELYON quando abençoou Abraão.


Gleison Elias escreveu:
Para o judaísmo, Deus não é uma pessoa barbuda lá no céu. O judaísmo considera como sendo Deus as forças que dominam todo universo.

O judaísmo jamais considerou Deus como "forças" {aqui está o seu desconhecimento sobre judaismo}. O judaísmo considera Deus uma PESSOA.


Gleison Elias escreveu:
Para definir Yhwh, que não é um deus qualquer, se falava das forças supremas agindo em nosso favor.

Quando se diz que Elohim é Yhwh -- está, simplesmente, dizendo que em Yhwh é todas as forças supremas da natureza... e vice-versa.

Y-WH é forças supremas em nosso favor? Quem disse que Deus está "a favor" de alguém?

Dt 32.39 Vede, agora, que Eu Sou, Eu somente, e mais nenhum deus além de mim; eu mato e eu faço viver; eu firo e eu saro; e não há quem possa livrar alguém da minha mão.

Este era o pensamento dos judeus acerca de Deus. {ainda é para o judaísmo ultra-ortodoxo que ainda espera um Messias}
avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 22
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Porque Deus é chamado de "Elohim" (que é plural) ?

Mensagem por Gleison Elias em Ter 15 Abr 2014, 03:13

--

Para o judaísmo Deus não é uma pessoa, e afirmar uma coisa dessa demonstra grande desconhecimento [do judaísmo]. O teísmo, se é que se pode chamar de teísmo, judaico não é antropomórfico.





(...)

Como vocês Unitaristas interpretam estes versículos?

Dê uma procurada no fórum, tem até um tópico só sobre trindadeXunicismoXunitarismo.
avatar
Samuel
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : Aguardando a Volta do meu Senhor!
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 65
Idade : 24
Cidade/Estado : Araçatuba/São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Igreja Bíblica
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 112
Data de inscrição : 11/04/2014

Re: Porque Deus é chamado de "Elohim" (que é plural) ?

Mensagem por Samuel em Ter 15 Abr 2014, 03:37

Para o judaismo Deus não é uma pessoa?

ok. Defina o que é pessoa.
______________________________________

Para os judeus o homem foi criado à imagem e semelhança de Deus. Uma pessoa tem que ter personalidade e esta personalidade foi adquirida quando Deus soprou nas narinas do homem.

Basta ler Gênesis. Está escrito.


Deus teve um relacionamento pessoal com o seu povo - Israel.

Como ele pode ser neutro?
_______________________________________

Mostre o seu "conhecimento" judaico com o Tanakh. Mostre que Deus não é uma PESSOA (não no sentido homem, mas no sentido de que ele possui personalidade). Mostre com o Tanakh que Deus "são forças da natureza". Mostre com o Tanakh que Deus é neutro {ou seja lá o que for o que você queira dizer}.

Para os judeus o que vem de fora do Tanakh é Anátema!
_______________________________________

Deus é Espírito. Um espírito é uma personalidade viva, invisível à visão mortal.
avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 22
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Porque Deus é chamado de "Elohim" (que é plural) ?

Mensagem por Gleison Elias em Ter 15 Abr 2014, 11:09

--

Nao fale pra mim de judaísmo, se vc nao sabe o que é judaísmo. Vc está confundindo judaísmo com VT, mas o judaísmo não se resume a isso e o entendimento judeu, o jeito que eles interpretam é totalmente diferente do jeito cristão (o seu).

Márcio
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1142
Idade : 44
Cidade/Estado : Porto Alegre - RS
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 51
Pontos de participação : 2808
Data de inscrição : 17/04/2010

Re: Porque Deus é chamado de "Elohim" (que é plural) ?

Mensagem por Márcio em Qua 16 Abr 2014, 09:58


O judaísmo responde da seguinte forma, bem simples, sem enrolação e incoerência cristã:
Abraão é o pai da fé do monoteísmo judeu.
Vivia em torno de muito paganismo, mas ele mesmo, não acreditava em nenhum desses deuses.
E seu Deus não tinha nome reconhecido.

Onde está escrito que Abraão não acreditava nos deuses de sua cidade natal (Ur dos caldeus)?
Como chegaste a esta conclusão?

Márcio
avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 22
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Porque Deus é chamado de "Elohim" (que é plural) ?

