F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Mateus 28.19 Fórmula Batismal é contestável ! - Batizando em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo

Compartilhe

Célio Saldanha
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 781
Data de inscrição : 02/07/2014

Re: Mateus 28.19 Fórmula Batismal é contestável ! - Batizando em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo

Mensagem por Célio Saldanha em Qua 06 Ago 2014, 13:53

Não tem por que ser em NOME do pai, do filho e do Espírito Santo E no nome de Jesus. Sendo assim, tanto o que batiza como o batizado é incrédulo. Tem que crer, somente isso. A obediência implica em conhecimento. Se batiza nos títulos em apologia a trindade, é incrédulo, independente de quantas vezes seja molhado.
Se a Bíblia mandasse batizar em nome de Buda, de Paulo ou Apolo ou em nome de placas de igrejas então teria que ser obedecido, pois a BÍBLIA É O ABSOLUTO. As interpretações equivocadas devem ser deixadas de lado assim que o conhecimento chega. Se permanecer nas fábulas, ainda que se intitule cristãos, será sempre um incrédulo. Se está escrito para batizar EM NOME, isso é tudo. Tem que saber o NOME.

Norberto
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Número de Mensagens : 4296
Data de inscrição : 17/11/2008

Re: Mateus 28.19 Fórmula Batismal é contestável ! - Batizando em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo

Mensagem por Norberto em Seg 13 Out 2014, 17:37

.
BATISMO EM NOME DO ESPÍRITO SANTO? – MATEUS 28:19

“Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.” - Mateus 28:19.

Com a generalizada aceitação entre os estudiosos de que a fórmula trinitariana presente em I João 5:7 tem origem espúria, o peso da defesa da Trindade caiu fortemente sobre Mateus 28:19 que passou a ser o verso preferido dos defensores desta teoria. A razão é simples: nenhum outro verso bíblico coloca no mesmo patamar o Pai, o Filho e o Espírito Santo. A famosa e consagrada expressão “em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo” não aparece em nenhum outro lugar na Bíblia; é uma exclusividade de Mateus 28:19.

No entanto, esta fórmula batismal tem trazido controvérsia entre os estudiosos por diversas razões:

• A sugestão de existência de uma trindade não se coaduna com a crença monoteísta do público alvo do evangelho de Mateus, os judeus.

• O contexto (verso 18) diz que toda a autoridade foi dada a Cristo. Isto sugere, naturalmente, uma ação posterior em nome de quem tem e delega a autoridade, no caso, em nome de Jesus apenas.

• Os batismos realizados posteriormente pelos discípulos e relatados no livro dos Atos foram em nome de Jesus apenas.

• Todas as orientações de Cristo e as ações dos discípulos (orações, milagres, expulsão de demônios, advertências, reuniões e pregações) foram em nome de Jesus e não em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

• Há evidências de que a fórmula batismal citando “em nome do Pai, Filho e Espírito Santo” não conste no original, mas tenha sido adicionada posteriormente.

Passaremos a analisar cada uma destas causas de controvérsias, antes porém, algumas palavras importantes sobre a confiabilidade e integridade bíblica.

Para ler mais, eis o link:
> Batismo em nome do Espírito Santo?

http://www.forumevangelho.com.br/t4772-

.
avatar
Valdomiro
ADMINISTRADOR (auxiliar)
ADMINISTRADOR (auxiliar)

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1293
Idade : 49
Cidade/Estado : Recife/PE
Religião : Protestante
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 228
Pontos de participação : 3112
Data de inscrição : 25/11/2008

Re: Mateus 28.19 Fórmula Batismal é contestável ! - Batizando em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo

Mensagem por Valdomiro em Qua 15 Out 2014, 08:20

Paz a todos!

De fato, como diz Nicotra, o peso caiu sobre esse verso. Mas o detalhe é que esse versículo, em si, não tem peso algum para defender o dogma trinitário, desde que se pare um minuto para refletir o que ali está dito.

A razão é simples: Uma autoridade (e é isso que "em nome" significa nesse verso) comum a mais de uma pessoa, não iguala as pessoas em tudo, mas naquele ponto falado.

Uma vez que Jesus mesmo diz que recebeu toda autoridade da parte de Deus, o bastimo é feito no nome dele (de Jesus), porque é sob a autoridade de Jesus que se batiza. Isso nem de longe aponta para uma co-deidade, mas apenas para um co-autoridade, apenas isso.

Paz
Valdomiro.

Arcolino
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 252
Idade : 57
Cidade/Estado : Salvador
Religião : Cristão
Igreja : desigrejado
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 12
Pontos de participação : 512
Data de inscrição : 21/01/2015

Re: Mateus 28.19 Fórmula Batismal é contestável ! - Batizando em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo

Mensagem por Arcolino em Sex 17 Abr 2015, 14:36

Vejo as pessoas dizendo que a bíblia é errante em muitos de seus escritos,quando sempre aprendi sobre sua inerrância, principalmente com essa história de que este versículo tal ou aquele outro e tal não se encontram no original, digo não concordo em nenhum ponto deses nominalistas que estão surgindo num intelectualismo exacerbado em que é radicalmente privado do Espírito segundo as escrituras, uns diz que o nome Jesus não é o do enviado não é o do salvador mais sim yeshua, sou totalmente contra esses "crentes"ou melhor crenças: nominalistas , revisionistas e historicistas trazendo problemas com doutrinas milenar do Evangelho de Cristo e trazendo para suas contestações o descrédito das escrituras divinamente inspiradas, tanto se fundando em histórias, muito mal contadas ou pelo menos contadas de acordo com as próprias conveniência, para desmerecer, não vejo edificação espiritual nenhuma com toda essas novas querelas insurreta nesses últimos dias

