F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Julgando a viúva, para ajudá-la, caso ela tenha algum mérito

Compartilhe
avatar
Maria Madalena
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Feminino
Número de Mensagens : 1777
Idade : 54
Cidade/Estado : Sorocaba/SP
Religião : Cristã
Igreja : Congregação Cristã no Brasil
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 8
Pontos de participação : 7079
Data de inscrição : 06/03/2009

Julgando a viúva, para ajudá-la, caso ela tenha algum mérito

Mensagem por Maria Madalena em Sab 01 Jun 2013, 05:46

Algumas igrejas, em geral, ajudam a todos, sem distinção.
Outras, porém, são mais criteriosas.
Mas: A quem auxiliar ou negar auxilio sem ferir os princípios estabelecidos pela A Igreja de Cristo (Corpo de Cristo, Imandade, Grupo, etc) Question

"Nunca seja inscrita viúva com menos de 60 anos e só a que tenha sido mulher de um só marido, tendo TESTEMUNHO de boas obras: Se criou filhos, se exercitou hospitalidade, se lavou os pés aos santos, se socorreu aos aflitos, se praticou as boas obras..."1 Timóteo 5.
avatar
Devaney
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 710
Idade : 52
Cidade/Estado : Taubaté
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 26
Pontos de participação : 1124
Data de inscrição : 27/11/2008

Re: Julgando a viúva, para ajudá-la, caso ela tenha algum mérito

Mensagem por Devaney em Seg 03 Jun 2013, 07:54

Maria,

Entendo que a disponibilidade de recursos é que deve ditar as regras de prioridade ou seleção de auxílio material.

Se minha congregação tiver o suficiente para manter uma família somente com uma cesta básica, nada mais justo do que ver a família mais necessitada da igreja (falta de alimento, crianças pequenas, uma viúva, etc) e atendê-la. Evidentemente, se está no rol de membros, é porque tem padrões morais já reconhecidos, para inclusive fazer parte da Igreja.

Mas se surgirem mais recursos, é claro que as regras de seleção serão mais brandas. Já ouvimos dizer de família que ganhou até um fogão, para sair do fogão-de-lenha que tinha e estava gerando reclamações por parte dos vizinhos, além do fato de melhorar a saúde da criança pequena quanto à presença, ainda que pequena, de fumaça dentro do lar.

Eu estou ajudando um casal de pessoas de nossa congregação que tem 5 filhos (idade entre 1 ano e 13 anos) e mora na zona rural próximo de onde moro. A mãe, até então a única evangélica da família, ia na Igreja a pé com seus cinco filhinhos, depois ia de carroça mesmo debaixo de chuva, e só mais recentemente seu marido começou a frequentar também. Com a ajuda dos irmãos, aliviando suas despesas, ele se esforçou e conseguiram comprar um Fusquinha todo enferrujado, e isso já foi uma vitória enorme para eles! Ontem mesmo estavam na Igreja com um sorriso contagiante, por poderem ir de carrinho aos cultos, sem passar o frio de outrora !

Márcio
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1142
Idade : 44
Cidade/Estado : Porto Alegre - RS
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 51
Pontos de participação : 2808
Data de inscrição : 17/04/2010

Re: Julgando a viúva, para ajudá-la, caso ela tenha algum mérito

Mensagem por Márcio em Seg 03 Jun 2013, 11:13

Sobre a pergunta principal:

"julgando a viúva, para ajuda-la, caso ela tenha algum mérito"

Irmã,
Imagine se Cristo julgasse nossos méritos para decidir se nos ajudaria ou não, estaríamos perdidos.

Devemos ajudar a todos que estiverem ao nosso alcance e dentro das nossas possiblidades. Não esquecendo dos domésticos da fé, que são prioritários.

Márcio

avatar
Maria Madalena
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Feminino
Número de Mensagens : 1777
Idade : 54
Cidade/Estado : Sorocaba/SP
Religião : Cristã
Igreja : Congregação Cristã no Brasil
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 8
Pontos de participação : 7079
Data de inscrição : 06/03/2009

Re: Julgando a viúva, para ajudá-la, caso ela tenha algum mérito

Mensagem por Maria Madalena em Seg 03 Jun 2013, 17:49

Marcio
A Paz de Deus

Como voce vê o conselho de Paulo, para ajudar somente as viuvas com méritos, como aquelas que foram viuvas de um só marido, que lavaram os pés dos santos, etc...tal como a passagem que citei na pergunta do tópico Question

Madalena
avatar
Juliano Toledo
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 124
Idade : 67
Cidade/Estado : toledo parana
Religião : abhodha
Igreja : de Cristo
País : brasil
Mensagens Curtidas : -14
Pontos de participação : 611
Data de inscrição : 18/04/2013

Re: Julgando a viúva, para ajudá-la, caso ela tenha algum mérito

Mensagem por Juliano Toledo em Seg 03 Jun 2013, 18:27

O contexto é claro, primeiro o próximo como Cristo pregou, muitos para se beneficiar da propaganda usam os pobres, órfãos, viúvas, necessitados, incultos, ou sei la mais o que.

pense bem quem precisa angariar fundos precisa de uma boa propaganda, que melhor lugar para fazer a obra, se não em local distante, por que dificilmente é possível saber se é feito mesmo a obra por que esta longe, mas a propaganda é feita, isso nós vemos constantemente, tem até pastor que comprou jato de tão especial que se julga ser, para ir até os confins da terra pregar, enquanto os vizinhos passam fome e sede.

agora fazer a obra no vizinho poucos querem, uma que envolve amor, paciência, mansidão mas principalmente perseverança, e não da IBOPE, se não dá IBOPE não da lucro, se não dá lucro então "não é obra" por que não tem a bênção de Deus que é prosperidade, veja bem sem prosperidade e dinheiro não é obra de Deus...

