F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Deus se recusa a perdoar?

Compartilhe

Cassia Santos
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Número de Mensagens : 98
Data de inscrição : 27/05/2011

Re: Deus se recusa a perdoar?

Mensagem por Cassia Santos em Dom 14 Ago 2011, 08:48

Boa tarde a Todos

O discípulo Tiago aconselha: “Confessai abertamente os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sejais sarados.” (Tg 5:16) Tal confissão não é porque algum humano sirva de “ajudador [“advogado”, Al]” para o homem perante Deus, visto que apenas Cristo preenche esse papel, em virtude de seu sacrifício propiciatório. (1Jo 2:1, 2 "Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.") Os humanos, por si mesmos, não podem realmente corrigir o erro para com Deus, nem em seu próprio favor, nem em favor de outros, pois não podem prover a expiação necessária. (Sal 49:7, 8 "Nenhum deles de modo algum pode remir a seu irmão, ou dar a Deus o resgate dele (Pois a redenção da sua alma é caríssima, e cessará para sempre"). Os cristãos, porém, podem ajudar-se uns aos outros, e suas orações a favor de seus irmãos, embora não influam na aplicação da justiça por parte de Deus (visto que apenas o resgate de Cristo serve para remir pecados), deveras contam perante Deus ao solicitarem que Ele conceda a ajuda e as forças necessárias àquele que pecou e que procura auxílio.

Deus Jeová destaca-se como Deus que concede perdão aos que procuram tal perdão. Mas ele não isenta da punição aqueles que deliberadamente se colocam em oposição a ele e aos seus modos justos. — Êx 34:6, 7."Tendo o Senhor passado perante Moisés, proclamou: Jeová, Jeová, Deus misericordioso e compassivo, tardio em irar-se e grande em beneficência e verdade; que usa de beneficência com milhares; que perdoa a iniqüidade, a transgressão e o pecado; que de maneira alguma terá por inocente o culpado; que visita a iniqüidade dos pais sobre os filhos e sobre os filhos dos filhos até a terceira e quarta geração".

Almeida Revisada Impressa Bíblica

Boa leitura a todos


Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Número de Mensagens : 3186
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: Deus se recusa a perdoar?

Mensagem por Vasuilvan em Sab 07 Jan 2012, 16:17

E se o pecado contra o Espírito Santo for praticado durante o período de total ignorância das Sagradas Escrituras?. Será perdoado?.
avatar
Nino@Nino
- Iniciante -
- Iniciante -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1
Idade : 35
Cidade/Estado : Palhoça, Santa Catarina
Religião : Evangelico
Igreja : Assembleia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 0
Pontos de participação : 1
Data de inscrição : 21/04/2009

Re: Deus se recusa a perdoar?

Mensagem por Nino@Nino em Qui 19 Jan 2012, 20:29

Razz Amem!

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1708
Idade : 54
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 38
Pontos de participação : 4121
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: Deus se recusa a perdoar?

Mensagem por Jefté em Sex 20 Jan 2012, 00:24

Olá irmão Vasuilvan

Sobre isso:
E se o pecado contra o Espírito Santo for praticado durante o período de total ignorância das Sagradas Escrituras?. Será perdoado?.
Irmão
Creio que a blasfêmia contra o Espírito Santo é a resistência ao Espírito Santo que veio ao mundo p/ nos testificar de Cristo!

Jesus disse que o Espírito Santo quando viesse convenceria o mundo do pecado: "do pecado (disse Ele) porque não crêem em mim" (Jo. 16:8-9)
Qualquer ser humano que resiste ao Espírito Santo, não crendo-O durante a vida, já está a blasfemar contra o Espírito Santo, e se desce a sepultura incrédulo consuma p/ sempre essa blasfêmia.
E para esse não há mais perdão.

A blasfêmia contra o Espírito Santo é a suma do que diz João 3:36:
"Aquele que crê no Filho tem a vida eterna, mas aquele que não crê no Filho não verá a vida mas a ira de Deus sobre ele permanece."