Creio no Evangelho como recebi , e é nesse que vou permanecer e pelo qual recebi o Santo Espírito, essas crenças não me abala, principalmente quando vejo essas correntes só sabem falar e no entanto não vejo e não sinto nenhum cheiro de Cristo nessa corrente que navegaram pelas correntezas das histórias em seus vários aspectos da cultura humana, quer sejam: religiosa, jurídica, política, filosófica e por uma razão objetivamente crítica optam por uma imponência dessa cultura erudita e intelectual, sobre as demais consciências, para fazerem crentes nessa correnteza que só vai levar em suas correntezas crentes desavisados ou quem não tiveram um encontro de verdade com o Senhor Jesus, intelectualistas navegantes das águas da história em seus vários aspectos só sabem tagarelarem e ninguém recebe Vida do Espírito, mais somente que nem papagaio em repetição, achando que desvelou todo segredo da história e da Verdade, da qual os mesmos são detentores;

Fico com o Senhor Jesus que diz e cumpre as suas promessas, e não com historinhas, aliás das histórias devemos levarmos a sério os Juízos de DEUS, tanto o diluviano onde as criaturas se assumiram concretamente como pertencente aos demônios em sua próprias naturezas, as criaturas humanas não somente pecavam através de seu corpo mais se assumiam como a sua própria natureza de ser, e também Sodoma e Gomorra você vê que tudo ali já era natural o pecado não se verificava pelas ações mais pelas intenções subjetivas assumidas coletivamente, demonstrada na visita dos anjos em que vários se dirigiram para importuná-los, ou seja não foi apenas um em suas fraquezas e vícios particular e sim coletivo assumidamente;

Só existe um DEUS e um só mediador entre DEUS e os homens JESUS CRISTO, homem
e o seu ponto de encontro marcado a saber: quando levantardes o Filho do homem, a todos atrairei a mim; que é a sua cruz em pleno vigor de eficácia em seus Mistérios da Piedade (Paradoxo)

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2130
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5408
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Mateus 28.19 Fórmula Batismal é contestável ! - Batizando em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo

Mensagem por Edison em Sex 17 Abr 2015, 16:30

Arcolino disse no tópico: Trindade, Unicismo ou Unitarismo - se eu erradamente crer em um, afeta minha salvação?

DEUS É EU SOU QUE SOU ESSE É O MEU NOME

O Eterno é inominável os nomes dados ao longo da história soteriológica são instrumentais, não pode ser apreendido por coisa alguma nem mesmo o céu dos céus pode contê-lo, e não se achou lugar para ELE mostrando seu auto nível da SANTIDADE,

Vemos que JESUS quer dizer JEOVÁ QUE SALVA isso deixa de ser um nome pessoal, para instrumental ;

E todos nós sabemos disso com todos nomes a ELE atribuído, do seu caráter instrumental muito mais que pessoalidade em relação com os homens;

Deus é na medida que sendo auto existente e o em Si Mesmo não deveríamos supor um nome pessoal, o dado e tão polemizado das quatros letras mudas portanto impronunciável que os jeovitas dizerem que Jesus ensinou aos discípulo tem um significado indissociável dEle , que é o ETERNO,

Também sabemos que Jesus terá um nome que está acima de todo nome que se nomeia, ou seja inominável, Deus não está na categoria dum situar-se como as criações e a qual todos são nomeados como as estrelas que sendo talvez trilhões ainda assim chama cada uma pelo nome, aqui na terra ele chamou Adão para dá nome aos animais, em outras palavras nome são propriamente para criaturas, que são contigentes e limitados são situados, Deus apenas, deu nomes instrumentais para relacionamentos e salvação das criaturas humanas, creio que não devamos termos presunção que ELE tenha nome Pessoal até mesmo por questão ontológica ELE É, isso quer dizer que não pode não SER, quer dizer que aquilo que acreditamos ser suas qualidades em nossas subjetividades, na verdade não não dissocia dele mais coincide com o seu SER substantivo, portanto um nome que se refere a DEUS esse nome não se desassocia dele, não se desvincula dele esse nome é literalmente ELE tudo junto, não distingue-se dele algum nome referente a ELE, é impossível nomeá-lo pois nomes fora feito apenas para criaturas, com DEUS não funciona por sê-lo inapreensível e sua condição Ontológica;

Então Jesus disse: sereis batizados em nome do PAI, do FILHO, e do ESPÍRITO SANTO;
Dando esses nomes como uma forma nominal já que o batismo é feito no NOME do relacionado e não se deve supor que haja nomes pessoais para que dependamos desse nome para então sermos batizados mais neste relacionado dado como nome propriamente; eu fui batizado no nome do PAI, do Filho e do Espírito Santo, não faria sentido ser-me perguntado, diga-me como é o nome do Pai?
ou como é o nome do Filho? ou como é o nome do Espírito Santo? e ainda que houvesse empenho numa busca de algum nome que considerássemos pessoais nas escrituras jamais conseguiríamos todos nomes revelados que são aludidos a Deus são instrumentais ao passo que não distingue-se dele, quando parece está falando duma qualidade dele sempre acaba coincidindo literalmente com ELE MESMO, DEUS É e não pode não ser até mesmo no grau máximo da abnegação da encarnação cuminando na crucificação


Arcolino,

Concorda que pai, filho e espírito não são nomes?