é justamente disso que se trata o texto, para investir, ou fazer algo para o próximo sem interesses escusos, fazer por amor e para ver o próximo bem.

sem que se possa ver, por que isso é bíblico, isso é o que Deus vai abençoar e retribuir.

contar causos para dar IBOPE qualquer um faz, e o louvor dos ouvintes já é premio, portanto não precisa mais esperar nada de Deus, seu premio já foi entregue, o louvor dos seus ouvintes.

isso não é bíblico?
avatar
Maria Madalena
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Feminino
Número de Mensagens : 1777
Idade : 54
Cidade/Estado : Sorocaba/SP
Religião : Cristã
Igreja : Congregação Cristã no Brasil
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 8
Pontos de participação : 7079
Data de inscrição : 06/03/2009

Re: Julgando a viúva, para ajudá-la, caso ela tenha algum mérito

Mensagem por Maria Madalena em Seg 03 Jun 2013, 21:29

Juliano

Então, no caso, a orientação de Paulo em 1 Timoteo 5 é boa, devendo a igreja ajudar quem realmente merece.

madalena
avatar
Juliano Toledo
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 124
Idade : 67
Cidade/Estado : toledo parana
Religião : abhodha
Igreja : de Cristo
País : brasil
Mensagens Curtidas : -14
Pontos de participação : 611
Data de inscrição : 18/04/2013

Re: Julgando a viúva, para ajudá-la, caso ela tenha algum mérito

Mensagem por Juliano Toledo em Seg 03 Jun 2013, 21:42

Então, no caso, a orientação de Paulo em 1 Timoteo 5 é boa, devendo a igreja ajudar quem realmente merece

você entendeu errado, não distorça em hipótese alguma o que eu disse, se quer meu respeito!

Eu disse que o contexto é o mesmo que Cristo nos ordenou, que é primeiro o próximo, depois os demais, e procurar respeitar um principio básico, que é ajudar sem interesses.

eu jamais usaria a expressão "quem merece", por que eu não mereço nada, mesmo assim Cristo morreu por mim, então como vou eu agora um miserável, julgar quem é e quem não merecedor da minha ajuda?

isso não é julgar?

o problema não esta em quem ajudamos MM, o problema esta em nós, primeiro, o por que ajudamos, justamente aquela pessoa? por que ela precisa mesmo? ou por que vai aparecer e as pessoas irão ver?

os contadores de causos são os primeiros a apelar para o "tristemunho" a fim de ajuntar adeptos as suas causas, partidárias e mentirosas.

o que deve ser mudado não é o principio de ajudar ou quem ajudar, mas do por que ajudar e para que ajudar.
avatar
Devaney
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 710
Idade : 52
Cidade/Estado : Taubaté
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 26
Pontos de participação : 1124
Data de inscrição : 27/11/2008

Re: Julgando a viúva, para ajudá-la, caso ela tenha algum mérito

Mensagem por Devaney em Ter 04 Jun 2013, 07:14

Maria Madalena,

Queria compartilhar outro texto.
Tirando o foco escatológico de Mateus 25:31-46, sobre o qual sabemos bem o significado, gostaria de atentar para o verso 40, onde está dito que foram consideradas as ações feitas aos pequeninos "irmãos", o que pressupõe um vínculo de fé aos assistidos. Não era simplesmente uma ação social genérica, o que diferenciava era que havia sido feita aos "irmãos" de Jesus.

Eu sei que a visão geral é que as obras sociais devem ser feitas indistintamente, mas no caso dos cristãos, não pode ser esquecida também a questão espiritual. Não adianta eu ficar fornecendo alimento a uma pessoa que, pela sua opção de vida na licenciosidade e na preguiça, ou que gasta todos os seus recursos em vícios, pesa-lhe sobre a vida a mão de Deus.

Na hora da aflição, não existe diferenciação: temos que ajudar. Mas na hora da manutenção periódica, sim, devemos questionar um pouco mais sobre o porquê que esta pessoa está na situação, anunciar-lhe Jesus e termos em mente que doravante, o próprio Senhor vai poder orientar e cuidar dessa vida, pois, vindo a ser UM JUSTO, pelos méritos da morte de Jesus na cruz, enquadra-se em outra situação diferente de quem está no mundo:

Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão. Salmos 37:25

Conteúdo patrocinado

Re: Julgando a viúva, para ajudá-la, caso ela tenha algum mérito

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Ter 17 Out 2017, 07:30