Em contrapartida ao crer em Cristo, todos os pecados nos são perdoados, porque é o Senhor o único Salvador, e o único e total perdão pelos nossos pecados e a morte (e também pelos pecados do mundo). Amém!
avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3186
Idade : 47
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 148
Pontos de participação : 10457
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: Deus se recusa a perdoar?

Mensagem por Vasuilvan em Sab 21 Jan 2012, 14:06

Irmão JEFTÉ, muitíssimo grato com a sua tentativa de me explicar este seu entendimento, verdadeiramente não possuo um entendimento a este respeito, como também não consigo aceitar a sua visão sobre este assunto, pois percebo uma forte tendência em considerar as consequências deste pecado muito semelhante aos demais e não o é.

Da passagem de joão 16;8-9, não consigo deduzir que dali se entenda blasfêmia contra o espirito santo, pois acredito ser esta blasfêmia fruto de uma ação praticada do que propriamente uma omissão ou falta de crença .A PAZ...
avatar
Norberto
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Status : "Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )" (Oséias 6.3)
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 4296
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : .
País : .
Mensagens Curtidas : 154
Pontos de participação : 17341
Data de inscrição : 17/11/2008

Re: Deus se recusa a perdoar?

Mensagem por Norberto em Dom 29 Jan 2012, 17:32

.
Jefté, neste ponto concordo com o Vasuilvan.

O não aceitar a Cristo não significa blasfemar contra o Espírito Santo, mesmo que morrer sem Cristo, sem aceitação da Verdade.

É certo que se uma pessoa que sempre recusou a Jesus e um dia vem aceitar a Verdade, o tempo que essa pessoa passou negando a Jesus não o constituiu pecador por blasfêmia. Caso contrário, não teria salvação pois, a blasfêmia contra o Espírito Santo não tem perdão.

Quanto ao tema, temos o seguinte tópico Blasfêmia contra o Espírito Santo .

O que posso adiantar é que o Senhor Jesus, segundo as Escrituras, deu um exemplo sobre o que é blasfemar:

- atribuir a obra do Espírito Santo, operada por intermédio de alguém, como se fosse o inimigo, responsável por essa obra/milagre.

Seria interessante continuar o assunto, caso queira, no tópico citado:

- Blasfêmia contra o Espírito Santo .
.

Cassia Santos
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Feminino
Número de Mensagens : 98
Idade : 58
Cidade/Estado : rj
Religião : cristao
Igreja : Saal
País : alemanha
Mensagens Curtidas : 1
Pontos de participação : 154
Data de inscrição : 27/05/2011

Re: Deus se recusa a perdoar?

Mensagem por Cassia Santos em Dom 29 Jun 2014, 17:31

Boa tarde,

Deus nunca se recusa a perdoar,basta quer ter este perdao,ser houver sinseridade de coracao.

Rasabino
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1266
Idade : 50
Cidade/Estado : Cianorte
Religião : não tem
Igreja : eu
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 14
Pontos de participação : 2761
Data de inscrição : 03/01/2014

Re: Deus se recusa a perdoar?

Mensagem por Rasabino em Dom 29 Jun 2014, 18:14

Graça e Paz a todos!

Creio que a blasfêmia contra o Espirito da Graça, Aquele que nos marca (selo) para a ressurreição, não se trata de algo tão simples, mas muito complexo e muito raro. Vejamos como isto se dá:

Trouxeram-lhe, então, um endemoninhado cego e mudo; e, de tal modo o curou, que o cego e mudo falava e via.
E toda a multidão se admirava e dizia: Não é este o Filho de Davi? Mas os fariseus, ouvindo isto, diziam: Este não expulsa os demônios senão por Belzebu, príncipe dos demônios...E, se eu expulso os demônios por Belzebu, por quem os expulsam então vossos filhos? Portanto, eles mesmos serão os vossos juízes. Mas, se eu expulso os demônios pelo Espírito de Deus, logo é chegado a vós o reino de Deus...Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens. E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro.
Mateus 12:22-24; 27-28; 31-32.


O termo blasfêmia: Discurso, palavra proferida, que ofende fortemente uma divindade.

Por que o Espirito Santo de Deus se ofenderia com alguma ação humana?

