F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Compartilhe

Valdomiro
ADMINISTRADOR (auxiliar)
ADMINISTRADOR (auxiliar)

Número de Mensagens : 1293
Data de inscrição : 25/11/2008

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Valdomiro em Qua 26 Maio 2010, 11:19

O problema nobre amigo é que a verdade está "sempre" em nossas mãos, nunca na mão dos outros!

Julgamos os outros por nossos parâmetros e somos julgados da mesma forma. A quem ache, por exemplo, a crença em três Ulhim pagã e politeísta e consequentemente ANÁTEMA, e a quem ache que não!!! É simples assim!.


Na Paz!

Pereira
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 1100
Data de inscrição : 18/04/2009

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Pereira em Qua 26 Maio 2010, 13:18

Você está correto amado,

Entretanto, isto não muda a verdade. A Verdade é uma só e o erro deve ser notificado, confrontado. Por que o ensino bíblico é que o erro torna a pessoa réu do inferno.

Mate-s
Man-YÁOHU 23 15Oy de vocês, Farsyím e profesores da lei, fingidos! Não deixam entrar os outros no reino dos shua-ólmayao, mas também lá não entrarão. Aparentam santidade com longas orações nas ruas, quando, afinal, roubam às viúvas as suas casas! Sim, oy de vocês, fingidos, porque fazem tudo para converter alguém e depois tornam essa pessoa duas vezes mais filha do inferno do que vocês mesmos!
avatar
Valdomiro
ADMINISTRADOR (auxiliar)
ADMINISTRADOR (auxiliar)

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1293
Idade : 49
Cidade/Estado : Recife/PE
Religião : Protestante
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 228
Pontos de participação : 3112
Data de inscrição : 25/11/2008

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Valdomiro em Qua 26 Maio 2010, 15:33

Pereira,

Ir adiante nesse debate seria andar em círculos!


Na Paz!
Valdomiro.
avatar
Pereira
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1100
Idade : 55
Cidade/Estado : Japeri/Rio de Janeiro
Religião : Evangelico
Igreja : Nao tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 3856
Data de inscrição : 18/04/2009

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Pereira em Qua 26 Maio 2010, 16:20

Amado Valdomiro,

Andar em círdulos é nào sair de cima do muro.

Segundo a Bíblia qualquer seguimento que nào pregue o Genuino Evangelho é ANÁTEMA. Isto é um fato. Nào é andar em írculos.
avatar
Valdomiro
ADMINISTRADOR (auxiliar)
ADMINISTRADOR (auxiliar)

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1293
Idade : 49
Cidade/Estado : Recife/PE
Religião : Protestante
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 228
Pontos de participação : 3112
Data de inscrição : 25/11/2008

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Valdomiro em Qua 26 Maio 2010, 17:26

Pereira!

Fico feliz que você pregue o genuíno evangelho!

Na Paz!
Valdomiro.

Demar
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 178
Idade : 75
Cidade/Estado : Panorama
Religião : Cristã espírita
Igreja : Casa Espírita Joanna de Ângelis
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -2
Pontos de participação : 205
Data de inscrição : 20/12/2008

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Demar em Qui 27 Maio 2010, 02:59

Todo amor humano é falso!
Errado. Todo amor é DIVINO. Quem ama, tem dentro de si, a essência divina : DEUS É AMOR. Existem humanos que não amam e agem por interêsse, existindo, aí, o DESAMOR, que é o antônimo (contrário) de AMOR. Portanto, AMOR FALSO NÃO EXISTE. O AMOR não admite meio-termo; ou se ama ou não se ama. Podemos, no entanto, falar de INTENSIDADE. O amor de DEUS é MEGA-AMOR, enquanto que os seres humanos terrestres ainda engatinham nessa seara, tendo alguns MAIS AMOR e outros MENOS AMOR, todavia, nenhum amor é falsidade, porque, se assim fosse, não teríamos as fartas recomendações bíblicas, e, inclusive, o mandamento deixado por Jesus, para que amemos a Deus e ao próximo, dentre as quais cito apenas uma:
Gal.5:14: “Porque toda a lei se cumpre em um só preceito, a saber: AMARÁS O TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO”.
Um amor dessa jaez seria falso?!

As Sagradas Escrituras falam sobre um "amor não fingido", e, se há um amor não fingido é porque certamente há "amor fingido".
É apenas força de expressão, para indicar uma situação de AMOR e outra de DESAMOR. O AMOR NÃO FINGIDO é AMOR AUTÊNTICO ,e, AMOR FINGIDO é falsidade, miragem.

Eu ousaria mesmo considerar que, escrituralmente, existe um amor verdadeiro e um amor falso.

Sempre apegado “à letra que mata”(Jesus).

Mas como saber se o amor que está em nós é o falso ou é o verdadeiro?
Não há como saber, porque não existe o falso e verdadeiro. Existe simplesmente AMOR.
Se temos em nós o amor do Pai YAOHU ULHIM, então temos o verdadeiro amor.
A única diferença é que o AMOR do Pai é ilimitado, enquanto que, do ser humano, é limitado. Outra diferença não existe.

Se temos em nós qualquer outro tipo de amor, então o amor que está em nós é FALSO.
Amor não tem “tipo”...é essência DIVINA.
O falso é sempre parecido com o verdadeiro, senão não consegue enganar a ninguém.

Quem é que está querendo enganar quem?!. Vc. está querendo se justificar de alguma coisa?. Vc. até pode considerar “falso” o seu amor pelos outros, mas não cometa a injustiça de julgar os outros, qual juiz iniquo, sem conhecimento de causa. Se o seu amor é falso, também deve ser falso o fato de chamar os outros com a expressão AMADO. Deve ser do seu conhecimento que muitas pessoas perderam a vida, dedicando-se, incansávelmente, ao próximo, ou seja: a serviço de Deus. Ex.: Tereza de Calcutá, que, poderia ter vivido como rica, mas que, com 21 anos de idade, foi para a Índia onde tornou-se missionária na defesa dos deserdados da sorte, falecendo de uma moléstia contagiosa devido aos socorros que prestava, pessoalmente, aos doentes. Chico Xavier, que poderia ter sido milionário com a edição de mais de 400 livros, o primeiro escrito com 21 anos de idade, cuja renda foi totalmente revertida para o trabalho de assistência social, em seus vários segmentos, no país inteiro, além de sua intensa vida como consolador e ajudador de pessoas sofridas e de fiel servidor aos princípios de JESUS, tendo a caridade como seu objetivo principal. Visitava nas noites frias, a periferia pobre e sofredora, levando alimentos, agasalhos, cobertores e conforto espiritual...Nas noites de Natal, enquanto todos comemoravam o nascimento de Jesus (que, na maioria das vezes, o aniversariante nem sequer era lembrado....), Chico, com sua equipe, ia visitar a pobreza, e levava, além de palavras de consolação e esperança do Mestre, recursos materiais (alimentação, presentes para as crianças, roupas, dinheiro, etc.,etc.). Morreu humilde e pobre, vez que vivia com seu parco salário de humilde função pública. Poderia citar outras personalidades que prestaram grandes serviços para a Humanidade e para a causa de Cristo, mas detenhamo-nos aqui....A afirmação de que pessoas dessa naipe agiram sob o impulso de um “amor falso”, seria de um absurdo sem precedentes, um verdadeiro desastre...maior ainda, afirmar que elas tiveram a intenção de enganar alguém....É lamentável ,ainda, que fariseus modernos, arrogantes e presunçosos, que nunca “moveram uma palha” em prol de algum irmãozinho carente e menos favorecido pela sorte, tenham a capacidade de denegrir, ridicularizar e anatemizar esses valorosos servidores de Jesus, pretendendo lançá-los (é de pasmar..)ao inferno por terem obedecido a Jesus e praticado o BEM...
Desde os budistas que "amam" todos os seres vivos, até os espíritas que "amam" os pobres e necessitados, fazendo incontáveis campanhas de caridade para dar de comer, agasalhar, providenciar moradia, etc, todos estes estão embriagados do amor humano, falso.
Melhor estarem embriagados de amor humano, do que de “cachaça”....Oxalá todos fossem assim e o mundo seria bem melhor, sem tantas injustiças e sofrimentos. São eles que fazem a diferença, obedecendo fiélmente a Jesus, que em seus preciosos ensinamentos enfatizava a prática do amor a Deus e ao próximo. E a melhor forma de amar a Deus, e cumprir o Evangelho de Cristo, é amare ajudar o próximo , sem esperar qualquer recompensa. Esses sim, são os verdadeiros trabalhadores da seara de Jesus...O resto é proseletismo barato e infrutífero. Se todas as pessoas pertencentes às dezenas de milhares de segmentos religiosos agissem dessa forma, não estaríamos, por certo, vivendo, atualmente, momentos tão tristes e dramáticos (RESPEITADAS AS EXCEÇÕES DAQUELES QUE PROFESSAM E ENSINAM O VERDADEIRO EVANGELHO).


