F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Ressurreição da carne?

Compartilhe

Prof. Azenilto G. Brito
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Número de Mensagens : 652
Data de inscrição : 20/01/2014

Re: Ressurreição da carne?

Mensagem por Prof. Azenilto G. Brito em Sab 29 Mar 2014, 15:21


Olá, Edson

Paulo se demora em 1 Cor. 15:35-55 detalhando sobre o “corpo celestial”. Para que tanto espaço para destacar isso, se a crença correta fosse do “morrer e ir pro céu”? Justamente ele acentua isso para explicar o que se dá após a morte--um novo corpo, incorruptível, será concedido aos remidos na ressurreição, em substituição ao corpo corruptível que agora temos.

Sendo que as almas ou espíritos dos remidos já entram na glória logo após a morte (no que contradiz o que Paulo diz em 1 Cor. 15:54, de que a vitória sobre a morte se dá com a ressurreição, pois se na morte uma alma prossegue viva, então venceu a morte por sua própria manutenção da vida nesse novo estágio) esse detalhe de tipo de corpo posterior à ressurreição seria totalmente irrelevante.

Essa é a ênfase, então ele acentua não querer estar “despido”, no sentido óbvio de que corresponderia a não ter nem o corpo incorruptível, nem o corruptível sobre o seu ser.

Portanto, os crentes na imortalidade da alma não sabem mesmo explicar por que Paulo diz que não queria achar-se “despido”--o que não significa ficar numa condição “espiritual”, apto a estar com Cristo. O estar “despido” significa não ter NADA, morrer como um animal.

Aliás, acentuamos algo sobre isso em nosso questionário com 30 perguntas aos que creem na imortalidade da alma. Veja estas perguntas (do questionário bem abrangente) e que tratam diretamente disso:

22a. - Paulo diz claramente que sem a ressurreição dos mortos—confirmada e garantida pela do próprio Cristo--“os que dormiram em Cristo pereceram” (1 Cor. 15:16 a 18). Por que pereceram, já que deviam estar garantidos no céu?

Obs.: O tema dominante do capítulo é a ressurreição dos mortos, assim a lógica da pergunta é inescapável. 1 Tes. 4:14 diz que Cristo “trará juntamente em Sua companhia os que dormem”, mas todo o teor da passagem e do ensino bíblico é de que Ele os trará, não do céu, mas das sepulturas (ver João 5:28, 29; Dan. 12:2).

23a. - Mais adiante no mesmo capítulo Paulo confirma o dito nos vs. 16 a 18, acentuando que arriscou morrer lutando com feras, dando a entender que se morresse estaria também perdido (vs. 32). Ao comentar, “comamos, bebamos que amanhã morreremos”, não indica claramente que sem a realidade da ressurreição, não há esperança alguma de vida eterna?

Obs.: À luz da pergunta anterior, esta revela-se prova irrefutável de que Paulo não pensava em termos de uma “alma imortal” indo para o céu quando da morte, pois não tinha ele próprio tal esperança. Sua expectativa é expressa em 2 Tim. 4:6-8 onde fala que “naquele dia” esperava receber o seu galardão eterno. Para ele, não fosse pela ressurreição, nem valia a pena viver pois a morte seria o fim de tudo.  

24a. – Quando realmente, segundo Paulo em 1 Cor. 15:53, 54, ocorre a vitória sobre a morte—quando da ressurreição dos mortos ou quando a “alma” é liberada da “prisão corporal”?

Obs.:  Pela interpretação popular do “morrer e ir pro céu”, a morte é contraditoriamente derrotada PELA PRÓPRIA MORTE, pois com a liberação da “alma imortal” quando da morte do corpo, não ocorre realmente morte, mas preservação da vida e consciência de quem dá o último suspiro, noutra dimensão.

25a. – À luz de 2a. Cor. 5:8 e contexto imediato, se o termo “despido” se refere a uma condição incorpórea onde Paulo JÁ ESTARIA com Cristo, por que razão ele diz tão claramente que NÃO QUERIA ESTAR DESPIDO?

Obs.: Se Paulo queria estar com Cristo, mas não despido, é porque não estaria com Cristo sem um corpo, mas REVESTIDO com o corpo glorioso da ressurreição. Por isso fica ÓBVIO que ele cria que só estaremos com Cristo com corpos ressurretos, não em forma de espírito incorpóreo (despido) num estado intermediário.
 


Clébio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 1003
Data de inscrição : 11/02/2014

Re: Ressurreição da carne?

Mensagem por Clébio em Qua 11 Out 2017, 19:24

Tópico parado há muito tempo....
avatar
Maicon
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : Online quando eu tiver tempo :)
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 236
Idade : 29
Cidade/Estado : Rio de Janeiro
Religião : O Panenteísmo não é Religião.
Igreja : Não sou cristão.
País : Brasil.
Mensagens Curtidas : 10
Pontos de participação : 561
Data de inscrição : 28/01/2015

Re: Ressurreição da carne?

Mensagem por Maicon em Qui 12 Out 2017, 03:04

Edison escreveu:É verdade. Não somos apenas um saco de carne e ossos com creem os adventistas, por exemplo.

Alma é só uma expressão para denotar o ser vivente, quando o fôlego de vida é retirado, a alma - o corpo e suas estruturas vitais, perecem.