Você concorda que são substantivos masculinos?

Se você concorda já é um avanço.

Você concorda que em Mat. 28:19 Jesus mandou-nos batizar em Nome e não em Nomes?

Você concorda que Luc. 24:47 relata o mesmo momento e a mesma fala de Jesus?

A revelação dada Arcolino é exatamente essa; Deus colocou Seu Nome em Seu Filho.

Deus não colocou o Nome do Filho no Filho.

Deus colocou o Seu Nome em Seu Filho (Jesus = Jeová Salvador).

Arcolino disse:

Também sabemos que Jesus terá um nome que está acima de todo nome que se nomeia

Vejamos como está escrito:
"Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome;
Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra" (Fil. 2:9-10).

Note que Ele não TERÁ um nome..... (futuro). A Bíblia diz que esse Nome acima de todo nome já lhe foi dado (passado).

É esse Nome dado é o que está sendo rejeitado e substituído por substantivos, por títulos do Nome, por ocasião do batismo.

Jesus disse: "Manifestei o teu nome aos homens que do mundo me deste; eram teus, e tu mos deste, e guardaram a tua palavra" (Jo 17:6).

Essa revelação é dada a todos os homens?

Não.

Essa revelação, esse Nome, é manifestado somente aos homens que já eram de Deus em algum tempo lá através na eternidade e Ele os tem dado ao Senhor Jesus.

Arcolino, eu penso que você tenha filhos. Se os tem você é pai.

Você tem pai e mãe. Então você é filho.

E você tem um espírito pois é uma alma vivente. Então você é espírito.

Mas teu nome não é pai, nem filho e nem espírito.

Você tem UM nome.

Pai, filho e espírito é aquilo que você é. São atributos seus.

O seu nome é Arcolino.

Você foi criado à imagem e semelhança de Deus.

Por isso Deus é Pai, é Filho e é Espírito Santo. Mas estes não são seus nomes.

Mat. 28:19 está revelado em Luc. 24:47, Atos 2:38, 8:16, 10:48, 15:17, 19:5, 22:16.

"E agora por que te deténs? Levanta-te, e batiza-te, e lava os teus pecados, invocando o nome do Senhor" (At. 22:16).

Todos aqueles que querem ter seus pecados lavados, perdoados, tem de fazer como fez o apóstolo Paulo após se converter ao Evangelho do Senhor Jesus
"levanta-te, batiza-te e LAVA OS TEUS PECADOS INVOCANDO O NOME DO SENHOR".

Por que:

".....porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos" (At. 4:12).

O Nome de Deus revelado é: SENHOR (pai) JESUS (filho) CRISTO (espírito santo).







Arcolino
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 252
Idade : 57
Cidade/Estado : Salvador
Religião : Cristão
Igreja : desigrejado
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 12
Pontos de participação : 512
Data de inscrição : 21/01/2015

Re: Mateus 28.19 Fórmula Batismal é contestável ! - Batizando em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo

Mensagem por Arcolino em Ter 28 Abr 2015, 22:27

Olá Edison!

Ainda bem que depois de sua interpretação sobre nomes, o levou-o, ao Santo nome do Senhor JESUS!

No entanto concordar com você, creio que não devamos levarmos os signos em sua gramaticalidade como o ponto essencial, isso gera nominalismos, e culto de letras em vez da pessoa do Senhor Jesus.

O ponto elementar da chamada de DEUS é a cruz do Senhor Jesus, (quando levantardes, o Filho do homem, a todos atrairei para mim;)

Isso elimina todas as nossas pretensões no plano soteriológico, já que na cruz somente o Senhor JESUS exerceu uma cosmogonia em pleno vigor, naquele lugar, insuspeito, inacreditável, de radical impotência de sua abnegação no grau máximo de cruz fazendo-se a Si Mesmo MALDITO.
o fato de letras garrafais não é exagero, porque ele se fez, o único maldito autêntico, tendo a chave da morte e do inferno via cruz, o faz, catedrático na Ciência do mal em sua natureza causal e em sua natureza efeituais ( No causal, se diz: antes da fundação do mundo, Ele fez um sacrifício, sem que sequer houvesse um agente que cometesse algum pecado; no efeituais, na cruz tomou todos efeitos dos pecados isso é conhecimento completo a despeito do mal)