Não tenho nada contra dar de comer a quem tem fome e vestir a quem tem frio, pelo contrário, YAOHUSHUA nos orientou que assim fizéssemos. Contudo o ponto mais importante a ser considerado é QUAL AMOR ESTÁ GERANDO ESTAS OBRAS.

Só faltava ser contra...Jesus não só orientou,mas também DETERMINOU que assim fizessemos (o mandamento é uma ordem). É de pasmar, sr. Pereira.....saber qual amor que está gerando estas obras....e que esse é o ponto mais importante..... Ponto mais importante, é CUMPRIR A LEI DE DEUS: AMARÁS O PRÓXIMO COMO A TI MESMO” (Gal.5:14) e PONTO FINAL. Diante de suas reverberações condenatórias endereçadas a quem cumpre o que Jesus requer de nós, sou forçado a admitir que vc. NÃO É SEGUIDOR DE CRISTO.
Se estas obras são geradas pelo amor falso, humano, então não tem valor algum para YAOHU ULHIM, pois tudo que não tem origem nEle, não permanece.
Quanta contradição, quanta palha....A prática do BEM, do amor ao semelhante, é a LEI MAIOR DE DEUS para nós. É Ele que recomendou tais práticas, através de Jesus....É o ensinamento maior, que resume todo seu Evangelho de Amor. Vc. comete um mal muito grande, porque além de divulgar inverdades, incentiva os leitores a NÃO PRATICAR O BEM.

Se estas mesmas obras são produzidas pelo amor verdadeiro, então elas tem grande valor para YAOHU ULJIM. Tanto as obras dos espíritas como as obras da madre Teresa de Calcutá irão todas queimar no julgamento, como palha e feno.
Se vc. “não abrir os olhos”, quem vai queimar é você, porque “palha e feno” são os seus “entendimentos desatualizados”...O que o sr. está afirmando é um absurdo sem precedentes. Pretender jogar pessoas que praticam o bem ao inferno é comportamento estranho e nada cristão.

Mas então, como saber se o amor que está em nós é o falso ou é o verdadeiro?

O AMOR DE YAOHU UL SÓ ESTÁ ONDE SEU NOME ESTIVER!!! YAOHUkhanam (João) 17:26
O amor verdadeiro é o amor de YAOHU ULHIM, e o Messias YAOHUSHUA diversas vezes faz comentários sobre este amor estar ou não em nós.

YAOHUkhanam 17:26 (oração de YAOHUSHUA) diz: "Eu lhes dei a conhecer o Teu Nome A FIM DE QUE o amor com que Me amaste esteja neles, e Eu neles esteja".

YAOHUSHUA deixa muito claro que onde não há o conhecimento do Nome do Pai, YAOHU UL, também não está o Seu amor, pois foi justamente com esta finalidade que YAOHUSHUA lhes deu a conhecer o Nome de YAOHU UL. "A FIM DE QUE" significa "para que", "com a finalidade de".
Até na interpretação dessa passagem bíblica vc. ERROU. Ela significa exatamente o contrário do que vc. entendeu e disse. A interpretação CORRETA revela que não existem diferenciações e tipos de amor: o AMOR é um só, não admitindo divisões de qualquer natureza...


Portanto, amado, com meu espírito vejo com clareza a realidade de que muitos exercem um amor fingido (o falso), embora com muita sinceridade, mas apenas um amor humano que jamais resistirá ao fogo no dia do juízo das obras.

Essa afirmação sua é altamente contrastante com o Evangelho de Jesus. Pior, no dia do juizo, é para quem não tem obra alguma. Vai de "mãos abanando"...
Leia essa passagem: Rom.2:6?7:- “...O QUAL RECOMPENSARÁ CADA QUAL SEGUNDO SUAS OBRAS, A SABER: A VIDA ETERNA AOS QUE, COM PERSEVERANÇA EM FAZER O BEM, PROCURAM GLÓRIA, HONRA E INCORRUPÇÃO”.
Jo. 4:8: ‘QUEM NÃO AMA, NÃO CONHECE DEUS”.
Ef. 5:2: “E ANDAI EM AMOR, COMO CRISTO TAMBÉM VOS AMOU...” (Se devemos amar como Cristo amou, fica demonstrado aqui, que o amor é único, sem divisões...)

Com relação aos evangélicos, tenho muita tranquilidade em lhe falar, pois alguns dentre nós, inclusive eu, assim fomos no passado. Tanto os evangélicos como nós, os ex-evangélicos, possuímos um conhecimento escritural bastante bom, pois somos, de fato, os que mais se voltam para as escrituras. Contudo, como os amados evangélicos conhecerão o Nome se não lhes falarmos? Como crerão se não houver quem pregue?
Ser evangélico, por si só, não é passaporte para o Reino Divino. Aqui podemos tipificá-los em evangélicos legítimos e evangélicos falsos. Conheço muitos evangélicos bons/autênticos, mas também muuuiitos evangélicos “tranqueiras”, maus obreiros, adúlteros, violentos, estelionatários,etc. (conheço “de perto” e de alguns já foi vítima de “calotes”..). O Jornal Regional de Dracena, por ex., traz a seguinte notícia: DOIS PASTORES RECLUSOS PARTICIPAM DE CERIMÔNIA DE BATISMOS NO PRESÍDIO DE TUPI PAULISTA...Então, nem todos são “santos” como vc. pretende...Quanto ao “conhecimento escritural bastante bom” que vc. arroga ter e outros evangélicos, os fatos nos revelam exatamente o contrário: existem milhares de seitas e denominações religiosas exatamente porque cada qual interpreta o Evangelho “à moda da casa”, ou seja: de modo diferente e equivocada, de vez que a Verdade é UMA SÓ. Mais de 50% dos pastores não leram a Bíblia de forma completa, não tendo, portanto, conhecimento integral de seu conteúdo, portanto, inaptos para o mister; conheço outros que, mesmo de parca cultura e viciosos (inclusive autor de crime de homicídio DUPLO e qualificado,hediondo) “viraram” pastores, sem qualquer problema, movidos por interesses financeiros (esses são os fatos que conheço pessoalmente...). Fico imaginando o que “pastores” dessa estirpe vão pregar....Não adianta, como vc. asseverou, “se voltar mais para as escrituras”, se não fizerem uma interpretação correta delas e ensinar a verdadeira mensagem de Cristo, resumida no amor a Deus e ao próximo...não adianta “se voltar mais para as escrituras” e “puxar o Cristo para trás”,impedindo, ademais, que fiéis encontrem o verdadeiro caminho para Deus. Será cego guiando cego...Existem, ainda, muitos pastores e dirigentes embusteiros (muitos processados pela Justiça...), que os jornais noticiaram, e cujo único objetivo é “tosquiar as ovelhas” em nome de JE$U$.- Deixo claro que não estou GENERALIZANDO e respeito profundamente todas as denominações sérias e honestas, que efetivamente trabalham na seara de Cristo, que são merecedores dos melhores encomios, sejam pastores ou fiéis. Sou amigo de muitos pastores e fiéis, que desempenham com honradez as suas divinas missões. Fui evangélico e por algumas discordâncias me afastei.
avatar
Pereira
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1100
Idade : 55
Cidade/Estado : Japeri/Rio de Janeiro
Religião : Evangelico
Igreja : Nao tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 3856
Data de inscrição : 18/04/2009

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Pereira em Qui 27 Maio 2010, 12:25

Amado Demar,

O AMADO DIZ: ...Todo amor é DIVINO. ... AMOR. Portanto, AMOR FALSO NÃO EXISTE. O AMOR não admite meio-termo; ou se ama ou não se ama.