Edison escreveu:Enquanto "mortos" (?), estamos em nosso corpo teofânico (II Cor. 5:1-Cool, que vem a ser a nossa alma (a nossa alma é uma teofania) e estaremos, se salvos, no Paraíso, ou em tormento numa outra dimensão (sepultura/sheol/inferno), se perdido.

Corpo teofânico ? Tirou essa de onde ? Crentes ou não, depois da morte, vão para a sepultura. Essa de vida após a morte não passa de uma invenção mal feita.

Edison escreveu:O Moisés e o Elias que vieram ali no monte, eram as almas, ou seja, as teofanias dos dois profetas.

Quem disse que foram Moisés e Elias que apareceram ? O texto diz claramente que "eles não sabiam o que diziam"... e como eles iriam saber que eram Moisés e Elias se caso fossem ? Isso carece de uma boa argumentação lógica.

Edison escreveu:O que a pitonisa de Endor viu, a pedido de Saul, era a teofania de Samuel (possibilidade encerrada pelo Calvário).

O que a pitonisa viu foram entidades se manifestado, a mesma disse: "Vejo deuses que sobem da terra..." uma das entidades se transfigurou de modo a lembrar a aparência de Samuel. Saul mesmo não viu nada, ele se apegou no relato da pitonisa, tanto que o texto irá dizer: "Entendendo Saul que era Samuel..." foi uma dedução de Saul, não a realidade.

Edison escreveu:Aqueles judeus clamando por vingança em Apoc. 6:10, são teofanias (almas).

Isso é uma representação simbólica, assim como o "sangue de Abel que clama". Não é literal, é simbólico. O contexto quer dizer que no momento certo Deus vingará os seus em momento oportuno.

Edison escreveu:o homem completo é composto de corpo, espírito e alma. A ressurreição e o resgate do corpo físico/carnal se faz necessário, porque o homem é três.

"Paulo" não quis ensinar nesse texto de 1 Ts 5:23 sobre di ou Tricotomia. Ele ensinou aí que o ser humano é um ser integral, não dividido. Por isso o argumento conjunto da irrepreensibilidade.
Isso fica ainda mais explícito na NVI: 23 "Que o próprio Deus da paz os santifique inteiramente. Que todo o espírito, alma e corpo de vocês seja conservado irrepreensível na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo." Inteiramente, ou seja integralmente. Repare que depois de espírito, alma e corpo, a palavra aplicada é SEJA e não SEJAM ( denotando divisão), demonstrando assim que foi um ensino didático de integralidade. Nesse contexto espírito - é a disposição interna para adorar; alma - é a faculdade mental, o intelecto; e corpo o receptáculo das estruturas vitais do organismo.


Sobre a ressurreição, não vejo que haja diferença no corpo dos incrédulos que ressuscitarão, mas parece haver certas diferenças no corpo dos crentes. O corpo é imortal, incorruptível e imperecível. A fisionomia não parece ser exatamente idêntica ao que era antes, esse corpo parece ter a capacidade de atravessar paredes até, como aconteceu com Jesus. A voz não parece modificar, e os textos não dizem exatamente o que muda na fisionomia.
avatar
Ernesto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1185
Idade : 88
Cidade/Estado : Limeira. SP
Religião : crista
Igreja : evangelica
País : brasil
Mensagens Curtidas : 167
Pontos de participação : 3259
Data de inscrição : 26/11/2014

Re: Ressurreição da carne?

Mensagem por Ernesto em Dom 29 Out 2017, 08:35



Edison escreveu:


o homem completo é composto de corpo, espírito e alma. A ressurreição e o resgate do corpo físico/carnal se faz necessário, porque o homem é três.

Ernesto responde:

A composição básica do homem é o corpo, com os seus membros, mas, é vivificado pelo folego, que então forma uma alma, mas, esta alma não é completa se não possuir as faculdades mentais, e estas são formada por Deus, que vem a ser o Espirito do homem Zac 12:2,
se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada. Tiago 1:5

Abraços Ernesto
avatar
Ernesto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1185
Idade : 88
Cidade/Estado : Limeira. SP
Religião : crista
Igreja : evangelica
País : brasil
Mensagens Curtidas : 167
Pontos de participação : 3259
Data de inscrição : 26/11/2014

Re: Ressurreição da carne?

Mensagem por Ernesto em Sab 04 Nov 2017, 18:00

Edison diz na mensagem 33

Enquanto "mortos" (?), estamos em nosso corpo teofânico (II Cor. 5:1-Cool, que vem a ser a nossa alma (a nossa alma é uma teofania) e estaremos, se salvos, no Paraíso, ou em tormento numa outra dimensão (sepultura/sheol/inferno), se perdido

Ernesto pergunta;

O que Paulo quis dizer em I Cor,15:18, E, também os que dormiram em Cristo estão perdidos. Paulo aborda a ressurreição de Cristo,sobre a qual alguns podiam ter alguma duvida.
Mas, o ponto chave é: ¨Os que dormiram em Cristo¨.
Se os mortos em Cristo vivem em um corpo teofánico então não estão dormindo, e como fica a palavra de Paulo, será que ele não conhecia o mistério da vida pós morte? Responda.

Abraços Ernesto

Conteúdo patrocinado

Re: Ressurreição da carne?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Sab 18 Nov 2017, 23:22