Creio que o nome do Criador todos eles listados na bíblia, sem nenhuma exceção são instrumentais e não pessoais, o fato de JESUS, mandar batizar no nome do PAI, e do FILHO, e do ESPÍRITO SANTO. De fato não se reduz a nomes pessoais, mais ainda assim reduzi-lo a título não faz justiça ao SER ETERNO, já que inominável, todos os nomes são instrumentais de Salvação a alma humana, esses nomes dados, são irredutíveis para qualquer fixação antropomórfica, por uma razão muito simples DEUS é inapreensível além do que, Ele É ESSEIDADE (PLENITUDE DO SER, EU SOU QUE SOU) não se dissocia dele qualquer que seja o que alude a ELE, inclusive nomes, que revelados para instrumentos de Salvação é invariavelmente o próprio SER, dele.O PAI é Amor Criador ou Caridade Criadora o qual muito longe de ser uma descrição é a própria essência pelo qual todos que receberam do seu Espírito no coração,nada o separará dele por ser ESSÊNCIA. O ESPÍRITO SANTO é um nome instrumental da Natureza do caráter de DEUS e muito longe de ser uma descrição coincide com ELE Mesmo e no crente opera nos frutos característico do Senhor Jesus. JESUS o FILHO é necessário a revelação da filiação Divina de Cristo junto ao Pai e ao Espírito desse modo fica muito claro o Evangelho como incursão de Deus não somente na história do reino dos homens mais em cada indivíduo que para ele se abre.

Anaderson
- Iniciante -
- Iniciante -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 19
Idade : 18
Cidade/Estado : São Vicente SP
Religião : Monoteísmo de Jesus Cristo
Igreja : Família Apostólica Tabernáculo da Fé
País : República Fe
Mensagens Curtidas : 0
Pontos de participação : 29
Data de inscrição : 25/04/2015

Re: Mateus 28.19 Fórmula Batismal é contestável ! - Batizando em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo

Mensagem por Anaderson em Qui 30 Abr 2015, 19:42

Batizar em do Pai e do filho e do Espirito Santo tem um entendimento simples para nós Monoteista O espírito Santo é D'us o Pai então já temos um nome YHVH, e Jesus Cristo é Yeshua Ha'mashiach como a tradução do nome do Pai não poder ser utilizada devemos batizar somente no nome de Jesus como faziam os apóstolos.

Arcolino
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 252
Idade : 57
Cidade/Estado : Salvador
Religião : Cristão
Igreja : desigrejado
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 12
Pontos de participação : 512
Data de inscrição : 21/01/2015

Re: Mateus 28.19 Fórmula Batismal é contestável ! - Batizando em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo

Mensagem por Arcolino em Seg 04 Maio 2015, 02:03

Recuso-me, a qualquer ensinamento, que faz da bíblia, uma fonte republicana, de pesquisas utilizando-se de críticas objetivas para desmerecer, o que ali está escrito, como inspiração, soerguendo-se, com uma impostação de desmerecimento, subtraindo-lhes partes ou acrescentando-lhes alguma coisa, que fora desconsiderada como parte do cânon inspirados. Não reconheço autoridade nenhuma em qualquer que seja, desses que estão chegando, e muitos, que vão chegar, com novas propostas, de acréscimos, com livros apócrifos.

É lamentável que muitos tem feito da bíblia apenas uma fonte de pesquisa se utilizando de métodos críticos: invalidando,desvirtuando, dessacralizando, identificando com suas críticas o Sagrado como mito desqualificado para que se creia como ali está disposto, ou seja esses pesquisadores estão fazendo da bíblia um livro de relíquia histórica mais sem nenhuma consideração com seu valor Sacral.

Reitero a ordenação de Mt.28:19
Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo.

Esse batismo nesse nome justamente por ser nesse nome é indissociável do seu Ser, em outras palavras o batismo não é um ato simbólico mais um ato de fé que alude na realidade concreta na imersão em DEUS nas três pessoas distinta mais de uma só Essência. Certamente que o neófito batizado deverá buscar essa experiência em sua própria vida pessoal, portanto o batismo no nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo é parte integrante do mistério da piedade na nova criação do redimido pelo qual deverá seguir na busca pela própria experiência.

O Espírito Santo testifica em nosso espírito que somos da filiação Divina.
O Filho diz eis que bato na porta se abrir entrarei com o Pai e cearei contigo....

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2130
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5408
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Mateus 28.19 Fórmula Batismal é contestável ! - Batizando em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo

Mensagem por Edison em Seg 04 Maio 2015, 14:23

Arcolino,

Reitero a ordenação de Mt.28:19
Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo.

Esse batismo nesse nome justamente por ser nesse nome é indissociável do seu Ser, em outras palavras o batismo não é um ato simbólico mais um ato de fé que alude na realidade concreta na imersão em DEUS nas três pessoas distinta mais de uma só Essência.  Certamente que o neófito batizado deverá buscar essa experiência em sua própria vida pessoal, portanto o batismo no nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo é parte integrante do mistério da piedade na nova criação do redimido pelo qual deverá seguir na busca pela própria experiência.

O Espírito Santo testifica em nosso espírito que somos da filiação Divina.
O Filho diz eis que bato na porta se abrir entrarei com o Pai e cearei contigo....

Arcolino, o mistério da piedade é exatamente esse que você não quer aceitar. Não há trindade de seres distintos de essência comum.
"E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Deus se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória" (I Tim. 3:16).
Deus se manifestou em carne. Não é o segundo ou o terceiro suposto integrante da Divindade que se manifestou em carne.