Amado, não se engane, o amor humano e paz humana são os elementos mais nocivos que o ser humano pode apresentar diante de ULHIM o Altíssimo Criador. A Bíblia chama de obras de palha, feno e madeira. Obras sem valor.

O problema do ser humano está no seu estado de pecado. Enquanto o pecado não for retirado da vida do ser humano será impossível expressar o verdadeiro amor, o amor ULHIMICO (divino) Por que no seu pecado o ser humano está morto.

Amados, o homem natural é imcapaz de amar por que este é o verdadeiro e estado do mundo, sem ULHIM, entregue por inteiro a satir. Assim, diz as Escrituras: “Para este mundo não tem jeito, vai de mal a pior.”

Isaias
YeshaYaohu 59... A justiça está longe de nós, e a retidão não nos alcança; esperamos pela luz, e eis que só há trevas; esperamos pelo resplendor, mas andamos em escuridão. Apalpamos as paredes como cegos; sim, como os que não têm olhos andamos apalpando; tropeçamos ao meio-dia como no crepúsculo, e entre os vivos somos como mortos.


Somente qiuando o ser humano recebe em sua vida o Salvador Yaohushua, o Ungido de Yaoshorul (Isra-l) estará apto a expressar o verdadeiro amor. Por isto mesmo está escrito:

1 Timóteo
1 Yaohutam 3:1-5;13 Sabe, porém, isto, que nos últimos dias sobrevirão tempos penosos; pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a seus pais, ingratos, ímpios, sem afeição natural, implacáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de ULHIM, tendo aparência de piedade, mas negando-lhe o poder. Afasta-te também desses. Mas os homens maus e impostores irão de mal a pior, enganando e sendo enganados.



O AMADO DIZ: ... todavia, nenhum amor é falsidade, porque, se assim fosse, não teríamos as fartas recomendações bíblicas, e, inclusive, o mandamento deixado por Jesus, para que amemos a Deus e ao próximo, dentre as quais cito apenas uma:

Sim amado, a recomendação é para aqueles que estão nEle, aqueles que recebem a sua vida, recebem em abundancia o seu verdadeiro amor. Pois na verdade, o ensino Bíblico é que para estes o VERDADEIRO AMOR está sendo derramado em abundância sobre suas vidas.

Impotante saber que somente estando nEle, estaremos aptos a expressar este varaddeiro amor.

João
YÁOHU-khánam 651E eu sou o pão da vida, que veio do céu. Quem comer deste pão viverá para sempre; a minha carne é esse pão, que darei para dar vida à humanidade." 52Então os YAOHÚ-dim começaram a discutir entre si acerca do que queriam dizer as suas palavras. "Como nos pode este homem dar a sua carne a comer?" 53-56E YAOHÚSHUA repetiu: "Solenemente vos digo isto: a não ser que comam a carne do ha-BOR do Homem e bebam o seu 'DAM' (sangue), não poderão ter em vós a vida eterna. Mas todo aquele que comer a minha carne e beber o meu 'DAM' (sangue) tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne é o alimento verdadeiro, e o meu 'DAM' (sangue) é a bebida verdadeira. Todo aquele que come a minha carne e bebe o meu 'DAM' (sangue) está em mim, e eu nele.



O AMADO DIZ: Se todas as pessoas pertencentes às dezenas de milhares de segmentos religiosos agissem dessa forma, não estaríamos, por certo, vivendo, atualmente, momentos tão tristes e dramáticos ...

Amado, o ensino bíblico é claro. As nossas justiças são como trapos. Toda obra humana não tem valor diante do Altíssimo Criador para salvação.

O AMADO DIZ:Diante de suas reverberações condenatórias endereçadas a quem cumpre o que Jesus requer de nós, sou forçado a admitir que vc. NÃO É SEGUIDOR DE CRISTO.

Realmente não sou seguidor de CRISTO (o Ungido de Zeus). Eu sou seguidor de Yaohushua o Yaohudim (jude-s) ungido de Yaohu o Pai.


O AMADO DIZ: ...porque além de divulgar inverdades, incentiva os leitores a NÃO PRATICAR O BEM.

De maneira alguma estamos incentivando os leitores a não praticar o bem. O que estamos informando é que em hipótese alguma essas obras terão algum valor para a salvação. A salvação é simplesmente por fé naquele que morreu no calvário derramando seu precioso sangue pelo pecador perdido e condenado ao inferno. O ser humano somente terá obras de valor quando encontrar-se com este Salvador enviado do Pai. Yaohushua o Unig~enito do Pai.


O AMADO DIZ: Se vc. “não abrir os olhos”, quem vai queimar é você, porque “palha e feno” são os seus “entendimentos desatualizados”...O que o sr. está afirmando é um absurdo sem precedentes. Pretender jogar pessoas que praticam o bem ao inferno é comportamento estranho e nada cristão.


Amado, precisamos sim abrir os olhos para ver que o ser humano não é salvo por obra alguma. A justificação pela fé

Romanos 3 21Mas agora YÁOHU UL mostrou-nos uma maneira diferente de ser justo aos seus olhos - não por obedecer à lei mas pela maneira prometida nas Qaotáv há muito tempo., 22Esta justiça de YÁOHU UL vem pela fé em YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY a todos que crêem. E todos nós podemos ser salvos nesta mesma maneira, não importa quem somos ou o que fizemos

23Porque todos pecaram, tendo perdido o direito de acesso à hodáh de YÁOHU UL.

24E pela sua bondade, que não merecemos, nos declara inocentes da culpa, pela obra de YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY, o qual nos liberta dos nossos pecados, sem nada pagarmos para beneficiar disso. 25Na verdade YÁOHU UL enviou YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY para suportar o castigo que mereciam os nossos pecados e assim anular a justa cólera de YÁOHU UL contra nós.

Somos tornados justos perante YÁOHU UL quando cremos que YAOHÚSHUA derramou o seu 'DAM' (sangue), sacrificando a sua vida por nós. YÁOHU UL foi assim inteiramente justo quando não castigou aqueles que pecaram em tempos antigos, porque aguardava o tempo em que hol-MEHUSHKHÁY havia de vir revelar inteiramente a sua justiça. E agora ele pode receber os pecadores porque YAOHÚSHUA tirou os seus pecados.

26Mas não haverá injustiça em deixar livres os pecadores, considerando-os inocentes?

Não, porque YÁOHU UL faz isso baseando-se na confiança que eles depositam em YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY, o qual tirou os seus pecados.

27-28Poderemos nós então gabarmo-nos de ter feito alguma coisa para ganhar essa salvação?

Com certeza que não. E porquê?

Porque a nossa absolvição não se baseia nas nossas obras, mas na fé nele. É assim pois que somos salvos pela fé em hol-MEHUSHKHÁY e não por obediência à lei.

29E será que são apenas os YAOHÚ-dim que YÁOHU UL salva desta maneira?

Não, os outros povos também. 30Há um só YÁOHU UL e uma única maneira de ser aceite por ele. YÁOHU UL faz as pessoas justas consigo próprio apenas pela fé, quer sejam YAOHÚ-dim quer sejam Gentíles.

31Pois bem, então se somos salvos pela fé, quer isso dizer que já não precisamos de obedecer às leis de YÁOHU UL?

É justamente o contrário! Com efeito, somente quando temos fé estamos a confirmar o valor da lei.

Abruhám foi justificado pela fé

Romanos 4 1-2Quais foram as experiências de Abruhám, o fundador da nossa nação YAOHÚ-di, com respeito a esta questão de ser salvo pela fé? Terá sido por causa das suas obras que YÁOHU UL o aceitou?

Se assim fosse, ele teria alguma coisa de que se gabar. Mas do ponto de vista de YÁOHU UL, Abruhám não tinha nenhum fundamento para se orgulhar.