Mensagem por Gleison Elias em Qua 16 Abr 2014, 10:55

--

Ele acreditava ? O.O
avatar
Valdomiro
ADMINISTRADOR (auxiliar)
ADMINISTRADOR (auxiliar)

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1293
Idade : 49
Cidade/Estado : Recife/PE
Religião : Protestante
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 228
Pontos de participação : 3112
Data de inscrição : 25/11/2008

Re: Porque Deus é chamado de "Elohim" (que é plural) ?

Mensagem por Valdomiro em Qua 16 Abr 2014, 22:07

Samuel, Paz!

Você perguntou:
Como vocês Unitaristas interpretam estes versículos?

“Eu e o Pai somos um” (Jo 10.30) – Este verso precisa ser lido ao lado de Jo. 17.21 “para que todos sejam um; assim como tu, ó Pai, és em mim, e eu em ti, que também eles sejam um em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste.  22 E eu lhes dei a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um.” Fica fácil perceber que a afirmação de Jesus em João 10.30 não visa uma identificação da deidade, pois doutra sorte os discípulos também seriam Deus já que eles seriam um no Pai e no Filho como eles são um.

“Ninguém jamais viu a Deus; o Deus unigênito, que está no seio do Pai, é quem o revelou” (Jo 1.18) – Esse texto, com essa redação não consta em todos os manuscritos gregos (consta em apenas dois). Na verdade, faz parte do TC (Texto Crítico Grego) não porque seja o texto mais provável, mas porque é o texto mais difícil. Por causa das regras de elaboração do TC ele aparece em algumas bíblias. Outros manuscritos trazem “O Filho Unigênito que está no seio do Pai.” Há trinitários que consideram esse texto (Deus Unigênito) meio gnóstico pois fala de Deus como sendo "Deus Unigênito", mas Deus deve ser ingênito, não unigênito. O Filho sim, pode ser unigênito.

“Respondeu-lhe Tomé: Senhor meu e Deus meu!” (Jo 20.28) – No evangelho de João, sempre que alguém se refere a Jesus como Senhor, falando com ele e para ele, usa o vocativo grego. Ali está o nominativo, que é caso do declarativo. (Obs. às vezes se usa o nominativo com valor de vocativo, mas isso não ocorre quando alguém se refere a Jesus no evangelho de João). Tomé pode, simplesmente, ter recitado um treco do Sl 35:23 “Acorda e desperta para o meu julgamento, para a minha causa, Deus meu, e Senhor meu.” (um cântico diante da maravilha ocorrida). Além do mais, poucos versos antes Jesus havia mandado dar um recado aos discípulos afirmando que ele mesmo tinha um Deus, de sorte que Tomé não poderia estar contrariando o próprio Jesus.

“... e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as cousas, e nós também, por ele” 1Co 8.6) – Aqui faltou a primeira parte do verso que diz: “Para nós há UM só Deus, O PAI”. Na “escala” de poderes, O Pai vai até a Deidade, o Filho até o Senhorio, e mesmo assim esse senhorio é constituído pelo Pai: At 2:36 “Saiba pois com certeza toda a casa de Israel que a esse mesmo Jesus, a quem vós crucificastes, Deus o fez Senhor e Cristo.”

“Mas acerca do Filho: O teu trono, ó Deus, é para todo o sempre...” Hb 1.8 – Esse texto de Hebreus é citação do Sl. 45. Ali, no Salmo, se fala de um rei (leia o verso 1), de quem se diz ter uma rainha e donzelas à disposição. O verso 7 do Salmo que é logo posterior a essa referência de Hebreus, diz que Deus, o Deus dele o ungiu; logo, o verso 6 citado em Hb. 1.8 não é uma referência a Deus (o Altíssimo), mas a palavra ali é usada como um título protocolar para o rei, pois se esse Deus fosse o Altíssimo, não poderia ter um Deus acima dele com é afirmado no verso 7 do Sl. 45, até porque Deus não precisa ser ungido, mas um rei é ungido.

“... estamos no verdadeiro, em seu Filho, Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna” (1Jo 5.20) – O verso diz que Jesus veio dar a conhecer o Verdadeiro. Ora, o que diz Jo. 1.18 citado por você mesmo, mas com a redação “Filho unigênito”, não é que este veio dar a conhecer o Pai?  Se você estiver pensando no pronome “ESTE” você precisa saber que HOUTOS que é o pronome grego ali empregado, traduz-se por “este” ou “ESSE”. E o pronome “ESSE” é muito mais contextual ali. Se nos lembrarmos que o verso diz que “estamos em SEU Filho”, poderemos nos perguntar a quem esse possessivo (SEU) se refere no verso, se não ao Verdadeiro a quem o Filho veio dar a conhecer?!!! Considere que foi João mesmo que escreveu as palavras de Jesus ao afirmar, em Jo. 17.3, que só o Pai é o Único Deus Verdadeiro. Ele, não pode dizer que é SÓ O PAI e depois dizer que é TAMBEM o Filho, sem se contradizer. Se você não estivesse motivado em defender o dogma trinitário, quem você diria ser o Deus Verdadeiro tanto em Jo. 17.3 quanto em I Jo. 5.20, depois dessas informações?

“Aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus” (Tt 2.13) – Aqui é uma opção do tradutor. A tradução pode ser “grande Deus e DO Salvador Cristo Jesus” como ocorre em 2Ts 1:12 “para que o nome de nosso Senhor Jesus seja glorificado em vós, e vós nele, segundo a graça de nosso Deus e do Senhor Jesus Cristo.” Se nos lembrarmos que Paulo escreve quase 150 (Cento e cinquenta) versículos fazendo distinção sistemática entre Deus e Jesus, não há razão para não entendermos Tt. 2.13, nesse mesmo espírito, como “grande Deus e DO Salvador Jesus Cristo”.

“Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, porque todas as cousas tu criaste, sim, por causa da tua vontade vieram a existir e foram criadas” (Ap 4.11) – O texto não se refere a Jesus. Se você estiver fazendo referência por causa da criação, lembre-se que está escrito: Ef 3:9 “E demonstrar a todos qual seja a comunhão do mistério, que desde os séculos esteve oculto em Deus, que tudo criou por meio de Jesus Cristo;” ou  Hb.1 “Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho, 2 A quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo”.  Jesus não é o autor, mas o meio pelo qual as coisas foram criadas.

Caro irmão, trouxe essas respostas em consideração, mas não prossigamos nessa questão aqui, pois estaríamos fugindo do tema.


Paz seja contigo!
Valdomiro.
avatar
Valdomiro
ADMINISTRADOR (auxiliar)
ADMINISTRADOR (auxiliar)

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1293
Idade : 49
Cidade/Estado : Recife/PE
Religião : Protestante
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 228
Pontos de participação : 3112
Data de inscrição : 25/11/2008

Re: Porque Deus é chamado de "Elohim" (que é plural) ?

Mensagem por Valdomiro em Qua 16 Abr 2014, 22:23

Paz a todos!

Quando as pessoas buscam ver na palavra Elohim um indicativo de composição plural para poder abarcar a trindade, parecem esquecer ou desconhecer que o plural hebraico é diferente da nossa e de muitas outras línguas. Percebamos, por exemplo, Gn.  2.7 “E formou Yahweh Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.”, onde “fôlego de vida” é um plural “נִשְׁמַת חַיִּים” (nishmat haiim).  “Haiim” ou “Chaiim” significa VIDAS. Também quando lemos a palavra de Deus a Caim em Gn. 4.10: “A voz do sangue do teu irmão clama” é, também, plural hebraico “דְּמֵי אָחִיךָ צֹעֲקִים ” (demei achicha tzo'akim) literalmente “dos SANGUES de teu irmão CLAMAM”. José do Egito, por exemplo, é chamado de אֲדֹנֵי (uma forma do plural Adonim) em Gn. 42.30. Ou seja, não é incomum ao hebraico enfatizar algo usando o plural, sem tornar algo, de fato, plural ou composto. Isso é uma característica dessa e de outras línguas semíticas. No Alcorão, por exemplo, encontramos inúmeras referências de palavras plurais aplicadas a Deus e todos sabemos que nenhum muçulmano entende que ali esteja se referindo a um Deus composto.  Apenas uma cultura ocidental não percebe isso.

Os dicionários trazem a tradução de Elohim como significando Deus ou deuses, e, em uma tradução etimológica significa “poderes”, “governantes” ou “forças”. O contexto e os sinais linguísticos determinam o entendimento correto, já que “elohim” é uma palavra polissêmica (1). Na questão contextual histórico-teológico tem-se bastante elementos para entendermos a palavra quando aplicada ao Deus de Israel como sendo um único ser e não uma pluralidade de seres.

A primeira implicação de se entender Elohim como uma pluralidade de seres ao aplicarmos essa palavra ao Eterno Deus seria admitir sua tradução como “deuses”, já que Elohim não significa pessoas. Assim, essa tradução não revelaria um deus único, mas vários deuses. Admitir isso dentro de uma fé monoteísta seria cair em politeísmo.