Você diz: "Esse batismo nesse nome justamente por ser nesse nome". Note que você diz: "nesse nome", "nesse nome". Porem Jesus não citou nome nenhum em Mat. 28:19.
Conhecer o "mistério da piedade" é saber que há UM Nome.
Jesus falou UM Nome.
Porque Ele falou UM Nome?
É porque Ele falou no singular "ensinando-as e batizando-as EM NOME do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. E se Ele tivesse dito em NOMES (plural) você teria que conhecer esses nomes para invoca-lo no batismo.

Esse batismo nos títulos pai, filho e espírito santo, NUNCA foi praticado por nenhum apóstolo. Não há sequer um registro bíblico de que alguém usou esse batismo.

Eu sei que isso causa um impacto em nós. Em mim foi assim também, lá no início da década de 70, até que Deus me fez entender e crer que realmente o Nome de Deus que funciona hoje quer no céu, quer na terra, quer debaixo da terra, é Senhor Jesus Cristo.

Agora, eu sei querido irmão que a nossa dificuldade em aceitar o batismo Nome do Senhor Jesus Cristo, é porque lá dentro de nós está instalada uma fé trinitariana e o batismo nos títulos, inventado pelo catolicismo, tem por objetivo endossar o dogma católico da "santíssima trindade".

Enquanto Deus não nos revela o "mistério da piedade" não conseguimos ver que o batismo nos títulos não tem poder para perdoar pecados.

Permita-me dizer por amor das almas que se arrependem dos pecados e querem o perdão de Deus; O batismo nos títulos pai, filho e espírito santo é um engodo de satanás. As pessoas que se batizaram e morreram sob esse batismo estão na conta de Deus que por certo considerará o tempo da ignorância. Não tenho dúvida disso. Deus é justo. Contudo, Deus também é justo para com aqueles que ouviram a verdade sobre o batismo no Nome do Senhor Jesus Cristo e o rejeitou.

"E digo-vos que todo aquele que me confessar diante dos homens também o Filho do homem o confessará diante dos anjos de Deus.
Mas quem me negar diante dos homens será negado diante dos anjos de Deus"
(Lucas 12:8-9).

Não há perdão de pecados fora desse Nome.

"E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo" (Atos 2:38).

"E agora por que te deténs? Levanta-te, e batiza-te, e lava os teus pecados, invocando o nome do Senhor" (Atos 22:16).

"Filhinhos, escrevo-vos, porque pelo seu nome vos são perdoados os pecados" (1 João 2:12).

Rejeitar o Nome é rejeitar o perdão. Invocar o Nome por ocasião do batismo é o que autentica e valida o batismo para perdão dos pecados.

"E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos" (Atos 4:12).

Fora do Nome do Senhor Jesus Cristo não há "nome" do Pai, do Filho, do Espírito Santo, do Senhor dos Exércitos, do Príncipe da Paz, do Pai da Eternidade, do Lírio dos Vales, Estrela da Manhã, o Alfa e o Ômega, etc. etc. etc. etc.

O texto diz que "também debaixo do céu". Esse advérbio significa ainda: do mesmo modo; igualmente; conjuntamente.

Significa que, inclusive, lá no céu o Nome que rege o Reino do Céu, o Reino de Deus, o Nome ao qual todo o joelho se dobra (lá no céu também) é Senhor Jesus Cristo.

"Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra" (Fil. 2:10).

A Escritura diz que os joelhos se dobram AO NOME.

Então porque rejeitar esse Nome no nosso batismo?

Nós invocamos esse Nome para tudo o que fazemos. Invocamos para orar, para curar, para determinar bençãos, para expulsar demônios, para jejuar, para viajarmos, para conquistarmos emprego, etc. etc. etc. Então porque não invocar esse Nome para alcançarmos perdão dos nossos pecados???

Fica aí a pergunta.






Arcolino
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 252
Idade : 57
Cidade/Estado : Salvador
Religião : Cristão
Igreja : desigrejado
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 12
Pontos de participação : 512
Data de inscrição : 21/01/2015

Re: Mateus 28.19 Fórmula Batismal é contestável ! - Batizando em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo

Mensagem por Arcolino em Ter 05 Maio 2015, 09:32

OK! Edison, não há perdão de pecados fora do nome do Senhor Jesus, mais ainda assim, condicionado pelo clássico apelo de:arrependei-vos e credes no evangelho.

O arrependimento de se ter cometido pecados contra a vontade, de Deus é fundamental, contra as leis de Deus e os seus mandamentos e não apenas arrepender-se de erros pela consciência moral.

Quanto a Teologia entendida como Conhecimento de Deus, ninguém no universo da fé cristã desconhece que somente existe um só DEUS, mais a fé não se reduz ao consenso precisa ser revelada, e o que fora revelado nas escrituras Divinamente inspiradas é o fato de que DEUS sendo apenas um só, paradoxalmente, revelado nas escrituras Divinamente inspiradas, por três pessoas distintas, numa só e mesma Essência.

Esse é o Mistério da Piedade, o fato que não poderá ser deduzida, raciocinada e nem uma outra operação da razão para compreensão desses mistérios, mais apenas recebida e crida de todo coração.