Pelo texto entendemos que existem requisitos próprios para se blasfemar contra o Espirito da Graça. Primeiro ele deve ter tido uma experiência real com o Espirito Santo:

Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se fizeram participantes do Espírito Santo, e provaram a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro, e recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério. Hebreus 6:4-6

Então o ofensor tem que ter tido uma experiência real com Deus. Deve ter provado algum dom celestial como um milagre ou libertação de espíritos imundos e por último deve ter experimentado os dons do Espirito.

Segundo passo: recair, ou passar a negar que tudo que lhe foi concedido como dom e Graça de Deus tenha vindo de Deus, mas sim afirmar que tudo veio de satanás.

Não basta apenas negar que teve uma experiência com Deus, mas atribuir esta experiência a satanás.

Resumindo, o que faz com Deus não perdoe este ofensor não é "grau da ofensa", mas a impossibilidade deste ofensor voltar a crer em Deus para o perdão da ofensa e a extinção da culpa. Por isso o texto de Hebreus diz:

"quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério (vergonha)", em outras palavras, por não crer no Espirito Santo, Este não pode mais convencê-los de pecado, da justiça e do juízo.

E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. Do pecado, porque não crêem em mim; da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais; e do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado. João 16:8-11
avatar
Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Evangélico, pastor, funcionário público
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 774
Idade : 43
Cidade/Estado : MACAPÁ
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -7
Pontos de participação : 1305
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Deus se recusa a perdoar?

Mensagem por Dannilo Stelio em Sab 12 Jul 2014, 00:40

A Regra geral da Bíblia é que o perdão só é liberado quando a pessoa o pede, e demonstra arrependimento sincero.

"SE confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça". 1 João 1:9.

"Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar". Isaías 55:7

"O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia". Provérbios 28:13

OU SEJA, quem não confessa seus pecados, e se arrepende dos mesmos, não tem direito ao perdão.

Mesmo a regra do SETENTA VEZES SETE exige que o ofensor se arrependa e peça perdão à quem magoou. Veja só:

"E, se teu irmão pecar contra ti, repreende-o e, se ele se arrepender, perdoa-lhe. E, se pecar contra ti sete vezes no dia, e sete vezes no dia vier ter contigo, dizendo: Arrependo-me; perdoa-lhe". Lucas 17:3-4. Note o "SE" repetido TRÊS VEZES !

TODA REGRA TEM EXCEÇÃO, não é mesmo ? Portanto, existem situações em que o perdão NÃO É CONCEDIDO.

Veja que mesmo o Apóstolo Paulo enfrentou situações de pessoas tão firmes em seus erros, que não liberou perdão sobre as mesmas.

"Já anteriormente o disse, e segunda vez o digo como quando estava presente; mas agora, estando ausente, o escrevo aos que antes pecaram e a todos os mais, que, se outra vez for, NÃO LHES PERDOAREI"; 2 Coríntios 13:2

"Alexandre, o latoeiro, causou- me muitos males; o Senhor lhe pague segundo as suas obras". 2 Timóteo 4:14.

POR QUE, no caso deste Alexandre, Paulo não escreveu "O Senhor lhe perdoe" ? Veja que logo adiante, Paulo libera perdão sobre algumas pessoas que não estiveram presentes em sua audiência perante César: "Ninguém me assistiu na minha primeira defesa, antes todos me desampararam. Que isto lhes não seja imputado. 2 Timóteo 4:16". Por que essa diferença de tratamento ?

A única resposta possível é: Por causa da maneira diferente que Alexandre se comportou, sem se arrepender dos seus pecados.

Houve mesmo situações em que Paulo "chutou o balde"; além de não perdoar, ainda clamou por castigo:

"E a palavra desses roerá como gangrena; entre os quais são Himeneu e Fileto; E entre esses foram Himeneu e Alexandre, os quais ENTREGUEI A SATANÁS, para que aprendam a não blasfemar". 1 Timóteo 1:20 e 27.