A ideia de “deuses” para Elohim é negada pelo critério linguístico quando essa palavra se refere ao Deus de Israel, pois aparece mais de 2.000 vezes e somente em quatro delas o termo que a acompanha está também no plural. Todas as outras milhares de vezes os verbos, os pronomes e os adjetivos estão no singular. Inclusive em Gn. 1.1 בְּרֵאשִׁית בָּרָא אֱלֹהִים (B'reshit bará Elohim). “Bará” (בָּרָא) é o verbo CRIAR e está na 3ª pessoa do singular, CRIOU.

No que tange à questão teológica vemos a afirmação que o Elohim que fez o céu e a terra é Yahweh, isto pode ser visto em Gn. 2.4 בְּיֹום עֲשֹׂות יְהוָה אֱלֹהִים אֶרֶץ וְשָׁמָיִם “no dia em que Yahweh Elohim fez a terra e os céus”, ai mais uma vez é aplicado o verbo no singular, “FEZ”, confirmando o entendimento que Yahweh é um e não mais que isto. O Universo criado pelo poder de um único ente é atestado também no Novo Testamento e isso pode ser lido em Ef. 3.9 “... Deus, que tudo criou por meio de Jesus Cristo”. Tal constatação é sustentada também pelo texto áureo do monoteísmo bíblico. Dt. 6.4 “Ouve, Israel, Yahweh nosso Elohim, Yahweh é UM”. Aqui não lemos que Yahweh é “um dos nossos Elohim”, mas o “nosso Elohim”. Algumas Bíblias traduzem por “único Senhor”, mas no original está simplesmente “יְהוָה אֶחָד” (Yahweh echad).  אֶחָד (echad) é a palavra hebraica para o cardinal UM. Que a palavra Elohim aplicada ao Deus Eterno tem sentido singular é também confirmada em Gn. 35.11 וַיֹּאמֶר לֹו אֱלֹהִים אֲנִי אֵל שַׁדַּי (vayyo'mer lo 'elohiym 'aniy 'êl shadday) “E disse Elohim: Eu sou El Todo-Poderoso”. Este verso mostra que Elohim (um plural) tem significado de EL (um singular) quando se refere ao Altíssimo.

O termo no plural é usado tanto para referir-se a vários deuses de uma só vez: Gn. 31.30; como a um deus pagão de forma individual: Em I Sm. 5.7b, Dagom é chamado de elohim, já  em Jz. 11.24 o elohim é Quemós; Em I Rs. 18.24 Baal é um Elohim individual concorrente de Yahweh. A palavra elohim também foi usada para referir-se aos anjos Sl. 8.5 ARA  (cf Hb.2.7), e para referir-se a homens, Sl. 82.1,6. O próprio Moisés recebeu de Deus a identidade de Elohim para atuar no Egito. Ex. 4.16; 7.1. Tudo isso nega que Elohim deva ser entendio como algo composto.

A ideia de que haja alguma pluralidade de pessoas em Elohim só nasceu depois da tentativa de deificação do Filho de Deus, nos primeiros séculos da era cristã. Tal conceito na palavra Elohim não é expressa dentro da Bíblia. Se houvesse algum caráter plural nela, quando aplicada ao único e supremo ser, então, os escritores sagrados não a aplicaria, também, a outros deuses (I Sm. 5.7b) ou a anjos (Sl. 8.4,5 com Hb. 2.6,7), demônios ( Dt. 32.17) e até mesmo homens (Ex. 4.16; I Sm. 2.25), que sabemos não serem pluralidades de entes iguais ou coletivos dentro de si mesmos.

Paz!
Valdomiro.

________________
(1) Polissemia é o nome dado a propriedade que uma palavra possui de apresentar mais de um significado ou sentido sem que, necessariamente, os mesmos sejam opostos ou excludentes.
avatar
Valdomiro
ADMINISTRADOR (auxiliar)
ADMINISTRADOR (auxiliar)

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1293
Idade : 49
Cidade/Estado : Recife/PE
Religião : Protestante
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 228
Pontos de participação : 3112
Data de inscrição : 25/11/2008

Re: Porque Deus é chamado de "Elohim" (que é plural) ?

Mensagem por Valdomiro em Seg 12 Maio 2014, 10:50

Paz a todos!

Na pergunta do Samuel, postagem 4 deste tópico, há uma referência a Zc. 3.2 que esqueci de comentar.