O Mistério da Piedade fala da fé, e fé é o âmbito chamado "Salto"devido a não poder ser mitigada por uma pretensão de ser apreendida pela razão humana, portanto à exigência da fé que é salto e salto não para uma razão raciocinativa, questionadora, mensuradora etc, mais para o Sagrado.

Voltando para o poder de perdoar os pecados das criaturas humanas, é mister que esse perdão não está reduzido ao nominalismo, mesmo o nome de Jesus, pura simplesmente perdoará pecado algum, a não ser pelo arrependimento dos pecadores e arrependimento que pecaram contra a lei, vontade e mandamentos de DEUS, e não arrependimento fundada numa consciência moral dalgum erro cometido, o que seria diálogo apenas consigo mesmo, já que o Perdão é o próprio Deus numa de sua multiformidade da sua ESSEIDADE (PLENITUDE DE SER, ou o, EU SOU O QUE SOU)e não um tipo de compreensão desculpadora que ficou na própria subjetividade do perdoador, pela pressuposição do pecador, que apenas lhes fizera petições desse suposto perdão supracitado em linhas anteriores.
Sim o Perdão é Deus como resposta ao arrependido, que opera no mesmo, com impulso de:vergonha, nojo e ódio contra o pecado, mais esses impulsos, refere-se apenas ao perdoador e ao perdoado, portanto o Perdão opera o segundo impulso que é o de fé, coragem e amor divino por Cristo e pelos que ainda não se arrependeram levando ao perdoado a testemunhar de Cristo publicamente para alcançar aos não arrependidos.

A cerca do nome dado estamos todos de pleno acordo, não há nenhum outro nome dado pelo qual importa que sejamos salvos, nem nos céus e nem na terra que é o Santo nome do Senhor Jesus, no entanto não podemos imaginar que apenas pronunciando o nome estará resolvido já que o nome do Senhor Jesus não é um mero nome, esse nome é Mistério da Piedade, já que sendo plenamente pronunciável e no entanto é muito mais do que se pronunciam no seu grafema ou fonema, pois nesse nome se encontram todos os tesouros de riqueza de:inteligência, sabedoria, entendimento, conhecimento, ciências infindáveis, nele se encerram todos os tesouros infindáveis de LUZ. Portanto não é apenas no nome de Jesus, mais também segue-se ao seu nome com Ele, e dizer com Ele é conforme a sua palavra, e por fim nele, e dizer nele pelo seu Santo Espírito. Enfim é no nome de Jesus, com Jesus, e em Jesus.

É importante frisar que o batismo não salva ninguém, quer seja pelo nome do Senhor Jesus, quer seja pelo nome do: PAI, FILHO e ESPÍRITO SANTO, e sim a graça e fé que opera nos verdadeiramente arrependidos, no entanto, alegar-se, que se não batisa no nome do Senhor Jesus, não concordo, já que tudo que fazemos, somente fazemos no nome do Senhor Jesus, quer seja pensamento, palavra e atos, portanto no nome de Jesus batizamos no nome do PAI, no nome do Filho, e no nome do Espírito Santo.

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2130
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5408
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Mateus 28.19 Fórmula Batismal é contestável ! - Batizando em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo

Mensagem por Edison em Ter 05 Maio 2015, 11:21

Arcolino,

Não podemos achar que o mistério da piedade é o mistério da trindade. Mistério da trindade é uma questão do catolicismo. Eles que inventaram isso e por falta de inspiração Divina se viram num beco sem saída e taxaram mo dogma de mistério da trindade.

Quanto ao batismo a regra está em At. 2:38.

O batismo deve ser precedido de arrependimento. E só se arrepende quem crê. Então o batismo é realizado invocando sobre o pecador e autenticando o ato EM NOME DO SENHOR JESUS CRISTO.
Qualquer outro nome que substitua o Santo Nome do Senhor Jesus Cristo engana o pecador que creu, que se arrependeu e venho às águas do batismo porque ele tem como meta o dom do Espírito Santo.
Qual é o dom do Espírito Santo? Falar em línguas estranhas? NÃO. Seria profetizar? NÃO. Seria curar enfermos? NÃO. Seria algum dos nove dons carismáticos? NÃO.

O dom do Espírito Santo do qual Pedro falou no dia de Pentecoste é o batismo com o Espírito Santo.

O que é o batismo com o Espírito Santo?

Batismo com o Espírito Santo é o selo, o lacre de Deus, que mantem a Palavra, o Evangelho, o próprio Espírito Santo dentro da alma que lhe dá o "status", a condição, de nascido de novo.

O batismo com o Espírito Santo é quando o Espírito Santo insere aquele pecador no Corpo místico do Senhor Jesus Cristo. Este é o real novo nascimento (I Cor. 12:13).

O crer, o se arrepender e o ser batizado em Nome do Senhor Jesus Cristo é parte preliminar do real batismo que vem a seguir. O batismo no Nome é somente a travessia do Mar Vermelho. Estamos livres de Faraó, mas ainda há um deserto. O deserto é a santificação, é a separação total do Egito. Na santificação é onde receberam a Lei nas tábuas de pedra, é onde a Coluna de Fogo lhes guiava de noite e a Nuvem os cobria de dia. Na santificação do deserto é onde recebiam o manah diariamente. Era ali onde tinha água da Rocha, codornizes, serpente na haste, o monte fumegante, etc. etc. etc. MAS AINDA NÃO ERA CANAÃ.