3O que as Qaotáv nos dizem é que Abruhám creu em YÁOHU UL, e que foi por isso que YÁOHU UL o declarou justo.

Márcio
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1142
Idade : 44
Cidade/Estado : Porto Alegre - RS
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 51
Pontos de participação : 2808
Data de inscrição : 17/04/2010

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Márcio em Qui 27 Maio 2010, 18:58

Prezados Pereira, Valdomiro e Demar,
Será minha primeira postagem, é um prazer compartilhar do evangelho com vocês.

Pereira, quanto ao teu questionamento: "A minha salvação pode ser comprometida dependendo da denominação que pertenço? Ou seja, todas as denominações do Cristianismo estão encaminhando as pessoas a salvação?"

Entendo que o evangelho de Cristo é extremamente simples, a mensagem do evangelho é mensagem de arrependimento e transformação de vidas e isto gera salvação, isto gera vidas regeneradas. Não há o que inventar.

O problema consiste quando saimos desta simplicidade.... II coríntios 11:3 "Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo."

Quando se vai além da simplicidade do evangelho, ou seja, salvação pela graça mediante a fé em Cristo, ao invés de ajudarmos outros a conhecerem o evangelho, nos tornamos pedra de tropeço.

Pereira, disseste "denominações do cristianismo", este termo é muito abrangente. O que entendes por denominações cristãs?

Demar, sabemos que a nossa fé sem obras é morta, de igual maneira, sem fé é impossível agradar a Deus. No que tens fé ?

Um abraço.
MOREMAX
avatar
Valdomiro
ADMINISTRADOR (auxiliar)
ADMINISTRADOR (auxiliar)

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1293
Idade : 49
Cidade/Estado : Recife/PE
Religião : Protestante
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 228
Pontos de participação : 3112
Data de inscrição : 25/11/2008

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Valdomiro em Qui 27 Maio 2010, 21:49

Moremax,

O prazer é meu!

Estou de acordo com o conteúdo de sua primeira postagem.

Na Paz!
Valdomiro.

Demar
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 178
Idade : 75
Cidade/Estado : Panorama
Religião : Cristã espírita
Igreja : Casa Espírita Joanna de Ângelis
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -2
Pontos de participação : 205
Data de inscrição : 20/12/2008

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Demar em Sex 28 Maio 2010, 03:01

MOREMAX,

Prezados Pereira, Valdomiro e Demar,
Será minha primeira postagem, é um prazer compartilhar do evangelho com vocês.
Também me é prazeirosa a sua participação.

Entendo que o evangelho de Cristo é extremamente simples, a mensagem do evangelho é mensagem de arrependimento e transformação de vidas e isto gera salvação, isto gera vidas regeneradas. Não há o que inventar.


Perfeito o seu raciocínio. Parabéns.

O problema consiste quando saimos desta simplicidade.... II coríntios 11:3 "Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo."

Idem.

Quando se vai além da simplicidade do evangelho, ou seja, salvação pela graça mediante a fé em Cristo, ao invés de ajudarmos outros a conhecerem o evangelho, nos tornamos pedra de tropeço.


O conhecimento e a prática do Evangelho de Cristo é que levam à salvação. Não consegui entender se vc. concorda, ou não, com a tese da salvação pela graça mediante a fé em Cristo. Poderia, por obséquio, me esclarecer?

Demar, sabemos que a nossa fé sem obras é morta, de igual maneira, sem fé é impossível agradar a Deus. No que tens fé ?
A fé, conforme ensinam as Escrituras, é virtude menor do que a CARIDADE, tanto é que ela não tem valor algum se estiver desacompanhada das boas obras, oriundas do amor ao próximo. O desenvolvimento desse amor (não só na teoria,mas também, na prática), é que produzirá os frutos que nos conduzem ao arrependimento sincero,e, consequentemente, à transformação de nossas vidas, e à perfeição (Sede perfeitos....(Bíblia),e, finalmente, à salvação. Esse é o resumo do meu entendimento.
“Agradar” a Deus, ou não, é somente uma força de expressão, que significa o cumprimento ou não de Sua LEI, de vez que, conforme o Evangelho, O BEM E O MAL não podem afetar a Deus, mas sim, o próprio homem (Jó 35 e segts,). 1 João 3:4:”QUEM PECA DESOBEDECE À LEI, PORQUE TODO O PECADO É UMA VIOLAÇÃO DA LEI DE DEUS”. Gal.5:14 define essa Lei: “PORQUE TODA A LEI SE CUMPRE EM UM SÓ PRECEITO: AMARÁS O PRÓXIMO COMO A TI MESMO”. Isto posto, temos que a Lei Maior é o AMOR AO PRÓXIMO e o seu descumprimento/violação caracteriza o PECADO/MAL e o cumprimento o AMOR A DEUS E AO PRÓXIMO.
“A SEMENTEIRA É LIVRE (livre-arbítrio), MAS A COLHEITA É OBRIGATÓRIA”. Sem plantação não há colheita...
“A CADA QUAL SEGUNDO SUAS OBRAS, BOAS OU MÁS”.
Fé em DEUS e JESUS CRISTO...
ABRAÇOS,
QUE A PAZ E A PROTEÇÃO DO DIVINO MESTRE SE ESTENDAM A TODOS.
avatar
Pereira
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1100
Idade : 55
Cidade/Estado : Japeri/Rio de Janeiro
Religião : Evangelico
Igreja : Nao tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 3856
Data de inscrição : 18/04/2009

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Pereira em Sex 28 Maio 2010, 10:21

Amado Moremax, é com imensa alegria que recebo essa oportunidade de estarmos juntos conversando sobre essas coisas.


O AMADO DIZ: Entendo que o evangelho de Cristo é extremamente simples, a mensagem do evangelho é mensagem de arrependimento e transformação de vidas e isto gera salvação, isto gera vidas regeneradas. Não há o que inventar.

Definitivamente concordamos com essa sua definição. A Mensagem de Boas Novas é realmente simples.


O AMADO DIZ: O problema consiste quando saimos desta simplicidade.... II coríntios 11:3 ... Quando se vai além da simplicidade do evangelho, ou seja, salvação pela graça mediante a fé em Cristo, ao invés de ajudarmos outros a conhecerem o evangelho, nos tornamos pedra de tropeço.

Sim amado, eis o motivo de nossa pergunta. Uma pessoa que saiu da simplicidade erra o caminho da salvação? Ou, mesmo fora da simplicidade permanece no caminho da salvação? Daí a pergunta: As denominações cristãs que saíram da simplicidade estão encaminhando as pessoas a salvação ou são literalmente pedras de tropeços?

Por exemplo: Quando alguns que haviam saído da simplicidade das Boas Novas de Salvação começaram suas pregações aos Gálatas, Shaul prontamente se manifestou desmascarando-os com a Genuina Boas Novas de Salvação.

Se fosse hoje, com certeza seriam tolerados e chamados de irmãos com a desculpa “é só um pequeno desvio” isso não afeta a salvação.


Gálatas 2:4-5 e isto por causa dos falsos irmãos intrusos, os quais furtivamente entraram a espiar a nossa liberdade, que temos em Mehushkhay Yaohushua, para nos escravizar; aos quais nem ainda por uma hora cedemos em sujeição, para que a verdade das Boas Novas permanecesse entre vós.

1: 7 o qual não é outra; senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter as Boas Novas de Mehushkhay.

4: 17 Eles vos procuram zelosamente não com bons motivos, mas querem vos excluir, para que zelosamente os procureis a eles.



O AMADO DIZ: Pereira, disseste "denominações do cristianismo", este termo é muito abrangente. O que entendes por denominações cristãs?


Qualquer seguimento que tem JESUS CRISTO, DEUS e as BIBLIAS TRADUZIDAS como base de seus ensinos.

Márcio
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1142
Idade : 44
Cidade/Estado : Porto Alegre - RS
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 51
Pontos de participação : 2808
Data de inscrição : 17/04/2010

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Márcio em Sex 28 Maio 2010, 14:52

Prezada Demar,

Expressarei minha opinião sobre os teus comentários e tem a finalidade de levar a reflexão.