Certamente o uso que se fez desse verso foi para tentar mostrar que o SENHOR fala com o SENHOR, portanto deve ser, pelo menos, dois.

Onde reside o erro dessa ideia? Reside no fato de ignorar uma forma literária característica do idioma bíblico. Um verso semelhante a este pode ser encontrado em Gn. 19.24 “Então  Yahweh fez chover enxofre e fogo, de Yahweh desde os céus, sobre Sodoma e Gomorra”.

Se o entendimento é de que Yahweh é, pelo memos, dois, teríamos uma contradição bíblica, já que está escrito que ”Yahweh ECHAD” = “Yahweh é UM”.

Bem se investigarmos detidamente as Escrituras poderemos perceber que achar que Yahweh seja, pelo menos, dois é um erro.

Gn. 4.23 “E disse Lameque a suas mulheres Ada e Zilá: Ouvi a minha voz; vós, mulheres de Lameque, escutai as minhas palavras”. Embora o relato registre que Lameque tenha dito para suas mulheres ouvirem a voz de Lameque, ao invés de, apenas, “minha voz” referindo-se a ele, ninguém é movido a entender que haja dois Lameques. Uma leitura de Yahweh como sendo dois ou de dois Yahweh em Zc. 3.2 tem motivação externa, não a partir do texto em si.

Observe também 1Rs 12:21 “Vindo, pois, Roboão a Jerusalém, reuniu toda a casa de Judá e a tribo de Benjamim, cento e oitenta mil escolhidos, destros para a guerra, para pelejar contra a casa de Israel, para restituir o reino a Roboão, filho de Salomão.” Aqui, mais uma vez, embora se fale de Roboão como aquele que reuniu tropas para restituir o reino a Roboão, ninguém reivindica que haja dois Roboão(s) ou que um mesmo Roboão seja dois. Vide também Gn. 17.23.

Outro exemplo pode ser encontrado em I Rs. 8.1 “Então congregou Salomão os anciãos de Israel, e todos os cabeças das tribos, os chefes dos pais dos filhos de Israel, ao rei Salomão em Jerusalém; para fazerem subir a arca da aliança do Yahweh desde a cidade de Davi, que é Sião.” (LTT 2009). Na ACF consta “diante de si” mas deveria constar “ao rei Salomão”, pois originalmente aparece duas vezes o nome do rei como está no hebraico: 1Rs 8:1 “אָז יַקְהֵל שְׁלֹמֹה אֶת־זִקְנֵי יִשְׂרָאֵל אֶת־כָּל־רָאשֵׁי הַמַּטֹּות נְשִׂיאֵי הָאָבֹות לִבְנֵי יִשְׂרָאֵל אֶל־הַמֶּלֶךְ שְׁלֹמֹה יְרוּשָׁלִָם לְֽהַעֲלֹות אֶת־אֲרֹון בְּרִית־יְהוָה מֵעִיר דָּוִד הִיא צִיֹּֽון׃”

Assim, dentro das Escrituras não há qualquer razão para acharmos que Yahweh seja mais de um, assim como Lameque, Roboão e Salomão não eram dois em nenhum sentido.

Paz!
Valdomiro.
avatar
Norberto
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Status : "Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )" (Oséias 6.3)
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 4296
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : .
País : .
Mensagens Curtidas : 154
Pontos de participação : 17341
Data de inscrição : 17/11/2008

Re: Porque Deus é chamado de "Elohim" (que é plural) ?

Mensagem por Norberto em Qui 07 Maio 2015, 15:22

.
Não lembrava deste tópico. Esclarece alguns pontos interessantes.
.
avatar
Gilcimar
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2209
Idade : 36
Cidade/Estado : Cariacica , ES
Religião : Cristianismo
Igreja : Adventista do Sétimo Dia?
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 148
Pontos de participação : 5832
Data de inscrição : 10/03/2014

Re: Porque Deus é chamado de "Elohim" (que é plural) ?

Mensagem por Gilcimar em Qui 07 Maio 2015, 20:26

O plural do termo não é prova decisiva da pluralidade de pessoas supostamente referida pelo termo...

Apesar que os termos por si só  não decide nada em relação as pessoas envolvidas  com o termo mas as coisas próprias das pessoas e a relação da condição de uma pela condição da outra. Isso sim define o assunto ou sugere a definição mas esse caminho não é muito seguro para uma escola de pensamento...

Abraços..!

Conteúdo patrocinado

Re: Porque Deus é chamado de "Elohim" (que é plural) ?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Ter 12 Dez 2017, 00:35