Agora, quando se nega perdão ao pecador arrependido ao substituir o Nome pelo qual ele deve ser salvo, como é que ele pode alcançar o novo nascimento, o batismo no corpo místico?

Percebe a importância do Nome no batismo?

Quem é o responsável por velar por sua alma? Quem responderá por ela? (Heb. 13:17).

Não é atoa que o apóstolo Paulo recomendou a igreja fazer tudo EM NOME DO SENHOR JESUS CRISTO. Ele sabia o que traz esse Nome. Ele sabia o que está por detrás desse Nome. Melhor ainda, ele sabia o que está dentro desse Nome. Ele sabia os efeitos que traz esse Nome principalmente no que diz respeito a perdão de pecados.

É por isso que satanás substituiu o Nome pelos títulos do Nome.

Ele não se importa que preguemos o Evangelho no Nome. Ele não e importa que curemos os enfermos no Nome. Ele não se importa que expulsemos demônios no Nome. Ele não se importa que façamos maravilhas no Nome.
Tudo isso aqueles crentes de Mat. 7 fizeram e eram desconhecidos do Senhor Jesus. Ele disse: Não vos conheço, apartai-vos de Mim vós que praticais a iniquidade.
O que é iniquidade? Iniquidade e fazermos uma coisa errada sabendo como se faz certo.
Então satanás não se importa que façamos tudo aquilo que os crentes de Mat. 7 fizeram em Nome do Senhor Jesus Cristo.
Por que? Porque nada daquilo perdoa pecado.

Mas, quando se trata de invocar o Nome do Senhor Jesus Cristo sobre o pecador arrependido.....aí não. Aí ele se levanta através dos católicos, dos protestantes, quer tradicionais, pentecostais, neo pentecostais, etc. Todos eles se levanta e dizem: "Em Nome do Senhor Jesus Cristo, não".

Por que? Porque ele sabe que o perdão dos pecados credencia o pecador ao novo nascimento, ao Dom do Espírito Santo, que é o selo, o lacre de Deus para que ele nunca mais se perca até o dia da redenção (Ef. 4:30).

Concluindo. Sei que a CCB é uma denominação que usa no batismo os "quatro nomes".
Eles dizem: "Irmãos em Nome de Jesus Cristo te batizo, em nome do Pai, do Filho e do Espírito santo".

Por que fazem assim?

Porque não lhes veio a revelação de que o Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo é SENHOR JESUS CRISTO.

Eu penso que diante de Mat. 28:19 e Atos 2:38 eles ficaram sem saber o que fazer. Então misturaram as duas Escrituras para que se errar em um acerta no outro.


Arcolino, por curiosidade dê uma olhada na etimologia da palavra pessoa.
Pessoa > Persona (latim) > Prósopon (grego) > máscara/personagem.

Então temos três pessoas distintas na trindade. Três máscara, três personagens, do Único Ator/ Autor e consumador na nossa fé.

Pai é uma máscara (pessoa);
Filho é outra máscara (pessoa);
Espírito Santo é outra máscara (pessoa).

"E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos" (1 Coríntios 12:6).





avatar
Norberto
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Status : "Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )" (Oséias 6.3)
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 4296
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : .
País : .
Mensagens Curtidas : 154
Pontos de participação : 17341
Data de inscrição : 17/11/2008

Re: Mateus 28.19 Fórmula Batismal é contestável ! - Batizando em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo

Mensagem por Norberto em Ter 18 Ago 2015, 12:43

.
Um comentário breve sobre a deturpação de Mateus 28.19. Segundo o comentarista, foi Tertuliano.

Assista. Menos de 5 minutos:

https://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=y-rOd0KdXak#t=789

Um vídeo com mais detalhes:



.

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 474
Idade : 67
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -41
Pontos de participação : 1050
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Mateus 28.19 Fórmula Batismal é contestável ! - Batizando em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo

Mensagem por Washington Ruiz em Qua 19 Ago 2015, 17:43

Olá, Norberto,

Só hoje entrei neste tópico, e obrigado por se lembrar de mim.
=
Concordo com todos os argumentos apresentados no vídeo, pois sei que o ser que temos de ter por Deus tem de ser somente o Pai, afinal, Jesus e o Espírito Santo são criaturas de Deus, filhos de Deus.

Quanto ao batismo, está escrito que são três: o BATISMO DA ÁGUA, o BATISMO DO ESPÍRITO SANTO e o BATISMO DO FOGO, porém, também está escrito que há um só batismo, por isso, qual desses três é o UM SÓ BATISMO, descrito em Ef 4.5, ou melhor, qual desses três batismos é o mais importante?

Me parece óbvio que o UM SÓ BATISMO não está se referindo ao batismo de João, que é um batismo atribuído a homens fazer, mas, necessariamente, a um dos dois batismos atribuídos a Jesus fazer, afinal, o próprio João reconhece, em Mt 3.11, que a dignidade espiritual dele (de um homem) não pode, em hipótese nenhuma, ser comparada a de Jesus (Eu (João Batista) vos batizo com água (o Batismo da Água), para arrependimento; mas aquele que vem depois de mim É MAIS PODEROSO DO QUE EU, CUJAS SANDÁLIAS NÃO SOU DIGNO DE LEVAR. Ele (Jesus Cristo) vos batizará com o Espírito Santo (o batismo do Espírito Santo) e com fogo (o batismo do fogo, que é o batismo de termos de suportar as tribulações que nos sobrevierem)).