1)Disseste: "O conhecimento e a prática do Evangelho de Cristo é que levam à salvação. Não consegui entender se vc. concorda, ou não, com a tese da salvação pela graça mediante a fé em Cristo. Poderia, por obséquio, me esclarecer?"

Respondo: Esclareço da seguinte forma, a salvação é pela graça, ou seja, não merecemos ser salvos, não existe nada em nós, nenhuma virtude, nenhum esforço próprio que nos salve. A graça é um favor de Deus para conosco, sem que haja merecimento. O mérito que nos salva é o sacrifício de Cristo na cruz, através deste sacrifício perfeito, podemos nos reconciliar com Deus. O plano de Deus para a salvação do homem é que reconheçamos a Cristo como enviado de Deus para a nossa salvação. (Jo 3:16-17; e Jo 17:3). Somente existe um mediador entre Deus e o ser humano, que é Jesus Cristo, homem (I tim 2:5). O homem é justificado através de Cristo e não de suas obras. O arrependimento que leva a conversão a cristo, também leva a transformações na vida que é regenerada, ou seja, vemos os frutos do arrependimento. A transformação de vida é realizada pelo Espírito Santo que nos dá discernimento do certo e do errado e nos convence do pecado. Passamos a não mais viver conforme nossa própria vontade e sim guiados pelo Espírito de Deus.
O crente em Jesus Cristo, que é salvo pela sua fé no sacrifício de Cristo na Cruz, pratica os mandamentos destinados a igreja de Cristo (neles inclusos o amor ao próximo), não para alcançar a salvação, mas sim como fruto de uma vida regenerada. Uma vida regenerada, faz tais coisas naturalmente, porque o Espirito Santo a impulsiona para isto.

Não posso concordar com a afirmação "O conhecimento e a prática do Evangelho de Cristo é que levam à salvação", pelos motivos explicitados acima. Uma pessoa pode ter conhecimento do evangelho e não ter vida regenerada, uma coisa não implica necessariamente em outra. A mensagem pode cair em terra fértil ou terra árida.

2) Disseste: "A fé, conforme ensinam as Escrituras, é virtude menor do que a CARIDADE, tanto é que ela não tem valor algum se estiver desacompanhada das boas obras, oriundas do amor ao próximo. O desenvolvimento desse amor (não só na teoria,mas também, na prática), é que produzirá os frutos que nos conduzem ao arrependimento sincero,e, consequentemente, à transformação de nossas vidas".

Respondo: Acredito que não é isto que as escrituras ensinam.
Vamos analisar os textos de Tiago 2.
2:14: "Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo?"
O texto fala de pessoas que não foram regeneradas, muitos são os que "dizem ter fé", "dizem crer", porém não evidenciam os frutos de arrependimento de uma vida regenerada. A vida regenerada leva naturalmente à prática das boas obras e não o contrário. O texto não sugere que a fé é inferior ao amor, pois se aplica aqueles que não foram transformados, para aqueles que "dizem ter fé". Lembro que sem fé é impossivel agradar a Deus, e agradar a Deus não é uma "força de expressão", o agrado que Deus quer de nós, é que o reconheçamos na pessoa de Cristo, que reconheçamos a suficiência de seu sacrifício e que o tenhamos como único Deus verdadeiro.
Pergunto, obras sem conversão realmente evidenciam amor ao próximo, o islã faz boas obras também e qual sua relação com Cristo? essas boas obras irão levá-los à salvação sem o mérito de Cristo? essa ação é oriunda de vida regenerada? Eu posso doar meus bens e caracterizar uma boa obra, mas posso fazer isto sem amor, ainda que sem valor algum, pode ser feito.

2:17: "Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma."
Mais uma vez, estas obras vem como fruto de vida regenerada. A vida regenerada mostra que pela fé em Cristo, suas ações e atitudes em relação ao próximo e a Deus mudam. Não é a obra, não é a caridade, não é o amor ao próximo que vem antes da regeneração. Somente com conversão, e atitudes que realmente evidenciaram arrependimento podemos cumprir os mandamentos de Cristo para a sua Igreja e evidenciar seus frutos. Veja o exemplo de Abraão, primeiro CREU e depois AGIU, ou seja, primeiro a fé depois as obras. Leia os textos de Tiago 2:21-26, que fala da justificação de Abraão.

Não existe justificação em nosso próprio mérito em nossa própria justiça.
em Is. 64:6 lemos: "Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças, como trapo da imundícia; todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniqüidades, como um vento, nos arrebatam."
Todas as boas obras que fizermos para nosso própria justiça de nada valem, são como trapos imundos, ou seja, o mérito não pode ser nosso, não existe mérito em nós somente na justiça de Cristo somos justificados.

3) Disseste: "“Agradar” a Deus, ou não, é somente uma força de expressão, que significa o cumprimento ou não de Sua LEI, de vez que, conforme o Evangelho, O BEM E O MAL não podem afetar a Deus, mas sim, o próprio homem (Jó 35 e segts,)1 João 3:4:”QUEM PECA DESOBEDECE À LEI, PORQUE TODO O PECADO É UMA VIOLAÇÃO DA LEI DE DEUS”. Gal.5:14 define essa Lei: “PORQUE TODA A LEI SE CUMPRE EM UM SÓ PRECEITO: AMARÁS O PRÓXIMO COMO A TI MESMO”. Isto posto, temos que a Lei Maior é o AMOR AO PRÓXIMO e o seu descumprimento/violação caracteriza o PECADO/MAL e o cumprimento o AMOR A DEUS E AO PRÓXIMO."

Respondo:

O maior mandamento é amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo, disso depende a lei e os profetas. Quem ama ao próximo tem cumprido a lei (Rom 13:Cool A nova aliança em Cristo nos mostra que devemos agradar a Deus por amor e não pela letra. Mas a Lei de Cristo não é apenas isto, lembre-se que vivemos na aliança do sangue de Cristo, temos mais mandamentos a cumprir e temos que ser diligentes em todos e não tropeçar em nenhum, para não sermos culpados de todos. Quando falaste "a lei maior é o amor", prefiro dizer "o mandamento maior é o amor".
Lembre-se, não temos esta virtude por nós mesmos, isto somente pode vir de uma vida regenerada, nunca o contrário.

Vou dar uns exemplos:
a) Posso não adulterar, isto não significa que ame minha esposa, posso passar a vida toda sem cair em adultério, estou cumprindo o mandamento mas sem amor;
c) Posso não roubar o próximo e isto não quer dizer que eu ame o próximo;
b) Posso não matar e isto não quer dizer que eu ame o próximo;

Quem não conhece a lei e pratica coisas da lei, torna-se lei para si.
O que eu quero dizer com os exemplos acima é que é possível obedecer a lei do antigo pacto sem amor (os fariseus faziam muito bem). O amor para cumprir a aliança com Cristo, somente pode vir através de CONVERSÃO e REGENERAÇÃO.

A letra morta da lei sem amor de nada vale. Por isto o amor é despertado em nós quando existe REGENERAÇÃO. Sem isto, é obra morta e tudo que fizermos será como descrito em IS 64:6. Os fariseus também cumpriam a lei, mas sem amor, cumpriam a letra morta.

Pessoas não regeneradas podem fazer boas obras? SIM, essas obras levam a salvação? NÃO

Se o caminho para a salvação não passa por Cristo todo o esforço é vão.

Um Abraço
MOREMAX

Márcio
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1142
Idade : 44
Cidade/Estado : Porto Alegre - RS
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 51
Pontos de participação : 2808
Data de inscrição : 17/04/2010

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Márcio em Sex 28 Maio 2010, 16:14

Prezado Pereira,
A satisfação é recíproca em dialogar contigo.

1) Disseste: Uma pessoa que saiu da simplicidade erra o caminho da salvação? Ou, mesmo fora da simplicidade permanece no caminho da salvação? Daí a pergunta: As denominações cristãs que saíram da simplicidade estão encaminhando as pessoas a salvação ou são literalmente pedras de tropeços?