Resumindo: quem pensa que "crente tem que perdoar sempre", e vive magoando os irmãos, sem se arrepender e sem pedir perdão, e pensa que está tudo em paz, está muito enganado. Se DEUS só nos perdoa se nos arrependermos e buscarmos o perdão, a mesma coisa acontece entre as pessoas.

E o que acontece ao "DESPERDOADO" ?

Mas a ira de Deus sobre ele permanece.(João 3.36)
O seu pecado permanece (João 9.41)

"Ah, mas a vingança pertence a Deus", dirá alguém. Claro que sim. Mas o fato de eu não perdoar a pessoa não significa que irei me vingar dela, apenas quer dizer que me abstenho de retaliar e entrego essa vingança a Deus.

O fato de não perdoar alguém que não se arrependeu, ou se arrependeu mas não pediu perdão, não significa nutrir ódio por essa pessoa, simplesmente mágoa. A Bíblia nos autoriza a sentir tais emoções, até certo ponto, claro: "IRAI-VOS, e não pequeis" (Efésios 4.26)

Em alguns casos, não basta somente que a pessoa se arrependa, reconheça seu erro, e peça perdão à quem feriu. Às vezes, também se faz necessária uma reparação material, que pode ser inclusive em dinheiro, no caso dos danos morais e/ou materiais. Essa reparação pode ser, ainda, uma obrigação de fazer, como por exemplo pedir desculpas em público, se em público foi a ofensa. Isso tem apoio bíblico. Veja:

E confessará o seu pecado que cometeu; pela sua culpa, fará plena restituição, segundo a soma total, e lhe acrescentará a sua quinta parte, e a dará àquele contra quem se fez culpado. Números 5:7

Ou seja, no Antigo Testamento, o pecador arrependido que tivesse causado dano material deveria compensar a pessoa com juros de 20% (vinte por cento), que é o que significa "a quinta parte".

É claro que existem pessoas tão endurecidas, que mesmo quando a vítima as perdoa, elas não melhoram. Veja só:

Ainda que se mostre favor [ou em outra tradução, "perdão"] ao ímpio, nem por isso aprende a justiça; até na terra da retidão ele pratica a iniqüidade, e não atenta para a majestade do Senhor. Isaías 26:10



Cassia Santos
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Feminino
Número de Mensagens : 98
Idade : 58
Cidade/Estado : rj
Religião : cristao
Igreja : Saal
País : alemanha
Mensagens Curtidas : 1
Pontos de participação : 154
Data de inscrição : 27/05/2011

Re: Deus se recusa a perdoar?

Mensagem por Cassia Santos em Seg 18 Ago 2014, 13:37


“SOU atormentada pelo pensamento de que pequei contra o espírito santo.” Assim escreveu uma mulher na Alemanha, embora estivesse servindo a Deus. Pode um cristão realmente pecar contra o espírito santo, ou força ativa, de Deus?

Sim, é possível pecar contra o espírito santo de Jeová. “Toda sorte de pecado e blasfêmia será perdoada aos homens”, disse Jesus Cristo, “mas a blasfêmia contra o espírito não será perdoada”. (Mateus 12:31) Somos alertados: “Se praticarmos o pecado deliberadamente, depois de termos recebido o conhecimento exato da verdade, não há mais nenhum sacrifício pelos pecados, mas há uma certa expectativa terrível de julgamento.” (Hebreus 10:26, 27) E o apóstolo João escreveu: “Há um pecado que incorre em morte.” (1 João 5:16) Mas será que cabe à pessoa que cometeu um pecado grave decidir se foi “um pecado que incorre em morte”?
Jeová é o supremo Juiz dos transgressores. De fato, todos nós temos de prestar contas a Deus, e ele sempre faz o que é certo. (Gênesis 18:25; Romanos 14:12) Jeová é quem decide se cometemos um pecado imperdoável, e ele pode retirar seu espírito de nós. (Salmo 51:11) No entanto, se estivermos muito angustiados por causa de um pecado que cometemos, é bem provável que estejamos sinceramente arrependidos. Mas o que é arrependimento genuíno?


Conteúdo patrocinado

Re: Deus se recusa a perdoar?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Dom 17 Dez 2017, 08:05