Quando Jesus, em Mt 28.19, enviou os seus discípulos mundo a fora a fazerem mais discípulos, batizando-os em seu nome, não estava ele se referindo a nenhum dos dois batismos de Jesus, mas ao batismo atribuído aos homens fazerem, que é o BATISMO DA ÁGUA.

Qual é, porém, o significado do Batismo da Água?

Em interpreto que quem se submete ao Batismo da Água está aceitando que, depois disso, ele terá de passar a crer exclusivamente no ensino daquele que o fez reconhecer que o ensino que ele acreditava antes não poderá ter mais valor nenhum.

Quem fosse judeu, por exemplo, e aceitasse a pregação de João Batista tinha de APOSTATAR os ensinos da Lei de Moisés, que eram os ensinos escritos, e passar a obedecer EXCLUSIVAMENTE aos ensinos da Lei de Cristo, que eram os ensinos falados.

Até mais!
avatar
Norberto
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Status : "Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )" (Oséias 6.3)
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 4296
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : .
País : .
Mensagens Curtidas : 154
Pontos de participação : 17341
Data de inscrição : 17/11/2008

Re: Mateus 28.19 Fórmula Batismal é contestável ! - Batizando em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo

Mensagem por Norberto em Qua 10 Ago 2016, 12:45

.
Reproduzindo a M4 deste tópico com objetivo de despertar novas participações:

Neste fórum, encontramos um estudo, link O Historiador Cristão Eusébius, contesta a Trindade que afirma que na passagem de Mateus 28.19 foi acrescida os termos "em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo".

Algumas partes do estudo:

"Na virada do século 2, início do século 3. Eusébio escreveu vários livros, em que o caso que estamos abordando, " A Trindade nunca esteve na Biblia" Foi citado por ele, no minimo cinco vezes!(Mateus28:19.)

O interessante é que Eusebius fez estes comentários, a partir de manuscritos Gregos muito mais velhos do que os mais antigos em existência hoje. Os mais antigos existentes, são os do século 4; reflectida nas edições da Nestlé e Wescot e Hort.

Eusebius fez seus comentários em cima de manuscritos Gregos, dos séculos dois e três. E em nenhum de seus comentários, o fez, a partir deste texto de fórmula trinitária atual, mas deste que afirma:
"Ide e fazei discípulos de todas as nações em meu nome," (Mateus 28:19)"

Quem quiser conferir mais sobre o estudo, acesse o seguinte link:

> O Historiador Cristão Eusébius, contesta a Trindade
.




.
Outros fatos históricos sobre o tema:

(...)

No Compêndio da História da Igreja de autoria de Frei Dagoberto Romag, I Volume , intitulado a Antigüidade Cristã , Editora Vozes pág. 90-93 e 143-145, diz que a ordem do batismo escrita em Mateus 28: 19 (O Batismo em nome do Pai Filho e Espírito Santo) , saiu da Pena de Tertuliano no ano 197.

Tertuliano era natural de Cartago, filiado a doutrina da trindade de Montano. Escreveu o primeiro catecismo sobre o batismo da trindade, e acompanhado com este batismo ,o sinal da cruz, e chamava-se "A fé de Irineu e Tertuliano".

(...)

Os Donatistas protestaram contra o batismo em nome da trindade, e Constantino tirou as suas Igrejas, e confiscou os seus bens. Ario bispo da Igreja Apostólica ensinou, que Cristo é o filho primogênito e unigênito criado pôr Deus, e que a salvação consiste em crer nas duas pessoas da divindade (João 3:16-18, 14:1, 17:3), negou a trindade ensinando que o batismo para perdão de pecados é somente aquele praticado em nome de Jesus Cristo.

(...)

A ordem de Mateus 29.19 introduzida na Bíblia, que como já foi exposto, é contraditória a tudo o que foi praticado por Jesus e os seus Apóstolos.  (...)

Teófilo no ano 190 d.C. emprega pela primeira vez a palavra Trindade e no ano de 197, Tertuliano emprega ela no batismo com o sinal da cruz.
.
avatar
Tzaruch
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Na Paz.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 5355
Idade : 45
Cidade/Estado : Ilha
Religião : DEUS
Igreja : As 7 Igrejas
País : Na Terra.
Mensagens Curtidas : 123
Pontos de participação : 11418
Data de inscrição : 04/11/2014

Re: Mateus 28.19 Fórmula Batismal é contestável ! - Batizando em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo

Mensagem por Tzaruch em Seg 21 Ago 2017, 23:35

.
Olá a todos.





5) Os tópicos que não receberem nova resposta por 360 dias, terão sua exclusão automática pelo sistema.



Esta mensagem é só para evitar que o sistema apague o tópico após os 360 dias.





Conteúdo patrocinado

Re: Mateus 28.19 Fórmula Batismal é contestável ! - Batizando em nome do Pai, Filho e do Espírito Santo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qui 14 Dez 2017, 04:15