Pedras de tropeço para a salvação das pessoas não é coisa nova, vem dos tempos da igreja primitiva. Porém podemos ver nas cartas apostólicas as recomendações necessárias para que a nova comunidade de crentes em Cristo não se afastasse da essência do evangelho e da sua simplicidade, e estas mesmas recomendações são válidas para nós hoje como igreja de Cristo. Em todas as cartas apostólicas temos orientações para a igreja em relação a doutrinas estranhas (I TIM 4:1-4); gálatas 1:6-7-8 "Admira-me que estejais passando tão depressa daquele que vos chamou na graça de Cristo para outro evangelho, o qual não é outro, senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema."

Podemos citar outros textos, mas podemos começar com estes. O que tinham em comum estas instruções? A pedra de tropeço é sempre a mesma, desde o início da igreja até os tempos contemporâneos. Quando se tenta tornar o sacrifício de Cristo algo insuficiente, quando se diz que existe algo que o homem "ainda" tenha que fazer, enfim quando não se tenta fazer um by-pass por Cristo, então aqui tem-se um problema grave, aqui é hora de abrir o olho. Não te admira o enorme número de denominações ditas "cristãs" mas que tem as características citadas acima?

Todas as recomendações dadas pelos apóstolos eram dirigidas as igrejas de Cristo, todas elas tinham problemas, e eram problemas graves, mas não deixaram de ser de Cristo. O problema deve ser tratado e corrigido, o colírio existe, o remédio está diante dos nossos olhos os problemas e experiências daqueles irmãos estão registrados na palavra...

Respondendo as suas perguntas:
a) Uma pessoa que saiu da simplicidade erra o caminho da salvação? a salvação é individual, é uma experiência entre cada homem e Deus, se o sair da simplicidade implica em aderir as características informadas acima então esta pessoa não está no caminho certo. Precisa voltar ao primeiro amor, à prática das primeiras coisas.
b) As denominações cristãs que saíram da simplicidade estão encaminhando as pessoas a salvação ou são literalmente pedras de tropeços? Se eu levo o meu irmão a se escandalizar como meu testemunho já estou sendo pedra de tropeço, ainda mais se decairmos do evangelho da graça.


2) Disseste: "Se fosse hoje, com certeza seriam tolerados e chamados de irmãos com a desculpa "é só um pequeno desvio" isso não afeta a salvação."

Prezado, a tolerância é o primeiro passo para a conivência. Todo desvio deve ser tratado, e nunca ser acolhido como se fosse prática normal, do contrário estaremos encaminhando pessoas ao inferno ao invés de mostrar o caminho da salvação. A simples omissão ou "vistas grossas" já nos condena.

3) Disseste: "Gálatas 2:4-5 e isto por causa dos falsos irmãos intrusos, os quais furtivamente entraram a espiar a nossa liberdade, que temos em Mehushkhay Yaohushua, para nos escravizar; aos quais nem ainda por uma hora cedemos em sujeição, para que a verdade das Boas Novas permanecesse entre vós."

Prezado, ainda ocorre nos tempos atuais e não é pouco. A instrução apostólica permanece a mesma basta aplicá-la.

4) Disseste que denominações cristãs é: "Qualquer seguimento que tem JESUS CRISTO, DEUS e as BIBLIAS TRADUZIDAS como base de seus ensinos".

Prezado, se eu aplicar os critérios descritos no ítem 1 para todo mundo que diz que TEM JESUS, DEUS e a BIBLIA, como base dos seus ensinos, então lhe asseguro que a lista de denominações "cristãs" fica muito mais restrita.

Nem todo que diz Senhor, Senhor entrará no reino dos céus.

Um grande abraço
MOREMAX
avatar
Pereira
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1100
Idade : 55
Cidade/Estado : Japeri/Rio de Janeiro
Religião : Evangelico
Igreja : Nao tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 3856
Data de inscrição : 18/04/2009

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Pereira em Seg 31 Maio 2010, 13:38

Amado Moremax,


O AMADO DIZ: Pedras de tropeço para a salvação das pessoas não é coisa nova, vem dos tempos da igreja primitiva. Porém podemos ver nas cartas apostólicas as recomendações necessárias para que a nova comunidade de crentes em Cristo não se afastasse da essência do evangelho e da sua simplicidade, ... Em todas as cartas apostólicas temos orientações para a igreja em relação a doutrinas estranhas (I TIM 4:1-4); gálatas 1:6-7-8 "

Mas é justamente sobre isto que estamos falando amado. Hoje sabemos que existem muitas denominações e nem todas estão apregoando o genuíno evangelho. A pergunta que precisa de resposta é justamente essa: Um crente convertido nessas chamadas igrejas cristãs que se desvirtuaram do genuíno evangelho estão seguindo para salvação?


O AMADO DIZ: A pedra de tropeço é sempre a mesma, desde o início da igreja até os tempos contemporâneos. Quando se tenta tornar o sacrifício de Cristo algo insuficiente, quando se diz que existe algo que o homem "ainda" tenha que fazer, enfim quando não se tenta fazer um by-pass por Cristo, então aqui tem-se um problema grave, aqui é hora de abrir o olho. Não te admira o enorme número de denominações ditas "cristãs" mas que tem as características citadas acima?

Com certeza com base nessas informações teremos de ter respostas a essas perguntas:

Os crentes que estão convertidos nessa denominações ditas “cristãs” estão trilhando caminho de salvação?

Não precisam se preocupar pelo fato da salvação estar em todas as denominações? Isto por que a salvação é pessoal não denominacional.


O AMADO DIZ: Todas as recomendações dadas pelos apóstolos eram dirigidas as igrejas de Cristo, todas elas tinham problemas, e eram problemas graves, mas não deixaram de ser de Cristo.

O que o amado está afirmando é que todas as denominações cristãs mesmo nos seus desvios estão conduzindo pessoas a salvação? Não foram rejeitas pelo Messias?


O AMADO DIZ: O problema deve ser tratado e corrigido, o colírio existe, o remédio está diante dos nossos olhos os problemas e experiências daqueles irmãos estão registrados na palavra...

Como as denominações que não se desviaram deve tratar essas denominações desvirtuadas do caminmho? Não se tem aqui um grande problema?


O AMADO DIZ: a) Uma pessoa que saiu da simplicidade erra o caminho da salvação? a salvação é individual, é uma experiência entre cada homem e Deus, se o sair da simplicidade implica em aderir as características informadas acima então esta pessoa não está no caminho certo. Precisa voltar ao primeiro amor, à prática das primeiras coisas.

Isto implica a necessidade de mudança de denominação ou congregação. Não?


O AMADO DIZ: b) As denominações cristãs que saíram da simplicidade estão encaminhando as pessoas a salvação ou são literalmente pedras de tropeços? Se eu levo o meu irmão a se escandalizar como meu testemunho já estou sendo pedra de tropeço, ainda mais se decairmos do evangelho da graça.

Neste caso devo concluir que essa denominação não está a serviço do reino, tão pouco levando as pessoas a salvação. Correto?


O AMADO DIZ: 2) Disseste: "Se fosse hoje, com certeza seriam tolerados e chamados de irmãos com a desculpa "é só um pequeno desvio" isso não afeta a salvação." Prezado, a tolerância é o primeiro passo para a conivência. Todo desvio deve ser tratado, e nunca ser acolhido como se fosse prática normal, do contrário estaremos encaminhando pessoas ao inferno ao invés de mostrar o caminho da salvação. A simples omissão ou "vistas grossas" já nos condena.

Concordo com o amado nessa sua afirmação. Infelizmente é o que não se vê hoje. A porta de saída que encontraram é o ECUMENISMO.


O AMADO DIZ: 4) Disseste que denominações cristãs é: "Qualquer seguimento que tem JESUS CRISTO, DEUS e as BIBLIAS TRADUZIDAS como base de seus ensinos". Prezado, se eu aplicar os critérios descritos no ítem 1 para todo mundo que diz que TEM JESUS, DEUS e a BIBLIA, como base dos seus ensinos, então lhe asseguro que a lista de denominações "cristãs" fica muito mais restrita. Nem todo que diz Senhor, Senhor entrará no reino dos céus.

Donde posso concluir que nem todas, as chamadas, denominações cristã estão levando as pessoas à salvação. Nem todas estão a serviço do reino? CERTO?

Márcio
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1142
Idade : 44
Cidade/Estado : Porto Alegre - RS
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 51
Pontos de participação : 2808
Data de inscrição : 17/04/2010

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Márcio em Qua 02 Jun 2010, 18:04

Prezado Pereira,

Obrigado pelo tempo despendido em ler meu texto.

Responderei abaixo suas perguntas, considerando duas premissas básicas, descritas abaixo:

Primeira: Do que entendo por “igrejas que se desviaram do genuíno evangelho”: São aquelas em que Cristo não é suficiente, ou seja, o mérito de Cristo na cruz é questionado ou de eficácia duvidosa (pseudo-cristãs).

Segunda: Entre denominações em que a primeira premissa não ocorre, considero que existam diferenças de ponto de vista doutrinário, porém são de ordem secundária, ou seja, a essência do evangelho não é negada ou questionada sua eficácia. Neste caso, não vejo problemas de incompatibilidade, embora haja diferenças.

1) Disseste: "Mas é justamente sobre isto que estamos falando amado. Hoje sabemos que existem muitas denominações e nem todas estão apregoando o genuíno evangelho. A pergunta que precisa de resposta é justamente essa: Um crente convertido nessas chamadas igrejas cristãs que se desvirtuaram do genuíno evangelho estão seguindo para salvação? "

Prezado, conforme respondi no texto anterior, a salvação é experiência pessoal é obra do Espírito de Deus no coração de cada regenerado.
A vida cristã é um aprendizado, eu não sei qual é a sua trajetória na fé, nem sua vida em Cristo, porém em algum momento você conheceu o evangelho em algum lugar, você ouviu falar de Cristo, você creu nele como seu Salvador pessoal, entregou sua vida e começou sua vida cristã, uma nova criatura. Em igrejas enquadradas na premissa 1, creio que não pode haver conversão, pois a mensagem de salvação não depende de Cristo.
Concluo que o evangelho pregado por igrejas enquadradas na premissa 1 estão pregando outro evangelho e não o que leva a salvação. Não existe outro evangelho, não existe evangelho segundo isto ou aquilo, somente existe o evangelho de Cristo. Onde o evangelho que não é de Cristo é pregado pode haver salvação? Acredito que não, pois a salvação é creditada somente a Cristo.


2)Disseste: "Os crentes que estão convertidos nessa denominações ditas “cristãs” estão trilhando caminho de salvação?"

A mesma resposta do ítem 1 vale aqui. Quer saber se estão trilhando o caminho da salvação? Veja I João 1: 9 à 11. Que conversão? Pode haver conversão em outra coisa que não seja no evangelho de Cristo para a Salvação? Respondo que não.

3) Não precisam se preocupar pelo fato da salvação estar em todas as denominações? Isto por que a salvação é pessoal não denominacional.

Eu não disse que a salvação estava em todas, conforme comentário do ítem 1. A salvação é pessoal. Mas não posso chamar de convertida uma pessoa que recebeu, ou se “converteu” a "outro evangelho" que não seja o de Cristo.

4) Disseste: "O que o amado está afirmando é que todas as denominações cristãs mesmo nos seus desvios estão conduzindo pessoas a salvação? Não foram rejeitas pelo Messias?"

Prezado, não foi isso o que eu disse, as cartas apostólicas eram destinadas as igrejas justamente para que os desvios fossem corrigidos, existiam problemas dentro da igreja, graves, mas a mensagem dos apóstolos era de corrigir o erro e não continuar nele e/ou descartar aquela congregação.

5) Disseste: "Como as denominações que não se desviaram deve tratar essas denominações desvirtuadas do caminmho? Não se tem aqui um grande problema?"

Devem tratar conforme descrito em I João 1: 9 à 11, que diz o seguinte: “Todo aquele que ultrapassa a doutrina de Cristo e nela não permanece não tem Deus; o que permanece na doutrina, esse tem tanto o Pai como o Filho; Se alguém vem ter convosco e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem lhe deis as boas-vindas; Porquanto aquele que lhe dá boas-vindas faz-se cúmplice das suas obras más.”
É uma mensagem dura, mas deve ser aplicada.

6) Disseste: "Isto implica a necessidade de mudança de denominação ou congregação. Não?"

Prezado, se seus olhos são abertos, suas vendas caem, você não continuaria participando de obras más, conforme I jo 9:11. Continuaria ?

7) Disseste: “Neste caso devo concluir que essa denominação não está a serviço do reino, tão pouco levando as pessoas a salvação. Correto?

Se estiver enquadrada na premissa nº1 estás correto.

Cool Disseste: “ Infelizmente é o que não se vê hoje. A porta de saída que encontraram é o ECUMENISMO.”

Não sou a favor do ecumenismo, nem todas as direções levam ao mesmo caminho, portanto não devem ser equivalentes. Existe sim o respeito, afinal de contas cada um é livre para acreditar no que quer, mas fica somente por aí. Neste quesito sou muito radical.

9) Disseste: “Donde posso concluir que nem todas, as chamadas, denominações cristã estão levando as pessoas à salvação. Nem todas estão a serviço do reino? CERTO?

Se estiver enquadrada na premissa nº1 estás correto.

Acrescento alguns texto para reflexão:

Atos 20: 28 à 30: “Atendei por vós e por todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para pastoreardes a igreja de Deus, a qual ele comprou com o seu próprio sangue; Eu sei que, depois da minha partida, entre vós penetrarão lobos vorazes, que não pouparão o rebanho. E que, dentre vós mesmos, se levantarão homens falando coisas pervertidas para arrastar os discípulos atrás deles.” Este é Paulo alertando a Igreja para a perversão do genuíno evangelho.

Imagine a igreja descrita em Atos 2: 42-47 que diz: “E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações; Em cada alma havia temor; e muitos prodígios e sinais eram feitos por intermédio dos apóstolos; Todos os que creram estavam juntos e tinham tudo em comum; Vendiam as suas propriedades e bens, distribuindo o produto entre todos, à medida que alguém tinha necessidade; Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração; louvando a Deus e contando com a simpatia de todo o povo. Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos.”

Como somos falhos e precisamos aprender a ser cristãos que vivem o evangelho de fato e atitudes. Conseguimos tratar assim nossos irmãos? Conhece alguma igreja em que ninguém tem necessidade? Uma igreja realmente unânime? A igreja descrita em atos 2 era assim.

Um grande abraço.

Moremax
avatar
Pereira
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1100
Idade : 55
Cidade/Estado : Japeri/Rio de Janeiro
Religião : Evangelico
Igreja : Nao tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 3856
Data de inscrição : 18/04/2009

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Pereira em Sex 04 Jun 2010, 16:15

O AMDO DIZ: Obrigado pelo tempo despendido em ler meu texto.

Amado,
Se as respostas de nossos amados são realmente importantes, não devemos deixar passam nem uma vírgula sem a devida atenção.

Concordo em gênero e número com suas observações.

_E ouvi outra voz do shuolmayao, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus
pecados, e para que não incorras nas suas pragas._ (Apocalipse 18:4)

Demar
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 178
Idade : 75
Cidade/Estado : Panorama
Religião : Cristã espírita
Igreja : Casa Espírita Joanna de Ângelis
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -2
Pontos de participação : 205
Data de inscrição : 20/12/2008

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Demar em Ter 15 Jun 2010, 04:12

Caro Moremax,
Peço desculpas pelo atraso em responder sua postagem...meu tempo "é curto". Responderei parte e oportunamente o restante.

Expressarei minha opinião sobre os teus comentários e tem a finalidade de levar a reflexão.
1)Disseste: "O conhecimento e a prática do Evangelho de Cristo é que levam à salvação. Não consegui entender se vc. concorda, ou não, com a tese da salvação pela graça mediante a fé em Cristo. Poderia, por obséquio, me esclarecer?"
Fé em Jesus Cristo significa “acreditar Nele” e PRATICAR OS SEUS ENSINAMENTOS, resumidos no AMOR A DEUS E AO PRÓXIMO. E como Jesus recomendou que não amássemos por palavras (de boca ou língua), mas sim por OBRAS e VERDADE, temos que não existe salvação sem as obras de Caridade (prática do bem em todos os sentidos). Por outro prisma, a FÉ SEM OBRAS É MORTA, ESTÉRIL, INEXISTENTE. Tg. 2,20: “QUERES VER, Ó HOMEM VÃO, COMO A FÉ SEM OBRAS É ESTÉRIL?”. Tg.2,17: “ASSIM TAMBÉM A FÉ: SE NÃO TIVER OBRAS, É MORTA EM SI MESMA”. Tg.2,22: “VÊS COMO A FÉ COOPERAVA COM AS SUAS OBRAS E ERA COMPLEMENTADA POR ELAS?”. Tg.2,24: “VÊS COMO O HOMEM É JUSTIFICADO PELAS OBRAS E NÃO SOMENTE PELA FÉ?”.

SALVAÇÃO PELA GRAÇA, MEDIANTE A FÉ:

A Graça representa OPORTUNIDADE de salvação, e é endereçada a todos, visto que Deus não faz acepção (diferenciação) de pessoas.
Tito 2:11: “PORQUE A GRAÇA DE DEUS SE HÁ MANIFESTADO, TRAZENDO SALVAÇÃO A TODOS OS HOMENS”. Aqui não diz que a GRAÇA É SALVADORA, e sim, MANIFESTA-SE salvadora, portanto, exige condições, ou seja: é necessário que nós nos EDUQUEMOS “PARA QUE, RENEGADAS A IMPIEDADE E AS PAIXÕES MUNDANAS, VIVAMOS NO PRESENTE SÉCULO, SENSATA, JUSTA E PIEDOSAMENTE”
(Tito 2:12). Para que a Graça se torne operante ou se manifeste é necessária a transformação MORAL da pessoa candidata à salvação, resumindo-se tudo no amor a Deus e ao próximo, que leva à prática das boas obras. “Renegar a impiedade” e “viver piedosamente”, conforme consta do texto acima, significa AMOR AO PRÓXIMO, porque, do contrário, a pessoa será impiedosa. A Graça, portanto, há de produzir frutos bons, para que se manifeste salvadora.

A GRAÇA E A FÉ:

Ef.2:8/10: “PORQUE PELA GRAÇA SOIS SALVOS, POR MEIO DA FÉ; E ISTO NÃO VEM DE NÓS; É DOM DE DEUS. NÃO VEM DAS OBRAS, PARA QUE NINQUEM SE VANGLORIE. PORQUE SOMOS FEITURA SUA, CRIADOS EM CRISTO JESUS PARA AS BOAS OBRAS, AS QUAIS DEUS PREPAROU PARA QUE ANDÁSSEMOS NELAS”.

Como já disse anteriormente, a GRAÇA exige condições e requisitos para que se manifeste SALVADORA. No caso do texto acima, é exigida uma condição INTERMEDIÁRIA, que é a FÉ, para que a Graça se torne salvadora: “...pela GRAÇA sois salvos, POR MEIO/ATRAVÉS da FÉ”.
E essa FÉ, por sua vez, exige a prática de obras de caridade (boas obras), emandadas do amor ao próximo, para ter VALIDADE E EFICÁCIA: “A FÉ SEM OBRAS É MORTA, ESTÉRIL, INEXISTE, VÃ, INÚTIL (v. Tg. 2:20,17,24,22). Isto posto, a GRAÇA, só se torna eficaz e atuante, ATRAVÉS DA FÉ OPERANTE.

Conclusão: A Graça emana do incomensurável amor de Deus por nós, por meio do qual Ele nos atrai e nos impulsiona em Sua direção, segundo os critérios da evolução moral/depuração, ao alvedrio de nosso livre-arbítrio, tendo como principal ingrediente, senão ´´unico, o “amar ao próximo como a si mesmo”. A caminhada é lenta para alguns e mais rádipa para outros (depende da vontade de cada um). Para atingir a plenitude do Reino Divino, é necessária a eliminação de toda maldade que carcateriza nosso ego, e atinguir o estado de pureza total (espírito puro). Os destinatários da GRAÇA são todos os seres humanos, sem quaisquer exceções, privilégios ou preferências, visto que PARA DEUS NÃO HÁ ACEPÇÃO DE PESSOAS (Rom.2:11- NT e Deut. 10:17-VT), ou seja: PARA ELE TODOS SÃO IGUAIS. A Graça é dom gratuíto de Deus que envolve e abrange a todos, mas para que possa promover a salvação, é necessário DINAMIZÁ-LA, acionando-a através (POR MEIO...) de uma CONDIÇÃO INTERMEDÁRIA ESSENCIAL, OBRIGATÓRIA, INDISPINSÁVEL, que á a FÉ (Pela Graça sois salvos, POR MEIO DA FÉ...). Essa FÉ, para ser válida e eficaz, não pode ser a “FÉ SEM OBRAS, QUE É MORTA EM SI MESMO, VÃ. INÚTIL, etc., o que equivale a dizer: INEXISTENTE, que para NADA APROVEITA (Tg.2:14). Então, pela Graça sois salvos, através da FÉ DINÂMICA, OPERANTE, VIVA, APROVEITÁVEL, ou seja: A FÉ COM OBRAS, impulsionada pelo amor.

“E ISTO NÃO VEM DE NÓS”:

É lógico, nós não podemos influir na Vontade Soberana de Deus. Se Ele quer que assim seja, nós não podemos contestar ou modificar quaisquer disposição Dele. “Pela Graça sois salvos, por meio da Fé...”: isto representa um PROCEDIMENTO, uma REGRA imutável, um caminho estabelecido por Deus, que tem de ser necessáriamente percorrido para os candidatos à “salvação”, QUE NÃO VEM DE NÓS: quer queiramos ou não, é assim porque Deus assim estabeleceu; não nos é dado o direito e o poder de opinar na elaboração desse processo e nem de modificá-lo ou estabelecer outros itinerários. É dom de Deus porque é uma dádiva, UMA OPORTUNIDADE DE SALVAÇÃO, emanada de sua qualidade inata de ser Deus, detentor de TODO PODER e decorrente de seu ilimitado amor por nós. “Não vem de nós” mas é “para nós”.

“NÃO VEM DAS OBRAS”:

Paulo NÃO SE REFERIU, AQUI, às OBRAS DE CARIDADE FRATERNAL, mas sim, às OBRAS DA LEI (Lei mosaica), não salvadoras, que dentro do judaísmo significavam os formalismos e liturgias religiosas que praticavam, convictos de que assim agindo estariam justificados e portanto “salvos” perante JEOVÁ-DEUS (exemplos de obras da lei: orações diárias em hora determinada, dízimos, jejuns, abstinências, sacrifícios de aves e animais, comparecimentos obrigatórios às sinagogas ou ao Templo, etc.,etc.). Nessa época, os judeus se encontravam profundamente arraigados nas citadas práticas e costumes religiosos e acreditavam que com isso ficariam bem e justificados diante de Deus-Jeová. O objetivo de Paulo consistia em mudar essa situação (e para isso, agia de maneira sutil e habilidosa para evitar melindres e conflitos, etc.), fornecendo-lhes os novos conceitos de fé, através dos ensinamentos e preceitos deixados por Jesus Cristo,e, assim, afirmar a superioridade do Cristianismo sobre o judaísmo, e isso não era tarefa fácil. Daí a afirmação de Paulo, de que a salvação não viria desses exteriorismos religiosos nominados de OBRAS DA LEI (VT), mas sim através da fórmula já aludida (GRAÇA, que é dádiva e oportunidade de salvação estendida a todos, sem qualquer exceção + FÉ VÁLIDA/ATIVA/OPERANTE/APROVEITÁVEL,consubstanciada na prática da caridade fraternal incondicionada, oriunda do amor a Deus e ao próximo. É por isso que Paulo afirmou, e até para advertir os judeus, em Ef.2:8/9, que a salvação não vem das obras, referindo-se ,porém, às OBRAS DA LEI MOSAICA, impotente para promover a salvação, e não às OBRAS DE CARIDADE, imprescindíveis/necessárias para promovê-la.

Abraços.
Demar.

Conteúdo patrocinado

Re: As divisões denominacionais interferem na salvação do hmem?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Sab 16 Dez 2017, 05:03